Autor Tópico: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.  (Lida 12673 vezes)

Offline fortunato

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 18
  • Viver é muito perigoso... (Guimarães Rosa)
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #15 Online: 11 de Novembro de 2006, 09:48 »
greylica, sua teoria faz sentido.

Mas no br-linux, vi alguns comentários que dão uma outra explicação, mais simples e com resultados que serão quase imediatos:

Citar
(...) O Eben Moglen afirmou publicamente que o acordo poderia violar a GPL, e ele é uma autoridade no assunto, aí a Novell também afirmou publicamente que acha que não viola, e convidou o próprio Moglen para auditar, e ele aceitou. Acho que foi interessante da parte dela ter convidado, e mais interessante ainda ele ter aceitado, já que reune 2 condições essenciais pra isso: autoridade e credibilidade.

Ademais, se ele verificar que o acordo viola a GPL, não vai bastar para a Novell pagar multa contratual para a Microsoft, uma vez que a seção 7 da GPL2 vai imediatamente remover da Novell o direito de distribuir todos os softwares GPL desenvolvidos por terceiros que ela estiver distribuindo. Portanto, a conseqüência é imediata e (na prática) inegociável, até que ela resolva a questão. (...) Será que a Microsoft não pensou nisso quando fez o acordo? colocando a Novel em uma posição que ela ou abandona todos os Softwares GPL ou paga uma multa contratual altíssima?
Fonte: http://br-linux.org/linux/novell-pede-a-eben-moglen-que-avalie-se-acordo-com-a-microsoft-viola-a-gpl

Portanto, a meu ver, seria a quebra da Novell.

Outra coisa chocante foi a reação de um membro conhecido da Comunidade SUSE Brasil, o Icoslau, também no br-linux:

Citar
Alguns podem ler e querer tirar satisfação, outros podem pensar que o mundo está acabando (dado meu xiitismo - como alguns citaram ai acima, não a meu respeito - pelo SuSE Linux), mas pondero alguns detalhes.

Sempre fiel a familia Novell, após contato com a mesma, estive fervorosamente defendendo a empresa, e principalmente o SuSE Linux, nos ultimos tempos. Conquistei muitos amigos, inimigos também, mas conseguimos consolidar uma comunidade que a muitos ajudou, ajuda, e estará ajudando aqueles que dependem de assitencia com esta incrivel distribuição.

Sucesso tivemos muitos, fracassos também, mas apioamos uma ideia de distribuição que sempre consideramos uma das destaques no campo a que se prestava. Porém hj, não da distribuição atualmente em uso, mas das futuras, particularmente, não posso afirmar o mesmo.

Legal, cooperação é algo bom, contribui para o desenvolvimento das partes envolvidas, evolui o pensamento humano e todo aquele bla, bla, bla. Mas, vejo problemas nessa "cooperação".

Agua e azeite não se misturam (parece que em determinadas circustancias especiais é possivel) e isso todos compreendemos. Cães e gatos (circunstancias novamente) não se misturam. Certas coisas não dão liga, Linux e Windows são uma delas. Xiitismo, fanatismo, absolutismo, talvez, mas os fins justificam os meios.

Não posso crer que a "intervenção" da MS no mundo Linux possa nos trazer algum beneficio, a meu ver, somente quem saira beneficiada é ela, no ponto que pode aprender mais facilmente quais nossas principais vantagens, acoplar ideologias monopolistas à determinadas distribuições, bem como obter informações relevantes de interesse do Linux e usa-las de maneira obter lucro para si.

Considero particularmente esquisita a atitude da Novell de abrir um diálogo inimaginável a anos atrás com a principal interessada em se livrar do software livre, sem ao menos trabalhar a ideia com a comunidade, ao menos com os responsáveis mais expressivos desta comunidade, e trabalhar na surdina.

