Autor Tópico: Frustração com LibreOffice  (Lida 11857 vezes)

Offline semcentro

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 54
  • O Ubuntu chegou!
    • Ver perfil
Frustração com LibreOffice
« Online: 06 de Junho de 2013, 20:27 »
Boa Noite pessoas!

Como vocês podem ver por esse tópico (http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,106328.msg586567.html#msg586567) tive problemas simples com a configuração das notas de rodapé da minha dissertação de mestrado. Ao final do drama eu tive que salvar o arquivo .odt original em .rtf e emulei no Microsoft Office via Wine (máquina virtual) e consegui alterar os espaços entre as notas manualmente (600 notas), mas ao tentar salvar em pdf travava tudo. Resumo: enviei para um amigo que usa Office e ele conseguiu conferir os erros e ajustes salvando em pdf para mim. Embora esse meu caso fora bem sucedido, poderia ter me prejudicado etc. Como eu não penso em voltar pra Windows e muito menos ficar usando o Wine pra rodar aplicativos proprietários e como vou continuar minhas pesquisas usando aplicativos de edição de texto no Ubuntu, gostaria de deixar aqui minha frustração em relação ao LibreOffice nesse aspecto. Não sou ingénuo e reconheço que há uma série de coisas em jogo de codificação e incompatibilidades entre os dois aplicativos etc. Que esse relato de minha frustração seja um passo pra outros acadêmicos e usuários de editores de texto no Ubuntu possam reconhecer os problemas e reivindicar em todos os âmbitos: tanto na ordem da programação do software libre (pra resolver esses pepinos), quanto exigindo nas universidades a aceitação de formatos diferentes de proprietários.
Agradeço desde já
Abraço
Rodrigo  
« Última modificação: 06 de Junho de 2013, 20:32 por semcentro »
Ubuntu 14.04
Lenovo-G450 - Processador Pentium (R) Dual-Core CPU T4300 @ 2.10GHz x2, 64-bit, 310.9 gb.

Offline garfo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.023
  • Keep easy and simple.
    • Ver perfil
    • linux
Re: Frustração com LibreOffice
« Resposta #1 Online: 06 de Junho de 2013, 20:53 »
Não só o Libreoffice, mas qualquer editor de texto de código aberto existente hoje.  :D

Infelizmente o único que funciona, e é aceito pela maioria dos professores e acadêmicos, é o Microsoft Office.
« Última modificação: 06 de Junho de 2013, 21:42 por garfo »
Garfo -  linux
"Pra quê complicar? Facilidade e simplicidade é tudo!"

Offline nomade

  • O negócio não tem alma
  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 1.186
  • O negócio não tem alma
    • Ver perfil
Re: Frustração com LibreOffice
« Resposta #2 Online: 06 de Junho de 2013, 21:18 »
Engraçado, já fiz diversos trabalhos com número alto de laudas no libreoffice e nunca tive esse problema com as notas de rodapé... que azar amigo... puxa! Acabei de fazer o teste com uma monografia que tenho aqui de 20 laudas, exportei como pdf e não deu erro nenhum nas notas de rodapé nem nada... saiu perfeitinho.
Você poderia mandar esse arquivo para mim para eu ver? Vou te mandar uma mensagem pessoal com meu e-mail.
« Última modificação: 06 de Junho de 2013, 21:25 por nomade »
Debian 11 Bullseye KDE + Kernel Liquorix

Offline alevian

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 258
    • Ver perfil
Re: Frustração com LibreOffice
« Resposta #3 Online: 06 de Junho de 2013, 22:08 »
Linux User 586375

Offline semcentro

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 54
  • O Ubuntu chegou!
    • Ver perfil
Re: Frustração com LibreOffice
« Resposta #4 Online: 06 de Junho de 2013, 22:38 »
Opa, pessoal!

Então, olhando com calma aqui após ter passado o calor do momento e a pressão dos prazos de entrega notei que o erro se deu (me parece) devido ao fato do arquivo ter sido iniciado no Office, não comecei do zero no Libre, dai toda complicação. Me lembro que havia tentado um "selecionar tudo" e notei que a numeração da nota ficou maior do que a fonte do texto da nota (10). Mas começando do zero um arquivo aqui no Libre como mostra o tutorial ai postado tá tranquilo! Bacana...
Ubuntu 14.04
Lenovo-G450 - Processador Pentium (R) Dual-Core CPU T4300 @ 2.10GHz x2, 64-bit, 310.9 gb.

