Autor Tópico: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!  (Lida 40208 vezes)

Offline solanoalves

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 398
  • Arch Linux
    • Ver perfil
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #45 Online: 03 de MAR?O de 2007, 17:33 »
Mouse : Controle remoto ?  ???

Offline celsofaf

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 254
  • Ubuntu 12.10
    • Ver perfil
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #46 Online: 03 de MAR?O de 2007, 20:17 »
"Apontador" seria uma palavra bem apropriada, mas mouse já pegou faz muuuuito tempo. Infelizmente ou não.
Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Offline JeffersonX

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 442
  • Linux User: #364092
    • Ver perfil
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #47 Online: 03 de MAR?O de 2007, 23:32 »
Mouse : Controle remoto ?  ???
Controle remoto seria VNC. hehe Acho que esse não tem jeito mais hahahaha
Linux Professional Institute Certified - Level 1, Novell CLA - Certified Linux Administrator, Microsoft Certified Professional - Windows Server 2003, ITIL Foundation Certified
Meu Blog: http://tibyjeffersonx.blogspot.com

Offline paozinho

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 432
    • Ver perfil
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #48 Online: 04 de MAR?O de 2007, 04:24 »
Temos que lembrar que não são TODOS que tem a oportunidade que tivemos de conseguir uma escolaridade PARTICULAR. E depois de um tempo conseguiram se integrar digitalmente e estão nesse fórum. Acho corrigir o português dos outros uma tremenda falta de educação. Repito, não é porque eu tive pais que me pagaram 600 reais por mês de escola que os outros tem que ter.

Offline Magneto

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 768
    • Ver perfil
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #49 Online: 04 de MAR?O de 2007, 13:57 »
Temos que lembrar que não são TODOS que tem a oportunidade que tivemos de conseguir uma escolaridade PARTICULAR. E depois de um tempo conseguiram se integrar digitalmente e estão nesse fórum. Acho corrigir o português dos outros uma tremenda falta de educação. Repito, não é porque eu tive pais que me pagaram 600 reais por mês de escola que os outros tem que ter.

Bah, infelizmente não tinha 600 reais também, estudei apenas em escola pública, mas nem por isso saio  matando o português em tudo que escrevo, como disse anteriormente, alguns erros todos cometem, o que realmente chega a irritar é quem escreve ASsiM, ou ent ass im, ou quem sabe "eu n tem time pra estudar kra", no mais é isso.

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #50 Online: 04 de MAR?O de 2007, 22:10 »
Mais uma vez concordo que praticar o bom português é necessário, e hoje ainda temos muitas facilidades, até corretor ortográfico direto no firefox, então não custa se esforçar.

Mas também acho que simplesmente corrigir o português sem ajudar é pura falta de educação. Tem gente que entra nos tópicos, corrige um erro de português, ou uma palavra em inglês e não tenta ajudar a pessoa, e não é este o objetivo do fórum. Ai fica um "clima" meio ruim, e a pessoa pode acabar até desistindo da coisa por ter recebido uma resposta negativa, enquanto esperava um auxilio.

Vou citar como um bom exemplo o Galactus (espero não ser problema)... tenho visto vários tópicos repetidos (que é algo bem pior que um erro de português) e ele chega, manda a pessoa fazer uma pesquisa, mas não deixa de citar um caminho para ajudar, com isso vejo que ele ensina a forma correta, mas não inibe o usuário, dando ao mesmo um auxílio.

Desculpe se falei demais, espero apenas contribuir para que o fórum (que é o lugar que tem me salvado demais) sempre melhore, se é que tem jeito.

Um abraço a todos!

Cristiano
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

Offline k7br

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 770
  • Ubuntu 9.04
    • Ver perfil
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #51 Online: 05 de MAR?O de 2007, 01:02 »
........................
http://wiki.ubuntu-br.org/CodigoDeConduta o link quebrou .
Novo http://www.ubuntu-br.org/codigodeconduta
Na íntegra ,na base de copiar e colar :

Este Código de Conduta cobre o seu comportamento como um membro da Comunidade Ubuntu, em qualquer fórum, lista de discussão, wiki, site, canal de irc, install-fest, encontros públicos ou correspondências privadas. O Conselho Comunitário do Ubuntu irá arbitrar em qualquer discussão sobre a conduta de um membro da comunidade.

