Autor Tópico: Funcionamento do Grub com HD + SSD  (Lida 26444 vezes)

Offline andpensador

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 116
    • Ver perfil
Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Online: 31 de MAR?O de 2014, 22:33 »
Amigos, poderiam me confirmar uma informação passada por um técnico em informática que está instalando um drive SSD no meu PC?
É o seguinte, ele me disse que o Grub só funciona se os Sistemas operacionais do dual boot estiverem no mesmo drive.
Procede?
Ele argumenta que como o Windows 7 foi instalado no SSD e o Ubuntu 12.04 está no HD, o Grub não funciona e eu tenho que entrar nas opções de boot ao ligar o computador se quiser escolher o Ubuntu, selecionando o drive (HD) onde ele está, senão o Windows irá inicializar direto pelo SSD.

Offline Tota

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 14.982
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #1 Online: 31 de MAR?O de 2014, 23:00 »
Melhor mesmo é trocar de técnico

Não existe razão para afirmar isto.

O Ubuntu pode ser instalado em qualquer hd e em qualquer partição, seja primária ou estendida.

O grub tem que estar (para dual boot) no primeiro hd declarado na BIOS / UEFI, caso contrário fica mais difícil gerenciar o boot (mas não impossível)

Aposto até que este técnico instalou a swap do windows no ssd e não no hd, além de ter deixado os arquivos pessoais da pasta /users ali.
« Última modificação: 31 de MAR?O de 2014, 23:02 por Tota »

Offline Sergio Benjamim

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.902
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #2 Online: 01 de Abril de 2014, 05:59 »
Pois é, faça como o Tota falou, troque de técnico...

Por experiência própria eu posso falar: tenho um notebook com HD + SSD de 128 GB, funciona que é uma beleza. Eu deixo o UEFI habilitado, e os dois discos usam GPT como tabela de partição (isso é importante, para ter compatibilidade com o uefi).

Com uma configuração mais ou menos assim deve funcionar no seu (levando em conta que você sabe mexer no Gparted e irá instalar o windows no HD, e o Ubuntu com a opção de "Instalação Avançada"):

Se o SSD for /dev/sda

/dev/sda1 - partição EFI em FAT32, 100 MiB
/dev/sda2 - EXT4 de 1 ou 2 GiB para o /boot (importante: o gerenciador de inicialização, grub, será instalado aqui, tem uma caixa de seleção para isso)
/dev/sda3 - EXT4 de 40 GiB para o /
(eu deixei um espação sobrando no meu SSD, para over provisioning, você pode deixar de 10 à 20% do seu SSD)

Se o HD for /dev/sdb:

/dev/sdb1 - partição EFI em FAT32, 100 MiB (importante: na hora de instalar o ubuntu, marque essa partição como não utilizada)
/dev/sdb2 - ? windows
/dev/sdb3 - ? windows
/dev/sdb4 - ? windows
/dev/sdb5 - ? windows
/dev/sdb6 - 4 GiB para o linux-swap
/dev/sdb7 - de 2 à 10 GiB em EXT4 para o /var (esse ponto de montagem do linux tem muito escrita em disco, importante ficar no HD)
/dev/sdb8 - 20 à 100, 200 ou 300, depende do quanto você acha que deve ter para o /home do linux

Recomendo fortemente em retirar o windows do SSD.

As partições /dev/sdb2 à 5 são genéricas, eu não sei exatamente quantas partições o windows usa (varia da sua instalação, se é o windows 8 que vem de fábrica já instalado vai depender se é sony, asus, hp...).

Ainda há o ponto de montagem /tmp, você pode montar ele em tmpfs, ou seja, ele ficará lá na memória RAM. Se você não fizer nada, ele ficará no SSD, e assim como o /var, ele tem bastante escrita em disco, e isso não é bom para o SSD. O /var/cache/apt também coloquei na RAM. Eu tenho 8 GB de Ram, então tenho memória sobrando para essas coisas.

Eu postei em um tópico o que fiz no meu notebook, com mais detalhes, dá uma pesquisada.
É novo no Ubuntu? Já leu o Ubuntu – Guia do Iniciante 2.0 ?
Experimente o Xubuntu 14.04 !

Offline Sergio Benjamim

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.902
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #3 Online: 01 de Abril de 2014, 06:02 »
Eu não tenho o windows instalado, mas tenho dois ubuntus: um está no SSD (somente o / e o /boot, configuração parecida com que mostrei acima), e o outro está no HD. O Grub consegue acessar os dois normalmente.
É novo no Ubuntu? Já leu o Ubuntu – Guia do Iniciante 2.0 ?
Experimente o Xubuntu 14.04 !

