Fórum Ubuntu Linux - PT
21 de Novembro de 2014, 15:36 *
Olá, Visitante. Faça o login ou registre-se.
Perdeu o seu e-mail de ativação?

Login com nome de usuário, senha e duração da sessão
Notícias: Atenção usuários de email com anti-spam (Uol e Bol).
 
   Home   Ajuda Regras Pesquisa Login Registre-se  
Anúncios
Páginas: [1] 2 3 ... 6   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Português versus Brasileiro  (Lida 72634 vezes)
janota
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 9


Ver Perfil
« em: 26 de Novembro de 2007, 13:54 »

Tenho notado que existem utilizadores brasileiros que ficam escandalizados com os termos em português lusitano.
Ora, parece-me que isso não é só com o Ubuntu, mas sim geral. O que pretendo dizer é que em geral, os portugueses adaptam-se a qualquer língua, para onde quer que estejam e também com o software.
Eu nunca tive dificuldade em entender o brasileiro inclusive calão. No entanto a maior parte dos brasileiros não esforçam-se por entender o português. Eu quando não entendo uma coisa, procuro saber, é tão simples!
O português vai ao Brasil um mês e sai de lá até com sotaque brasileiro. O brasileiro vem para cá 10 anos e continua a dizer: - o que você quer dizer?
Não levem-me a mal, mas é a realidade. Eu não estou a dizer que não gosto do idioma brasileiro, pelo contrário, mas também gosto do meu. É por isso  que eu gostaria que houvesse mais intercâmbio entre os dois povos, afinal, somos todos irmãos!
Um abraço deste lusitano Sorridente


Registrado
celsofaf
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 254


Ubuntu 12.10


Ver Perfil
« Responder #1 em: 26 de Novembro de 2007, 17:28 »

Como brasileiro, digo que fico enlouquecido com meus conterrâneos que, ao que parece, não se esforçam nem um pouco para garantir bom entendimento com os lusitanos, não se esforçam para entender o que lusitanos dizem ou escrevem. Nem é difícil, meu! Por outro lado, é importante reconhecer que o brasileiro médio tem, de fato, pouco ou nenhum contato com o português lusitano (ao contrário dos portugueses, com a enxurrada de programas televisivos brasileiros que passam por lá diariamente), mas isso não tira o mérito da questão.
Registrado

Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Felix
Equipe Ubuntu
Usuário Ubuntu
*****
Deslogado Deslogado

Mensagens: 2.780



Ver Perfil WWW
« Responder #2 em: 26 de Novembro de 2007, 18:03 »

Citando nosso amigo celsofaf:
"Como brasileiro, digo que fico enlouquecido com meus conterrâneios que, ao que parece, não se esforçam nem um pouco para gantantir o bom entendimento com os..." brasileiros mesmo, sim, afinal, quem consegue entender tantos 'miguxes' da vida, posts, sem acentos, pontos ou qualquer coerência???

Infelizmente não são somente nossos amigos lusitanos que sofrem com isso não, mas tenho esperanças de que aos poucos isso vá se resolvendo, dou aqui o meu voto.
Registrado

janota
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 9


Ver Perfil
« Responder #3 em: 26 de Novembro de 2007, 21:04 »

É isso mesmo, também tenho esperança que vai resolver-se.
Um abraço deste lado do oceano Sorridente
Registrado
Glauco Hass
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 416



Ver Perfil
« Responder #4 em: 26 de Novembro de 2007, 21:10 »

As duas línguas se desenvolveram de maneira diferente, a brasileira dispensou muitas regras do português clássico, mas também criou as suas.
Uma coisa bacana do português de Portugal é a resistência em se usar termos estrangeiros no seu dicionário, mas ouvir um ficheiro ou rato soa estranho, apesar de achar que nós estamos errados. Assim como acho desnecessário o uso do c em actual ou em correcto no português de Portugal, por exemplo.
Mas a partir disso reclamar dessas diferenças mínimas é exagero de alguns poucos, pois é extremamente fácil de se entender. Talvez seja mais difícil alguém do sul do Brasil entender as gírias dos nordestinos e vice-versa do que nós todos entendermos os lusitanos.
Registrado

agente100gelo
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 3.958


@Ceará


Ver Perfil
« Responder #5 em: 26 de Novembro de 2007, 21:27 »

Não vi por aqui este tipo de confusão, ou ainda má vontade. Particularmente gosto de ler a forma que os amigos lusitanos escrevem. Um "estou a escrever" é mais belo do que o "estou escrevendo" (o maldito gerúndio importando dos EUA).