Infelizmente confesso que não compactuo com a ideologia da empresa em nenhuma circunstancia, nem mesmo para exclusiva melhoria da interoperabilidade dos sistemas, de forma que a expressão mais objetiva de minha posição é de boicote já. Uma lição deve ser dada à Novell para que se lembre de quem a constroi atrás das paredes, e não apenas no balcão dde vendas. Muitos almejam que ambos os sistemas tenham uma comunicação uníssona, porém no meu entender, se isso compreender que nossa principal concorrente possa ao menos ter uma vantagem de 0,1% sobre seu atual estágio, está fora de questão.

O que vejo hj é um sistema proprietário que AINDA está sendo preparado para a comercialização, e se diz inovador. Ora, desktop 3D, navegador com abas, menus inteligentes, etc, já são realidade em nosso ambiente a muito tempo. Qual seria a vantagem de mercado, caso a MS pudesse ter este mesmo acordo de "cooperação" quando do lançamento do XGL? Estaria ela com alguma vantagem hj? Creio sem dúvida que sim. Qual a real novidade do sistema de desktop 3D do Vista com relação ao XGL da Novell? Nenhuma, não é mais nenhuma novidade depois do XGL. Qual a vantagem da MS se utilizar sistema de instalação no modo de repositórios e dependencias, creio que muitas, com relação a seus fieis consumidores. Mas nada de novo.

A MS, como sempre agiu, deve atuar como um sanguessuga, que após a morte da vitima por exaustão, a abandona o corpo a procura a próxima vítima. Não considero que a ideia de mais virus e falhas de software sejam verificadas principalmente em produtos da Novell em pouco tempo seja algo impossível.

Sou xiita, convicto, e jamais deixarei que atitudes possam dar vantagem a MS, e se no momento a Novell o faz, apenas posso aderir ao boicote como demosntração de protesto, afinal, no minimo pelo trauma dos dados perdidos, horas desperdiçadas e reinstalação desnecessárias, sinto-me na obrigação de impedir que a MS tenha qualquer R$ ou U$$ a mais em suas contas.

SuSE Linux é uma ótima distribuição, até o presente momento sim, mas a partir das próximas versões, uma análise mais detalhada é essencial. No momento, qualquer nova instalação, por recomendação ou pelas proprias mãos, não contará com produtos Novell.

A visão é radical, porém a medida foi radical, nada mais justo.

Abs
Icoslau

Comunidade SuSE Brasil

Fonte: http://br-linux.org/linux/nick-petreley-pede-boicote-do-suse-linux-do-evolution-e-do-mono#comment-54217

Será que se ao invés da Novell fosse a Canonical a Comunidade Ubuntu teria a mesma reação?


Offline greylica

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 33
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #16 Online: 11 de Novembro de 2006, 12:02 »
Cara, achei o ponto, BINGO !!!

Eu não acredito, é a teoria da conspiração.

O ponto principal é a tecnologia chamada Mono !!! Ela está no Suse e porta o .net framework da Microsoft para o Linux. Encontrei, agora que eu tenho certeza, vou enfrentar o dragão e espalhar a notícia.


ME AJUDEM E ESPALHEM  A NOTÍCIA !!!
« Última modificação: 11 de Novembro de 2006, 12:11 por greylica »

Offline daskrs

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 84
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #17 Online: 12 de Novembro de 2006, 04:58 »
Ta na cara que o que a MS quer mesmo é o XGL. Até pq o desktop 3D do vista é uma piada.
A única coisa que ele sabe fazer é sugar memória ( no minimo foi mal programado de propósito para vender hardware ).
Eu não sei bem como o XGL funciona, mas ele deve usar algo do kernel do linux para esse interesse todo da MS.
Fora que com o KDE para ruwindows, o ruwindows teria um XGL tão bom ou talvez melhor que no linux.

