Autor Tópico: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME  (Lida 6251 vezes)

cadiles

  • Visitante
Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Online: 23 de Fevereiro de 2007, 20:31 »
http://www.linux.com/article.pl?sid=07/02/16/1937237
De acordo com este link vemos que o criador do Linux (Linus Torvalds) não gosta nem um pouco do GNOME. Ao que me parece ele tem alguma briga pessoal com o criador do GNOME. Pra min o melhor gerenciador é o GNOME e pra vocês ???
O que vocês acham da posição do Linus ???

Offline RxDx

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 409
  • RxDx
    • Ver perfil
    • RxDx
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #1 Online: 23 de Fevereiro de 2007, 20:52 »
Pra mim também o Gnome é o melhor gerenciador de janelas, mas o KDE não é ruim nao. Gosto do Gnome porque ele é bem clean e simples de usar.
Notebook: Dell Vostro 1320 | Core 2 Duo P8600 @ 2.4ghz | 4GB DDR2 | nVidia GeForce 9300m GS.

Offline lesses

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 76
    • Ver perfil
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #2 Online: 23 de Fevereiro de 2007, 23:05 »
Pra mim também o Gnome é o melhor gerenciador de janelas, mas o KDE não é ruim nao. Gosto do Gnome porque ele é bem clean e simples de usar.

disse tudo!
o KDE tem muita bobagem, brilha demais O.o chega ate a doer os olhos xD
hmm.... uma coisa eu sei, apesar tudo , o linus torvalds nao tem um bom gosto em relaçao ao um gerenciador de janelas

Offline celsofaf

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 254
  • Ubuntu 12.10
    • Ver perfil
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #3 Online: 23 de Fevereiro de 2007, 23:42 »
Sou muito mais o KDE que o GNOME, embora o GNOME não faça feio. Agora só quero ver o que o pessoal do GNOME vai fazer ou fez com os patches que Torvalds fez e mandou para eles!
Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Offline jomafras

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 2.009
  • 17.04 Zesty Zapus
    • Ver perfil
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #4 Online: 23 de Fevereiro de 2007, 23:50 »
Eu acho que  o Linus Torvalds não pode ser amigo do Bill Gates...não tem sentido...
Ou Tem ?
« Última modificação: 24 de Fevereiro de 2007, 00:24 por pintinho »
O Ubuntu sem dúvida é a melhor Distro.
Pesquise primeiro... só depois abra um tópico.
Canal do YouTube - Blog

Offline Virus_cg

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 223
  • Kubuntu Feisty Fawn - 7.04
    • Ver perfil
    • The Home Of Virus_cg
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #5 Online: 23 de Fevereiro de 2007, 23:53 »
Eu uso KDE e gosto mais dele. Gosto porque a interface é mais robusta e conta com aplicativos gráficos de configuração da própria interface, aplicativos com opções detalhadas. Já o GNOME, me parece bem legal, mas conta aplicativos e facilidades que variam de distribuição para distribuição, o KDE eu posso usar em qualquer uma e configurar do mesmo jeito, basta que eu instale os módulos (se já não vierem instalados) e ainda posso usar os aplicativos da distribuição, se quiser...

Usei o GNOME por um tempo e tem coisas como o gconf, poxa poderia ser mais simples... Eu sei mexer e no período que utilizei o GNOME passei mais tempo no terminal do que tudo... Não dá... Agora uso o KDE e como alternativa mais leve o XFCE e do jeito que estão as coisas prefiro ter o XFCE ou o Fluxbox (este menos intuitivo que o último) do que o GNOME instalado...

Agora, sem Guerra... É a minha opinião e sinceramente eu aguardo ansioso o dia em que o GNOME vai ter ferramentas de configuração independentes de distribuição e padronizadas.

 ;) t+

Offline paulohbmetal

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 53
    • Ver perfil
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #6 Online: 03 de MAR?O de 2007, 11:04 »
Gnome Rules!!

A Paz!
Paulo Melo

Offline vfl

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 66
    • Ver perfil
Re: Opinião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #7 Online: 04 de MAR?O de 2007, 01:29 »
Desculpem o post meio longo, mas acho que esta questão de Gonome x Kde deveria ser melhor investigada.

Essa questão é muito antiga, mas sempre causa discussões inflamadas. Passei a usar o Gnome a partir da versão 2 como meu desktop principal, mas tenho uma partição com Linux+Kde que uso com menor freqüência.