Sim... lembrei de um termo que gera confusão: defeito. Que no Brasil é utilizado o termo francês "default". Certo dia um amigo, morador dos EUA riu quando falei com pronúncia francesa "deful"... para eles é "difaulti".

Talvez esteja mais na esfera do dia a dia, que foge do escopo do fórum.

Registrado

Advogado e analista de sistema cearense.
Twitter: @glaydson
Kamei Hyoga
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 1.092

Ubuntu 11.04


Ver Perfil
« Responder #6 em: 27 de Novembro de 2007, 00:58 »

Citar
Não vi por aqui este tipo de confusão, ou ainda má vontade.

Somos 2.
Registrado
janota
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 9


Ver Perfil
« Responder #7 em: 27 de Novembro de 2007, 07:34 »

Pensando bem, entende-se estas diferenças. É como a diferença entre Inglaterra e Estados Unidos. Tanto nos EUA como no Brasil, existe uma grande variedade de culturas , é natural que a língua oficial destes países fique alterada.
Agostinho da Silva (http://www.agostinhodasilva.pt), foi seguramente o maior filosofo que tivemos por cá (morreu à cerca de 1 ano), ele esteve muito tempo no Brasil o qual gostava imenso e não cansava-se de repetir: -"o Brasil é o melhor de Portugal".
Falta apenas, o re-encontro deste dois povos, que já começou a dar os seus frutos.
Bem haja Contente
Registrado
samuelbh
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 583



Ver Perfil
« Responder #8 em: 27 de Novembro de 2007, 13:46 »

Não vi por aqui este tipo de confusão, ou ainda má vontade. Particularmente gosto de ler a forma que os amigos lusitanos escrevem. Um "estou a escrever" é mais belo do que o "estou escrevendo" (o maldito gerúndio importando dos EUA).

Sim... lembrei de um termo que gera confusão: defeito. Que no Brasil é utilizado o termo francês "default". Certo dia um amigo, morador dos EUA riu quando falei com pronúncia francesa "deful"... para eles é "difaulti".

Talvez esteja mais na esfera do dia a dia, que foge do escopo do fórum.



Obrigado pela lição de inglês, caro agente100gelo (essa eu também falava errado). Se bem que uma coisa vir por defeito é estranho. Parece que ela está com problema. O melhor é falar que ela vem por padrão, na minha opinião.

O problema é que no Brasil a ignorância reina. Com isso, as pessoas não entendem o português de portugal por esse ser mais formal que o nosso.

Eu entendo tudo o que vocês escrevem, a questão é que para nós, pelo menos em relação a lingua falada, o português fala muito rapido sem abrir muito a boca para pronunciar as palavras, e o brasileiro ja fala as palavras mais abertas. Talvez seja esse o problema.
Registrado

Assinatura removida pela Equipe do Fórum
JLCarneiro
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 49


Liga dos Dinos - by VB5


Ver Perfil WWW
« Responder #9 em: 27 de Novembro de 2007, 15:36 »

[...]
O problema é que no Brasil a ignorância reina. Com isso, as pessoas não entendem o português de portugal por esse ser mais formal que o nosso.
Concordo! O miguxês está dominando! Infelizmente, efeito colateral da inclusão digital sem uma correspondente "inclusão cultural"...

[...]
Eu entendo tudo o que vocês escrevem, a questão é que para nós, pelo menos em relação a lingua falada, o português fala muito rapido sem abrir muito a boca para pronunciar as palavras, e o brasileiro ja fala as palavras mais abertas. Talvez seja esse o problema.
Exato. Em relação à língua falada.

Quanto à língua em si, exceto pela grafia de algumas palavras (como actual e correcto), pelo uso de acento agudo quando usamos o circunflexo, pela falta do trema e umas poucas palavras (como ficheiro em lugar de arquivo), gosto mais do português lusitano do que do nosso.
« Última modificação: 27 de Novembro de 2007, 15:39 por JLCarneiro » Registrado

janota
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 9


Ver Perfil
« Responder #10 em: 27 de Novembro de 2007, 16:00 »

De facto, não calculei que este assunto desse tanto que falar, mas como se diz no Brasil: está bom demais!
Aqui em Portugal, está frio, típico desta estação do ano... mas falta a chuva. Este ano choveu pouco, dizem que vai ser tendência devido ao aquecimento global.
O Outono é bonito de se ver, as árvores de folha caduca estão com tons de castanho, o chão coberto de folhas, até apetece brincar.
À semelhança do Brasil, também temos cá muita ignorância e muitos atentados ao ambiente. Também temos dialectos diferentes, mesmo sendo um pais pequeno,  por exemplo o Mirandês que tem influência galega e o açoriano, tanto um como outro são tão diferentes do português que não conseguimos entender nada.
Quanto ao bom coração, faço sempre o possível, ou melhor, o impossível para harmonizar a razão com a emoção, ou não fosse eu um Balança! Para mim a harmonia entre Humanos é muito importante, chego a levar a coisa como uma missão, desde criança que sinto isso.
Aqui vai umas fotos que tirei:

http://myfiles.do.sapo.pt/100_1619.JPG
http://myfiles.do.sapo.pt/100_1844.JPG

Bem hajam!

