Autor Tópico: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo  (Lida 61285 vezes)

Offline Ygor Abreu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 54
    • Ver perfil
    • Ubunteiro -  Não basta só informação,e sim informação objetiva.
Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Online: 11 de Maio de 2008, 16:35 »
Criei esse tópico pro assunto de sempre.
>> Para os novatos não terem duvidas! <<

Ai ficam todos os procedimentos que eu considero essenciais pra ter o Ubuntu rodando redondo.
Espero dicas, sugestões(mas nao criticas, hahah) e por favor, se copiarem colarem, me digam aonde ou linkem meu blog.

O que você deve fazer logo após instalar o Ubuntu

Talvez este artigo possa ter elementos que você necessariamente não necessitará. Porém, estas dicas fazem seu Ubuntu rodar redondo tendo tudo que você tinha no seu Windows.

Eu principalmente só consigo trabalhar no Ubuntu após estes ajustes. Ai vão:

Iniciar automaticamente

Caso tenha seu PC só pra você, e não queira ficar escrevendo seu nome e senha ao entrar no Ubuntu, vá em: Sistema>administração>Janela de Inicio de Sessão. Na aba segurança, escolha: Habilitar Inicio Automático de Sessão: escolha seu usuário e feche.Pronto, sempre que entrar no Ubuntu, o sistema já entrara pelo seu usuário.

Preferências De Sessão

Ao usar o Ubuntu, existem serviços que podem ser desabilitados para ganhar rendimento e rapidez. Vá em: Sistema>Preferências>Sessões. Uma vez dentro, escolha os serviços que deseja e os que não.

Fontes
Antes de começar eu instalo a fonte tahoma, pois adoro trabalhar com ela.e também instale o pacote msttcorefonts( sudo apt-get install msttcorefonts )que vem com fontes do Windows, como verdana por exemplo.

Vá ao terminal e digite: sudo nautilus – Digite sua senha e navegue como root pelas pastas. Caso você tenha o Windows instalado numa partição, vá à partição e busque a pasta de fontes do Windows. De lá, copie todas as fontes com nome tahoma. Em seguida, vá em: /usr/share/fonts e crie uma pasta chamada windowsfonts (ou o nome que você desejar) e cole a fonte tahoma dentro desta pasta.

Pronto. Vá agora a Sistema>Preferências>Aparência e na aba Fontes, no botão escrito Sans, clique e busque tahoma com tamanho de 8px(como a do Windows XP). Logo reinicie seu Ubuntu e sua área de trabalho estará toda com fonte tahoma pequena e nítida.

Apagando arquivos corretamente

No Nautilus, ao apagar certas pastas e/ou arquivos de dispositivos externos ou partições do Windows, elas não se apagam exatamente, ficam alocadas numa pasta oculta (.trash)

Para apagar de verdade os arquivos e pastas, abra o nautilus e logo vá em: Editar>Preferências.
Na aba comportamento, há 2 opções ao final abaixo, na opção Lixeira. Habilite então a opção "Incluir um comando Excluir que não usa a Lixeira".
Feche e pronto. Sempre que apagar algo de um dispositivo externo (pendrivers, HDs portáteis) e partições do Windows, estes serão apagados direto.

Gerenciador de área de clipboard

Se você é dos que copiam muitas coisas com CTRL+C – CTRL+V, você pode instalar um programinha que salva tudo que copia. Assim, você não perde o que copia, e fica tudo salvo pra futuras consultas.

sudo apt-get install glipper
Ou baixe o parcellite no site getdeb que é o melhor.

Ícones na área de trabalho
Algo que eu preciso que tenha no meu desktop são os ícones do computador, da minha pasta pessoal, da lixeira etc. Para que você coloque esses ícones na área de trabalho, você pode usar um programa chamado Ubuntu Tweak, baixando no site do getdeb,

Ou digitando no terminal: gconf-editor . A seguir, navegue até: apps>nautilus>desktop e habilite os ícones:
  • Computer Icon Visible = Meu Computador
    Home Icon Visible = Minha Pasta Pessoal
    Network Icon Visible = Servidores de Rede
    Trash Icon Visible = Lixeira

Instalando placas de vídeo, de wireless com drivers restritos
Se você usa placas de vídeo, como nVidia, ou placas de wireless como Broadcom,b43 etc., você deve ir a: Sistema>Administração>Drivers de Hardware e aparecerá na janela que você poderá baixar estes drivers para então usá-los no Ubuntu.