Considere. Seu trabalho será utilizado por outras pessoas, e você por sua vez irá depender do trabalho de outros. Qualquer decisão que você tomar, afetará usuários e colegas, e esperamos que você leve em consideração essas consequências quando for decidir algo. Por exemplo, quando estivermos em um "congelamento do adicionamento de recursos", por favor, não faça o envio excessivo de novas versões de softwares críticos, pois as outras pessoas estarão testando o "sistema congelado" e não estarão esperando por grandes mudanças.

Respeite. A Comunidade Ubuntu e seus membros tratam uns aos outros com respeito. Todos podem fazer uma contribuição valiosa ao Ubuntu. Nós podemos não concordar sempre, mas discordância não é desculpa para mau comportamento e maus modos. Podemos todos experienciar alguma frustração às vezes, mas não podemos permitir que essa frustração se torne um ataque pessoal. É importante lembrar que uma comunidade onde as pessoas se sentem desconfortáveis ou ameaçadas não é uma comunidade produtiva. Nós esperamos que os membros da comunidade Ubuntu sejam respeitosos quando estiverem lidando com outros contribuintes, tanto quanto com pessoas fora do projeto Ubuntu, quanto com seus usuários.

Colabore. Ubuntu e Software Livre são símbolos de colaboração e trabalho em equipe. Colaboração reduz a redundância do trabalho feito no mundo do Software Livre, e aperfeiçoa a qualidade dos programas produzidos. Você deve ter como objetivo colaborar com outros mantenedores Ubuntu, assim como com a comunidade diretamente envolvida que está interessada no trabalho que você faz. Seu trabalho deve ser feito de forma transparente e as correções do Ubuntu devem ser enviadas de volta à comunidade quando forem feitas, e não apenas em lançamentos da distribuição. Se você desejar trabalhar em novo código para projetos existentes, pelo menos mantenha esses projetos informados sobre suas idéias e seu progresso. Pode não ser possível chegar a um consenso com o projeto ou mesmo com seus colegas sobre a implementação correta de uma idéia, portanto não se sinta obrigado a ter esse entendimento antes de começar. Pelo menos mantenha o mundo ao redor informado sobre seu trabalho, e publique-o de uma forma que permita as pessoas de fora testarem, discutirem e contribuírem aos seus esforços.

Quando discordar, consulte os outros. Divergências, tanto políticas quanto técnicas, acontecem em todas as equipes e a comunidade Ubuntu não é uma exceção. O ponto principal não é evitar divergências ou diferentes pontos de vista, mas resolvê-los construtivamente. Você deve se voltar à comunidade e o seu processo para buscar conselho e resolver divergências. Nós temos o Quadro Técnico e o Conselho da Comunidade e ambos irão ajudar a decidir o rumo do Ubuntu. Existem também várias Equipes de Projetos e Líderes de Equipe, os quais poderão estar habilitados a ajudá-lo a compreender qual direção será mais aceitável. Se você deseja realmente seguir um caminho diferente, nós o encorajamos a fazer uma distribuição derivada ou conjunto alternativo de pacotes usando o Ubuntu Package Management framework. Assim, toda a comunidade pode testar suas alterações e idéias por si própria e contribuir com a discussão.

Quando estiver incerto, peça ajuda. Ninguém sabe tudo e não se espera que ninguém seja perfeito na comunidade Ubuntu (exceto, é claro, o SABDFL). Pedir ajuda evita muitos problemas pelo caminho, então perguntas são encorajadas. Aqueles que são questionados devem ser compreensivos e atenciosos. Entretanto, ao fazer uma pergunta, deve-se tomar cuidado para fazê-la em um fórum apropriado. Questões fora do tema, tais como pedido para ajuda em uma lista de e-mails de desenvolvimento, causam prejuízos às discussões produtivas.

Se demita com consideração. Desenvolvedores em todos os projetos vêm e vão, e no Ubuntu não é diferente. Quando você deixar ou se desengajar do projeto, integralmente ou em parte, nós pedimos que você o faça de maneira a minimizar descontinuidades no projeto. Isto significa que você deve avisar as pessoas apropriadas que você está saindo e realizar as etapas apropriadas para garantir que os outros possam continuar.

