Autor Tópico: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?  (Lida 32747 vezes)

Offline Jsouza

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 27
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #30 Online: 02 de Julho de 2007, 10:22 »
             sabe a briga da coca cola e da pepsi cola? é a mesma briga pois a coca será sempre coca e a pepsi será sempre a pepsi. Windows será sempre o windows com suas qualidades e defeitos e linux  será sempre o linux. Dá para viver um triangulo amoroso com os dois, sabendo das virtudes e defeitos e o ideal é sempre não desistir, eu mesmo estou querendo terminar a relação com o windows mais ainda tenho de aprender.O windows é a coca cola e o linux ainda é tubaina sabor cola, parece mais não é, até a embalagem da tubaina é diferente e é mais barata que a coca. Eu estou bebendo tubaina e gostando ou seja é fazer propaganda da tubaina.

Offline Jsouza

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 27
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #31 Online: 11 de Julho de 2007, 19:16 »
                                   Eu, continuando do ponto onde parei, cheguei a conclusão que, por mais que existam pessoas querendo e se ajudando muitas vezes elas não o conseguem, tive um problema com o bendito do windows, mais necessário a minha esposa e tive de reinstalá-lo e o meu ubuntu perdeu a grub e depois de dois dias  de pesquisas, tanto aqui como net cheguei a conclusão que terei de apagá-lo, depois de ter colocado tudo nos eixos, som, players, codecs beryl, placa de vídeo, ter instalado o e17 e também o xfce, tudo mesmo nos conformes e só usava o ubuntu, tinha deixado o win de lado, pois até as correspondencias eu lia pelo firefox, fora o flash player que funcionava até no ópera, tudo isto me deixou bem chateado pois o chato não é ter de digitar, quando necessário, o chato é ver que muitos ficam perdidos na hora de ter de recuperar a grb e encarar um festival de sopa de letrinhas que acabam não  dando em nada e que seria tão mais fácil ter um  system restore no linux em geral,  bem simples como o do windows , onde resolvi fácil e fiquei 2 dias tentando dar jeito, lendo sugestões de diversos colaboradores e no meu caso, assim como no de outros não deram resultados, para mim o problema não são gráficos ou digitações, mais tão somente uma ferramenta como um repair, comum no windows. Acho que o Windows terá de novo seu antigo usuário, eu aprendi sozinho a mexer nele, pois as coisas mais simples a turma do Linux em geral parecem que gostam de complicar.
                              Abraço a todos, de vez em qd abrirei o forum para saber se já existe alguma notícia sobre este tipo de ferramenta. Quando terminar este comentário irei remover e ubuntu e não irei usá-lo nem como live cd.

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #32 Online: 11 de Julho de 2007, 19:30 »
                                   Eu, continuando do ponto onde parei, cheguei a conclusão que, por mais que existam pessoas querendo e se ajudando muitas vezes elas não o conseguem, tive um problema com o bendito do windows, mais necessário a minha esposa e tive de reinstalá-lo e o meu ubuntu perdeu a grub e depois de dois dias  de pesquisas, tanto aqui como net cheguei a conclusão que terei de apagá-lo, depois de ter colocado tudo nos eixos, som, players, codecs beryl, placa de vídeo, ter instalado o e17 e também o xfce, tudo mesmo nos conformes e só usava o ubuntu, tinha deixado o win de lado, pois até as correspondencias eu lia pelo firefox, fora o flash player que funcionava até no ópera, tudo isto me deixou bem chateado pois o chato não é ter de digitar, quando necessário, o chato é ver que muitos ficam perdidos na hora de ter de recuperar a grb e encarar um festival de sopa de letrinhas que acabam não  dando em nada e que seria tão mais fácil ter um  system restore no linux em geral,  bem simples como o do windows , onde resolvi fácil e fiquei 2 dias tentando dar jeito, lendo sugestões de diversos colaboradores e no meu caso, assim como no de outros não deram resultados, para mim o problema não são gráficos ou digitações, mais tão somente uma ferramenta como um repair, comum no windows. Acho que o Windows terá de novo seu antigo usuário, eu aprendi sozinho a mexer nele, pois as coisas mais simples a turma do Linux em geral parecem que gostam de complicar.
                              Abraço a todos, de vez em qd abrirei o forum para saber se já existe alguma notícia sobre este tipo de ferramenta. Quando terminar este comentário irei remover e ubuntu e não irei usá-lo nem como live cd.


