Autor Tópico: Notebook DELL 3583 + GRUB + Ubuntu 22.04 + Windows10  (Lida 205 vezes)

Offline Daltro

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 43
  • Tô chegando lá !!!
    • Ver perfil
    • Meu site
Notebook DELL 3583 + GRUB + Ubuntu 22.04 + Windows10
« Online: 15 de Setembro de 2022, 15:42 »
Srs,

Estou numa gerra terrível com a DELL Computadores sobre um problema que ocorre no meu notebook Inspiron 3583.
Dentre os muitos absurdos que o suporte técnico da DELL afirma e que consegui rebate-los ficou apenas 1 que não consegui nada, a não ser o bom senso, que possa provar a falsa afirmação e, por isso estou recorrendo aos senhores:
"Com o equipamento com DualBoot, o HD é reduzido para 2200 RPM, assim tendo problemas de performance"

Gostaria de saber dos senhores se alguém conhece alguma documentação do GRUB que de alguma forma possa afirmar ou negar tal afirmação.
Particularmente, creio que, a grosso modo, o GRUB é um gerenciador de boot que simplesmente diz ao computador que deve-se acionar este ou aquele Sistema Operacional e portanto, não tem qualquer interferencia no desempenho do HD, SSD ou outro sistema que seja mas, como isso certamente, se tornará uma questão judicial, necessito de provas.

Agradeço desde já a colaboração
Daltro 

Offline sigur

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.168
    • Ver perfil
Re:Notebook DELL 3583 + GRUB + Ubuntu 22.04 + Windows10
« Resposta #1 Online: 16 de Setembro de 2022, 11:59 »
Questão interessante. Não sei sobre isso, mas por curiosidade, busquei algo no Google.

Encontrei um comentário do seguinte tipo:

Citar
This is not true for an HDD. If the new OS is installed on the slower section of the HDD, performance will be severely affected. An HDD read/write speed can vary by 20-50% depending on where it is reading/writing. This can cause the OS to be more sluggish, because everything takes a lot longer to load. If things are bad, this can cause the whole system to lock up a lot more, just waiting for all the I/O to get done.

A discussão completa pode ser encontrada aqui: https://askubuntu.com/q/1394424/87678
Em especial, essa resposta, que contém links também.: https://askubuntu.com/a/1394560/87678
« Última modificação: 16 de Setembro de 2022, 12:02 por sigur »

Offline Daltro

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 43
  • Tô chegando lá !!!
    • Ver perfil
    • Meu site
Re:Notebook DELL 3583 + GRUB + Ubuntu 22.04 + Windows10
« Resposta #2 Online: 16 de Setembro de 2022, 13:28 »
Sigur,

Veririfiquei o tópico completo e me parece haver um certa confusão quanto a finalidade do gerenciador de boot.
Utilizando o meu notebook como exemplo, quando eu escolho o boot pelo Windows, o gerenciador de discos nem mesmo "enxerga" a partição onde está instalado o Linux.
Quando escolho o boot pelo Linux, este "enxerga" as partições do Windows como pastas, ou seja, simples arquivos contidos dentro do HD. Entretanto, deve-se entender que estes ultimos não estão em uso portanto, não têm o poder de interferir no desempenho do HD ou do computador em geral.
Creio que a confusão do pessoal que responde àquele tópico é no momento que se usa o gerenciador de boot como "máquina virtual" (o que nunca ví e nem mesmo ouvi falar, mas...) . Considerando um computador onde existem "n" máquinas virtuais é claro que a cada nova máquina acionada, existe o compartilhamento da eletrônica como um todo, e aí é um fato que haverá perda de performance do equipamento.
Eu entendi isso...

Sds,
Daltro

Offline sigur

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.168
    • Ver perfil
Re:Notebook DELL 3583 + GRUB + Ubuntu 22.04 + Windows10
« Resposta #3 Online: 16 de Setembro de 2022, 15:51 »
A coisa não é tão simples.

Eu acho que o problema é que, quando se instala o Grub (por causa do Linux) ele não usará toda a potência de velocidade do seu disco.

O fato de ver ou não as partições, isso não tem relação com seu problema. O Windows provavelmente não lida com partições ext4, por exemplo, e daí não deve deixar você ler os dados. Já o Linux, consegue ler a partição do Windows.

Bem, não posso ajudar muito mas, em geral, o pessoal do Stack Exchange costuma saber das coisas.