Autor Tópico: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu  (Lida 64408 vezes)

Offline sylvester

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 545
    • Ver perfil
Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Online: 17 de Dezembro de 2007, 06:47 »
Encontrei esta pérola...
http://leandrosan.wordpress.com/2007/10/03/mais-uma-vez-falando-mal-do-ubuntu/

Mais uma vez, falando mal do Ubuntu…
Outubro 3, 2007

"Devo admitir. Mesmo não sendo usuário do Ubuntu, mas do Slackware, vejo que a distribuição Linux sul-africana é uma das melhores distribuições atuais.
Sim. Ela conseguiu o que as outras distros não conseguiram em 15 anos: tornar o Linux um pouco mais popular. Fazer com que o mundo soubesse o que significava aquele pingüim - castrado?!.
Admito que uma das minhas diversões é falar mal do Ubuntu - logo vê-se que não tenho mais o que fazer… ;-) Mas sei que esse “falar mal” é, de certa forma, algo infundado. Pois, embora o Slackware e o Ubuntu pareçam extremos de um mesmo espectro, os dois tentam fazer a mesma coisa, mas de maneira diferente: Facilitar o uso do computador pelo usuário.
Mas, mesmo assim, venho aqui para falar mal do Ubuntu. Não mal de dizer que é ruim, mas mal por eu não ter me adaptado à ele - e para me divertir ;-)

Primeiramente: O Ubuntu matou o Linux.
“Como assim? O Ubuntu não é Linux?” Sim. Mas, antes dele, o Linux era Linux, e não Ubuntu. O Ubuntu tem campanhas como: “Venha traduzir o Ubuntu”, e “O sistema Operacional Ubuntu”. Caramba! Antes do Ubuntu ninguém traduzia distribuição alguma! O pessoal traduzia o Linux - tá, e as ferramentas GNU, etc.
Sei que o que o Ubuntu traduz não fica somente com ele; é “repassado” para as outras distros - e que boa parte dos programas que temos hoje em português foram traduzidos pela sua equipe -, mas só a maneira de lidar com a coisa já me deixa irado ;-)
“Sistema Operacional Ubuntu”. Sei que gente vai vir me dizer a definição de sistema operacional. Não quero nem saber. Antes do Ubuntu existia o Linux. Sistema Operacional Linux. O que havia eram distribuições que utilizavam este kernel. O Ubuntu é sim, da maneira que tratamos um sistema operacional, não só um núcleo, a parte que faz a comunicação entre o hardware e o usuário, mas também um conjunto de aplicativos, interface gráfica, joguinhos, etc. Mas, mesmo assim, ele ainda é “só” mais uma distribuição.

Pecando pelo excesso de facilidade:
Facilidade demais irrita. Eu acredito nisso.
O que você faz quando vai realizar uma tarefa qualquer - qualquer mesmo, pode ser a coisa mais simples - e já aparece alguém com o queijo e a faca na mão, esperando que você corte (putz, que péssimo). Você vai fazer algo que já está tudo pronto para você “só” fazer este algo, sem se preocupar em mais nada? Isso parece ser o paraíso, certo? Mas já imaginou que graça teria a vida se houvesse um assistente que tentasse facilitar tudo? A facilitação é inimiga da liberdade de criação e execução.
Vejo isso na própria interface da distribuição. O GNOME. Sei que o GNOME não é o Ubuntu, mas como disse com relação ao Linux, o Ubuntu também matou o GNOME. Não que ele tenha ocultado o GNOME da história. Muito pelo contrário. O ítem “Sobre o GNOME” continua lá. Acontece que para a maioria das pessoas para quem o Ubuntu é direcionado - novos usuários - aquela É a interface do Ubuntu. Aquilo é Ubuntu, assim como sabemos que o “Menuzinho Iniciar” mostra que um sistema é o Windows.

