Autor Tópico: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD  (Lida 12524 vezes)

Offline Hawker Hurricane AII

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 153
    • Ver perfil
    • Software Livre Vale do Sinos
Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Online: 15 de Outubro de 2007, 13:50 »
Olá

Dei uma olhada por cima e não achei este meu problema relacionado no fórum. O caso é o seguinte:

Tenho um backup de uns 60GB que pretendo fazer em DVD5 (4.4GB). Para tal, estou a usar o "split" para dividir o arquivo "tar.gz" que criei. O problema, é que não estou conseguindo gravar os pedaços do "tar.gz" no DVD. Usando o K3B, ele me diz que não trata arquivos maiores do que 4GB. Então subdividi os arquivos de 4.4GB para 2.2GB. Ele me permite inserir os dados, mas ocorre erro na gravação, mesmo ativando o suporte a estrutura UDF. Aliás ele nem inicia a gravação, o DVD ainda permanece virgem.

Então gostaria de uma força pra gravar estes arquivos em DVD, de preferência, um arquivo de 4.4GB por DVD (organização). Bom, é isso pessoal.

Valeu, até mais!!!
Luftwaffe Flugzeugführer

Data Storage @ sda2 80GB
Ubuntu Edgy Eft 6.10 @ sdb1 250GB
Linux User #401658 @ counter.li.org

Offline AquaMan

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 138
  • <Ubunteiro desde jul/07> Hardy Haron
    • Ver perfil
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #1 Online: 15 de Outubro de 2007, 14:11 »
Estou com dúvida sobre como fazer isso também. Postei essa há um tempo atrás. Não é a mesma dúvida, mas é o mesmo objetivo.

Vou acompanhar aqui.
Abs!

(AMD Athlon 64 3.5Ghz/1Gb RAM/80Gb+250Gb/Geforce FX 6200 128Mb/Palm T5)

Offline Hawker Hurricane AII

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 153
    • Ver perfil
    • Software Livre Vale do Sinos
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #2 Online: 15 de Outubro de 2007, 14:50 »
Pois é Aquaman, a princípio esta minha dúvida responde o teu tópico anterior, não completamente, e talvez não satisfatoriamente, mas já é um começo. Não achei um programa ou utilitário que faça esse trabalho sujo automaticamente, pedindo as mídias sozinho e tal (acredite, esse também era o meu desejo), mas me indicaram o Split e ele já faz o que preciso.

Basta criar um pacote e usar o split para dividir em múltiplos volumes, com tamanho fixo. Então eu peguei o diretório que gostaria de salvar e criei um pacote tar.gz. Demorou um pouco, mas tudo bem. Depois dividi o backup.tar.gz em volumes de 4.4GB, para caber em vários DVD5. Ou seja, não é muito automático e tal, mas funciona.

O problema que está me travando agora (e provavelmente irá travá-lo também caso adote esta solução) é o tratamento destes arquivos múltiplos, que são grandes demais. Não estou conseguindo gravá-los.

Poderia diminuir o tamanho de saída deles de 4.4GB para uns 1.2GB talvez, ou menos; mas o caso é que isso além de não ajudar na organização ainda gera muitos arquivos para controlar.

Será que alguém sabe como resolver isso?

Valeu
Luftwaffe Flugzeugführer

Data Storage @ sda2 80GB
Ubuntu Edgy Eft 6.10 @ sdb1 250GB
Linux User #401658 @ counter.li.org

Offline AquaMan

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 138
  • <Ubunteiro desde jul/07> Hardy Haron
    • Ver perfil
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #3 Online: 15 de Outubro de 2007, 15:24 »
Hawker Hurricane AII,
boa dica essa do dpkg-split. Fui ver o help dele e como você falou, atende sim, apesar da mão de obra que dá.  Isso me lembra meus velhos tempos de Windows, onde eu usava o ZIP com o mesmo objetivo, inclusive tinha (ainda tenho!) um arquivo .bat com a seqüência de diretórios a compactar.

O Nero para Linux não possui esta função de backup, que existe no Nero para Windows, infelizmente.

Vamos aguardar alguma boa dica aqui, então.

Abs!

(AMD Athlon 64 3.5Ghz/1Gb RAM/80Gb+250Gb/Geforce FX 6200 128Mb/Palm T5)

alarcon

  • Visitante
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #4 Online: 15 de Outubro de 2007, 15:46 »
Voc tentou assim:

- compactou o desejado em .tar.gz

- depois usou o comando no terminal: split -b 4000000000 arquivo.tar.gz

- gravar no k3b como arquivo de dados gerados pelo split

Offline Hawker Hurricane AII

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 153
    • Ver perfil
    • Software Livre Vale do Sinos
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #5 Online: 15 de Outubro de 2007, 17:28 »
Aquaman, o Split já deve estar instalado no seu computador, abra um terminal e verifique.

alarcon, eu fiz o seguinte:

- Compactei a pasta do backup em .tar.gz. O arquivo ficou em torno de 60GB.