Aqui não é lugar para ajudá-lo sobre o GRUB porque não é para isto que existe este tópico, mas para mostrar que sempre tem jeito leia os dois tópicos e espero que resolva seu problema.

http://ubuntuforum-br.org/index.php?topic=22315.msg122116#msg122116
http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,14614.0/topicseen.html
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

Offline Cláudio Novais

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 501
  • I'm ubuntued
    • Ver perfil
    • UBUNTUED.info
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #33 Online: 11 de Julho de 2007, 20:58 »
agora que li o comentario do jsouza, lembrei-me de partilhar o que me aconteceu á um mês ou mês e meio atrás!

então, o que aconteceu demonstra a grande diferença entre linux e windows:

fiz um update (provavelmente de sources não oficiais) que estourou com o meu sistema totalmente, sem apt sem nada. nesse dia tinha uma apresentação de um trabalho. solução? simples: pedi a um colega meu para sacar o ubuntu (10 minutos), enquanto passava o meu intervalo instalei o ubuntu (15 minutos, incluindo formatação) e depois simplesmente fui ao meu gmail e copiei uma linha de código (sudo apt-get install bla bla bla bla) e fiquei com TODOS os programas, opções e linguagem prontos (3 minutos, cerca de 200Mb). ou seja, eu em menos de meia hora, consegui pôr o meu sistema todo operacional, começando do ZERO. com windows? bem acho que passado meia hora estava a ver a barrinha da formatação a chegar ao fim, e estava a preparar todos os cds para os drivers dos diferentes componentes. de realçar que os 200megas que instalei são simplesmente programas e codecs, NENHUM DRIVER!


claro está que se tivesse uma partição com a HOME, este problema era resolvido em 25 minutos, e com todos os historicos e todas as opções feitas anteriormente (agora já tenho isso).

realmente acho que vou mudar para windows, é que ele tem mesmo uma percentagem acima do linux, NOT;D

Offline samuelbh

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 582
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #34 Online: 12 de Julho de 2007, 12:02 »
                                   Eu, continuando do ponto onde parei, cheguei a conclusão que, por mais que existam pessoas querendo e se ajudando muitas vezes elas não o conseguem, tive um problema com o bendito do windows, mais necessário a minha esposa e tive de reinstalá-lo e o meu ubuntu perdeu a grub e depois de dois dias  de pesquisas, tanto aqui como net cheguei a conclusão que terei de apagá-lo, depois de ter colocado tudo nos eixos, som, players, codecs beryl, placa de vídeo, ter instalado o e17 e também o xfce, tudo mesmo nos conformes e só usava o ubuntu, tinha deixado o win de lado, pois até as correspondencias eu lia pelo firefox, fora o flash player que funcionava até no ópera, tudo isto me deixou bem chateado pois o chato não é ter de digitar, quando necessário, o chato é ver que muitos ficam perdidos na hora de ter de recuperar a grb e encarar um festival de sopa de letrinhas que acabam não  dando em nada e que seria tão mais fácil ter um  system restore no linux em geral,  bem simples como o do windows , onde resolvi fácil e fiquei 2 dias tentando dar jeito, lendo sugestões de diversos colaboradores e no meu caso, assim como no de outros não deram resultados, para mim o problema não são gráficos ou digitações, mais tão somente uma ferramenta como um repair, comum no windows. Acho que o Windows terá de novo seu antigo usuário, eu aprendi sozinho a mexer nele, pois as coisas mais simples a turma do Linux em geral parecem que gostam de complicar.
                              Abraço a todos, de vez em qd abrirei o forum para saber se já existe alguma notícia sobre este tipo de ferramenta. Quando terminar este comentário irei remover e ubuntu e não irei usá-lo nem como live cd.