Usar comandos com privilégios de root
Para habilitar o su(se tornar root) no terminal: sudo passwd root
Será perguntada qual senha você quer dar ao usuário root. Digite e dê Enter. [não se preocupe, porque todas as senhas digitadas num terminal, não aparecem. Mas você as estará digitando.]

- Sudo antes do comando:
Ex: sudo apt-get update.
Escrevendo sudo antes do comando apt-get update faz com que você possa usar o mesmo com o privilegio de root.

- Su para se tornar root:
Aplicação: Ao digitar no terminal su, será pedida a senha do root (que no Ubuntu vem desabilitado, mas você aprendeu a configurar acima), ao escrever a senha, você se torna usuário root, na janela do terminal, o que significa que todos os comandos que você escrever a partir de então, não necessitarão do comando sudo antes dos comandos [Porém muito cuidado com seu uso].

- Sudo su é um "macete" para funcionar o su.

Sistema que inicia primeiro e tempo do GRUB

Sistema que inicia primeiro
Se você tem o dual boot, você pode se encontrar numa questão de querer que o Windows ou o Ubuntu iniciem primeiro, mas com a opção de iniciar um ou outro. Digamos que você tem um PC em família e todos só sabem usar Windows. Você quer que o Windows inicie primeiro, 5 segundos depois que o PC liga. Mas com a opção de escolher o Ubuntu (Pois você irá querer mexer).

Enfim, graficamente (caso você não goste de linhas de comandos e editar configurações em modo texto) existe um programa chamado: startup-manager ( sudo apt-get install startup-manager ). Ali, graficamente você pode mexer em todas as opções do GRUB tranquilamente.

Caso negativo, se quer aprender a mexer no Linux, abra um terminal e digite: sudo gedit /boot/grub/menu.lst
Ao abrir o arquivo, busque uma linha assim: default   0
Troque o 0 pelo title correspondente do seu Windows (geralmente, num PC normal domestico, com dualboot Windows-Ubuntu, o Windows corresponde ao numero 4)

Breve explicação: Caso você vá ao final deste arquivo menu.lst, verá a lista dos comandos de boot do sistema.Num PC domestico normal são 4 titles: Ubuntu 8.04 – Ubuntu 8.04(recovery mode) – Ubuntu 8.04 memtest e o 4 é a entrada do Windows.
Isso irá fazer seu Windows iniciar primeiro, e não o Ubuntu.

Trocando o tempo do GRUB
Há uma linha que começa assim: timeout sec:
Depois há uma linha: timeout  5(ou 3 que vem como default no Ubuntu 8.04)
Troque pelo numero de segundos que achar conveniente.

Hiddenmenu: Essa opção é para esconder o menu de sistemas operativos. Como dito acima, ao largo de 3 segundos, você só vera uma tela preta, e logo em seguida, entrara no Ubuntu (sem ver a lista de sistemas operacionais)
Para ver a lista, é só apertar ESC no teclado. É útil quando você não quer que alguém veja que há outro sistema operativo além do Windows (Seus pais, por exemplo).

Enfim, para ativar esta opção, há uma linha chamada: #hiddenmenu
O que você tem que fazer é tirar o símbolo # da palavra, ficando hiddenmenu. Pronto, opção ativada.