Offline andpensador

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 116
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #4 Online: 01 de Abril de 2014, 09:38 »
"Aposto até que este técnico instalou a swap do windows no ssd e não no hd"
Swap do Windows?! Tem isso?  ???

"Recomendo fortemente em retirar o windows do SSD."
Sérgio, a ideia do Windows no SSD foi deixá-lo mais veloz, já que ainda preciso usar muito esse sistema e cada inicialização costuma ser bem lenta. Na verdade, comprei o SSD exclusivamente com esse intuito, pois estava satisfeito com o desempenho do Ubuntu quanto à inicialização e velocidade de abertura dos programas.
Qual a razão da sua recomendação?

"Eu deixo o UEFI habilitado, e os dois discos usam GPT como tabela de partição (isso é importante, para ter compatibilidade com o uefi)."
Onde eu habilito/desabilito o UEFI? É na BIOS?
No momento de particionar, tem essa opção, de usar GPT? Ainda não tinha ouvido falar disso...

"eu deixei um espação sobrando no meu SSD, para over provisioning, você pode deixar de 10 à 20% do seu SSD"
Lá no GParted, quando estiver particionando a unidade, é que reservo o espaço de over provisioning?

É tranquilo o procedimento de colocar cada pasta dessa numa partição diferente (/, /boot, /var, /home, etc)?
Essa "partição EFI em FAT32, 100 MiB" tem que estar nos 2 drives (SSD e HD)?

Obrigado pelas respostas!
« Última modificação: 01 de Abril de 2014, 09:46 por andpensador »

Offline Sergio Benjamim

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.902
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #5 Online: 01 de Abril de 2014, 11:34 »

"Recomendo fortemente em retirar o windows do SSD."
Sérgio, a ideia do Windows no SSD foi deixá-lo mais veloz, já que ainda preciso usar muito esse sistema e cada inicialização costuma ser bem lenta. Na verdade, comprei o SSD exclusivamente com esse intuito, pois estava satisfeito com o desempenho do Ubuntu quanto à inicialização e velocidade de abertura dos programas.
Qual a razão da sua recomendação?

O windows vai acabar com o tempo de vida útil do seu SSD rapidinho. No Linux, eu sei os truques de usar um SSD, que é deixar o que tende a fazer mais leituras do que escrita em disco no SSD (ou seja, o /boot e a /, você não vai ficar instalando programa frenéticamente, certo?). O que costuma fazer mais escrita em disco eu deixo no HD. Agora no windows? sei lá... vai ter que procurar ajuda em fórum do windows.



"Eu deixo o UEFI habilitado, e os dois discos usam GPT como tabela de partição (isso é importante, para ter compatibilidade com o uefi)."
Onde eu habilito/desabilito o UEFI? É na BIOS?
No momento de particionar, tem essa opção, de usar GPT? Ainda não tinha ouvido falar disso...

Nesses computadores ou notebooks mais novos o UEFI já vem habilitado. É na bios que você desabilita ou habilita ele. Seu computador tem esse recurso, e está habilitado? Se não tiver, a abordagem é um pouco diferente, você vai ter que criar partição estendida (para ter mais de 4 partições por disco, lá no antigo sistema MBR).

No Gparted você vai no menu Periférico --> Criar uma tabela de partição, e lá tem opção para escolher GPT, em "avançado" se não me engano. Eu já postei coisa à respeito, inclusive com imagens, dê uma procurada. Mas verifica primeiro se tem uefi e se está habilitado.



"eu deixei um espação sobrando no meu SSD, para over provisioning, você pode deixar de 10 à 20% do seu SSD"
Lá no GParted, quando estiver particionando a unidade, é que reservo o espaço de over provisioning?

É tranquilo o procedimento de colocar cada pasta dessa numa partição diferente (/, /boot, /var, /home, etc)?
Essa "partição EFI em FAT32, 100 MiB" tem que estar nos 2 drives (SSD e HD)?


É só criar as partições lá pelo Gparted, e deixar um espaço sem formatar, simples assim. Over provisioning é espaço não usado. Como foi esse técnico que instalou o windows no SSD, eu duvido que ele tenha deixado espaço para over provisioning (será que ele sabe o que é isso?).

É tranquilo de criar os pontos de montagem do sistema ( /, /boot, /var e /home ), isso é pela Instalação Avançada do Ubuntu.