Se você usasse o BIG Linux não teria tido esse problema. Ele já tem uma ferramenta para recuperar GRUB de forma grafica, fácil e pelo Live CD.
Assinatura removida pela Equipe do Fórum

Offline Jsouza

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 27
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #35 Online: 14 de Julho de 2007, 21:00 »
                Sem ofensa vou falar  tão somente poucas palavras em bahianês.  Estava mesmo bem retado com o problema de grub. Eu não expus o problema de grub como se estivesse pedindo socorro, pois no texto eu cito que procurei respostas neste forum e na net inclusive fui nas páginas citadas.  Em nenhum momento eu falei que o problema tinha sido causado pelo linux ubuntu, falei que tive um problema com o windows e que me obrigou a reinstala-lo pois minha esposa só usa o windows e não tido paciência em aprender como usar o linux pois está terminando uma monografia do curso que anda fazendo que anda consumindo o tempo dela. Eu gostei do ubuntu, disse que voltaria , por enquanto , para o windows mais o bendito do ubuntu fez falta e o reinstalei, já está quase como era, faltam poucas coisas. Quanto ao grub não mudo uma letra do que disse, para que o linux com suas varias distros consiga uma maior penetração , ele tem que oferecer pelo menos uma ferramenta de recuperação pois deve partir do princípio que muitos que estão entrando só conhecem o windows, que elogiam e criticam mais é a coca cola do mercado, já que uma parcela grande de usuários o usa para jogos, eu não jogo  mais é um direito que se deve aceitar que anda fazendo propaganda nos diversos meios de comunicação ou ninguem notou que alguns dos candidatos ganharam o office 2007, que a microsoft realiza uma tremenda  festa de promoção e sai nos noticiários da vida que ficam  um monte de babacas nas portas de lojas querendo ser o primeiro a adquirir um  lançamento microsot a nível mundial. Quanto ao linux a propaganda é feita literalmente de boca em boca, em uma página da net acessada, muitas vezes, acidentalmente e o cara acaba pedindo um cd por que é de graça e por ser um condicionado windows espera encontrar  um windows clone  e sem problemas de pirataria  e outras coisas mais. No final , na primeira dificuldade " sarta " fora e mete bomba  chamando de m#$%* que não tem jogo bom etc, etc, etc.  O ubuntu, assim as outras distros, deveriam vir com um manual de instruções para fazer o candidato a usuário linux não desistir, afinal tentar tirar uma pessoa do quase mastigado, de programas piratas , de seriais para jogos, freeware, sem ter atualização de seguranças tão constantes, de tantos spywares, porcariaswares dá trabalho. Eu não precisei do manual de instruções e tenho certeza que todos vcs também  mais será que muitos seriam iguais a nós, eu mesmo tenho um exemplo  perto, quando comentei que usava um linux  ouvi como resposta : -" Como é que vc usa uma droga desta? eu nunca vou querer usar pois o windows é melhor", ou seja,  mesmo sem experimentar  o pobre linux é condenado de graça. Em pouco tempo me habituei com o Ubuntu, acredito que até com outras distros, mais vou ficar com o Ubuntu,  mais a sugestão continua, pois encontrei n respostas para o mesmo problema, resolveu para alguns, para outros não. Obrigado pela sugestão para usar o Big Linux , Samuelbh, é algo a se pensar.
E como diz um velho filósofo grego : " Errar é humano, persistir no erro é burrice " . De vez em quando a gente fala ou faz bobagem. 

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #36 Online: 14 de Julho de 2007, 23:37 »
Citar
... afinal tentar tirar uma pessoa do quase mastigado, de programas piratas , de seriais para jogos, freeware, sem ter atualização de seguranças tão constantes, de tantos spywares, porcariaswares dá trabalho. Eu não precisei do manual de instruções e tenho certeza que todos vcs também  mais será que muitos seriam iguais a nós ....

