Autor Tópico: Uma distro quase perfeita!  (Lida 33635 vezes)

Offline rihoem

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 123
    • Ver perfil
Re: Uma distro quase perfeita!
« Resposta #15 Online: 17 de Fevereiro de 2014, 20:09 »
Sorte sua, mas basta ver em qualquer tópico de ajuda aqui no fórum, que geralmente o primeiro pedido é o usuário postar o resultado dos comandos 'lspci' e 'lsusb'...

Olá,

Num forum de suporte de qualquer sistema, devem ser pedidos comandos para se identificar e diagnosticar o problema.

Sendo assim, pedir lsusb, lspci, dmesg, hwinfo, lsmod, etc, é normal e necessário.

Se não existe problema na maquina, o que levaria uma pessoa vir aqui pedir ajuda?

Eu tenho tudo Intel, logo tudo funciona de primeira, pois utilizo placas e periféricos de primeira linha. Com isto as chances de algo não funcionar é pequena.

Mac, hp, lenovo, asus, dell, etc não dão muito trabalho, geralmente bluetooth e placa wifi, ou novas tecnologias como video hibrido.

A questão não era se existe ou não problema em algum lugar do sistema, a questão era que em algum momento o usuário vai ter que encarar um terminal, pois não haverá interface gráfica nem aplicações que façam determinada função. Obviamente não é uma generalização, e a maioria das distribuições e projetos trabalha para haver facilidade na resolução de problemas ou nas configurações, quando necessário. O Ubuntu, sendo destinado a usuários leigos, tenta na medida do possível trazer ferramentas gráficas para a maior parte das configurações do sistema. Mas ainda não chegamos ao ponto em que tudo pode ser feito longe do terminal. Só isso.

Offline Tota

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 14.982
    • Ver perfil
Re: Uma distro quase perfeita!
« Resposta #16 Online: 17 de Fevereiro de 2014, 20:50 »
Assim sob este ponto de vista eu concordo.

Mas nem no windows é tudo gráfico. Opções avançadas ou remoção de software mal escrito até no Windows tem que ser feito "na unha".

O melhor do pinguim é que as mensagens do sistema são claras, diferente do "este programa executou uma operação ilegal e será fechado", "consulte o administrador do sistema", ou uma tela azul com erro 0Xe34.

A questão é que um usuario windows nesta hora formata o sistema, e no pinguim não.

Offline Turritopsis nutricula

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
Re: Uma distro quase perfeita!
« Resposta #17 Online: 26 de Fevereiro de 2014, 11:28 »
Ué pessoal. É só usar o programa hardinfo que eu não irei precisar digitar esses comandos no terminal. E de quebra ele me dá uma lindo relatório ilustrado do meu hardware.

Offline rihoem

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 123
    • Ver perfil
Re: Uma distro quase perfeita!
« Resposta #18 Online: 26 de Fevereiro de 2014, 11:55 »
Assim sob este ponto de vista eu concordo.

Mas nem no windows é tudo gráfico. Opções avançadas ou remoção de software mal escrito até no Windows tem que ser feito "na unha".

O melhor do pinguim é que as mensagens do sistema são claras, diferente do "este programa executou uma operação ilegal e será fechado", "consulte o administrador do sistema", ou uma tela azul com erro 0Xe34.

A questão é que um usuario windows nesta hora formata o sistema, e no pinguim não.

Exato. Nem no MAC é possível fugir sempre do terminal. E por outro lado existem projetos e distribuições que tentam justamente evitar aplicativos gráficos demais :P Tudo questão de opções para o freguês.

Ué pessoal. É só usar o programa hardinfo que eu não irei precisar digitar esses comandos no terminal. E de quebra ele me dá uma lindo relatório ilustrado do meu hardware.

Certamente. E essa é a opção mais recomendada para usuários leigos. Mas para quem tem pressa, um comando no terminal pode fornecer informações específicas mais rapidamente. Ou, caso haja algum problema (seja na interface gráfica, ou para instalar/rodar o próprio hardinfo), sempre haverá um terminal pacientemente esperando um comando para executar :D

Offline pylm69

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 476
    • Ver perfil
Re: Uma distro quase perfeita!
« Resposta #19 Online: 26 de Fevereiro de 2014, 20:01 »
 Fugir do terminal é meio que ir contra si mesmo, até pq, uma hora ou outra vc vai precisar instalar aquele driver da nivdia, ou atualizar o mesa e o xorg não vai querer subir e vc vai ter que se virar num terminal, então sempre que puder, vai treinando, usando pouco a pouco até poder se virar sem uma interface gráfica até pq isso um dia pode ser necessário.
Rolling Release é o máximo \o/