É bom ter duas partições EFI, uma para cada disco, pois se der problema na instalação de um dos sistemas, não altera o outro (para ter certeza que o ubuntu não vai mexer nos arquivos de inicialização do windows, por exemplo). E se der problema no Grub, você consegue trocar entre o windows e ubuntu pela Bios. Só que essa partição EFI só existe se você estiver usando UEFI + GPT. Caso contrário, desconsidere.
É novo no Ubuntu? Já leu o Ubuntu – Guia do Iniciante 2.0 ?
Experimente o Xubuntu 14.04 !

Offline Tota

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 14.982
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #6 Online: 01 de Abril de 2014, 11:44 »
"Aposto até que este técnico instalou a swap do windows no ssd e não no hd"
Swap do Windows?! Tem isso?  ???

Sim, tem isto no Windows. Lá eles chamam de memoria virtual => http://windows.microsoft.com/en-us/windows/change-virtual-memory-size#1TC=windows-7

No Windows NT, 2000, XP, Vista, 7, 8 e 8.1  chama-se=> PAGEFILE.SYS e fica em C:\
No Windows 95, 98, e ME chama-se=> WIN386.SWP e fica em C:\
E no Windows 3.x chama-se=> 386PART.PAR e fica em C:\WINDOWS

Este é o arquivo de paginação do Windows, ou swap

"Recomendo fortemente em retirar o windows do SSD."
Sérgio, a ideia do Windows no SSD foi deixá-lo mais veloz, já que ainda preciso usar muito esse sistema e cada inicialização costuma ser bem lenta. Na verdade, comprei o SSD exclusivamente com esse intuito, pois estava satisfeito com o desempenho do Ubuntu quanto à inicialização e velocidade de abertura dos programas.
Qual a razão da sua recomendação?

Nenhuma razão aparente. o Sérgio deve ter assumido que vai utilizar o Ubuntu como primeiro sistema, logo o windows no HD e não no SSD deixaria mais espaço para o pinguim.



O windows vai acabar com o tempo de vida útil do seu SSD rapidinho. No Linux, eu sei os truques de usar um SSD, que é deixar o que tende a fazer mais leituras do que escrita em disco no SSD (ou seja, o /boot e a /, você não vai ficar instalando programa frenéticamente, certo?). O que costuma fazer mais escrita em disco eu deixo no HD. Agora no windows? sei lá... vai ter que procurar ajuda em fórum do windows.

Se quiser fazer, Sergio, estou explicando abaixo... Basta editar o Registro do Windows



"Eu deixo o UEFI habilitado, e os dois discos usam GPT como tabela de partição (isso é importante, para ter compatibilidade com o uefi)."
Onde eu habilito/desabilito o UEFI? É na BIOS?
No momento de particionar, tem essa opção, de usar GPT? Ainda não tinha ouvido falar disso...

Depende se sua maquina é nova (um, dois anos) ou antiga (mais de dois anos). Maquinas novas ou os MAC já vêm com EFI instalado e vêm com BIOS também por compatibilidade (os MAC não). Depois de 2015 só existirá UEFI, BIOS deixará de existir.

Quando do uso de UEFI, este não aceita particionamento IBM/MBR, só GPT ( um modo "moderno" de particionar discos, veja na Wikipédia que explica bem até para leigos)

"eu deixei um espação sobrando no meu SSD, para over provisioning, você pode deixar de 10 à 20% do seu SSD"
Lá no GParted, quando estiver particionando a unidade, é que reservo o espaço de over provisioning?

Discos SSD não podem funcionar totalmente carregados com dados, a sua geometria é diferente de um HD analógico. Alguns recomendam então deixar um "espaço em branco" nos discos SSD para o caso de ter disco cheio.

É tranquilo o procedimento de colocar cada pasta dessa numa partição diferente (/, /boot, /var, /home, etc)?
Essa "partição EFI em FAT32, 100 MiB" tem que estar nos 2 drives (SSD e HD)?

Não é tranquilo se o sistema já estiver instalado (mas dá para fazer editando-se o arquivo fstab). Caso queira "começar do zero", faça da seguinte forma:

Back up de todos os seus arquivos importantes em mídia externa confiável é obrigatório

1) Com o dvd do Windows ou do Ubuntu, crie duas partições primárias no disco SSD. A primeira em NTFS com espaço para o Windows (pelo menos 30 Gigas) e outra em ext4 para o Ubuntu com 10 gigas (só dá para fazer com o dvd do Ubuntu, no Windows tem que deixar como "espaço não alocado)

Se desejar "over provisioning" crie um espaço não alocado no início do SSD também, e deixe ele sem formatação (espaço não alocado)

2) Ainda como DVD na maquina, crie no HDD uma partição primária em NTFS para os dados pessoais dos usuários do Windows (pasta /users) e para o pagefile.sys. Depois outra partição para os dados pessoais dos usuários Linux (/home), outra para o ambiente /var (eu não uso assim, mas é você quem decide) e ainda outra (com o dobro de sua RAM) para SWAP (se deseja hibernar a maquina)

3) Instale o Windows

4) Depois de instalado, mova a pasta /users do Windows para o HD na partição correspondente. A seguir vá ao "painel de controle" e mova o arquivo de paginação para esta mesma partição.