Offline greylica

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 33
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #18 Online: 12 de Novembro de 2006, 18:53 »
É realmente, as transparências nós já as tínhamos muito antes do Windows, temos controle de janelas, temos controle de mixagem de texturas, temos um monte de coisas que o Windows nunca teve e nem vai ter por que não vamos deixar esses caras fecharem a tecnologia, não disseram que somos um câncer ?
Poderemos até mesmo para piorar tudo iniciar um Sistema operacional do Zero, sem precisar de nada que venha deles ou de qualquer coisa registrada e fechada. Tem mais, o XGL faz parte do Xorg e não do Kernel como no Windows,e é um agregado do Xorg por que o Xorg agora aceita extensões de manipulação OpenGL como o Quartz do MAC OS-X, O Windows está tentando implementar, mas os modos são diferentes e eles tiveram de reescrever grande parte do GDI para aceitar o Direct-X como input source e mixar com o explorer. Já no caso do Linux, ele funciona até sem placa de vídeo, já imaginou isso para o Windows ? Impossível, Tem também outros servidores de vídeo como o X11, o STAR-X que também são servidores de vídeo e de janelas, isso morreu com o Windows 95 quando a Norton tentou fazer o Comander que funcionava no 3.11 passar a funcionar no 95, a Microsoft não deixou não. Mataram a Lantastic, Afogaram o Java, Ferraram com o Netscape. Acho que agora será o julgamento final deles por que eles merecem. E esses buracos de rede que a Novell sabe há anos ? Eles também tentaram ferrar a Novell que quase faliu não fosse o Pinguim, agora a Novell tá dando uma chance da foice passar na cabeça de novo, só que desa vez eu quero que a Novell não tenha mais ajuda dos Linuxers para se levantar. Eles deveriam simplesmente engrossar o couro com a UE e cobrar para que o SMB/NMB fosse mais aberto, mas como eles tem um sistema de rede próprio, que não depende de SMB/NMB, decidiram deixar as outras distros na poeira, sem ajudar ninguém. Será que é Justo ? Não.

Voltando ao assunto.

No caso do X, o X é um servidor, sua concepção é outra, ele é como se fosse um hardware do sistema e possui até IRQ no Kernel, a debugagem dele é completamente diferente por que ele determina para o dispositivo e ao mesmo tempo redunda com ele. Ou seja, O X é ao mesmo tempo Hardware, Software e Microkernel que controla outros kerneis de placas de vídeo. s placas mais modernas simplesmente repassam para o X as funções que ele faz com a Mesa e as placas fazem o OpenGl por hardware. É interessante saber que mesmo uma trident pode fazer 3D com a MesaGL acoplada ao X.
  Foi projetado para ser aberto e se pode adicionar funções a hora que quiser, e se o OpenGL melhorar e aumentar as instruções, qualquer programador que exporte opara o X em qualquer gerenciador de janelas pode fazer qualquer efeito em conjunto com qualquer função do sistema, basta agregar...
Mas isso não é suficiente para fazer dependência, tanto que muita gente até hoje faz tarefas com o 98, mas segurança sim, é uma dependência geral de todos, e por isso é que eu defendo esta posição de ser o Mono e não o XGL. O que mais poderia criar dependêcia senão o medo de pirataria e crimes virtuais ou roubo de identidade ?
Pode ser até mesmo que um roubo multimilionário ou então qualquer porcaria virtual ou então um super ataque desperte mais o medo e então eles terão a arma para a tacada final, continuo argumentando, eles tem mais 5 anos.
« Última modificação: 12 de Novembro de 2006, 19:07 por greylica »

Offline zohguy

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 89
  • Encontro minha paz na rebeldia.
    • Ver perfil
    • Zohguy_Saiyajin
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #19 Online: 23 de Novembro de 2006, 13:41 »
Sobre a máquina ficar isolada na Internet:

Primeiro, até onde eu sei, a maioria dos sites utiliza sistemas *nix para permanecer no ar, e não sistemas da Microsoft. Então o que realmente aconteceria é que a pessoa não vai poder se conectar a tais sites. Segundo, não me custa nada acessar o banco via os terminais instalados na cidade (que por sinal rodam linux).
Terceiro, eu não ligo pra não poder acessar o MSN. A algum tempo atrás todo mundo usava ICQ, depois passaram pro rede MSN, amanhã podem mudar pra qualquer outra coisa. A rede MSN nunca foi grandes coisas em funcionalidade, acho que só fez sucesso por que já vinha instalada no Windows e o ICQ tava se emporcalhando. Além disso, tal rede agora é cheia de propagandas (resolvi isso conectando nela através do tor) e está ficando cada vez mais porcaria. Aliás, o MSN só trouxe porcaria pra dentro do mundo dos messenger: Winks, animações aqueles EMOticons ridículos e inúteis, etc... E é a maior praga em termos de crime contra menores que se tem notícia...
Enfim, não sinto necessidade de utilizar nada que esteja on-line e utilize sistemas da microsoft, pois pra cada uma dessas coisas existe uma opção aberta que funciona melhor, é mais segura e não me dá nos nervos com frescuras que comprometem a máquina e o usuário.

Então vejam só o lado bom disso: as máquinas Linux ficarem isoladas dos sistemas on-line de plataforma Microsoft. Enquanto os usuários do Windows ficam enterrados nas porcarias que a MS cria, o contraste de funcionamento do Linux vai se tornar cada vez maior.

E se a Microsoft conseguir mesmo acabar com a pirataria de software, melhor ainda! Todo mundo vai abandonar o Corel Draw e passar a usar o Inkscape, o Photoshop e passar a usar o GIMP, o MSN e passar a usar o GAIM (que, por contra partida terão seus desenvolvimentos acelerados e irão se tornar cada vez melhores). Afinal, quem tem 10 milhões de dólares pra gastar em software só para ficar carregando suas "Fotéénhas" nos flogs?

O mundo vai se tornar um paraíso do software livre e todos viveremos felizes para sempre vivendo entre gnomos, dragões, penguins e gnus. (:


Offline rodox12

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 304
  • Coisinha fofa!
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #20 Online: 27 de Novembro de 2006, 14:48 »
Mas tambem ha o outro lado da moeda, pensando em um lado mais "logico" por parte da Novell, a Novell ira ganhar uma boooa grana da MS, ira ganhar um bom mercado tambem, pois sera a primeira distro GNU/Linux(Lembrem-se, Linux e so o "nome" do kernel) a lidar com esta tecnologia e talvez ganhara um apoio da MS para marketing do SuSE. Claro, tudo se a MS nao acabar com a Novell antes. Nao concordo com a Interpolaridade, pois no final da contas, tudo ira virar Windows...
Temos que fixar o bug #1.

Offline plynott

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 150
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #21 Online: 27 de Novembro de 2006, 21:46 »
Faz sentido. Acho que sua teoria está amadurecendo.

Vejam isso:

http://boycott-suse.blogspot.com/2006/11/ballmers-anti-linux-rants.html
"Um povo que valoriza seus privilégios acima dos seus princípios, cedo perde os dois."
Dwight D. Eisenhowern (estadista americano)

Offline zohguy

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 89
  • Encontro minha paz na rebeldia.
    • Ver perfil
    • Zohguy_Saiyajin
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #22 Online: 27 de Novembro de 2006, 22:55 »
Não acho que esse comentário venha muito ao caso nessa discussão... Mas andei experimentando o SuSE de diversas maneiras nos últimos dias e, embora ele funcione bem no KDE, tive uma série de problemas no GNOME, seja instalando somente o GNOME, seja instalando o GNOME em conjunto com o KDE.
Fiz tais experiências seguindo as dicas do próprio fórum brasileiro do SuSE, embora não fosse nada difícil.
Como acho o KDE parecido demais com a plataforma rWin, prefiro o GNOME.