- Abri um terminal e dei o comando $split -b 4400M arquivo.tar.gz

- Ele me gerou os pacotes múltiplos normalmente.

- No entanto o K3B diz não aceitar tratar arquivos superiores a 4GB.

- Reduzi de 4.4 para 2.2 (para poder jogar dois arquivos em um DVD).

- O K3B aceita tratar os arquivos, mas no processo de gravação informa que os arquivos só poderão ser acessados posteriormente se eu ativar o suporte UDF.

- Eu ativo o suporte e ele "inicia" o processo de gravação, no entanto logo após alguns segundos acaba a gravação, e dá como concluída a tarefa.

- O DVD não é queimado, ainda permanece virgem.
Luftwaffe Flugzeugführer

Data Storage @ sda2 80GB
Ubuntu Edgy Eft 6.10 @ sdb1 250GB
Linux User #401658 @ counter.li.org

alarcon

  • Visitante
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #6 Online: 15 de Outubro de 2007, 17:39 »
Aquaman, o Split já deve estar instalado no seu computador, abra um terminal e verifique.

alarcon, eu fiz o seguinte:

- Compactei a pasta do backup em .tar.gz. O arquivo ficou em torno de 60GB.

- Abri um terminal e dei o comando $split -b 4400M arquivo.tar.gz

- Ele me gerou os pacotes múltiplos normalmente.

- No entanto o K3B diz não aceitar tratar arquivos superiores a 4GB.

- Reduzi de 4.4 para 2.2 (para poder jogar dois arquivos em um DVD).

- O K3B aceita tratar os arquivos, mas no processo de gravação informa que os arquivos só poderão ser acessados posteriormente se eu ativar o suporte UDF.

- Eu ativo o suporte e ele "inicia" o processo de gravação, no entanto logo após alguns segundos acaba a gravação, e dá como concluída a tarefa.

- O DVD não é queimado, ainda permanece virgem.

Não sei se entendi o programa split direito, mas o parâmetro -b não é de bytes?

Entendi assim por tanto como você está usando assim: split -b 4400M, ou seja está dizendo que é em bytes e usa Megabytes?

Não seria melhor algo assim split -b 4000000000 arquivo.tar.gz?

Como está o seu arquivo fstab em /etc/ ?
« Última modificação: 15 de Outubro de 2007, 17:43 por alarcon »

Offline Hawker Hurricane AII

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 153
    • Ver perfil
    • Software Livre Vale do Sinos
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #7 Online: 15 de Outubro de 2007, 17:41 »
Não tenho o fstab aqui, estou no trabalho. Mas o M em 4400M é o multiplicador. Podes ver isso se der um split --help.

Vejo se tiro umas screenshots para vocês.

Falou
Luftwaffe Flugzeugführer

Data Storage @ sda2 80GB
Ubuntu Edgy Eft 6.10 @ sdb1 250GB
Linux User #401658 @ counter.li.org

alarcon

  • Visitante
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #8 Online: 15 de Outubro de 2007, 17:50 »
Não tenho o fstab aqui, estou no trabalho. Mas o M em 4400M é o multiplicador. Podes ver isso se der um split --help.

Vejo se tiro umas screenshots para vocês.

Falou


não seria m e não M, ou seja, split -b 4000m arquivo.tar.gz  ?


Citar
alarcon@ubuntu-machine:~$ split --help
Uso: split [OPÇÃO] [ARQUIVO [PREFIXO]]
Imprime pedaços de tamanho fixo de ENTRADA para PREFIXOaa, PREFIXOab, ...; o tamanho
padrão é 1000 linhas, e o PREFIXO padrão é `x'. Sem ENTRADA, ou quando ENTRADA
é -, lê a entrada padrão.

Argumentos obrigatórios para opções longas também o são para opções curtas
  -a, --suffix-length=N usa sufixos de tamanho N (padrão 2)
  -b, --bytes=TAMANHO coloca TAMANHO bytes por arquivo de saída
  -C, --line-bytes=TAMANHO coloca no máximo TAMANHO bytes de linhas por arquivo de saída
  -d, --numeric-suffixes usa sufixos numéricos ao invés de alfabéticos
  -l, --lines=NÚMERO coloca NÚMERO linhas por arquivo de saída
      --verbose imprime um diagnóstico apenas para erros padrão
                            antes que cada arquivo de saída seja aberto
      --help exibe esta ajuda e sai
      --version mostra informação de versão e sai

TAMANHO pode ter um sufixo multiplicador: b = 512, k = 1024, m = 1 mega.

