Autor Tópico: Ubuntu Gnome Remix 12.10  (Lida 12995 vezes)

Offline Ioca100

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.848
  • Rio,Brasil
    • Ver perfil
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #15 Online: 11 de MAR?O de 2013, 16:51 »
É Oficial! Ubuntu Gnome Remix pertence à família Ubuntu.

Mais detalhes aqui.
Usuário Linux- 449417

Offline DelRod

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
    • ACM
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #16 Online: 11 de MAR?O de 2013, 20:55 »
É Oficial! Ubuntu Gnome Remix pertence à família Ubuntu.

Mais detalhes aqui.


Excelente, sempre em frente e a desenvolver o sitema  ;D
É o caminho do progresso.

Offline DelRod

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
    • ACM
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #17 Online: 23 de MAR?O de 2013, 20:37 »
ubuntu 12.04TLS não existem problemas.
com: gnome shell, funciona lindamente em ambiente gnome.
ubuntou 12.10 é uma fonte de problemas com qualquer ambiente.

Offline nomade

  • O negócio não tem alma
  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 1.180
  • O negócio não tem alma
    • Ver perfil
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #18 Online: 27 de MAR?O de 2013, 16:05 »
ubuntu 12.04TLS não existem problemas.
com: gnome shell, funciona lindamente em ambiente gnome.
ubuntou 12.10 é uma fonte de problemas com qualquer ambiente.
É necessário observar que conforme o sistema vai sendo atualizado os bugs vão sendo sanados. Se você baixou o 12.10 à 2 ou 3 meses atrás, notará uma grande diferença se baixá-lo agora... o pessoal tava tendo muito problema com a instalação de placas de vídeo, um problema que já tem solução, pois geralmente é só instalar o linux-headers, ou fazer o downgrade do xorg para drivers legacy. Não tenham o preconceito de achar que a versão 12.10 será problemática para sempre.
Rodando Debian 11 Bullseye e Ubuntu Studio 21.04 com AMD Ryzen 5 2600/ ASUS Prime B450M-GAMING BR/ 16GB DDR4/ Radeon R7 260X

Offline DelRod

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
    • ACM
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #19 Online: 27 de MAR?O de 2013, 20:45 »
ubuntu 12.04TLS não existem problemas.
com: gnome shell, funciona lindamente em ambiente gnome.
ubuntou 12.10 é uma fonte de problemas com qualquer ambiente.
É necessário observar que conforme o sistema vai sendo atualizado os bugs vão sendo sanados. Se você baixou o 12.10 à 2 ou 3 meses atrás, notará uma grande diferença se baixá-lo agora... o pessoal tava tendo muito problema com a instalação de placas de vídeo, um problema que já tem solução, pois geralmente é só instalar o linux-headers, ou fazer o downgrade do xorg para drivers legacy. Não tenham o preconceito de achar que a versão 12.10 será problemática para sempre.

Vamos aguardar até adquirir essa estabelidade, de qualquer forma não é agradável para quem quer iniciar-se em linux, ter de enfrentar esses bugs com o 12.10

Offline nomade

  • O negócio não tem alma
  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 1.180
  • O negócio não tem alma
    • Ver perfil
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #20 Online: 15 de Abril de 2013, 10:00 »
ubuntu 12.04TLS não existem problemas.
com: gnome shell, funciona lindamente em ambiente gnome.
ubuntou 12.10 é uma fonte de problemas com qualquer ambiente.
É necessário observar que conforme o sistema vai sendo atualizado os bugs vão sendo sanados. Se você baixou o 12.10 à 2 ou 3 meses atrás, notará uma grande diferença se baixá-lo agora... o pessoal tava tendo muito problema com a instalação de placas de vídeo, um problema que já tem solução, pois geralmente é só instalar o linux-headers, ou fazer o downgrade do xorg para drivers legacy. Não tenham o preconceito de achar que a versão 12.10 será problemática para sempre.

Vamos aguardar até adquirir essa estabelidade, de qualquer forma não é agradável para quem quer iniciar-se em linux, ter de enfrentar esses bugs com o 12.10

De fato, eu acho que no site da comunidade Ubuntu Brasil (http://www.ubuntu-br.org/), onde a maioria dos brasileiros e pessoas de países que falam português acabam fazendo download, deveria ser disponibilizado como na página oficial (http://www.ubuntu.com/download/desktop), onde há a seguinte mensagem:
Citar
You can choose between two options when you download Ubuntu for a desktop PC. Ubuntu 12.10 gives you all the latest features, while Ubuntu 12.04.2 LTS comes with extended support.
O usuário ficaria sabendo que existe alguma diferença entre as versões e faria a escolha.