Geralmente nas discussões, muitos defendem que é uma questão de gosto o uso de um ou outro. Realmente, ambos tem lá suas vantagens e desvantagens. Mas o que me intrigou foi o forte movimento por volta do ano 2000, das grandes empresas em direção ao Gnome. Foi também nessa época que a biblioteca Qt (a base do Kde) deixou de ter uma licença exclusivamente proprietária adotando um modelo dual (GPL + Comercial). Foi essa licença proprietária que fez nascer o projeto do Gnome.

Como atuo na área educacional e de treinamento (além de alguma consultoria) procurei acompanhar o desenrolar dos fatos e procurar as razões da guinada em  direção ao Gnome das grandes companhias tais como Red Hat, IBM, Sun, HP, Novell, etc. Geralmente as empresas que usam Linux no Desktop definem apenas uma das duas interfaces a ser suportada internamente, por razões óbvias e estava preocupado com o que dizer quando era chamado a emitir opinião sobre qual delas adotar.
Hoje, na minha percepção, o Gnome com sua simplicidade casa melhor com o desktop corporativo, principalmente a partir da versão 2.8.

Ao longo desse tempo fui colecionando os argumentos pró e contra o Gnome afim de entender a preferência dessas grandes corporações citadas anteriormente que podem ser resumidas assim:

a) Licença da biblioteca
 - A biblioteca QT do Kde é licenciada sob a GPL ou uma licença comercial (US$ 1.500/ano por desenvolvedor). Ou seja: ao desenvolver para KDE  seu programa deverá ser obrigatoriamente GPL, caso contrário você terá que comprar uma licença da Troltech. Já a biblioteca GTK usada pelo Gnome é licenciada sob LGPL, portanto seu programa poderá adotar qualquer licença, inclusive uma proprietária
(Isto deve atrair muita gente. Talvez este item não seja tão relevante para as grandes corporações que tem muito dinheiro, mas para as pequenas empresas e para os desenvolvedores individuais, certamente é).

b) Controle sobre a biblioteca.
  - A biblioteca QT do Kde é controlada pela Troltech, já a GTK do Gnome é controlada pela comunidade. Provavelmente as corporações não estão muito inclinadas a se sujeitarem ao controle de uma única empresa quando definem seus projetos de milhares de dólares. Há um monte de exemplos históricos indicando  que é melhor evitar esse tipo de dependência.
Aqui também entra um problema sério com as bibliotecas Qt que é a ABI do C++ (é isso mesmo ABI e não API. Será detalhado mais adiante).

c) Linguagem C versus  C++
 - A biblioteca Qt é baseada na linguagem C++, enquanto a biblioteca GTK+ é baseada na linguagem C, o que facilita muito o "binding" com praticamente qualquer linguagem de programação, sem os pesadelos da ABI C++;

d) Tecnologia de componentes
 - A tecnologia de componente utilizada pelo KDE (Kparts), não é compatível com o padrão que é CORBA. Este último é utilizado no Gnome. Para uma aplicação limitada ao desktop isto não representa grande limitação, mas este não é exatamente o ambiente pensado nas corporações que apoiam o Gnome.

e) C++ STL versus  QTL
-  A biblioteca QT, ao invés de usar a STL padrão do C++ vem com uma STL própria (QTL) com classes equivalentes (Qlist, etc.). Já as biblioteca GTK, apesar da monstruosidade do modelo orientado a objeto na linguagem C e não menos monstruosa API, tem o gtkmm, um excelente C++ Wrapper em torno da API GTK e que usa extensivamente a STL padrão. E para desenvolvimento direcionado para o Gnome temos ainda a gnomemm, tudo pertencendo à grande família C (GNU toolchain, X, GTK, GNOME).

 f) C++ ABI
- Aqui temos o pavor e pesadelo de desenvolvedores, com as constantes mudanças feitas pela Troltech na ABI (Application Binary Interface), quebrando qualquer aplicação binária lincada com as bibliotecas C++. Com isso, os desenvolvedores tem que recompilar e distribuir novamente suas aplicações a cada mudança. Certamente isto afasta as grandes corporações  devido aos custos que isto acarreta.
Em contraste, eles podem desenvolver seu código usando a GNOME 2.0 ABI, o que lhes garante em média 5 anos de estabilidade.