Depois veja se a entrada do seu gravador no fstab está algo assim:

/dev/scd0       /media/cdrom0   udf,iso9660 user,noauto,exec 0       0
« Última modificação: 15 de Outubro de 2007, 17:56 por alarcon »

Offline Hawker Hurricane AII

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 153
    • Ver perfil
    • Software Livre Vale do Sinos
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #9 Online: 16 de Outubro de 2007, 12:21 »
Acho que M ou m tanto faz. O caso é que ele dividiu certo.

Quanto ao fstab, ótima dica. Vou dar uma olhada quando chegar em casa.

Falou
Luftwaffe Flugzeugführer

Data Storage @ sda2 80GB
Ubuntu Edgy Eft 6.10 @ sdb1 250GB
Linux User #401658 @ counter.li.org

alarcon

  • Visitante
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #10 Online: 16 de Outubro de 2007, 14:10 »
Acho que M ou m tanto faz. O caso é que ele dividiu certo.

Quanto ao fstab, ótima dica. Vou dar uma olhada quando chegar em casa.

Falou

Perguntei sobre m ou M por que no help fala em m e como sei que o linux é case sensitive, ou seja, maiúscula é diferente de minúscula, fiquei com esta dúvida, mas como você está dizendo que funcionou assim....

Fiquei com esta dúvida pelo que você falava aqui: "Tenho um backup de uns 60GB que pretendo fazer em DVD5 (4.4GB). Para tal, estou a usar o "split" para dividir o arquivo "tar.gz" que criei. O problema, é que não estou conseguindo gravar os pedaços do "tar.gz" no DVD. Usando o K3B, ele me diz que não trata arquivos maiores do que 4GB..."

Pensei que talvez você estivesse usando o comando split de forma errada e o arquivo não estivesse ficando com o tamanho correto, daí o k3b falar de "...não trata arquivos maiores do que 4GB..."

Offline Hawker Hurricane AII

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 153
    • Ver perfil
    • Software Livre Vale do Sinos
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #11 Online: 16 de Outubro de 2007, 15:07 »
Pois é, é case sensitive, mas como eu não sabia usar o split, peguei um exemplo em um fórum e nele consta o M maiúsculo mesmo. Talvez o m também funcione, não sei.

Ele dividiu certo sim, como eu pedi. Acho que o problema ainda pode ser no fstab, como tu disse. Assim que chegar em casa testo isso.

Valeu pela força
Luftwaffe Flugzeugführer

Data Storage @ sda2 80GB
Ubuntu Edgy Eft 6.10 @ sdb1 250GB
Linux User #401658 @ counter.li.org

Offline AquaMan

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 138
  • <Ubunteiro desde jul/07> Hardy Haron
    • Ver perfil
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #12 Online: 16 de Outubro de 2007, 17:31 »
Desculpem a total ignorância, mas na essência, qual a diferença entre os comandos dpkg-split e split?

Abs!

(AMD Athlon 64 3.5Ghz/1Gb RAM/80Gb+250Gb/Geforce FX 6200 128Mb/Palm T5)

alarcon

  • Visitante
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #13 Online: 16 de Outubro de 2007, 18:02 »
Desculpem a total ignorância, mas na essência, qual a diferença entre os comandos dpkg-split e split?

Abs!

o dpkg-split não seria um divisor em pedaços menores para pacotes Debian?

Por exemplo um pacote .deb muito grande que você quer transportar para vários disquetes aí você usaria o dpkg-split para dividi-lo e depois juntá-lo novamente.

Não sei se é isso, mas é o que penso, ou seja, um split próprio para pacotes .deb.
« Última modificação: 16 de Outubro de 2007, 18:05 por alarcon »

Offline AquaMan

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 138
  • <Ubunteiro desde jul/07> Hardy Haron
    • Ver perfil
Re: Tratar arquivos grandes para gravar em DVD
« Resposta #14 Online: 17 de Outubro de 2007, 10:39 »
o dpkg-split não seria um divisor em pedaços menores para pacotes Debian?

Por exemplo um pacote .deb muito grande que você quer transportar para vários disquetes aí você usaria o dpkg-split para dividi-lo e depois juntá-lo novamente.

Não sei se é isso, mas é o que penso, ou seja, um split próprio para pacotes .deb.

Ok, alarcon!
Valeu pela explicação.
Abs!

(AMD Athlon 64 3.5Ghz/1Gb RAM/80Gb+250Gb/Geforce FX 6200 128Mb/Palm T5)