Habilitando Repositórios e Instalando Programas
Ok, seu Ubuntu já esta com um visual bonito verdade? Agora vamos instalar programas e bibliotecas.
Primeiro vá em: Sistema>Administração>Canais de Software
Ali, logo após abrir a janela, habilite as 4 opções:main,universe,restricted e multiverse. As 4 menos código fonte.
Após isso, abra o terminal:Aplicações>acessórios>Terminal e digite:

wget -q http://packages.medibuntu.org/medibuntu-key.gpg -O- | sudo apt-key add -

Logo digite: sudo gedit /etc/apt/sources.list e cole no final do arquivo:

E digite no final do arquivo:
## Medibuntu - Ubuntu 8.04 “hardy heron”
## Please report any bug on https://bugs.launchpad.net/medibuntu/
deb http://packages.medibuntu.org/ hardy free non-free
# deb-src http://packages.medibuntu.org/ hardy free non-free

Logo após estes procedimentos, ainda no terminal, digite: sudo apt-get update
Pronto. Você está pronto para instalar e encontrar qualquer pacote/programa/ferramenta do Ubuntu.

Tocando todos os formatos
Pronto, repositórios adicionados. É hora de habilitar todos os formatos (mp3s, vídeos, DVDs, rmvb, Google Earth, Adobe Acrobat Reader)

Abra o terminal e digite: sudo aptitude install -y ubuntu-restricted-extras lame lame-extras mp3gain soundconverter sox faad faac aac flac gstreamer0.10-ffmpeg gstreamer0.10-gl gstreamer0.10-pitfdll gstreamer0.10-plugins-bad gstreamer0.10-plugins-bad-multiverse gstreamer0.10-sdl gstreamer0.10-plugins-ugly gstreamer0.10-plugins-ugly-multiverse libxine-main1 libxine-extracodecs cpdvd regionset x264 gqmpeg mp3gain mjpegtools libdvdread3 mpeg2dec vorbis-tools id3v2 mpg321 mpg123 libflac++6 ffmpeg cdda2wav toolame libmp4v2-0 libmad0 libjpeg-progs libmpcdec3 libquicktime1toolame ffmpeg2theora libmpeg2-4 uudeview libmpeg3-1 mpeg3-utils mpegdemux liba52-0.7.4-dev a52dec

Com isso, já poderá escutar mp3, ver DVDs (não importando a região que seja) e mais:

lame & lame-extras – É um pacote que serve para transformar arquivos de áudio em arquivos mp3

Mp3gain & soundconverter – analisa e ajusta arquivos mp3

Sox – utilitário para converter vários arquivos diferentes de som

Aac – formato do iPod

Flac – codec de compressão sem perda

Para ver vídeos: Mplayer e VLC (para ver arquivos de filmes e series com legendas) digite no terminal:
sudo aptitude install vlc mplayer mplayer-fonts mplayer-skins mplayer-skin-blue mozilla-mplayer

Para arquivos avi e outros, e ver DVDs, digite no terminal: sudo apt-get install w32codecs libdvdcss2

Arquivos em Flash (no Firefox e no PC, caso você salve arquivos flv do Youtube e outros).
Terminal: sudo apt-get install flashplugin-nonfree

Adobe Acrobat Reader, Google Earth, Skype: sudo aptitude install acroread acroread-plugins mozilla-acroread acroread-escript googleearth skype

Java (Para ver paginas de bancos, programas em java como o Limewire):
sudo apt-get -y install sun-java6-bin sun-java6-fonts sun-java6-jre sun-java6-plugin

Real Player (Arquivos rmvb)
Vamos instalar o Real Player 10 para Linux baixado do site da Real Player: http://www.real.com/linux/
Você vai baixar o arquivo RealPlayer10GOLD.bin. Em seguida, pelo terminal, vá até a pasta que você baixou o arquivo e realize os seguintes comandos:
Torne o arquivo executável:
chmod +x RealPlayer10GOLD.bin
Para instalar o Real Player:
sudo ./RealPlayer10GOLD.bin
Quando lhe pedir um local para instalar o Real Player inserir (se ele já não mostrar esse diretório):
/usr/bin/RealPlayer
Quando lhe pedirem para configurar um system-wide symbolic links, responda “y”. Depois disso aceite o prefixo para ligações simbólicas (Pressione “ENTER”).