Offline Sergio Benjamim

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.902
    • Ver perfil
Re: Frustração com LibreOffice
« Resposta #5 Online: 06 de Junho de 2013, 23:19 »
Eu ainda estou tentando entender, você está tentando formatar diretamente (manualmente, cada nota de rodapé), ou está tentando formatar o estilo? Se você tentar formatar o estilo do rodapé sem retirar a formatação manual feita anteriormente (botão direito e clicar em "limpar formatação direta"), fica meio impossível de se realizar os ajustes. Eu apanhava muito com isso, até aprender a limpar formatação direta e usar estilos em tudo.

Esse problema todo que você teve está mais relacionado ao fato da M$ não seguir padrões abertos do que com o LibreOffice. Imagine se todos as suítes de escritórios trabalhassem com o formato aberto ODF, será que teríamos tantos problemas? Não tem como o LibreOffice ou qualquer outra suíte ter filtros que importem os documentos sem nenhum problema (importação de .docx para .odt, por exemplo) se a M$ ainda insiste em usar recursos mal documentados ou que dependam de macros no seu formato fechado de documentos. Quer ver um extremo? Os formatos .doc, .xls e .ppt são um verdadeiro desafio para abrir fora do M$ Office, dado que são formatos binários, ou seja, a informação de documentos nesses formatos está toda codificada em 0 e 1, e dessa forma os programadores tem que fazer engenharia reversa (ou seja, advinhar) para descobrir qual a informação contida nesses documentos (textos, fórmulas, formatação, imagens e etc). No outro extremo temos o ODF, ele é tão aberto que mesmo sem uma suíte de escritório é possível se realizar modificações nos documentos: experimente pegar um texto em .odt, mude a extensão de .odt para .zip, abra com um gerenciador de arquivos, você vai encontrar uma estrutura dentro do arquivo, é possível se encontrar seu texto por lá, a formatação, figuras e etc. Outro exemplo é o formato aberto SVG, para desenhos vetoriais, é possível mesmo sem o Inkscape ou CorelDraw editar o desenho, é só abrir o documento em .svg com um editor de textos (gedit, kate, nano...) e vai estar tudo lá, em linguagem de marcação (xml).

Você podia ter mandado para nós o documento, mesmo com as páginas em branco, para a gente tentar mexer aqui.
É novo no Ubuntu? Já leu o Ubuntu – Guia do Iniciante 2.0 ?
Experimente o Xubuntu 14.04 !

Offline nomade

  • O negócio não tem alma
  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 1.186
  • O negócio não tem alma
    • Ver perfil
Re: Frustração com LibreOffice
« Resposta #6 Online: 08 de Junho de 2013, 07:50 »
Opa, pessoal!

Então, olhando com calma aqui após ter passado o calor do momento e a pressão dos prazos de entrega notei que o erro se deu (me parece) devido ao fato do arquivo ter sido iniciado no Office, não comecei do zero no Libre, dai toda complicação. Me lembro que havia tentado um "selecionar tudo" e notei que a numeração da nota ficou maior do que a fonte do texto da nota (10). Mas começando do zero um arquivo aqui no Libre como mostra o tutorial ai postado tá tranquilo! Bacana...
Realmente, esse problema já tive também, mas por sorte o texto não estava muito grande ainda e, como percebi que havia algo errado, pude recomeçar no libreoffice a tempo de não de me dar muito trabalho.
A forma como o Libreoffice insere notas de rodapé e numeração de paginas é meio diferente de como funciona no msOffice. Dá erro mesmo.
Debian 11 Bullseye KDE + Kernel Liquorix

Offline haereticus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 975
  • Xubuntu 12.04.2 x64
    • Ver perfil
Re: Frustração com LibreOffice
« Resposta #7 Online: 08 de Junho de 2013, 08:08 »
Mesmo problema que geralmente tenho aqui com formulários dos órgãos públicos, muitas tabelas e requerimentos vem no formato do office e é horrivel quando se abre com o libreoffice, mais ai o problema é de quem criou.

A receita federal já libera em .odt seus documentos.
Notebook: Samsung 305E4A-BD1 - AMD A6-3420M (Quad Core) @2.4GHz - Radeon™ 6520G 512MB - 8GB - HD 500GB - 14” LED HD - HDMI - Bluetooth - Webcam 1.3 HD - Base CoolerMaster Notepal Ergostand - Mouse X7 Oscar 750bk 3200dpi.

Sony Xperia L - Android 4.1.2

Offline EdvaldoSCruz

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.327
  • Deus é bom e JESUS CRISTO é o filho dEle.(Jo14:23)
    • Ver perfil
Re: Frustração com LibreOffice
« Resposta #8 Online: 08 de Junho de 2013, 08:12 »
Mesmo problema que geralmente tenho aqui com formulários dos órgãos públicos, muitas tabelas e requerimentos vem no formato do office e é horrivel quando se abre com o libreoffice, mais ai o problema é de quem criou.