Edit.: aliás eu enviei essa sugestão já a algum tempo...
« Última modificação: 15 de Abril de 2013, 10:03 por nomade »
Rodando Debian 11 Bullseye e Ubuntu Studio 21.04 com AMD Ryzen 5 2600/ ASUS Prime B450M-GAMING BR/ 16GB DDR4/ Radeon R7 260X

Offline DelRod

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
    • ACM
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #21 Online: 15 de Abril de 2013, 12:02 »
De fato, eu acho que no site da comunidade Ubuntu Brasil (http://www.ubuntu-br.org/), onde a maioria dos brasileiros e pessoas de países que falam português acabam fazendo download, deveria ser disponibilizado como na página oficial (http://www.ubuntu.com/download/desktop), onde há a seguinte mensagem:
Citar
You can choose between two options when you download Ubuntu for a desktop PC. Ubuntu 12.10 gives you all the latest features, while Ubuntu 12.04.2 LTS comes with extended support.
O usuário ficaria sabendo que existe alguma diferença entre as versões e faria a escolha.

Edit.: aliás eu enviei essa sugestão já a algum tempo...
[/quote]

Concordo preferentemente, até acho que era exigível que assim fosse, pois há muita gente que testa o 12.10, as coisas falham e desistem do Linux, pois não têm informação suficiente sobre a existencial do 12.04.2 LTS, desconhecendo assim a sua estabilidade.

Offline Jose_C

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 7
    • Ver perfil
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #22 Online: 20 de Abril de 2013, 14:29 »
A questão aqui não é o unity da Canonical, mas também nunca consegui digerir esse ambiente que na minha opinião (vale o que vale mas muito própria) é um autêntico lixo introduzido no planeta ubuntu, agora o Gnome shell, esse sim, oferece um conceito de espaço de trabalho muito intuitivo e por gostar tanto dele uso-o e recomendo.
Mas a questão é a versão deste que se tornou mais um dos sabores do Ubuntu e que ainda hoje estou para perceber a razão que levou a Canonical a deixar um fosso entre a descontinuação do gnome 2 até à versão 10.10 e só pensar em ter de novo o gnome (agora shell); para além de possivelmente colocar em causa a existência do seu "elefante branco" chamado unity, não vejo outra razão! Claro que agora, após ter constatado que o unity não correspondeu às expetativas de uma boa fatia de users do ubuntu quer de uma forma muito subtil apanhar os cacos deixados.

Experimentei também o Ubuntu Gnome 12.10 e notei coisas positivas por exemplo na velocidade das operações; sem querer confundir com uma experiência com o fedora 18, não gostei do gestor de ficheiros, achei-o muito cru e muito teimoso na aparência em que apenas se fixava no formato de ícones, entre outros..., mas o que realmente me incomodou e achei decisivo foi o facto de não ter conseguido estabelecer ligação à banda larga móvel que é a minha única hipótese de momento no acesso à net, consegui definir o tipo de rede mas simplesmente esta não abria...
Uso por enquanto o ubuntu 12.04 com gnome shell, é a versão 3.4, paciência, é o que é possível, mas pelo menos tudo parece funcionar normalmente. Um ubuntu rápido (com otimizações) e com o ambiente que eu gosto.
Aguardo melhorias visíveis nos pontos realmente essenciais do Ubuntu Gnome, espero que sim que surjam e assim possa mudar, caso contrário, o Gnome OS poderá vir ser uma alternativa num futuro próximo.

Offline DelRod

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
    • ACM
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #23 Online: 20 de Abril de 2013, 18:06 »
A questão aqui não é o unity da Canonical, mas também nunca consegui digerir esse ambiente que na minha opinião (vale o que vale mas muito própria) é um autêntico lixo introduzido no planeta ubuntu, agora o Gnome shell, esse sim, oferece um conceito de espaço de trabalho muito intuitivo e por gostar tanto dele uso-o e recomendo.
Mas a questão é a versão deste que se tornou mais um dos sabores do Ubuntu e que ainda hoje estou para perceber a razão que levou a Canonical a deixar um fosso entre a descontinuação do gnome 2 até à versão 10.10 e só pensar em ter de novo o gnome (agora shell); para além de possivelmente colocar em causa a existência do seu "elefante branco" chamado unity, não vejo outra razão! Claro que agora, após ter constatado que o unity não correspondeu às expetativas de uma boa fatia de users do ubuntu quer de uma forma muito subtil apanhar os cacos deixados.