Escolha do backend que será usado ao tocar formatos multimídia via browser (Firefox):
Primeiro remova o backend que você está usando, por padrão, fica o do totem, mas como não sei qual você estará usando, desinstale todos (não estraga seu Ubuntu, relaxe).

sudo apt-get -y remove totem-mozilla mozilla-mplayer xine-plugin gxineplugin mozilla-plugin-vlc

Após isso, instalo uma das opções :
Totem (padrão, falha muitas vezes, globo.com nem pensar) :
sudo apt-get -y install totem-mozilla
MPlayer (meu preferido, toca audio/video sob streamming como o globo.com) :
sudo apt-get -y install mozilla-mplayer
Xine : sudo apt-get -y install xine-plugin gxineplugin
VLC : sudo apt-get -y install mozilla-plugin-vlc
Alerta: Não tente instalar todos acima, pois não funcionará.
« Última modificação: 15 de Maio de 2008, 08:11 por Ygor Abreu »
http://ubunteiro.wordpress.com/
As melhores dicas de Ubuntu
___________________________
Nao dou suporte(help-desk) por email.

Offline Ygor Abreu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 54
    • Ver perfil
    • Ubunteiro -  Não basta só informação,e sim informação objetiva.
Re: O que fazer após instalar o Ubuntu
« Resposta #1 Online: 11 de Maio de 2008, 16:38 »
Atualizando seu Sistema
Ok, agora seu Ubuntu deve estar tocando todos os formatos. O que te falta? Falta atualizar o sistema.
Vá de novo a: Sistema>Administração>Canais de Software. Ali na aba atualizações, habilite as 2 primeiras opções: hardy-security & hardy-update. Os repositórios de atualizações Proposed e backports ficam a seu critério e use por sua conta e risco.Pois são repositórios não oficiais, com programas recém feitos(versões mais recentes).

Leve em consideração que nem sempre os mais recentes são melhores, pois as vezes, os mais frescos dão mais problemas.

Ok. Abra o terminal e digite: sudo apt-get update (isso irá atualizar a lista de pacotes e buscar atualizações para o seu sistema.
Caso haja, aparecerá o balãozinho ao lado (como no XP e no Vista) dizendo que há atualizações disponíveis. Clique no ícone, escolha as atualizações que quer instalar e pronto.

Os melhores programas pra você
Eu deixo aqui o comando que é só pra copiar e colar, e irá te instalar todos os melhores programas (em minha opinião) pra você fazer tudo no seu Ubuntu.
Para detalhes dos programas aqui, veja: http://ubunteiro.wordpress.com/2008/05/08/os-melhores-programas-para-seu-ubuntu/

sudo apt-get install -y audacious audacious-plugins-extra amarok exaile limewire frostwire transmission k3b brasero soundconverter vlc mplayer mplayer-skin-blue amsn emsene xchat konversation gmountiso gisomount startup-manager gparted gdesklets gwget skype rar unrar unace p7zi gzip devede k9copy dvdrip acidrip grip sound-juicer seahorse easytag gtkpod libk3b2-extracodecs normalize-audio transcode sox vcdimager ntfs-config

Atualizando seu sistema pro português
Agora que seu sistema fica cada vez mais redondinho, falta tornar tudo em português, verdade?
Vá a: Sistema>Administração>Suporte a Idiomas.
Se você seguiu os passos acima, seu sistema te saltará uma janela de mensagem dizendo que faltam pacotes em português pra instalar (pra deixar seu Ubuntu todo em português) e em cima da janela de escolha de idiomas, você pode escolher outros (se, por exemplo, você mora em outro país e quer ter o idioma do país em que vive e o português, ou mesmo num cybercafé, pra ter o Ubuntu em vários idiomas).

Ajustando efeitos 3D - Compiz Fusion

Antes de mais nada, deixo claro.[O Beryl não existe mais!Nao se usa! O que existe agora e é mais completo, mais rápido e mais bonito é o compiz fusion, que por sua vez, JÁ VEM INSTALADO NO UBUNTU.]

O Compiz Fusion não é apenas um programa de instalar e o cubo estará rodando e fazendo todas as firulas. Ele usa a sua GPU (ou seja, seu processador gráfico.) usando para ele, a aceleração por hardware da sua placa, assim como a memória da mesma. Ou seja, se você não tem uma boa placa gráfica, não poderá usar os efeitos mais legais do Compiz Fusion. Entretanto, existem placas não muito potentes que mesmo assim funcionam. (Algumas vezes é questão de sorte, rs).

