Autor Tópico: Propaganda negativa, vamos combater!  (Lida 210192 vezes)

Offline gaijin

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 182
  • Katsujinken
    • Ver perfil
Propaganda negativa, vamos combater!
« Online: 16 de Novembro de 2006, 00:29 »
Visitando alguns sites, acabei por encontrar esta matéria:

http://www.midiasemmascara.org/artigo.php?sid=5371&language=pt

Fiquei indignado. Mas não se afobem, proponho uma resposta à altura: educada e bem explicada. Me ajudam?
"Conhece-te a ti mesmo." Oráculo de Delfos

Como proceder quando tenho uma dúvida? (7 passos) http://ubuntuforum-pt.org/index.php?topic=8212.0

Offline absolut1983

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 72
    • Ver perfil
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #1 Online: 16 de Novembro de 2006, 00:36 »
   Com prazer, meu caro.

EDITADO:

   Fui obrigado a pegar pesado no e-mail que enviei à editoria do site, pois publicar um texto daqueles foi algo totalmente irresponsável.

   Segue abaixo meu texto na íntegra. Se mais algum de vocês se sentir lesado pelas palavras do tal professor, escreva também um e-mail ao site, mas faça-o de modo educado e sem inteligente.

"Indignação foi o que senti ao ler o mais recente "artigo" do Sr. Antônio Emílio A. de Araújo.

Totalmente mal informado, ele não pode nem ao menos ser chamado de defensor xiita do Windows, pois raramente esse usa argumentos tão falhos para defender o sistema operacional da Microsoft.

Há dezenas de distribuições do Linux gratuitas sim e, da suíte de escritório ao gerenciador de e-mails, são 100% gratuitas.

Uso uma dessas distribuições, o ubuntu, há meses e nunca precisei gastar um tostão com ela. Tenho todos os softwares que necessito à mão, além de uma estabilidade, segurança e desempenho que nunca experimentei no Windows.

Aliás, esse sim requer um senhor investimento, pois além do custo do sistema e da suíte de escritório da Microsoft, há a necessidade de um anti-vírus, um anti-spyware, um firewall e, de vez em quando, um técnico de informática.

Sugiro ao Sr. Antônio Emílio A. de Araújo que se informe antes de publicar qualquer tipo de texto, principalmente na internet. Sugiro também que faça uma pesquisa para apurar quantos usuários do Windows possuem cópias ilegais.

Caso desejem um artigo de qualidade sobre o Linux, ficarei contente em redigi-lo, de forma imparcial, e encaminhá-lo a vocês."
« Última modificação: 16 de Novembro de 2006, 01:07 por absolut1983 »
Acer Aspire 5051 / AMD Turion 64, 14.1", ATI Radeon Xpress 1100, 120GB HDD, 4GB DDR2 / Karmic Koala 64 bits

boi

  • Visitante
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #2 Online: 16 de Novembro de 2006, 08:38 »
Não adianta. Pelo que pude perceber, o cara é um neoliberal. Essas pessoas tendem a achar que a economia é uma ciência exata, vejam como ele compara economia e física. Quem tiver acesso ao Orkut, procure dar uma olhada na comunidade Economia Brasileira, lá existem algumas pessoas que pensam mais ou menos como esse cara. Esses neoliberais tem as idéias mais absurdas, alguns chegam a defender coisas como a prostituição infantil com base em teorias econômicas. Podem conferir.