Abraços .
« Última modificação: 06 de Outubro de 2007, 11:38 por k7br »

Offline Tuxtu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 37
    • Ver perfil
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #52 Online: 06 de MAR?O de 2007, 13:10 »
Tenho de concordar que o cuidado com nosso vocabulário é fundamental!
Falar de modo desleixado pode deixar nossa imagem um pouco negativa.
Por exemplo, qualquer um sabe que linuxista é um dedicado estudante, afinal, como saberia configurar, programar e outras coisas sem ao menos estudar...
E principalmente no fórum onde se busca soluções, trocamos idéias e assim por diante, temos de encarar nosso idioma com zelo.
Temos muitas tendências, os mensageiros instântaneos fizeram isso, quanto mais dinâmica a conversa melhor, por isso tantos erros, em vez de "porque" escrevemos "pq"... em vez de usar nossa língua materna, incluímos cada vez mais modismos importados de outros idiomas...
Não critico quem é assim, também gosto de abreviar e também escrevo errado, tenho certeza que ao lerem isso perceberam vários erros! Fazer o que? Errar é humano, o que não podemos fazer é passar do limite! O que der pra incluir no vocabulário, sem problemas... contando que nossa imagem perante as pessoas não fique negativa... lembram-se? foi citado na primeira página do tópico o pessoal do Baboo, essa imagem não será esquecida durante um bom tempo, sempre que ler algo errado lembraremos deste tópico!
« Última modificação: 06 de MAR?O de 2007, 13:13 por Tuxtu »
Avatar removido por ultrapassar o limite regulamentado nas regras do fórum
Padrão de Pacotes no linux é INDISPENSÁVEL! junte-se a nós
http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,25549.0.html
o crescimento do linux depende deste padrão,apóie você também!

Offline alexcunha

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 210
    • Ver perfil
    • http://AlexandreCunha.com
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #53 Online: 04 de Outubro de 2007, 11:00 »
Quais os equivalentes em português para desktop e notebook/laptop ?

(computador) desktop: Computador de secretária / computador de mesa (menos usual)
desktop (ambiente): ambiente de trabalho. Exemplo: colocar atalho no ambiente de trabalho
notebook: computador portátil, por vezes abreviado apenas por "portátil" quando a conversação se relaciona com computação.

Offline alexcunha

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 210
    • Ver perfil
    • http://AlexandreCunha.com
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #54 Online: 04 de Outubro de 2007, 11:08 »
"Apontador" seria uma palavra bem apropriada, mas mouse já pegou faz muuuuito tempo. Infelizmente ou não.

Em Portugal e outros países lusófonos, predomina o termo "rato" sem qualquer preconceito. Realmente é estranho usar o nome de um animal que não colhe simpatia por grande parte das pessoas, mas trata-se de uma tradução literal que é usada desde os anos 80.

Por vezes utilizo o termo "dispositivo apontador" quando me quero referir genericamente (principalmente quando escrevo) a vários dispositivos tais como: rato, "trackbal", ponteiro laser, controlo remoto (tipo o que usado pela consola WII), etc

Offline alexcunha

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 210
    • Ver perfil
    • http://AlexandreCunha.com
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #55 Online: 04 de Outubro de 2007, 11:19 »
Quando tiverem dúvidas sobre o uso do nossa Língua, utilizem o serviço "Ciberdúvidas da Língua Portuguesa": http://ciberduvidas.sapo.pt/

Este serviço é um excelente local para aprendizagem e obter esclarecimentos sobre a uso da nossa Língua e melhor conhecer vários aspectos das nossas culturas. Notem que muitas dúvidas (as mais frequentes) já se encontram esclarecidas.

Os consultores que colaboram neste serviço para prestar esclarecimentos, são provenientes de várias nacionalidades Lusófonas.

Offline Felix

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 3.068
    • Ver perfil
    • Alexsandro Felix
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #56 Online: 04 de Outubro de 2007, 11:37 »
gente... o que vocês acham de aderir nessa campanha aqui:
http://euseiescrever.blogspot.com/
?

Offline vinicius_aleao

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.275
    • Ver perfil
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #57 Online: 04 de Outubro de 2007, 12:42 »
Gente, eu li todo tópico e gostaria de fazer algumas considerações.

Em primeiro lugar, o cicampos está coberto de razão: não vamos ficar corrigindo ninguém porque isso pode causar constrangimentos. Temos toda a obrigação de escrever com o máximo de adequação se estivermos numa situação absolutamente formal, não num fórum, em que a semi-formalidade é suficiente. Portanto, devemos chamar a atenção das pessoas apenas se elas estiverem fugindo dessa situação de semi-formalidade, isto é, se exagerarem nas gírias, abreviações, etc., porque são coisas que podem prejudicar o entendimento geral.