Olha Jsouza achar o windows mais fácil e que todos não tiveram dificuldades em lidar com seus pormenores (atualizações, seriais e etc...)  é relativo. Vou falar de mim, comecei a trabalhar com unix em 1989 e fui conhecer o windows em 1996 (ou 95, não lembro), e acabei trabalhando com windows mesmo só em 2000. Vou te dizer que acostumar nunca acostumei, sempre senti falta da forma de trabalhar do Unix (e do Linux) e enquanto não passei a usar o pinguim não me senti a vontade.

Então o que posso te dizer é que esta sensação que descreve é normal porque a maioria parte do windows, e depois vem para o Linux, mas procurando um windows alternativo (usando suas palavras), e ai sente mesmo, assim como senti quando fui para o windows procruando o Unix.

Tudo é que questão de costume e de ter mente aberta para o novo.

obs.: Quanto a manual não vejo como você. Manuais não faltam, estão espalhados na internet e basta uma pesquisa, o problema é que a grande maioria quer que tudo caia do céu e tem preguiça de procurar e ler.

Tudo aqui é minha opinião e não reflete necessariamente opinião dos demais.
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

Offline Jsouza

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 27
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #37 Online: 17 de Julho de 2007, 11:37 »
                                         Bem, quando falei em manual de instruções eu não sugeri que deveria acompanhar um cd de instalação, assim como no meu caso e no seu, só como exemplos fizemos funcionar o sistema numa boa e eu, particularmente, não vi nenhuma dificuldade pois veio praticamente mastigado e fica até dificil errar. Falei em manual de instruções só para demonstrar o quanto anda a ignorância e desconhecimento do linux. Eu mesmo não entrei em linux totalmente analfabeto no assunto pois tenho um filho que usa o Ubuntu e foi através dele que me interessei, fiz perguntas, olhei na net e isto aumentou o meu interesse, ele usa o Kubuntu e usa o mesmo, não tem só por enfeite e muitas dúvidas foram sanadas por ele. Aqui em casa tem o Kubuntu e as duas últimas versões do Ubuntu, porém nem ele conseguiu resolver o problema do Gru e aconselhou a reinstalar tudo de novo mais preferi pesquisar para ver se conseguia uma dica milagrosa. E eu instalei sozinho todas as vezes que necessitei sem ajuda alguma por parte dele que inclusive me criticou por querer desistir mais apostou que eu reinstalaria e acabei fazendo. Agora só irei pesquisar para me prevenir de um outro acidente e não perder minhas preferências. Viva o Linux e vamos procurar aumentar o círculo saudavelmente viciante do Ubuntu.                         

Offline samuelbh

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 582
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #38 Online: 17 de Julho de 2007, 14:08 »
Por acaso já leu o arquivo de ajuda que já vem com o Ubuntu? Está no Menu Sistemas.
Assinatura removida pela Equipe do Fórum

Offline Mythus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 264
  • Liga dos Dinos
    • Ver perfil
    • http://www.protopage.com/skopein
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #39 Online: 18 de Julho de 2007, 10:19 »
Quem nunca pegou num mouse tem muito mais facilidades em mexer num sistema Windows.
Engano seu, tenho vários funcionários como prova disso, só não pergunte qual o sistema operacional que eles usam porque provavelmente eles não vão nem saber do que você está falando.
Abraços,
_________________
Não é programador, não é hacker. Formado em Direito pela UFPb. Usuário de Linux em tempo integral: Linux User Number: 174012.

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #40 Online: 18 de Julho de 2007, 10:39 »
Quem nunca pegou num mouse tem muito mais facilidades em mexer num sistema Windows.
Engano seu, tenho vários funcionários como prova disso, só não pergunte qual o sistema operacional que eles usam porque provavelmente eles não vão nem saber do que você está falando.

Concordo com você Mythus. Quem nunca usou não tem mais dificuldade em trabalhar com Linux, e quem tem contato com Windows e é obrigado a usar Linux só tem dificuldades (no meu caso aqui, que são meros usuários e toda configuração é feita por nós do setor de Informática) porque coloca na cabeça que terá.
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #41 Online: 18 de Julho de 2007, 14:32 »
Usuário comum para mim navega na internet e usa editor de texto, no mais apenas alguns jogos.