Offline pedropg

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 90
  • Laranja Mecanica
    • Ver perfil
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #3 Online: 16 de Novembro de 2006, 10:31 »
Vamos por partes... em perimeiro lugar, ele está certo quando diz que os linux naum eh obra de caridade ( IBM, Sun, Oracle naum invistiriam nele caso elas não tivessem algum retorno financeiro, direto ou não ( que pode ser tanto divisas em dinheiro, economia em software, "venda de serviços", ou mesmo atrapalhar a concorrência ). Mas apartir do momento em que ele fala que o Linux seria promovido pois seus custos são maiores que o do Windows, ele está completamente enganado. Windows em média uns 500 e poucos reais + uns 600 do Office, além é claro de um software anti-virus, pois quems eria louco de usar windows sem algum? Pronto só com o básico temos aí quase o preço de um computador de baixo custo hj em dia. Mas por outro lado se pensarmos que os usuários façam mesmos cursos ou comprem livros, o mesmo se aplica ao windows, pois caso queiramos nos aprofundar em algo, temos de fazer cursos, comprar livros, etc, pois o curso não é só aprendizado, o diploma que ele nos possibilita é valioso hj na procura por empregos ( quantas pessoasvc's naum conhecem que sabiam mexer com windows e tiveram que fazer um curso só para pegar o maldito diploma ). Além é claro que é senso comum que conhecimento é sempre um bom investimento no mundo atual.

Mas se concordasse-mos com ele que o custo do linux no fim das contas fosse maior, mesmo assim teriámos o liux em vantagem, pois para comparar o custo de dois produtos nós devemos levar em conta o custo benefício de ambos: Estabilidade, confiabilidade do sistema, vulnerabilidade, quantidade de software, facilidade de atualização e manutenção, custo e longevidade do hardware utilizado, etc. Só no que eu citei o linux é sobressai ao windows, portanto mesmo se "tivesse" um custo maior, compensaria no final das contas.

E por final, quanto ao que ele diz sobre o monopólio da microsoft, pura mentira. Uma empresa que detém mais de 90% do mercado ( contando software pirata ou não ), não teria o monopólio sobre o mercado? Como bem sabemos, naum precisamos de um economista, de "direita" ou "esquerda", para sabermos que isto é um monopólio sim.

É, mas isto é normal. A ideologia tanto "deste lado" (do software livre) quanto do "outro lado" (software proprietário) é muito forte, e acaba por "cegar" o horizonte de alguns.
" A dúvida é o preço que pagamos pela pureza, e é inútil ter certeza. "
( Jean Paul Sartre )

Offline gaijin

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 182
  • Katsujinken
    • Ver perfil
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #4 Online: 16 de Novembro de 2006, 11:40 »
Não sei se ficou bom mas foi assim que enviei:

Citar
Prezado professor Antônio Emílio A. de Araújo,

Sou estudante do ensino médio e recentemente descobri o site Mídia Sem Máscara. Compartilho com a maioria das idéias propostas nos artigos de todos os articulistas, mas, recentemente, o senhor publicou o seguinte texto: "Software livre: de graça?". Eu descordo de quase todas as linhas.

No quarto parágrafo, o senhor afirma: "Não é possível pensar no Linux como uma obra de caridade.", isto está muito claro para mim e esta foi uma afirmativa acertada; não obstante, adiante, o senhor começa a cometer alguns erros. "E quem opta por usar o Linux, ao invés do Windows, gasta muito dinheiro!". Ora, vocês vivem criticando a esquerda por usar dados sem veracidade. Então, gostaria de saber em que pesquisa foi baseada esta afirmativa. Depois, surge mais um erro: "Tente instalar o Linux em seu computador e começar a operar. Você começará por comprar livros, fazer cursos, participar de chats e comunidades no orkut, etc.". Eu uso GNU/Linux (esse é seu nome correto) há cerca de 1 ano, nunca comprei um livro e garanto que é muito mais fácil de operar que o Windows (e, logicamente, mais barato). Experimente as distribuições que têm foco nos Desktops e no "usuário final", são elas: Suse, Ubuntu, etc. Também temos a distro brasileira Kurumim.

Lamento muito pelos seus erros, principalmente por possuir docência universitária. Por que acha que empresas como a Google usam Linux em todos, ou quase todos, os seus servidores? Digo, até a Microsoft usa software livre para botar seu site na rede. Peço que reconsidere sua opinião, ou pelo menos pesquise melhor. Se é contra a esquerda, não haja como tal.
"Conhece-te a ti mesmo." Oráculo de Delfos

Como proceder quando tenho uma dúvida? (7 passos) http://ubuntuforum-pt.org/index.php?topic=8212.0

Offline Kamei Hyoga

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.096
  • Ubuntu 11.04
    • Ver perfil
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #5 Online: 16 de Novembro de 2006, 14:10 »
Não sei se ficou bom mas foi assim que enviei:

Citar
Prezado professor Antônio Emílio A. de Araújo,

Sou estudante do ensino médio e recentemente descobri o site Mídia Sem Máscara. Compartilho com a maioria das idéias propostas nos artigos de todos os articulistas, mas, recentemente, o senhor publicou o seguinte texto: "Software livre: de graça?". Eu descordo de quase todas as linhas.