Ativar o Compiz Fusion é tão simples como ir a Sistema>Preferências>Aparência, e na aba Efeitos Visuais marcar Normal ou Extra. Mas, como configuramos os efeitos (plug-ins) que queremos ativar? Como ativamos o famoso Cubo de Compiz Fusion, e seus efeitos super legais?

Temos que instalar um pacote (que é apenas um pacote gráfico para que você manipule as configurações, que não vem incluído no CD) e caso queira, instalar o ícone do Compiz Fusion para ficar no systray.
sudo aptitude install compizconfig-settings-manager fusion-icon

Agora, poderás abrir a configuração de Compiz Fusion desde Sistema>Preferências>Advanced Desktop Effects Settings, de modo que você poderá usar as configurações do Compiz Fusion do modo que quiser. Ok, eu quero o Cubo rodando, como faço?

Configurando Efeitos:
Muito bem, agora você tem o pacote para mexer nas configurações do Compiz. Agora vá em: Sistema > Preferências > Advanced Desktop Effects Settings.
Vá em general Options: Ali na aba-Desktop Size, escolha Tamanho Virtual Horizontal e escolha 4.

Depois vá em: Cubo da Área de Trabalho>E na Aba Behavior, desative a opção: Dentro do Cubo (O que faz você girar o Cubo dentro dele, e não vê-lo por fora).

Ative as outras opções agora:

  • Cubo da área de trabalho (Dentro das opções do Cubo da área de trabalho, na aba aparência, há a opção do Skydome, que é a imagem de fundo quando se roda o Cubo).
    Girar Cubo
    Reflexão do Cubo
    Coberturas do Cubo

É possível ter as bordas das janelas como o Windows Vista, instalando o Emerald.
sudo aptitude install emerald libemeraldengine0 emerald emerald-themes

"Desktop effects could not be enabled"
Se aparece este erro, enquanto você tenta habilitar os efeitos, não é o seu Compiz que não está instalado, é a sua placa gráfica que não dá suporte.
Você diria: Mas eu jogava jogos pesados no Windows. Meu amigo tem uma placa menos potente e mesmo assim consegue. Porque eu não?
Antes de qualquer coisa, como eu disse nesse artigo, vá em: Sistema>administração>Drivers de Hardware e veja se é necessário instalar o driver de sua placa de vídeo (Geralmente quando é nVidia etc.)
Caso negativo, mas sua placa é nVidia, tente instalar o Envy, instale o driver de sua placa de vídeo e corra pro abraço.
Algo em levar em consideração, caso nada funcione:
1-Seu fabricante criou esta placa de modo que funcione e enxergue só o Windows. Brigue,denuncie,reclame seu dinheiro e seu produto com o fabricante.
2-Prefira comprar equipamentos de informática que tenham suporte a Linux. Porque isso? Você prefere mais barato pagar uma placa gráfica que seja 20,30 reais mais caro, mas que funcione nos 2 sistemas, do que pagar R$900 num Windows?
http://ubunteiro.wordpress.com/
As melhores dicas de Ubuntu
___________________________
Nao dou suporte(help-desk) por email.

Offline Ygor Abreu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 54
    • Ver perfil
    • Ubunteiro -  Não basta só informação,e sim informação objetiva.
Re: O que fazer após instalar o Ubuntu
« Resposta #2 Online: 11 de Maio de 2008, 16:40 »
Complementos do Firefox

Obtendo ajuda no Ubuntu
No Windows use programas como o Cyberscript, Pidgin ou o navegador Opera. No Ubuntu o Xchat ou o Pidgin.
Servidor: irc.freenode.net / Canais: #ubuntu-br e #ubuntu(em inglês,onde tem mais gente e mais chance de ser ajudado.