( ABI define  uma interface de baixo nível entre o programa aplicativo e o sistema operacional, entre a aplicação e suas bibliotecas ou entre componentes integrantes da aplicação. No mundo Unix/Linux ainda não existe um padrão para a ABI para C++).
Ver:
http://en.wikipedia.org/wiki/Application_binary_interface ;
http://developers.sun.com/sunstudio/articles/CC_abi/CC_abi_content.html ;
Important note to C++ developers em http://autopackage.org/developer-quickstart.html


Quanto à questão de utilitários para personalização da interface do Gnome, uma das críticas do Linus Torvalds,  isto não tem tanto peso no ambiente corporativo, por outro lado, o administrador do sistema pode fazer muita coisa com o que existe e pode ainda facilitar sua vida  escrevendo alguns shell scripts, tornando menos penoso manter dezenas ou centenas de instalações padronizadas, o que por sua vez facilita o suporte.

Portanto diante dos diversos argumentos coletados e expostos acima, em um ambiente profissional, acredito que é muito leviano escolher um dos ambientes em razão de preferências pessoais. Já para uso pessoal, este argumento talvez seja perfeitamente válido.
Para usuários novos geralmente recomendo o uso do Gnome, já que há perspectiva de que este seja o ambiente que ele vai encontrar no ambiente de trabalho e muitos deles não tem disposição para aprender a usar as duas interfaces. Reconheço que no Brasil ainda prevalece o Kde, mesmo no ambiente corporativo. Mas no médio prazo, provavelmente seguiremos a tendência internacional devido ao peso do investimento das grandes corporações. Espera-se também que o Gnome continue evoluindo, realmente ele precisa disso.

« Última modificação: 04 de MAR?O de 2007, 01:41 por vfl »
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
Linux Registered User: 36202 (1996) at http://counter.li.org/
StarOffice/OpenOffice.org/BrOffice.org user since 1999
 IM: vfl@jabber.org  (Jabber : Open Instant Messaging - http://www.jabber.org)
Schroeder - SC - Brasil

Offline Psycopata

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 27
    • Ver perfil
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #8 Online: 04 de MAR?O de 2007, 02:31 »
finalmente, depois de muita resistencia, eu instalei o ubuntu e resolvi usar o gnome pelo fato de ser padrão da distro (hoje eu quase formatei para voltar para o meu velho e bom slackware).

Bom, eu usei o kde por anos. E a alguns meses estou usando o gnome.

Eu prefiro o kde. sem mais. O único senão do kde é que ele tem uma pá de programas inuteis, como o keduca e o ktoy. Por outro lado, esse é uma das qualidades do kde frente ao gnome: ele possui mais aplicativos.
Os aplicativos base do kde são melhores e mais numerosos. Por exemplo, o gedit é bom? Éééé.......... mas o kwrite e o kate são melhores! O kde tem mais opção de configuração do sistema e o ambiente é todo integrado.
Sem falar que a Apple contribui para o desenvolvimento do KDE e agora, as aplicações java que rodarem no kde já terão a mesma aparecia do tema que estiver rodando, assim como acontece no windows (não tenho certeza se já liberaram, se não, logo logo liberam).

Quanto as empresas, a escolha do gnome é puramente monetário, como já foi dito, se a RH ou novell desenvolver um aplicativo, eles terão que pagar. Empresas não gostam disso.

Agora, outras distros importantes utilizam o kde. O debian está disponivel (apesar de tradicionalmente ser gnome a default) e a toda poderosa Slackware simplesmente sumiu com o gnome a ponta pés e não larga o kde!

Eu ainda estou com o gnome, mas tem hora que dá uma putz vontade de voltar para o kde (e também para o slackware, mas como tenho que fazer um trabalho e o oracle recomenda ubuntu, eu vou ter que esperar mais um pouco para formatar a minha máquina, hehehehe)

Offline vfl

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 66
    • Ver perfil
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #9 Online: 04 de MAR?O de 2007, 03:13 »
... Por outro lado, esse é uma das qualidades do kde frente ao gnome: ele possui mais aplicativos.
Os aplicativos base do kde são melhores e mais numerosos. Por exemplo, o gedit é bom? Éééé.......... mas o kwrite e o kate são melhores! O kde tem mais opção de configuração do sistema e o ambiente é todo integrado.

Realmente o Kde hoje ganha no quesito quantidade e qualidade de programas, principalmente no ambiente doméstico (multimídia, gravação de cd, etc...), mas para o ambiente corporativo eles não fazem tanta falta.
O Kde também tem um excelente ambiente de desenvolvimento, porém está atrelado aos problemas que citei na mensagem anterior.
A profusão de detalhes de configuração acredito que nem seja tão bem-vinda no ambiente corporativo, e o Gnome tem muita possibilidade de configuração, porém  apenas administradores profissionais ou heavy users tem desenvoltura neste campo, o que também tem lá suas vantagens no ambiente corporativo.