A receita federal já libera em .odt seus documentos.

Nos setores públicos Municipais, Estaduais, Federais e afins ainda não foram mudados por falta de especialistas no ramo, principalmente de redes, por isso ainda não foram mudados.  ;D
Ignorância é não aceitar e não submeter-se a CRISTO JESUS.
Para os Iniciantes, como eu, links de solucionar problemas rapidamente.

Offline sigur

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.173
    • Ver perfil
Re: Frustração com LibreOffice
« Resposta #9 Online: 08 de Junho de 2013, 14:38 »
Putz. Com um trabalho importante, uma dissertação, o ideal mesmo é usar LaTeX. Nada é melhor. Fica 100% seguro e as referências cruzadas ficam ótimas.

Offline EdvaldoSCruz

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.327
  • Deus é bom e JESUS CRISTO é o filho dEle.(Jo14:23)
    • Ver perfil
Re: Frustração com LibreOffice
« Resposta #10 Online: 09 de Junho de 2013, 13:43 »
Código: [Selecionar]
[code author=semcentro link=topic=106393.msg587049#msg587049 date=1370561267]
Boa Noite pessoas!

Como vocês podem ver por esse tópico ([url=http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,106328.msg586567.html#msg586567]http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,106328.msg586567.html#msg586567[/url]) [i]tive problemas simples com a configuração das notas de rodapé da minha dissertação de mestrado[/i]. Ao final do drama eu tive que salvar o arquivo .odt original em .rtf e emulei no Microsoft Office via Wine (máquina virtual) e consegui alterar os espaços entre as notas manualmente (600 notas), mas ao tentar salvar em pdf travava tudo. Resumo: enviei para um amigo que usa Office e ele conseguiu conferir os erros e ajustes salvando em pdf para mim. Embora esse meu caso fora bem sucedido, poderia ter me prejudicado etc. Como eu não penso em voltar pra Windows e muito menos ficar usando o Wine pra rodar aplicativos proprietários e como vou continuar minhas pesquisas usando aplicativos de edição de texto no Ubuntu, gostaria de deixar aqui minha frustração em relação ao LibreOffice nesse aspecto. Não sou ingénuo e reconheço que há uma série de coisas em jogo de codificação e incompatibilidades entre os dois aplicativos etc. Que esse relato de minha frustração seja um passo pra outros acadêmicos e usuários de editores de texto no Ubuntu possam reconhecer os problemas e reivindicar em todos os âmbitos: tanto na ordem da programação do software libre (pra resolver esses pepinos), quanto exigindo nas universidades a aceitação de formatos diferentes de proprietários.
Agradeço desde já
Abraço
Rodrigo   

Se o problema é esse Garotão, a solução está aqui: Modelo de artigo científico formato ODT
« Última modificação: 09 de Junho de 2013, 13:50 por EdvaldoSCruz »
Ignorância é não aceitar e não submeter-se a CRISTO JESUS.
Para os Iniciantes, como eu, links de solucionar problemas rapidamente.

Offline Solid One

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 276
  • Linux for human beings
    • Ver perfil
Re: Frustração com LibreOffice
« Resposta #11 Online: 17 de Junho de 2013, 08:50 »
Cara, ano passado eu fiz uma monografia do começo ao fim no LibreOffice, e com tudo que tem direito: paginação, cabeçalhos, rodapés, etc. Ficou ótimo, muito mais fácil de manter do que no Microsoft Office (se bem que eu tava muito mais acostumado com o LibreOffice, o que ajudou também).

Mas entendo que, no começo, as diferenças entre MsOffice e LibreOffice (ou qualquer outra suíte de escritório) podem encher o saco. No entanto, uma coisa é fato: isso é natural de acontecer entre suítes de escritório diferentes. Você sempre terá problemas de formatação, desconfiguração do documento, fontes faltando, etc.

O segredo pra dar tudo certo é: pelo menos no caso de monografias, que são documentos extremamente criteriosos, não misture suítes de escritório. Se você começou no MsOffice, termine no MsOffice. Se começou no LibreOffice, termine no LibreOffice. Além disso, embora não seja um ponto crítico, é bom atentar-se à versão da suíte de escritório que você está usando. Se começou a monografia no MsOffice 2007, não é bom terminar no 2003 pois poderão haver problemas de formatação.

No meu caso, eu fiz tudo no LibreOffice, mas enviava cópias em DOC para meu orientador, avisando a ele que pode desconsiderar eventuais quebras de formatação. No fim de tudo, exportei a monografia em PDF, imprimi, apresentei, e após as correções eu encadernei. Deu tudo certo, de modo que sinto-me bem mais familiarizado a fazer outro trabalho no LibreOffice do que no MsOffice.