No quarto parágrafo, o senhor afirma: "Não é possível pensar no Linux como uma obra de caridade.", isto está muito claro para mim e esta foi uma afirmativa acertada; não obstante, adiante, o senhor começa a cometer alguns erros. "E quem opta por usar o Linux, ao invés do Windows, gasta muito dinheiro!". Ora, vocês vivem criticando a esquerda por usar dados sem veracidade. Então, gostaria de saber em que pesquisa foi baseada esta afirmativa. Depois, surge mais um erro: "Tente instalar o Linux em seu computador e começar a operar. Você começará por comprar livros, fazer cursos, participar de chats e comunidades no orkut, etc.". Eu uso GNU/Linux (esse é seu nome correto) há cerca de 1 ano, nunca comprei um livro e garanto que é muito mais fácil de operar que o Windows (e, logicamente, mais barato). Experimente as distribuições que têm foco nos Desktops e no "usuário final", são elas: Suse, Ubuntu, etc. Também temos a distro brasileira Kurumim.

Lamento muito pelos seus erros, principalmente por possuir docência universitária. Por que acha que empresas como a Google usam Linux em todos, ou quase todos, os seus servidores? Digo, até a Microsoft usa software livre para botar seu site na rede. Peço que reconsidere sua opinião, ou pelo menos pesquise melhor. Se é contra a esquerda, não haja como tal.

Muito boa a sua resposta. Agente tinha que divulgar esse texto e icentivar respostas pra ele.

Offline Lucas_Panurge

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 117
  • ^^
    • Ver perfil
    • Gentle Traveller
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #6 Online: 16 de Novembro de 2006, 16:34 »
Mto comuna tá falando de neoliberalismo e de imperialismo ianque... mas esquece que na URSS, os bolcheviques foram também imperialistas, assim como o Bush foi oportunista com o Iraque, o homem e seus sucessores foram oportunistas com Cuba.

Eu acho que a melhor doutrina não é nem a neoliberal, nem a esquerdista, mas sim a doutrina integralista (q não é nazismo, se vcs pesquisarem, o chefe da "Revolta da Chibata" João Cândido, depois de um tempo se juntou ao integralismo e se tornou um grande amigo do Plínio Salgado... se quiserem saber mais, leiam www.integralismo.org.br ), que defende uma sociedade autoritária que defende a família e a pátria. E acho q a doutrina do Software Livre se assemelha à mesma, mesmo o Stallman e o Torvalds nem terem idéia da existência de tal ideologia.

É lamentável o que esse cidadão disse, com certeza nunca utilizou um sistema GNU/Linux à fundo, esse sistema que em breve adotarei, defende a causa social, da democratização da cultura e do conhecimento.

;)
gtalk: lucas.pan@gmail.com
icq: lucasspan
GNU/Linux User #440333

Offline agente100gelo

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.330
  • @Ceará
    • Ver perfil
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #7 Online: 16 de Novembro de 2006, 16:59 »
Pior propaganda negativa é ter uma atitude de revolta.
Cada um opina da forma que quiser. Não há nenhum fato que acuse o autor de ser intencionado financeiramente (sendo pago pela Microsoft, por exemplo) então é uma questão de juízo dele. Ponto Final.