Bom... Quanto ao post citando o site, vou aproveitar e botar algumas das frases do Ballmer, traduzidas (livremente) para os usuários que ainda não dominam o inglês:

Não existe uma companhia "Linux", mal existe um road map para o Linux. Ainda assim o Linux parece brotar orgânicamente da terra. E ele possui, você sabe, características comunistas que as pessoas amam tanto. Isto é, ele é gratuito. - em 2000

A Novell nos paga algum dinheiro em troca do direito de dizer para seus clientes que quem quer que seja que utilizei o SuSE Linux está apropriadamente coberto. - em 2006

A maneira como a licença foi escrita, se você utilizar qualquer software open source, você terá de fazer todo o resto do seu software open source. Se o governo quer por algo sob domínio público, ele deveria. O Linux não é do domínio público. O Linux é um câncer que contamina num sentido de propriedade intelectual tudo aquilo que toca. - em 2001

Apenas clientes que utilizam o SuSE pagaram apropriadamente pela propriedade intelectual da Microsoft. - em 2006

A Novell é apenas um caminho para os seus clientes, e isto é apenas pelos clientes da Novell. Isso não se aplica a nenhuma outra forma de Linux que não seja o SuSE da Novell. E se as pessoas quiserem ter paz pelas patentes e interoperabilidade, elas irão  escolher o SuSE da Novell. Se suas escolhas forem outras, eles terão todas as questões e problemas com propriedade intelectual que estão associadas com estas escolhas. - em 2006

Os consumidores agora podem, se quiserem, comprar o que eu chamo de "a melhor forma possível de Linux", a forma de Linux que lhe dá paz de consciência e interoperabilidade, e esta forma é o SuSE Linux Enterprise, ou o SuSE Linux em todas as duas forms. - em 2006

Nós ainda somos competidores. Eu digo... Nós vamos nos sentar aqui, e vamos ser amigáveis, e seremos amigáveis onde quer que estejamos juntos. Mas eu falo isso de uma maneira absolutamente boa. Quando for o caso de ligar para Goldman Sachs, a primeira coisa que irei dizer para eles é: vamos retirar essas máquinas com Linux dali e por algumas máquinas com o Windows aqui. E então, a segunda coisa que eu vou dizer é: se você quer utilizar o Linux, vamos fazer com que seja uma versão do Linux que respeite nossa propriedade intelectual, e eu vou até ajudar você a fazer isso, por causa do compromisso que fizemos.

A pergunta que fica é: será que utilizar o SuSE é apoiar de alguma maneira as idéias bizarras e absurdas expostas acima?
« Última modificação: 27 de Novembro de 2006, 23:45 por zohguy »


Offline rodox12

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 304
  • Coisinha fofa!
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #23 Online: 28 de Novembro de 2006, 10:54 »
Citar
respeite nossa propriedade intelectual
Temos que fixar o bug #1.

Offline rodox12

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 304
  • Coisinha fofa!
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #24 Online: 28 de Novembro de 2006, 13:05 »
Por favor coloquem a assinatura de voces para protestar.

http://techp.org/petition/show/1
Temos que fixar o bug #1.

Offline ins3rt c0in

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 698
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #25 Online: 28 de Novembro de 2006, 14:45 »
Mas tambem ha o outro lado da moeda, pensando em um lado mais "logico" por parte da Novell, a Novell ira ganhar uma boooa grana da MS, ira ganhar um bom mercado tambem, pois sera a primeira distro GNU/Linux(Lembrem-se, Linux e so o "nome" do kernel) a lidar com esta tecnologia e talvez ganhara um apoio da MS para marketing do SuSE. Claro, tudo se a MS nao acabar com a Novell antes. Nao concordo com a Interpolaridade, pois no final da contas, tudo ira virar Windows...

Concordo contigo! A Novell vai ganhar boa fatia do mundo Linux porque a MS já está criando a melhor tática Estadunidense para amansar o gado, o terror! Ela já diz em alto e bom som que vai cobrar pelas suas propriedades "intelectuais", mais apropriado seria dizer: "apropriamentos intelectuais"! Exceto dos seus "parceiros". Ou seja, "use Suse e fique tranquilo porque nós da MS não vamos encher o saco deles e de vocês com guerras de patentes".