APT ON CD
Depois de todas essas modificações que você fez no sistema, você baixou muitos, mas muitos pacotes e provavelmente você gostaria de guardá-los para caso tenha que reinstalar o Ubuntu ou mesmo instalar tudo que você instalou no seu PC, agora na casa de um amigo ou namorada.

Imagine instalar o Ubuntu e baixar tudo de novo?

Para isso você pode contar com o excelente programa chamado apt-on-cd(aptoncd)

O que ele faz? Tudo que você instala, seja por Synaptic, pelo terminal etc.(enfim, tudo que você baixou e instala) fica numa pasta /var/cache/apt/archives . Logicamente, você poderia pegar todos estes pacotes e copiar num HD externo, um pendriver ou um CD. O problema é que só seriam copiados os arquivos, e numa futura instalação, você teria que ficar instalando 1 por 1 (imagine instalar 300 pacotes um de cada vez?)

O que o APTONCD faz é criar um CD, como se fosse um repositório inteiro, contendo todos os pacotes que você já baixou.
Assim, quando cria um CD APTONCD com seus pacotes, e insere num outro PC, o Ubuntu reconhece como um repositório inteiro cheio de pacotes, assim sendo, não é necessário baixar nada, está tudo no CD.

Para instalar: sudo apt-get install aptoncd
E pronto pra usar. (Não entrarei em detalhes de como usar o aptoncd, pois creio que é super intuitivo.)


Jogos e programas para Windows
Programas
Para instalar programas Windows no Ubuntu, existem ferramentas que te permitem fazer isto. São:
Wine – Explicando facilmente, é como um emulador, que faz com que programas feitos para Windows, funcionem no Ubuntu, os fazendo pensar que estão dentro de um ambiente Microsoft Windows. Com ele você pode instalar e usar os programas Windows dentro do Ubuntu.
Pág. do projeto: http://www.winehq.org/
Para instalar o Wine, basta rodar no terminal: wget -q http://wine.budgetdedicated.com/apt/387EE263.gpg -O- | sudo apt-key add -
E logo, adicionar o repositório: sudo wget http://wine.budgetdedicated.com/apt/sources.list.d/hardy.list -O /etc/apt/sources.list.d/winehq.list
Virtualbox – Virtualização>Consiste em criar um computador virtual dentro do Ubuntu, e ali instalando programas e o que mais quiser. Isso e indicado para quem não quer ter dual-boot ou não quer reiniciar a maquina para ir no Windows e logo voltar pro Ubuntu.
Pág.: http://www.virtualbox.org/
O virtualbox pode ser instalado pelo aptitude/Synaptic, contudo é uma versão OSE, aqui há um tutorial explicando como instalar o virtualbox com suporte a USB.
http://hamacker.wordpress.com/2008/04/30/virtualbox-no-ubuntu-804/
Crossover – Desenvolvido pela CodeWeavers, o Crossover é como o Wine,apenas mais avançado, mas com ferramentas gráficas mais amigáveis e mais correções de erros.Entretanto, é pago.
É baseado no Wine e também apóia o mesmo.
Jogos
Para jogar no Ubuntu a melhor opção é o Cedega [http://www.transgaming.com/]. Infelizmente o Cedega é um programa pago. Existem opções como as de cima, o Wine e o Virtualbox, porém no virtualbox não se pode usar placa gráfica boa (mesmo você tendo uma GForce) e o Wine não roda muito bem os jogos mais recentes e bonitos.
Apesar de rodar os melhores jogos (Counter Strike, Need For Speed, etc.), O Cedega, não é aconselhado por muitos, pois, na época que o Wine usava a licença MIT, a Transgaming descaradamente se baseou totalmente no código fonte do Wine, o que forçou o mesmo a mudar para a licença LGPL.
Foi uma malandragem maldosa, porém é realmente o melhor programa pra jogar jogos de Windows.
Então, apesar de ser pago, é disponibilizado publicamente por seu CVS publico. Então, por sua conta e risco, você pode tentar baixá-lo por redes P2P(emule, limewire...).
O Cedega está presentemente na versão 6 e consegue correr os jogos tão bem (ou melhor, dizem alguns utilizadores) como se corresse no próprio Windows.A diferença entre o Cedega e o Wine ou o Crossover é que o Cedega é especializado em jogos.
___________________

E isso galera...é um bom artigo pra iniciar e deixar redondo o Ubuntu, não? :P
http://ubunteiro.wordpress.com/
As melhores dicas de Ubuntu
___________________________
Nao dou suporte(help-desk) por email.