5) Com o Windows testado e funcionando, instale o Ubuntu.

6) No momento de instalar o Ubuntu, na fase de particionar o disco, escolha instalar a raiz "/" do sistema no SSD, a /home e a /var no HD analógico na partição correspondente do HD e finalmente na ultima partição crie o arquivo de SWAP (partição SWAP)

Alguns recomendam deixar a swap no inicio do HD pois dá mais velocidade ao sistema, mas depois você pode ter problemas se desejar redimensionar suas partições

7) instale o GRUB na primeira partição do SSD ( ou na partição oculta EFI caso ela exista, só maquinas novas)

Em linhas gerais ficaria assim:

No Windows ( Windows não "enxerga" partições Linux):

SSD => C:/ (com o Windows)

HD => D:/ ( Windows com a pasta /users e pagefile.sys)

No Ubuntu:

SSD:
/dev/sda1 => Windows e GRUB

/dev/sda2 => Ubuntu

HDD:
/dev/sdb1 => Pasta /users e pagefile do Windows

/dev/sdb2 => pasta /home do Linux e eventualmente pasta /var do Linux

/dev/sdb3 => SWAP do Linux

Ao fim da instalação, e com tudo funcionando, restaria alterar o arquivo fstab no Ubuntu para mover a pasta /tmp do Linux para as memórias Ram, declarando no fstab o tmpfs ( temos varias instruções de como fazer aqui mesmo no fórum ou na rede)

Ainda daria para "tunar" mais ainda o sistema, enviando a pasta /temp do Windows para ram (criando um disco de ram ou ramdisk) ou para o HDD ( precisa editar o Registro do Windows, um serviço para usuarios bem avançados), alterar o local do arquivo hiberfil.sys (hibernação) do Windows para o HDD ( editando o Registro do Windows, também avançado) e desligando o HDD no Ubuntu (melhora e economiza energia nos casos de laptops) e finalmente removendo no Ubuntu arquivos desnecessários à inicialização como bluetooh por exemplo, e o zeitgeist (caso não deseje indexação de arquivos na pesquisa) bem como removendo no GRUB o splash screen ( tela roxa do Ubuntu).

Com tudo isto, seu Windows carregaria em aproximadamente 20 segundos e desligaria em 10, e seu Ubuntu carregaria em 15 segundos e desligaria em 5.

Quando quiser instalar o Windows 8 / 8.1 não esqueça também de desabilitar o desligamento por cache, caso contrário o Ubuntu não irá inicializar ( só nos 8 / 8.1)

Boa diversão.
« Última modificação: 01 de Abril de 2014, 12:08 por Tota »

Offline andpensador

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 116
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #7 Online: 01 de Abril de 2014, 11:59 »
Meus agradecimentos sinceros, Sérgio e Tota!
Agora, mãos à obra.

(será que recebo de volta o dinheiro que paguei a esse técnico de informática mau informado?...)  ::)

Offline Tota

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 14.982
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #8 Online: 01 de Abril de 2014, 12:12 »
(será que recebo de volta o dinheiro que paguei a esse técnico de informática mau informado?...)  ::)

Certo ou errado, ele fez o serviço de colocar o SSD na maquina (4 parafusos do gabinete, mais 4 do SSD e plugar dois cabos, um de energia e outro de dados)

cobrou também pelo tempo gasto em instalar os dois sistemas.

Difícil receber o dinheiro de volta, já que tudo funciona de qualquer maneira.

Offline andpensador

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 116
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #9 Online: 01 de Abril de 2014, 13:39 »
Kkkkkkk
Estava brincando. Não vou pedir o dinheiro de volta ao cara.
Mas, também não volto mais lá, né?

Quanto a essa parte:
"2) Ainda como DVD na maquina, crie no HDD uma partição primária em NTFS para os dados pessoais dos usuários do Windows (pasta /users) e para o pagefile.sys. Depois outra partição para os dados pessoais dos usuários Linux (/home), outra para o ambiente /var (eu não uso assim, mas é você quem decide) e ainda outra (com o dobro de sua RAM) para SWAP (se deseja hibernar a maquina)"
Todas estas partições precisam ser primárias?
« Última modificação: 01 de Abril de 2014, 13:44 por andpensador »

Offline Tota

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 14.982
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #10 Online: 01 de Abril de 2014, 14:02 »
Para o windows sim ( apesar do win7 não precisar, mas é mais coerente com o sistema)

Para o Ubuntu não, ou tanto faz...