Experimentei também o Ubuntu Gnome 12.10 e notei coisas positivas por exemplo na velocidade das operações; sem querer confundir com uma experiência com o fedora 18, não gostei do gestor de ficheiros, achei-o muito cru e muito teimoso na aparência em que apenas se fixava no formato de ícones, entre outros..., mas o que realmente me incomodou e achei decisivo foi o facto de não ter conseguido estabelecer ligação à banda larga móvel que é a minha única hipótese de momento no acesso à net, consegui definir o tipo de rede mas simplesmente esta não abria...
Uso por enquanto o ubuntu 12.04 com gnome shell, é a versão 3.4, paciência, é o que é possível, mas pelo menos tudo parece funcionar normalmente. Um ubuntu rápido (com otimizações) e com o ambiente que eu gosto.
Aguardo melhorias visíveis nos pontos realmente essenciais do Ubuntu Gnome, espero que sim que surjam e assim possa mudar, caso contrário, o Gnome OS poderá vir ser uma alternativa num futuro próximo.


Concorde plenamente com esta descrição, definitivamente e por mais que tente unity não. (ubuntu 12.04 com gnome shell)

Offline nomade

  • O negócio não tem alma
  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 1.180
  • O negócio não tem alma
    • Ver perfil
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #24 Online: 22 de Abril de 2013, 21:22 »
A questão aqui não é o unity da Canonical, mas também nunca consegui digerir esse ambiente que na minha opinião (vale o que vale mas muito própria) é um autêntico lixo introduzido no planeta ubuntu, agora o Gnome shell, esse sim, oferece um conceito de espaço de trabalho muito intuitivo e por gostar tanto dele uso-o e recomendo.
Mas a questão é a versão deste que se tornou mais um dos sabores do Ubuntu e que ainda hoje estou para perceber a razão que levou a Canonical a deixar um fosso entre a descontinuação do gnome 2 até à versão 10.10 e só pensar em ter de novo o gnome (agora shell); para além de possivelmente colocar em causa a existência do seu "elefante branco" chamado unity, não vejo outra razão! Claro que agora, após ter constatado que o unity não correspondeu às expetativas de uma boa fatia de users do ubuntu quer de uma forma muito subtil apanhar os cacos deixados.

Experimentei também o Ubuntu Gnome 12.10 e notei coisas positivas por exemplo na velocidade das operações; sem querer confundir com uma experiência com o fedora 18, não gostei do gestor de ficheiros, achei-o muito cru e muito teimoso na aparência em que apenas se fixava no formato de ícones, entre outros..., mas o que realmente me incomodou e achei decisivo foi o facto de não ter conseguido estabelecer ligação à banda larga móvel que é a minha única hipótese de momento no acesso à net, consegui definir o tipo de rede mas simplesmente esta não abria...
Uso por enquanto o ubuntu 12.04 com gnome shell, é a versão 3.4, paciência, é o que é possível, mas pelo menos tudo parece funcionar normalmente. Um ubuntu rápido (com otimizações) e com o ambiente que eu gosto.
Aguardo melhorias visíveis nos pontos realmente essenciais do Ubuntu Gnome, espero que sim que surjam e assim possa mudar, caso contrário, o Gnome OS poderá vir ser uma alternativa num futuro próximo.


Discordo, ambiente de trabalho assim como distribuição favorita, marca de cerveja e cor de cuéca (ou calcinha), é uma coisa pessoal. Eu adoro o Unity e não gosto do Gnome-Shell. Acho o Gnome-Shell pouco prático e comigo ele bugou algumas vezes quando testei. Porém reconheço que testei no Fedora, pode ser diferente no Ubuntu. Quando testei o Gnome-Shell pensava em ficar com ele ao invés do Unity se gostasse, mas não deu certo, não gostei e voltei ao Unity. Entretanto, nem por isso eu desmereço o projeto, pois ele é bom pra alguém. Quando me adaptei ao Unity comecei a achá-lo maravilhoso. Foi audacioso da parte da Canonical e acabou dando certo, e não é só na minha opinião. O Unity pode não dar certo para algumas pessoas, assim como pra mim o Gnome-Shell não dá certo.
Se eu tivesse que usar outro ambiente que não o Unity, usaria o KDE ou o Cinnamon, sem dúvida.   
Rodando Debian 11 Bullseye e Ubuntu Studio 21.04 com AMD Ryzen 5 2600/ ASUS Prime B450M-GAMING BR/ 16GB DDR4/ Radeon R7 260X