Offline flsantos

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 117
    • Ver perfil
    • pp.fls.10
Re: O que fazer após instalar o Ubuntu
« Resposta #3 Online: 11 de Maio de 2008, 19:07 »
Grande trabalho, vou fazer referência para aqui de certeza...



Offline Cláudio Novais

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 501
  • I'm ubuntued
    • Ver perfil
    • UBUNTUED.info
Re: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Resposta #4 Online: 12 de Maio de 2008, 11:07 »
Muito bom trabalho. Parabéns!

Offline BlackMoon

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 73
    • Ver perfil
Re: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Resposta #5 Online: 12 de Maio de 2008, 12:18 »
Seu tópico está muito bom. Salvei aqui nos favoritos  ;D

Offline danpos

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 386
    • Ver perfil
Re: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Resposta #6 Online: 12 de Maio de 2008, 13:45 »

Após isso, instalo uma das opções :

Totem (padrão, falha muitas vezes, globo.com nem pensar) :


Isso é parcialmente verdade se você está usando o totem com o backend gstreamer. Se você usa o totem com backend xine, o totem funciona perfeitamente bem para tudo e muitíssimo bem para streams de vídeo (principalmente no globo.com, onde sempre tive problemas com o mplayerplugin nas versões anteriores do Ubuntu - não testei agora no Hardy pois não instalei o mplayerplugin - pois o globo.com usa um esquema de listas recursivas que somente usando uma versão patcheada do mplayer para poder funcionar a contento no globo.com).

Seguindo o tutorial do sylvester para instalar os codecs e este meu post para configurar o backend no totem, o problema fica resolvido. :)

Anyway, uma grande contribuição de tua parte, a comunidade agradece!  :)

Sds,

Danpos.
« Última modificação: 12 de Maio de 2008, 14:08 por danpos »

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Resposta #7 Online: 12 de Maio de 2008, 13:58 »
Muita coisa no texto aqui é gosto particular, também não concordei com algumas coisas. Não que estejam erradas, como disse é particular.

Por isto eu uso o tuto do Hamacker:

Ubuntu paradise, deixe seu ubuntu completo.
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

Offline Ygor Abreu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 54
    • Ver perfil
    • Ubunteiro -  Não basta só informação,e sim informação objetiva.
Re: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Resposta #8 Online: 12 de Maio de 2008, 15:38 »
Por isso eu disse q era de acordo com meus gostos.
E tbm o do hamacker é igual ao meu, melhor dizendo, eu me baseei no dele, escrevi oq eu faço e pronto.
Porque, nesse artigo, creio eu que é o que um usuario vindo do windows quer.

Eu ja li, varias vezes, mas nunca usei o artigo do site hamacker pq é muita coisa.
Eu escrevi aqui, simples e objetivo, oq um win-user novo no ubuntu iria kerer.

Aki tem, sem sombra de duvidas, 80% mais ou menos, das perguntas dos novatos.
Bom, foi do meu gosto.

Abraços a todos e obrigado.
http://ubunteiro.wordpress.com/
As melhores dicas de Ubuntu
___________________________
Nao dou suporte(help-desk) por email.

Offline Ioca100

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.848
  • Rio,Brasil
    • Ver perfil
Re: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Resposta #9 Online: 12 de Maio de 2008, 16:08 »
Ainda estou com problema com o Totem, mas sua colaboração foi muito boa.
Desinstalei o gstreamer 0.10 pitfdll e instalei o  Totem -gstreamer e já tinha o Totem-Xine, parece que ficou bom.
« Última modificação: 12 de Maio de 2008, 18:06 por Ioca100 »
Usuário Linux- 449417