Eu fiz uma monografia de análise de custo de software (55 páginas). Seria mais barato software livre ou proprietário? Utilizando matemática financeira e variáveis econômicas, a minha resposta foi: depende.
Advogado e analista de sistema cearense.
Twitter: @glaydson

Offline gaijin

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 182
  • Katsujinken
    • Ver perfil
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #8 Online: 16 de Novembro de 2006, 18:39 »
Eu concordo, cada um tem a sua opinião. Mas nem por isso eu deixarei de lutar pelos meus ideias. Eu considero o texto do professor pejorativo em demasia com o GNU/Linux. Ter opinião é uma coisa, aquele cara deve ter tido uma desilusão muito grande para ter tanta raiva (pelo menos é o que ele me passou) do software livre.

Eu fiz uma monografia de análise de custo de software (55 páginas). Seria mais barato software livre ou proprietário? Utilizando matemática financeira e variáveis econômicas, a minha resposta foi: depende.

Pode disponibilizar essa monografia para agente? Fiquei muito interessado!  ;)
"Conhece-te a ti mesmo." Oráculo de Delfos

Como proceder quando tenho uma dúvida? (7 passos) http://ubuntuforum-pt.org/index.php?topic=8212.0

Offline absolut1983

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 72
    • Ver perfil
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #9 Online: 16 de Novembro de 2006, 18:48 »
agente,

   Sou obrigado a discordar de você, pois opinião abalizada é uma coisa ("estudo tal da universidade tal provou que o Linux é um lixo") e opinião desvairada ("Linux é um lixo e ponto final") é outra.

   Se o tal professor quer publicar na internet uma opinião sobre Linux, ele deve no mínimo fornecer dados sobre o que o levou àquela conclusão.

   Claro, internautas com um mínimo de bom senso vão ignorar o texto, mas muitos vão ler e assimilar seu conteúdo. E sabe o que vão dizer quando oferecerem uma distro a eles? "Linux? Sai fora, isso não presta".

   Quanto ao resultado de sua pesquisa, estou certo de que o custo pode variar dependendo da empresa e da estrutura envolvida, mas para o "Average Joe", que usa o micro apenas para ler e-mails, navegar na internet, organizar fotos e conversar nos IMs, não há solução mais barata do que Linux.
Acer Aspire 5051 / AMD Turion 64, 14.1", ATI Radeon Xpress 1100, 120GB HDD, 4GB DDR2 / Karmic Koala 64 bits

Offline Felix

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 3.019
    • Ver perfil
    • Alexsandro Felix
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #10 Online: 16 de Novembro de 2006, 18:56 »
Pior propaganda negativa é ter uma atitude de revolta.
Cada um opina da forma que quiser. Não há nenhum fato que acuse o autor de ser intencionado financeiramente (sendo pago pela Microsoft, por exemplo) então é uma questão de juízo dele. Ponto Final.

Eu fiz uma monografia de análise de custo de software (55 páginas). Seria mais barato software livre ou proprietário? Utilizando matemática financeira e variáveis econômicas, a minha resposta foi: depende.

Concordo, afinal, estamos em um país democrata e prezamos por nossa liberdade, portanto temos o direito de termos nossa opinião. O autor em questão expressou a opinião dele e temos sim que respeitá-la!

Quanto a pergunta: "Qual o mais barato?", a resposta correta seria a defendida pelo amigo agente100gelo: "depende". Por que? Simples. No mercado atual em toda e qualquer esquina você encontra um "téquiniko" em informática que cobra 40 pilas para "instalar" o windows na sua máquina; e, por enquanto a realidade é que há poucos windows rodando em Desktop. Trabalho em uma firma que usa servidores Linux e terminais windows, quando precisamos por exemplo de algum técnico para fazer qualquer coisa em um servidor linux que não acesse a rede (daí impossível usar ssh) vocês acham que é fácil encontrar? e quando encontramos, acham que é barato? Mão de obra especializada, treinamento... são essas coisas que encarecem o SL/CA, então, analizando por esse ponto qual SO vocês acham que sai mais barato? Resposta: Depende

Offline ares

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 111
  • V.F.D.
    • Ver perfil
    • GOOGLE
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #11 Online: 16 de Novembro de 2006, 19:23 »
UFMG...           la ficam os defansores do puro capitalismo, enquanto os comunistas na UFRJ...         


desculpem pela generalização quem estuda nessas faculdades, o problema é a alta-staff delas, quase todas as coisas publicadas na folha ou em jornais do tipo por pessoas da ufrj falam de quebrar acordo economico, virar ;/), etc...        idem para ufmg, mas por outro lado...       


esse cara é só mais um revoltadimho que ganhou uma grana para escrever esse artigo para ser usado de referencia por empresas que quizerem uma referencia academica para apoiar esta ideia...
O Google é meu pastor e nada me faltarás.