 
« Última modificação: 27 de Novembro de 2007, 16:31 por janota » Registrado
agente100gelo
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 3.958


@Ceará


Ver Perfil
« Responder #11 em: 27 de Novembro de 2007, 21:33 »

Um ótimo texto sobre o assunto no blog português Tux Vermelho:
http://tuxvermelho.blogspot.com/2007/11/acordo-ortogrfico-o-que-muda-e-as.html
Registrado

Advogado e analista de sistema cearense.
Twitter: @glaydson
Syph0s
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 65

[syph0s@internet /]# chmod -R 777 /me


Ver Perfil WWW
« Responder #12 em: 06 de Dezembro de 2007, 18:39 »

antes de comentar quero dizer uma coisa que vai basear o resto: Não existe Português Brasileiro nem Português Português. Tudo é PORTUGUÊS. O que há são pequenas diferenças normais, já que são dois lugares distantes que falam a MESMA língua. Dentro do próprio Brasil ocorre isso como disseram anteriormente. Vamos ao comentário.

As diferenças entre o português dito aqui no Brasil e em Portugal são os termos coloquiais e a capacidade do Brasileiro de importar palavras, estruturas, etc de outras linguas. Exemplo maior é o gerundio. Mas essa importação é devida justamente ao modo como o país se desenvolveu. O Brasil é uma imensa tela que foi sendo pintada conforme foi sendo colonizado. O grande movimento de imigração no século XIX - seja italiana, seja alemã, seja polonesa, seja japonesa - contribuiu para essa influência. O famoso S carioca é influência ainda dos Holandeses. Em Casa Grande & Senzala, de Gilberto Freyre, dá para ver como tudo isso se criou. O Brasil é esse saco de gatos, e isso é ótimo, justamente pelo carater cosmopolita dos Portugueses.

Para resumir cito o próprio Gilberto Freyre: Os brasileiros são morenos em diferentes níveis.

O que isso quer dizer?? a) somos uma mistura de muitas partes do mundo e essa mistura reflete na lingua; b) destrói a teoria de raças, mas isso deixa para outro tópico.

Abraços Freyreanos.
« Última modificação: 06 de Dezembro de 2007, 18:42 por Syph0s » Registrado

Syph0s
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 65

[syph0s@internet /]# chmod -R 777 /me


Ver Perfil WWW
« Responder #13 em: 06 de Dezembro de 2007, 19:11 »

raça, etnia, chame do que quiser... esse conceito de raça humana a biologia já destruiu... basta um exame de DNA para saber TODOS os seres humanos são misturas e não um há misero vivente "puro"... é bobagem discutir isso... mas convém como proselitismo...
Registrado

solanoalves
Usuário Ubuntu
*
Deslogado Deslogado

Mensagens: 398


Arch Linux


Ver Perfil
« Responder #14 em: 09 de Dezembro de 2007, 15:54 »

Alguém pode me confirmar se no português de Portugal só há flexão no verbo ser/estar ?

Por exemplo ao invés de ter milhões de verbos e terminações só flexionar o verbo ser/estar:

Ao invés de "parecia":

eu estive a parecer

Ao invés de nadei/nadarei/programei/programara

eu estive a nadar
eu irei nadar
eu estive a programar
eu estivera a programar [será q existe isso?]


Pô se em portugal for assim, ou seja, nunca muda os outros verbos apenas o ser e estar, é a forma mais inteligente e perfeita do português!!! A partir de hoje só vou falar assim, ou pelo menos tentar hahaha
Registrado
Páginas: [1] 2 3 ... 6   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Powered by MySQL Powered by PHP Tema desenvolvido por FaBMak e n3t0
Powered by SMF 1.1.19 | SMF © 2006-2009, Simple Machines
© 2014 Canonical Ltd. Ubuntu e Canonical são marcas registradas da Canonical Ltd.
XHTML 1.0 válido! CSS válido!