O esquema IBM/MBR admite 4 partições primárias ou até 3 primarias e uma estendida com até 63 partições lógicas

http://pt.m.wikipedia.org/wiki/Master_Boot_Record

Como você irá usar dois discos, não haverá necessidade de partição estendida com discos lógicos.

Em GPT isto já é diferente => http://pt.m.wikipedia.org/wiki/Tabela_de_Partição_GUID

Você pode ter "n" partições primárias com 2 terabytes cada, o que não deve ser o seu caso

[]'s

Offline Tota

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 14.982
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #11 Online: 01 de Abril de 2014, 14:26 »
Ainda acho que um tópico fixo sobre esse assunto deveria ser criado ;D

Não vejo o por quê pelas seguintes razões:

1) particionamento não depende de sistema operacional

2) "gosto" pessoal é subjetivo (mover ou não a pasta "x" para o disco "y" por ex.)

3) depende do numero de discos usados e do esquema empregado (mbr / gpt / Raid0, 1, 2, 3, 4, 5, 6)

4) depende do numero de sistemas instalados

5) depende da destinação da maquina (uso pessoal, servidor, banco de dados, só firewall com ou sem dhcp, cluster, servidor web/ftp, etc) cada uma exige um esquema de particionamento diferente.

E por aí vai...

O esquema proposto por cada fabricante/desenvolvedor de sistema operacional sempre admite um sistema apenas (o seu próprio) e testa exaustivamente até para dar comodidade aos usuários onde o melhor é o menor índice de intervenções possíveis pelo próprio usuário.

Quer usar um Windows sem antivirus? Lógico que dá. Edite o registro, troque o nome do sistema de windows para "janelas" por exemplo, troque o nome dos "arquivos de programas" por outro e troque as pastas "app data" e "local files" por outro nome, coloque senha no administrador, crie um usuário sem privilégios administrativos para uso rotineiro.

Com isto, os vírus não terão permissão de instalação (nem os programas normais) e não saberão o de se instalar, elimina do 90% dos vírus no sistema. Aí começa a dor de cabeça. Para instalar um programa novo, é preciso logar como administrador, dar permissão ao usuário para acessar o programa, deslogar do admin. E logar como usuário... Ninguém (usuário normal) faz isto.

No Linux é igual, mas como já vem com sistema de permissões é mais seguro nativamente, porém tem gente que não gosta nem do sudo e quer ter um Linux sempre como root (por preguiça, vai saber...). Imagine ter que administrar pasta /boot, /var, /usr quando estas estiverem cheias de dados...

Mais nem sempre é melhor. Uma pasta pessoal separada da do sistema, tanto no windows como no Linux já é de bom tamanho...

Para o dia a dia é o que basta.

(Opinião pessoal, lógico)

Offline Renan Rischiotto

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.888
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #12 Online: 01 de Abril de 2014, 14:32 »
Oloco, isso que eu chamo de um usuário avançado kkkk

Mas sei lá, acho que um tópico fixo com as opções mais comuns para um usuário doméstico seria uma boa, ou então um tópico gigantesco com todas as opções possíveis rsrs
« Última modificação: 01 de Abril de 2014, 14:58 por Renan Rischiotto »

Offline Tota

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 14.982
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #13 Online: 01 de Abril de 2014, 14:45 »
Esse assunto de EFI já está sendo muito discutido aqui no fórum, muita gente tem esse problema, mas se vocês acham bom dar uma explicação para cada usuário que perguntar tudo bem rsrs

Espere o 14.10 sair em outubro e estará tudo resolvido com UEFI.

É só esta fase de transição a que estamos passando. BIOS e MBR estão morrendo mesmo.

O foco vai mudar, será configurar telas touch em breve. Eheheheh...

Offline jkmsjq

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.343
  • Ubuntu Member
    • Ver perfil
Re: Funcionamento do Grub com HD + SSD
« Resposta #14 Online: 01 de Abril de 2014, 21:31 »
Duas coisas que quando estiverem 100% maduras no GNU/Linux facilitarão a vida de todo usuário, iniciante ou não: o tal do UEFI e as placas gráficas híbridas...!!!
LinuxUser: 548942 / Dando um tópico como resolvido
"A verdade só é agressiva a quem vive de mentiras". Autor desconhecido.
Twitter: @jeisonkertesz