Pelo que eu ando lendo de notícias a MS se tornou obsecada pelo DRM e o controle em tempo real da legalidade do que você tem no seu computador! Ela precionou muito a Intel para aumentar o suporte à tecnologia (não sei no que deu isso, se alguém puder me informar). Mas a MS não está sozinha é só uma testa de ferro de várias companhias (lembram do rootkit da Sony?) e entidades (RIAA) que estão loucas para verem isso implementado em tudo que é computador. Acho que vocês lembram que a pouco tempo a MS investiu em cima dos mantenedores do Kernel que negaram o suporte ao DRM. Até que ponto essas empresas querem ir para botar um cabresto na internet? Acho que muito longe!
« Última modificação: 28 de Novembro de 2006, 14:55 por inc3rt c0in »

Offline Leonardo C

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 279
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #26 Online: 28 de Novembro de 2006, 15:38 »
Eu to é ficando com medo!!!  :'(
Eu sabia q mais dia menos dia acabaria acontecendo. Mais não tão cedo...

Falows...

Offline zohguy

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 89
  • Encontro minha paz na rebeldia.
    • Ver perfil
    • Zohguy_Saiyajin
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #27 Online: 28 de Novembro de 2006, 16:24 »
Eu estou torcendo para que a Microsoft/Intel/etc consigam implementar as novas tecnologias de controle em tempo real do que você tem no computador.
Espero que eles consigam controlar até mesmo as músicas, imagens e tudo mais que estiver relacionado à propriedade intelectual.
Dessa maneira as pessoas terão quatro opções: utilizar uma versão independente do Linux (não-SuSE), utilizar o SuSE e pagar toda vez que for escutar uma mp3, utilizar o Windows e pagar fortunas por software comercial ou utilizar Windows e fazer tudo no Wordpad...
Hehehehehehe!!!

Imagina só: alguém instala o Vista, dai vai escutar uma mp3 e o sistema pede o número do cartão de crédito. Você vai utilizar um wallpaper e o sistema pede o número do cartão de crédito... Isso tudo para arquivos que você já tem no computador.
Sem contar algumas empresas que distribuíram freeware, que você tem instalado no computador, e com a implementação do Vista eles atualizam seus freeware e passam a cobrar pelo uso, digamos num prazo de 30 dias.

Isso tudo e mais todas aquelas coisas que adoramos na MS: vírus, insegurança, miguelões na administração do sistema, etc... (:


Offline plynott

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 150
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #28 Online: 01 de Dezembro de 2006, 13:07 »
Deu no BR-LINUX.  Parece que a Novell já está dançando conforme a música da MS:


Novell descontinua seu apoio ao desenvolvimento de alternativa aberta ao MS Exchange
Publicado em Qua, 2006-11-29 10:47 :: Destaque | Mercado

Ao som de um dos maiores sucessos do AC/DC, a Novell acelera um pouco mais no caminho que escolheu. Segundo o Slashdot, a empresa de Utah anunciou que vai descontinuar seu apoio ao projeto Hula, cujo objetivo é criar um servidor de colaboração de código aberto capaz de ser uma alternativa completa e viável ao MS Exchange.

Como o projeto é de código aberto, ele continuará mesmo sem o apoio da Novell - se houver desenvolvedores interessados e sem preocupação de que a Novell tenha incluído lá alguma tecnologia patenteada pela Microsoft antes de descontinuar.

Mas a notícia é especialmente interessante porque foi a Novell que criou o projeto, incluindo a doação de código proprietário do projeto anterior NetMail.

Só que foi antes de ela bater a cabeça, aparentemente. Vale lembrar que a Novell encabeça hoje o desenvolvimento de outros projetos livres que buscam reimplementar ou ser uma alternativa a produtos da Microsoft.
"Um povo que valoriza seus privilégios acima dos seus princípios, cedo perde os dois."
Dwight D. Eisenhowern (estadista americano)

Offline plynott

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 150
    • Ver perfil
Re: Descobri o que a Microsoft quer com o Suse Linux.
« Resposta #29 Online: 01 de Dezembro de 2006, 13:08 »
onde que encontro um avatar do "Boycott SUSE" ??
"Um povo que valoriza seus privilégios acima dos seus princípios, cedo perde os dois."
Dwight D. Eisenhowern (estadista americano)