Como não sei qual é o seu contato com isto, posso te falar do meu. Trabalho com informática a 17 anos na mesma empresa e o que os usuários querem aqui é só isto, navegar na internet, usar o editor de texto, as vezes a planilha e jogar alguns joguinhos (vejo isto também na casa dos meus pais, da minha irmã e outros usuários que vivo dando suporte). Mesmo quando usavamos windows nenhum deles sabiam mexer com partição, nenhum deles sabem mexer bem nas configurações (mesmo no Painel de Controle do Windows), e todos que precisam criar uma conexão discada sempre pediam ajuda de alguem, para não dizer minha.

O que você quer já é para usuários um pouco mais avançados, e quanto a nunca ter usado vou falar do meu filho (8 anos), minhas sobrinhas (9 e 12 anos). Todos os eles sentaram na frente do linux (já usando windows há algum tempo) e usaram sem ajuda. Abriram jogos, editaram texto, só me perguntaram (e nem foram todos) se o tal Web Browser era o navegador. Para mim se o usuário comum pegar uma máquina bem configurada, com codecs, plugins e etc e ele não tiver medo do novo não existe nenhuma dificuldade a mais a não ser a adaptação de achar as coisas em lugares diferentes.

Quanto a alta percentagem do windows, isso é tranquilo, anos de solidão no mercado e permissão de pirataria irrestrita. Aqui em Timóteo, onde moro, todas as lojas de informática vendem PC's com windows pré-instalado, e vocês acham que existe a preocupação geral se é pirata ou não? Nem acho que os usuários tem noção disto também.
« Última modificação: 18 de Julho de 2007, 14:36 por clcampos »
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

Offline s4suk3

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 78
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #42 Online: 19 de Julho de 2007, 01:58 »
Hoje em dia o usuário comum possue cameras digitais, pendrives e gravadores de cd/dvd.
Infelizmente formatar/gravar arquivos em pendrives, discos de cameras, requer algumas configurações (como adcionar um dono por ex.),e isso infelizmente não é tão intuitivo quanto "deveria ser" quanto a cd/dvd existem até algumas boas opções e acaba se tornando menos complicado.

para todos aqueles que estão me entendendo mal:

EU AINDA ACHO QUE O LINUX SUPERARÁ O WINDOWS COM O TEMPO, mas só se o Ubuntu não parar no tempo como o Debian que ficou com a mesma versão por anos, porquê o Windows está cada vez mais idiota de se mexer (quem usou o Windows Vista vai concordar comigo), e espero que o Linux também seja assim.
Eu não tenho nem nunca tive problemas com cds e dvds no Ubuntu. Nunca precisei(a não ser quando queria) abrir uma linha de comando pra montar um pendrive ou uma câmera digital, ele sempre fez isso pra mim. Minha câmera digital Kodak foi reconhecida 100% pelo f-spot logo quando a conectei =p

Outra coisa, o Debian não tem objetivo nenhum de lançar um release  em um período fixo como o Ubuntu. O objetivo principal deles é oferecer uma distro estável. E isso eles conseguem perfeitamente, mesmo seguindo um período de release longo, como de 2 em 2 anos(basta dizer que o windows xp foi lançado em 2001 e o vista em 2006-2007).
Pentium 4 2.8ghz - 512 RAM DDR 400Mhz -  2 HDs 20gb 7200rpm IDE - Radeon 9200 PRO 128/64 - Arch Linux 2007.09 "Core Dump"
-
Humor, Linux, Software Livre e o resto :P
http://sryche.wordpress.com

Offline Mythus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 264
  • Liga dos Dinos
    • Ver perfil
    • http://www.protopage.com/skopein
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #43 Online: 19 de Julho de 2007, 18:19 »
Então é muito estranho o Linux estar com um percentual baixo em relação ao Windows.
Licensa Windows XP - R$ 700,00
Licensa Linux - Free
95% dos computadores pessoais usam Windows , o resto outros sistemas (to chutando a estatística, mais deve ser uma coisa parecida com isso)

Eu nem faço a pergunta de quantos tem um WinXP pirata e/ou Office pirata, faço a pergunta ao contrário: quem aqui é usuário comum e foi na loja para comprar WinXP e/ou Office? Estou falando de ir à loja e comprar o programa e não da versão OEM que vêm nos computadores "de marca".