A interface do GNOME é extremamente chata. Os botões tem labels, que são complicadas de serem removidas. Caramba, se eu vejo um botão apontando para a esquerda, sei que aquilo significa “Voltar”. Sei que a casinha significa “Home”. Mas aí eles escrevem “Voltar” e “Pasta do Usuário” embaixo destes botões! Pode isso?
Gosto do KDE/Konqueror justamente pelo oposto disso: eu clico com o botão direito em cima do botão e escolho se ele terá label ou não; Escolho o tamanho do ícone, e quais barras quero que apareçam. O pessoal do GNOME quis simplificar demais o ambiente de trabalho. E isso não me agrada. Mas quem sou eu, perto da quantidade de usuários que amam este ambiente?
Ainda bem que existe essa diversidade de interfaces gráficas… Nem quero lembrar a época em que utilizava Windows…

Bash-Completation: Outro exemplo de facilidade que só atrapalha.
Não tenho nada contra os desenvolvedores dessa extensão do bash, mas ela até ajuda os “novos usuários da tela preta”, mas só atrapalha a vida de quem realmente gosta e acha útil a interface em modo texto.
Quem vive na frente de uma tela preta sabe que a tecla TAB é a melhor amiga do Nerd viciado em Linux. Ela é tudo num terminal. Mas, ao restringir o que o usuário pode manipular ou não, através de filtros, só o atrapalha. Um exemplo é quando quero abrir um arquivo com um aplicativo, e o tipo deste arquivo não está no banco-de-dados do aplicativo em questão - costumo fazer isso com vídeos, trocando suas extensões, para que não saibam o que tem neles.. HUAHAU.
Por mais que você dê TAB, ele não completa o nome do arquivo! Ou quando quero descompactar um arquivo, mas não sei se ele é .tar.bz2 ou .tar.gz. Normalmente eu faço “tar zxvf <primeiros caracteres do nome dele> TAB”. Sem o bash-completation, o nome é auto-completado. Se ele for um .tar.bz2, eu só troco o “z” por um “j”. Fácil. Eu não sou burro, sei que se não fizer vai dar erro. Já com o bash-completation, você deve digitar o comando “tintim-por-tintim”, senão ele não funciona.
Tá, sei que é possível desabilitar o bash-completation, mas se é para ter que ficar configurando o sistema para funcionar do jeito que quero, uso o Slackware, que faz isso muito bem ;-)"

Enfim. Sei que vão me chamar de xiita/radical/quer-se-amostrar-fazendo-tudo-na-unha. Fazer o que? É como dizem: Linux é que nem religião. Mesmo se você se disse ateu, estará declarando o que acredita ou não - que caracteriza uma religião. Confuso…"


Eu acho que ele deve ter-se esquecido de tomar os medicamentos...
« Última modificação: 24 de Maio de 2008, 14:39 por ins3rt c0in »

http://opensourceformac.blogspot.com/                                      http://easyubuntulinux.blogspot.com/

boi

  • Visitante
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #1 Online: 17 de Dezembro de 2007, 08:11 »
Pois eu concordo com ele, pelo menos em parte. Hoje em dia o Ubuntu praticamente virou um sistema operacional diferente. Veja até no br-linux e em outros sites da comunidade, antigamente apareciam tutoriais assim: faça seu winmodem Lixotel funcionar no Linux. Hoja é quase tudo assim: faça seu winmodem Lixotel funcionar no Ubuntu. É quase como se o Ubuntu não fosse Linux, fosse outra coisa.
Mas aí tudo bem, esse tipo de coisa parte de usuários, não dos desenvolvedores ou da empresa mantenedora. Só que o próprio comportamento do sistema está cada vez mais estranho. Não parece mesmo Linux. Eu mesmo praticamente já desisti de ajudar as pessoas aqui no fórum porque minhas soluções, que funcionam em qualquer outra distro, não funcionam no Ubuntu, sabe-se lá porque. No início achei que eram os usuários que não seguiam as dicas direito, mas depois vi por mim mesmo que as coisas não funcionam no Ubuntu como deveriam sendo ele um Linux. Em vários casos mesmo fazendo tudo direitinho as coisas simplesmente não funcionam. O Ubuntu está virando um Windows nesse sentido. Não funciona? Formata e instala tudo de novo. É um absurdo em se tratando de Linux, mas faz todo sentido no Ubuntu.

Offline maudy

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 481
  • Darth Tux
    • Ver perfil
    • Dicas para iniciantes no Ubuntu
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #2 Online: 17 de Dezembro de 2007, 08:33 »
Quanta frescura.

O prazer de falar mal é o real motivo de um artigo tão bobo. Ninguém tira o valor do Ubuntu (nem neste texto inicial), mas ficar chateadinho por conta das facilidades que ele têm é o fim.

Ninguém é obrigado a usar o Ubuntu, ninguém é obrigado a ensinar nada a ninguém e o Ubuntu fez aquilo que nenhuma distro foi capaz de fazer: tirar o Linux do mundo dos escovadores de bytes.