Em segundo lugar, tem muita gente aqui confundindo fala com escrita: erros existem na ortografia, porque é documentada, é padronizada; na fala, não existem erros, no máximo inadequações para certas ocasiões. Alguém postou por aí de "pobrema isso", "pobrema aquilo", mas dificilmente alguém vai escrever "pobrema", ainda que fale assim. E quem fala dessa maneira, não está deturpando a língua portuguesa, porque ela é viva, como já disseram por aí. Ou vocês não sabiam que Pero Vaz de Caminha dizia "frecha", e de tanto o povo falar "errado", hoje nós falamos "flecha"? Foi de tanto o povo falar "errado" o latim que nasceram o português, o francês, o italiano, etc. Querem falar "certo"? Voltemos ao latim! O ser humano nasce pra falar, e ele vai falar de acordo com o estágio em que a língua se encontra e de acordo com a situação em que está inserido. Já a escrita é cultural, e não é fácil de se aprender. Então, voltando ao problema da correção do português, por que vamos corrigir os problemas de escrita dos nossos colegas, se nem todo mundo teve a mesma experiência de educação formal? Eu acho que é correr risco se ser tachado de pedante. Eu sei que a intenção é ajudar, mas o tiro pode sair pela culatra. Se a pessoa continuar escrevendo e se propuser a ler bastante, ela naturalmente irá corrigindo seus problemas de escrita (não de fala, porque fala não se corrige, se adapta).

E por fim: alguém falou de "seção de baixas (downloads)". Vejam que o importante é a situação: estamos em computadores, falando de coisas de computadores, então não há necessidade de tentar mudar o que já está estabelecido. Ainda bem que a pessoa colocou a "tradução", porque seria difícil de entender "seção de baixas". Por que não deixar "seção de downloads", se é a maneira que a língua já internalizou? Se a intenção é preservar a língua, vamos combater também "restaurante", porque veio do francês; inventemos outro nome para "cavalo", porque veio do árabe, e assim por diante. A questão é essa: o problema é de política contra os EUA, não de preservação de idioma. Se é assim, vamos combater os EUA de outras maneiras, valorizando mais os produtos nacionais, incentivando o turismo interno ou mesmo fazendo passeatas "fora EUA!". Mas deixem a coitada da língua seguir seu curso, porque a mobilização contra os EUA não vai mudar se a língua for obrigada a mudar por decreto.

Agora quero fazer um pedido: talvez seja melhor, por tudo que eu expus (e é claro que quero retorno de vocês, ninguém está obrigado a concordar comigo), mudar o nome do tópico para "Campanha de preservação da escrita da língua portuguesa". Na verdade, por mim, nem seria esse o caso, porque inclusive as reformas ortográficas levam em conta a prática cotidiana das pessoas -- o que significa dizer que, em certo sentido, a escrita também evolui, assim como a fala. Mas, como na escrita existem regras, já me daria por satisfeito se a campanha fosse pela escrita, sem dar a entender que as pessoas desse fórum têm algum preconceito contra a fala.

Offline Nossile

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 807
  • Loading...
    • Ver perfil
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #58 Online: 04 de Outubro de 2007, 15:06 »
O que realmente me incomoda não são os erros "não intensionais", mas sim o famigerado "miguxês". Pessoas que escrevem errado de propósito alterando palavras sem o propósito de poupar tempo, enxertando "k" e "X" só para as palavras ficarem mais...."miguxas".

Abreviações também não tem sido bem usadas, são aceitáveis em formas de comunicação dinâmicas, como em "bate-papo" ou mensagens instantâneas, mas sua utilização em fóruns é questionável.

Exemplo dessa situação, aqui mesmo neste fórum, é o uso de abreviações do tipo "certa/", onde o símbolo "/" foi usado como partícula "mente". Lí vários tópicos onde usuários fizeram uso deste artifício sem entender em um primeiro momento.
« Última modificação: 04 de Outubro de 2007, 16:18 por Nossile »
sudo aptitude remove terno-e-gravata && sudo aptitude install bermuda chinelo -y

Offline Ioca

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 163
  • "Compartilhar para tornar-se imortal"
    • Ver perfil
Re: Campanha de preservação da Língua Portuguesa!
« Resposta #59 Online: 04 de Outubro de 2007, 15:47 »
vinicius_aleao, gostei do texto,mas o português de Portugal é diferente do Brasil, sinceramente não gosto de usar o termo rato,prefiro "mouse" ao dito, hehehe.Outra coisa, não entendo esse negócio de :P ou P: parece código Morse.Boa escrita é sinal de inteligência e preservação da cultura lusa.Amplexo.