Offline rjbgbo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.889
  • Xubuntu 18.04LTS
    • Ver perfil
    • Twitter
Re: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Resposta #10 Online: 12 de Maio de 2008, 17:20 »
Tutoriais são sempre bem vindos, parabéns Ygor Abreu

também foi p/ os meus favoritos.
Linux User #440843 | Ubuntu User #11469

Offline mano cazalet

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 66
    • Ver perfil
Re: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Resposta #11 Online: 13 de Maio de 2008, 23:52 »
bom, como se disse acima gosto não se discute, cada um tem o seu.
então vou colcoar o meu :P

acho má idéia recomendar autologin ou iniciação automática.
Isso pode ser uma ameaça à segurança
(assim como fazer determinadas coisas como root quando isso não é preciso).
E acho isso ruim, num momento em que o ubuntu está cada vez mais popular e tem muitas pessoas totalmente inexperientes chegando com uma socialização no Windows.

Offline advogama

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 181
    • Ver perfil
Re: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Resposta #12 Online: 14 de Maio de 2008, 18:10 »
ainda que também entenda que alguns detalhes são de gosto pessoal, está ótimo seu tuto, com certeza vou utar muitas coisas, obrigado. Espero que fixem o tópico.
Prepare-se para o Vista. Aprenda Linux.


Offline jamt

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 25
  • Linux User: 216809
    • Ver perfil
Re: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Resposta #13 Online: 16 de Maio de 2008, 18:38 »
O colega realizou um trabalho muito bom. Conteúdo bem organizado, detalhes esclarecedores e principalmente ênfase em soluções não muito complexas, que a maioria pode adotar, foram os pontos fortes. Cumprimentos pelo Tutorial!

Offline Ygor Abreu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 54
    • Ver perfil
    • Ubunteiro -  Não basta só informação,e sim informação objetiva.
Re: Tutorial: Deixe seu Ubuntu completo
« Resposta #14 Online: 18 de Maio de 2008, 10:49 »
Ioca:Obrigado.O importante é que melhorou nao? rs. xD

rjbgbo:Obrigado companheiro.

mano cazalet: Obrigado...mas... agora..sobre o auto-login... Pq seria um problema?
Digo pensando em um usuário domestico.
alias, isso tudo que esta aqui é informação. De repente alguem que le isso pode nao querer fazer uso, mas pode ja saber a tirar a duvida de outro amigo que esta pasando pelo mesmo, me entende?

Vc disse: assim como fazer determinadas coisas como root qnd isso nao é preciso..
Eu nao disse pra fazer nada como root. Mas eu deixo a informação ai pra que saibam e possam repassar.

advogama: Obrigado mano. Eu creio que o artigo esta bacana.E nao é nem qüestão de gosto alguns detalhes, mas que a informação fique aqui pra ser acessada e repassada.

jamt: obrigado mano..digo o mesmo que disse acima.
Finalmente alguem q entendeu aonde eu queria chegar com o artigo.Organizei, me preocupei em ser simples e didatico.


________
o problema é que ja estou ficando um pouco irritado com este assunto de gostos.
Respeito a opinião de todos, mas meu tutorial não tem nada de gostos, salvo a parte de programas. Digamos, este artigo é oq um novato no ubuntu busca saber e fazer.

Deixem de pegar um pouquinho no meu pé sobre os gostos nao? O artigo esta bacana, tira muitas duvidas e esta simples e direto nao?Pois ja tá.

Eu rodo todo dia por foruns vendo as perguntas comuns, que todo novato faz, e são estas mesmas que estao aqui.

Agora, todo mundo esta comentando, mas ninguem me diz: po ygor, entao oq vc acha de por esse programa aqui tbm, e esse aqui? Isso sim seria ajudar. Os programas que estao ali sao os mais populares e que atendem as necessidades dos novatos. Isso sem duvida.
Pq alguem nao me diz: Ygor, vc poderia incluir isso..e aquilo?

Bom, pois isso..obrigado aos que gostaram e qualquer coisa que achem que pode melhorar este artigo, me digam!
Abraços.
http://ubunteiro.wordpress.com/
As melhores dicas de Ubuntu
___________________________
Nao dou suporte(help-desk) por email.