Citar
Quanto as empresas, a escolha do gnome é puramente monetário, como já foi dito, se a RH ou novell desenvolver um aplicativo, eles terão que pagar. Empresas não gostam disso.

Não acredito que a licença de US$ 1.500 seja um entrave para as grandes corporações que você citou, mas a questão do controle das bibliotecas, os problemas sérios com a ABI C++, QTL ao invés da STL, incompatibilidade com Corba realmente tem um peso.


:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
Linux Registered User: 36202 (1996) at http://counter.li.org/
StarOffice/OpenOffice.org/BrOffice.org user since 1999
 IM: vfl@jabber.org  (Jabber : Open Instant Messaging - http://www.jabber.org)
Schroeder - SC - Brasil

Offline joao.zanella

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 53
  • "O conhecimento amplia a vida."
    • Ver perfil
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #10 Online: 05 de MAR?O de 2007, 15:05 »
Pra mim também o Gnome é o melhor gerenciador de janelas, mas o KDE não é ruim nao. Gosto do Gnome porque ele é bem clean e simples de usar.

Para mim o melhor gerenciador de janelas é aquele que você escolhe e prefere utilizar, independente se é Gnome, KDE etc. Eu uso o Gnome, porém considero o KDE excelente também.

O legal é que PODEMOS OPTAR. Isso é fantástico.
O conhecimento amplia a vida.

Offline adilson bts

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 355
    • Ver perfil
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #11 Online: 06 de MAR?O de 2007, 12:09 »
assim como todos vcs escolheram um gerenciador para amar a adorar e defender e também outro para odiar e falar mal, o linus escolheu o gnome para não gostar, ... eu por ex gostei de todos mas atualmente prefiro o kde... obrigado pela atenção... parem de discutir por pouco.... (brincadeira)
note aspire 4710, dualcore 1,73, mobile intel grafic media acelerator 950, 2gb ram, Ultimate edition 2.6- Ubuntu 10.04

Offline wildner

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 193
    • Ver perfil
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #12 Online: 14 de Abril de 2007, 13:29 »
Pessoal,

Gosto não se descute. A liberdade é legal por isso, cada um na sua.

Gosto do Gnome por que:
1. Não copia o estilo Windows, já deixei o Windows por que não gosto dele. O KDE é para ex usuário que tem fortes laços com o inimigo, eheheheh.
2. Me parece mais rápido, leve.
3. É mais personalizável.
4. Dá para instalar quase todos os programas que se instala no KDE, é mais fácil instalar programas exclusivos do KDE no Gnome do que Instalar programas exclusivos do Gnome no Kde.
Ex: No Gnome consigo instalar o Amarok, mas estou achando o Exaile, mais rápido, limpo e fácil de usar.
5. Acho mais organizado e fácil de manusear, no KDE eu ficava perdidoe  quase sempre não lembrava aonde estava as configurações.

Os dois são bons, a história de cada usuário e a adaptação é que nos fazem escolher. Não há certo ou errado. Viva o Linux e a Liberdade de escolha.
« Última modificação: 14 de Abril de 2007, 13:32 por wildner »

Offline Coiote

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 341
    • Ver perfil
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #13 Online: 14 de Abril de 2007, 15:21 »
Pessoal,

Gosto não se descute. A liberdade é legal por isso, cada um na sua.

Gosto do Gnome por que:
1. Não copia o estilo Windows, já deixei o Windows por que não gosto dele. O KDE é para ex usuário que tem fortes laços com o inimigo, eheheheh.
2. Me parece mais rápido, leve.
3. É mais personalizável.
4. Dá para instalar quase todos os programas que se instala no KDE, é mais fácil instalar programas exclusivos do KDE no Gnome do que Instalar programas exclusivos do Gnome no Kde.
Ex: No Gnome consigo instalar o Amarok, mas estou achando o Exaile, mais rápido, limpo e fácil de usar.
5. Acho mais organizado e fácil de manusear, no KDE eu ficava perdidoe  quase sempre não lembrava aonde estava as configurações.

Os dois são bons, a história de cada usuário e a adaptação é que nos fazem escolher. Não há certo ou errado. Viva o Linux e a Liberdade de escolha.

Concordo com você! Eu por exemplo fico totalmente perdido quando mexo no kde. São tantas opções pra fazer a mesma coisa que eu fico confuso. Com relação aos aplicativos do kde, o único que eu acho imbatível é o K3b. Apesar disso o kde é excelente, porém pra mim não dá.