Eu imagino o que fariam outras distros se tivessem a grana que a Canonical tem.

Offline arqueiro

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 70
    • Ver perfil
    • compra por catálogos
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #3 Online: 17 de Dezembro de 2007, 11:17 »
Acredito que, devido ao sucesso do Ubuntu, o Linux será, cada vez mais, aceito em países do terceiro mundo.  Isto por si só, já é uma enorme façanha da distribuição.  Levando-se em conta que a informática é uma ferramenta da maior relevância em nossos dias e que o código aberto permite que aqueles países criem suas próprias soluções, a importância do Ubuntu torna-se enorme.
compra por catálogos

http://www.ecatalogos.com.br

Offline vinicius_aleao

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.275
    • Ver perfil
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #4 Online: 17 de Dezembro de 2007, 11:20 »
Bom, de qualquer forma, não dá pra dizer que este artigo fala "mal" do Ubuntu. Depende de que lado você olha a situação. Com ou sem intenção, o que há ali é propaganda positiva para os dois lados. Se você gosta de tudo facilitado, o artigo deixa claro que o Ubuntu é exatamente isso; quem pode dizer que isto não é propaganda positiva? Por outro lado, para quem gosta mais de "Linux" (leia-se do que se convencionou a chamar de Linux), o artigo igualmente pode convencer a não utilizar o Ubuntu. O próprio autor deixa claro que é a opinião dele, não desconsiderando o fato de que uma grande gama de usuários utiliza esse sistema.

Offline agente100gelo

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.250
  • @Ceará
    • Ver perfil
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #5 Online: 17 de Dezembro de 2007, 11:49 »
"Bons" argumentos:

Citar
Pecando pelo excesso de facilidade:
Facilidade demais irrita. Eu acredito nisso.

Não alimente os trolls.
Advogado e analista de sistema cearense.
Twitter: @glaydson

Offline dhiegospector3k

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 164
  • a sociedade é feita de inteligentes, e ignorantes.
    • Ver perfil
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #6 Online: 17 de Dezembro de 2007, 13:45 »
eu acho que assim

o ubuntu pra mim.
é uma distro meio que facil.

facil em questão ( ele ta parecendo um windows aqui no meu pc )

facilidade de programas.
facilidades do terminal.


agora se o cara quiser um 'linux' modo texto.

pega o slack.

o ubuntu é uma ferramenta de estudo para mim.

mas como os users linux.
vivem de experiencias com outras distros , como debian , fedora , mandriva , kurumin e etc...

é a opinião de cada pessoa!!!
Assinatura fora das regras. Removida por agente100gelo.

Offline niltonpess

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 70
    • Ver perfil
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #7 Online: 17 de Dezembro de 2007, 13:58 »
O Ubuntu não foi feito para ele, usuário avançadíssimo!... Então porque ele se preocupa e se diverte criticando algo que não foi feito para ele?!!! Tá sobrando tempo? ???

Offline Chucknoris

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 131
  • Linux for human beings!
    • Ver perfil
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #8 Online: 17 de Dezembro de 2007, 14:03 »
Citar
Facilidade demais irrita. Eu acredito nisso.
O que você faz quando vai realizar uma tarefa qualquer - qualquer mesmo, pode ser a coisa mais simples - e já aparece alguém com o queijo e a faca na mão, esperando que você corte (putz, que péssimo). Você vai fazer algo que já está tudo pronto para você “só” fazer este algo, sem se preocupar em mais nada? Isso parece ser o paraíso, certo? Mas já imaginou que graça teria a vida se houvesse um assistente que tentasse facilitar tudo? A facilitação é inimiga da liberdade de criação e execução.


Não concordo!!! pela primeira vez precisei da minha impressora hoje depois da instalação do 7.10 e eu estava com um pouco de preça pois iria imprimir um boleto bancario, para minha surpresa quando eu pluguei o cabo usb apareceu uma janelinha no canto da minha barra dizendo que minha HP 1300 séries estava pronta para imprimir!!!! Eu ainda pestanejei pensando se isso era mesmo verdade pois eu não escolhi nem instalei nem configurei nada... Então executei comando para imprimir e realmente vi que o reconhecimento foi altomatico, simples, ou melhor, parece magica... no windows tem um aplicativo para a impressora funcionar que demora uns 15 minutos para instalar e consome muita memória... 