Offline rruella

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.097
    • Ver perfil
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #25 Online: 23 de Abril de 2013, 15:02 »

Depois da última atualização, o problema com o estado de espera não incomodou mais.

E parece que utlizando Ubuntu Gnome Remix eu fico de fora da coleta de informações que a Canonical embutiu no Unity 12.10 - Que bom!


vou passar uma dica que segui para o gnome shell e fiquei muito satisfeito.

http://ubuntued.info/como-criar-uma-sessao-gnome
 
assim fico com o ambiente limpo, a exceção do dock que quis por.

e ainda sobre a coleta de informação com aquela mensagem de erro a toda hora resolvi também com uma outra dica no nosso colega Cláudio novais:

http://ubuntued.info/como-desligar-as-mensagens-de-erro-apport-do-ubuntu
Dar como resolvido, ou como solucionado um tópico seu:

http://www.youtube.com/watch?v=cW8isbYhR_M

Offline Jose_C

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 7
    • Ver perfil
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #26 Online: 24 de Abril de 2013, 11:45 »

Depois da última atualização, o problema com o estado de espera não incomodou mais.

E parece que utlizando Ubuntu Gnome Remix eu fico de fora da coleta de informações que a Canonical embutiu no Unity 12.10 - Que bom!


vou passar uma dica que segui para o gnome shell e fiquei muito satisfeito.

http://ubuntued.info/como-criar-uma-sessao-gnome
 
assim fico com o ambiente limpo, a exceção do dock que quis por.

e ainda sobre a coleta de informação com aquela mensagem de erro a toda hora resolvi também com uma outra dica no nosso colega Cláudio novais:

http://ubuntued.info/como-desligar-as-mensagens-de-erro-apport-do-ubuntu

São realmente sugestões muito boas, aliás fiz questão de executar pelo menos a inibição do relatório de erros logo após a instalação do sistema porque a insistência com que surgia tinha importância equivalente ao valor do conteúdo e seus efeitos para o sistema, ou seja, que eu saiba, sem problemas! Quanto a criação de uma sessão gnome, não cheguei a experimentar; há certas coisas que prefiro adiar em face da minha pouca disponibilidade.

Acerca do que você referiu nomade, aceito como uma opinião muito própria (tal como referi a minha) tendo como base a experiência que tem tido com o Unity, acho que o que sucedeu connosco não passa de experiências opostas porque o que sucedeu consigo com o shell foi precisamente o que sucedeu comigo com o Unity e de tantas opiniões que tenho lido, muitas vezes o que sucede são meros azares que no momento podemos até nem detetar a razão e sem nos apercebermos somos vítimas da primeira impressão que é a mais duradoura e muitas vezes definitiva! Mas fala-se aqui do gnome shell e do que o seu conceito de desktop nos permite fazer.

Offline nomade

  • O negócio não tem alma
  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 1.180
  • O negócio não tem alma
    • Ver perfil
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #27 Online: 09 de Maio de 2013, 11:22 »

Depois da última atualização, o problema com o estado de espera não incomodou mais.

E parece que utlizando Ubuntu Gnome Remix eu fico de fora da coleta de informações que a Canonical embutiu no Unity 12.10 - Que bom!


vou passar uma dica que segui para o gnome shell e fiquei muito satisfeito.

http://ubuntued.info/como-criar-uma-sessao-gnome
 
assim fico com o ambiente limpo, a exceção do dock que quis por.

e ainda sobre a coleta de informação com aquela mensagem de erro a toda hora resolvi também com uma outra dica no nosso colega Cláudio novais:

http://ubuntued.info/como-desligar-as-mensagens-de-erro-apport-do-ubuntu

São realmente sugestões muito boas, aliás fiz questão de executar pelo menos a inibição do relatório de erros logo após a instalação do sistema porque a insistência com que surgia tinha importância equivalente ao valor do conteúdo e seus efeitos para o sistema, ou seja, que eu saiba, sem problemas! Quanto a criação de uma sessão gnome, não cheguei a experimentar; há certas coisas que prefiro adiar em face da minha pouca disponibilidade.