Offline neofito_ubuntu

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 27
    • Ver perfil
Re: Opnião do Linus Torvalds sobre o GNOME
« Resposta #14 Online: 14 de Abril de 2007, 16:55 »
Eu acho que gosto pessoal ou questoes financeiras a parte, acho q entre kde e gnome poder-se-ia pensar o porque dos programas feitos e mantidos pela comunidade estao (de alguma forma) atras dos mantidos por empresas. Ora, se a base de programadores eh maior, porque sao as empresas q emblementam as melhorias... eh sabido q o numero de programas para kde eh maior, e muitos, melhores que no gnome.

tambem gosto do gnome, por ser simples, mas o ar minimalista irrita quando queremos algo simples e temos q partir pra linha de comando (ou nao eh de babar os configuradores do suse ou do mandriva?)
todos concordamos q a facilidade de operacao eh a chave da questao, e ainda hoje li que o photoshop estah a 10 anos na frente do gimp... e ainda hoje nao existe programas como indesigne, corel e mesmo o office da poderosa eh (em muitas coisas) melhor que o o... e o K3B... ainda nao encontrei um gravador melhor pra gnome...

procurem nas listas de pesquisas as distros mais usadas e baixadas. o debian nao esta entre as 5 primeiras, mas o ubuntu estah. e este ultimo tem uma empresa por tras, enquanto o primeiro, pai do segundo, mantido pela comunidade jah perde um grande espaco, seja entre empresas, seja entre usuarios comuns.

claro q existem outros fatores para considerarmos, mas cah pra nos, da minha ultima experiencia com o debian, o ubuntu eh melhor em facilidades mil...

entao fico com a questao: porque os desenvolvedores da comunidade estao anos atras dos desenvolvedores "pagos"? entao o dinheiro ainda mantem a coisa toda na frente?... sim, afinal de contas, o padrao eh que conta. se KDE consegue finalmente se tornar padrao, entao todos seguiram isso, e por fim, a empresa mantenedora ganhara alguma coisa...

vou dar outro exemplo. alguns anos atras a iomega vendia diskzips de 100mb para seus aparelhos. mas, jah havia um disquetinho de 100mb e os "superdrivers". quem ficou no mercado? a iomega... e nao quem mais ficou sabendo desdes disquinhos igualzinhos ao 1.44,  mas de 100mb...

hoje, temos uma briga: novos leitores de discos: um laser azul e outro vermelho. acho que um da sony ou toshiba e outro da phillips com mais alguem (nao lembro)... e estao esperando pra ver quem vai dominar o mercado. pra que? pra ganhar com o desenvolvimento.

o linus torvalds criou o linux, mas o minix foi o pai da criança. e quem ficou no mercado? e ateh pouco tempo atras, o dono do minix nao brigava da justica pra ter algum direito sobre o linux?... e hoje, nao tem gente querendo proteger judicialmente o no linux?

o linus mesmo sabendo do seu papel, propagandeia o kde, que eh financiado por uma empresa e nao o gnome, que eh mantido pela comunidade (eu pessoalmente, nao entendo)...

enfim, o que conta eh padrao de mercado.... e infelizmente estamos atrelados as empresas q mantem e desenvolvem padroes. Ou nao estamos aqui, usando um linux promovido por uma empresa? mas que adota por padrao, um gerente feito pela comunidae? porque? talvez, para nao pagar... talvez, para fugir de futuros (possiveis) processo judiciais (e contas)... (isso sao especulacoes estritamente pessoais...)

mas nao hao de negar, que em tao pouco tempo, o ubuntu estah melhor que o debian (perdoem-me os desenvolvedes do debian)... e o mesmo acontece com o gnome, que jah anda atras do kde (em muitos aspectos). perdoem-me os amantes do gnome, mas o kde (em geral) impreciona mais.

mas, o mais importante na discussao gnome/kde, eh pensar aonde o gnome vai estar daqui a alguns anos, e quantos vao estar usando... e ainda desenvolvendo pra ele. pois nao eh o kubuntu, o sistema que o governo frances adotou alguns dias (ou meses) atras?...

pra finalizar, ou dar mais um exemplo: existe um certo programa de tratamento de imagem chamado pixel (descobri aqui no forum) e serah pago. estah na versao de teste, mas mesmo na versao de testes 0.0.1 beta jah eh melhor que o gimp, este, embora antigo, "parou" no tempo, emperrado pela propria comunidade...

um abraco a todos, e vinda longa aos desenvolvedores da comunidade, e nao atrelados as grandes corporacoes.
« Última modificação: 15 de Abril de 2007, 13:44 por neofito_ubuntu »