E esse cara vem dizer que isso é uma coisa ruim? O que ele queria? Eu não estava mesmo afim de compilar o drive.... por isso uso o Ubuntu kkkk e acredito no futuro do linux ...
Ubuntu user Number 15679
Linux User Number 448603

Offline dhiegospector3k

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 164
  • a sociedade é feita de inteligentes, e ignorantes.
    • Ver perfil
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #9 Online: 17 de Dezembro de 2007, 14:13 »
as pessoas precisam ver que o ubuntu!

foi feito para se tornar um linux ' mais facil' entre aspas!

as pessoas tem medo e xingam o linux.
porque acham ele dificil

coisa de nerd.

acha que os hardwares não serão compatíves
essas coisas assim!!...
Assinatura fora das regras. Removida por agente100gelo.

Offline samuelbh

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 582
    • Ver perfil
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #10 Online: 17 de Dezembro de 2007, 14:16 »
Bem, nao acho que ele tenha realmente falado mal do Linux para todos, apenas ruim para ele. Tnato que ele falou que escreveu o artigo apenas para se divertir.

O Ubuntu é ótimo para usuários iniciantes e quem gosta de comodidade. Tanto que permanece no meu PC. Mas pra quem quer aprender, nao custa nada separar uma partição para isso. Eu por exemplo, vou começar a testar o Arch, que é uma distro do tipo KISS.
Assinatura removida pela Equipe do Fórum

Offline dhiegospector3k

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 164
  • a sociedade é feita de inteligentes, e ignorantes.
    • Ver perfil
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #11 Online: 17 de Dezembro de 2007, 14:32 »
exatooo....


nada melhor do que testar distros!

eu vo ficar com o ubuntu durante um tempo...

se eu ir pra frente

instalo outra distro.
senão volto pro windows!

ou fico com o ubuntu.

[];
Assinatura fora das regras. Removida por agente100gelo.

Offline rjbgbo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.895
  • Xubuntu 16.04LTS
    • Ver perfil
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #12 Online: 17 de Dezembro de 2007, 16:15 »
Linux User #440843 / Ubuntu User #11469

Offline nq6

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 35
    • Ver perfil
    • Linux ubuntu & Afins
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #13 Online: 17 de Dezembro de 2007, 18:07 »
Se nosso amigo se irrita com as facilidades do Ubuntu eu acho que se ele usar o MAC OS X, vai sofrer um infarto e morrer, pois o sistema da Apple é mais simples que o Ubuntu.

Nunca nada nesse planeta vai ser unânime, pelo contrário. Jesus Cristo não agradou a todos. Quanto mais uma coisa cresce por suas qualidades, mais aparece gente para bater e contrapor.

Eu acho que ele deveria usar o FreeBSD ao invés do Slackware, já que ele quer dificuldade.

Eu gosto de ler essas coisas, só para entender um pouco mais do ser humano, pois que raça miserável essa, que se mata, poluí seu ambiente, acaba com os recursos naturais e pouco a pouco assina sua sentença de morte.
http://nq6.blogspot.com/
Linux ubuntu & Afins - Um blog com muitas dicas, perfeito para quem está começando.

Offline achteutis

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 343
    • Ver perfil
Re: Mais uma vez, falando mal do Ubuntu
« Resposta #14 Online: 17 de Dezembro de 2007, 18:09 »
Citar
Pecando pelo excesso de facilidade:
Facilidade demais irrita. Eu acredito nisso.

olha, eu respeito os usuários avançados e programadores. mas specialistas tendem a esquecer que sua especialidade tem públicos diferentes. mecânicos se gabam que entendem melhor de carro que os "meros mortais". mas os meros mortais usam o carro, não o estudam. já imaginou um designer gráfico ter que ficar compilando o kernel, ou os programas à unha, antes de usar o inkscape? ou um escritor precisar do o Writer e ter que começar do começo. não concordo com a opinião citada no início, pelo simples motivo de a pessoa postar-se numa posição limitada acerca do material que utiliza. computadores deixaram, há tempos, de ser apenas máquinas lógicas programadas. ainda são, é claro. mas ganharam um novo nível de usabilidade. respeitemos os motoristas, seja qual for o motivo por que usem o carro... (desde que não seja matar ou ferir alguém, claro).
Toshiba Satellite m302, core 2 duo 1.83Ghz, 3G de ram, chipset intel, Ubuntu Oneiric Oncelot (11.10) 32 bits.
Netiqueta: http://pt.wikipedia.org/wiki/Netiqueta
http://oquenaoestanogibi.wordpress.com/, blog crítico de HQ, no início.