Offline gaijin

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 182
  • Katsujinken
    • Ver perfil
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #12 Online: 16 de Novembro de 2006, 21:47 »
Isso tá virando guerra ideológica. Não seria melhor trancar?
"Conhece-te a ti mesmo." Oráculo de Delfos

Como proceder quando tenho uma dúvida? (7 passos) http://ubuntuforum-pt.org/index.php?topic=8212.0

Offline rockz

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 157
    • Ver perfil
    • yLog
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #13 Online: 16 de Novembro de 2006, 22:14 »
O cara fez um comentário muito infeliz dizendo que pra usar Linux você vai ter que comprar livros, fazer cursos, etc e no Windows é só instalar e sair usando. Ele com certeza não conhece muito bem as distribuições, um ponto que o Linux ganha com folga do Windows é na matéria de softwares pré-instalados. Desde quando o Windows vem com algo perto do OpenOffice instalado por padrão ou um aplicativo gráfico no nível do Gimp?

Offline pedropg

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 90
  • Laranja Mecanica
    • Ver perfil
Re: Propaganda negativa, vamos combater!
« Resposta #14 Online: 16 de Novembro de 2006, 23:18 »
Mto comuna tá falando de neoliberalismo e de imperialismo ianque... mas esquece que na URSS, os bolcheviques foram também imperialistas, assim como o Bush foi oportunista com o Iraque, o homem e seus sucessores foram oportunistas com Cuba.

Eu acho que a melhor doutrina não é nem a neoliberal, nem a esquerdista, mas sim a doutrina integralista (q não é nazismo, se vcs pesquisarem, o chefe da "Revolta da Chibata" João Cândido, depois de um tempo se juntou ao integralismo e se tornou um grande amigo do Plínio Salgado... se quiserem saber mais, leiam www.integralismo.org.br ), que defende uma sociedade autoritária que defende a família e a pátria. E acho q a doutrina do Software Livre se assemelha à mesma, mesmo o Stallman e o Torvalds nem terem idéia da existência de tal ideologia.

É lamentável o que esse cidadão disse, com certeza nunca utilizou um sistema GNU/Linux à fundo, esse sistema que em breve adotarei, defende a causa social, da democratização da cultura e do conhecimento.

;)

Meu vc vai me desculpar, mas propaganda política naum pode ser postada no fórum

Citar
8 - Para zelar pela harmonia no fórum, postagens e mensagens de cunho publicitário, pregação religiosa ou propaganda política (vide anexo A) não serão permitidos (vide anexo B).
A) Serão consideradas propagandas políticas mensagens que enalteçam ou desmereçam políticos, candidatos, partidos ou filosofias (ex: socialismo, anarquismo etc). Durante o período de propaganda política gratuita no rádio e na TV, não será permitido a menção de nomes de candidatos, números ou legendas. Fora desse período, a menção só será permitida quando relacionada ao escopo do fórum.
http://ubuntuforum-pt.org/index.php?topic=11620.0

E em segundo lugar, nonde o integralismo encontra-se em ideias com o SL?

Citar
O Integralismo brasileiro ideologicamente não aceita o capitalismo, defende a propriedade privada, o resgate da cultura nacional, o moralismo, valoriza o nacionalismo, a prática cristã, o princípio da autoridade (e portanto a estrutura hierárquica da sociedade), o combate ao comunismo e ao liberalismo econômico. Apesar do movimento defender o resgate da tradição, não defende o conservadorismo.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Integralismo_brasileiro

Ai se Stallman e os Guardiões da FSF soubessem...
 ;)
" A dúvida é o preço que pagamos pela pureza, e é inútil ter certeza. "
( Jean Paul Sartre )