Acerca do que você referiu nomade, aceito como uma opinião muito própria (tal como referi a minha) tendo como base a experiência que tem tido com o Unity, acho que o que sucedeu connosco não passa de experiências opostas porque o que sucedeu consigo com o shell foi precisamente o que sucedeu comigo com o Unity e de tantas opiniões que tenho lido, muitas vezes o que sucede são meros azares que no momento podemos até nem detetar a razão e sem nos apercebermos somos vítimas da primeira impressão que é a mais duradoura e muitas vezes definitiva! Mas fala-se aqui do gnome shell e do que o seu conceito de desktop nos permite fazer.
Acho bacana o debate e o incentivo a qualquer projeto! Só não consigo ficar indiferente ao apedrejamento do Unity em praça pública, como sendo considerado um grande erro da Canonical, ou, também, com a falta de bom senso de alguns colegas que acham que quando um versão do Ubuntu é lançada tem que ser imediatamente estável. Reclamar pura e simplesmente, como velhinhos reumáticos, e denegrir projetos, não melhora nada.
Rodando Debian 11 Bullseye e Ubuntu Studio 21.04 com AMD Ryzen 5 2600/ ASUS Prime B450M-GAMING BR/ 16GB DDR4/ Radeon R7 260X

Offline DelRod

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
    • ACM
Re: Ubuntu Gnome Remix 12.10
« Resposta #28 Online: 10 de Maio de 2013, 16:57 »

Depois da última atualização, o problema com o estado de espera não incomodou mais.

E parece que utlizando Ubuntu Gnome Remix eu fico de fora da coleta de informações que a Canonical embutiu no Unity 12.10 - Que bom!


vou passar uma dica que segui para o gnome shell e fiquei muito satisfeito.

http://ubuntued.info/como-criar-uma-sessao-gnome
 
assim fico com o ambiente limpo, a exceção do dock que quis por.

e ainda sobre a coleta de informação com aquela mensagem de erro a toda hora resolvi também com uma outra dica no nosso colega Cláudio novais:

http://ubuntued.info/como-desligar-as-mensagens-de-erro-apport-do-ubuntu

São realmente sugestões muito boas, aliás fiz questão de executar pelo menos a inibição do relatório de erros logo após a instalação do sistema porque a insistência com que surgia tinha importância equivalente ao valor do conteúdo e seus efeitos para o sistema, ou seja, que eu saiba, sem problemas! Quanto a criação de uma sessão gnome, não cheguei a experimentar; há certas coisas que prefiro adiar em face da minha pouca disponibilidade.

Acerca do que você referiu nomade, aceito como uma opinião muito própria (tal como referi a minha) tendo como base a experiência que tem tido com o Unity, acho que o que sucedeu connosco não passa de experiências opostas porque o que sucedeu consigo com o shell foi precisamente o que sucedeu comigo com o Unity e de tantas opiniões que tenho lido, muitas vezes o que sucede são meros azares que no momento podemos até nem detetar a razão e sem nos apercebermos somos vítimas da primeira impressão que é a mais duradoura e muitas vezes definitiva! Mas fala-se aqui do gnome shell e do que o seu conceito de desktop nos permite fazer.
Acho bacana o debate e o incentivo a qualquer projeto! Só não consigo ficar indiferente ao apedrejamento do Unity em praça pública, como sendo considerado um grande erro da Canonical, ou, também, com a falta de bom senso de alguns colegas que acham que quando um versão do Ubuntu é lançada tem que ser imediatamente estável. Reclamar pura e simplesmente, como velhinhos reumáticos, e denegrir projetos, não melhora nada.

Na verdade o facto de alguns não se adaptarem, ou não ser o seu ambiente preferido, usar ou não o Unity trata-se apenas de uma questão de gosto/preferência, ou relacionado com as capacidades da máquina (computador) em uso, no meu caso especifico é apenas uma questão de operacionalidade e facilidade, (apenas uma opinião, uma preferência pessoal) e não por o considerar inestético ou com falhas, porque se calhar o Sell - gnome tem apresentado mais bugs