O maior motivo é a pirataria desvigiada, como o clcampos disse, mas ainda há outros motivos:
- a MS depende exclusivamente de capital que é reinvestido para a produção de sofware, o OpenSource não segue um modelo empresarial tradicional
- grande parte do sistema é produzido voluntariamente pela comunidade (com empresas capitaneando, mas sem domínio exclusivo)
- a escala de desenvolvimento de um gerenciamento catedral para o bazar (http://pt.wikipedia.org/wiki/A_Catedral_e_o_Bazar) tem curvas de desenvolvimento bastante diferentes
- grande parte dos drivers produzidos para linux não são feitos pelos próprios fornecedores, mas "descobertos" pelos próprios linuxers, já a MS recebe o driver direto do fabricante

Esse rol não é taxativo, mas serve para ilustrar.

Olha... quando eu digo usuário comum , é porque é o tipico usuário que quer uma coisa fácil. (tem gente que gosta de carro com câmbio automático e tem gente que prefere carro com câmbio manual).
Usuário comum é minha irmã. Ela não sabe instalar uma impressora. Ou meu pai que automagicamente o MS dele mudou o idioma do teclado e ele teve que decorar a posição das teclas porque não sabia mudar o layout do teclado dele. São dificuldades que esses dois encontram manipulando um SO da MS.

Pode até ser que eu seja muito burro e viciado em Windows e Office , porque configurar o Ubuntu (que é a distro mais facil que eu conheço) não foi tão fácil assim p/ mim.
Eu estou gostando de mexer com o Linux, porém, se eu por alguma razão tiver que formatar acho que eu nunca mais consigo deixar o sistema tão redondo.
Eu ainda lembro das tuas primeiras mensagens aqui na lista e nem tenho muito tempo de lista, você já aprendeu um monte sobre linux em quanto tempo? Quanto tempo você demorou para aprender o mesmo tanto usando os sistemas da MS? Aprender a usar um SO como usuário avançado em qualquer situação demora um pouco. Quebrar paradigmas que são construídos pelo decurso de longos anos pode não ser algo tão simples. As vezes coisas simples podem irritar. Quer um exemplo? Eu seleciono um texto com o botão esquerdo do mouse e clico no lugar onde quero colá-lo com o botão do meio. Isso é natural para mim, num SO da MS eu sempre reclamo que isso não funciona, aliás, não existe nenhuma serventia o botão direito para a MS.

O Linux está cada vez mais fácil de usar (principalmente com o Ubuntu), porém ainda está um pouco complicado fazer tarefas um pouco básicas nele, porque você sempre apela para o shell, o típico usuário comum não quer usar o shell, ele quer clicar e usar, por isso que o Windows é mais fácil (e tem mais bugs também).
Daí vai novamente aquela diferença do que é ser "usuário comum". Mas dois exemplos vêm em mente e nenhum deles é executado por um usuário comum:
1) você tem um problema no samba, vai no shell e descobre em /etc um smb.conf e o abre, lê o que tem escrito e conforme sua vontade, comenta ou descomenta algumas linhas e reinicia o serviço, novamente no shell com "/etc/init.d/samba restart" e vai, sem muito medo, na velha "tentativa e erro";
2) você tem um problema na sua rede windows (smb), já desinstalou e reinstalou os drivers e protocolos necessários e a rede não funciona, o que faz? Vai tentar editar o registro?

Eu já fui muitas vezes obrigado a editar o registro dos sistemas da MS. Principalmente suas versões 95 e 98, no geral a atividade era relativamente simples: deletar chaves para impedir que programas iniciassem ou remover informações de programas que não foram desinstalados corretamente, qualquer coisa além disso para mim era incompreensível. Existe algum arquivo ou operação tão incompreensível e potencialmente tão catastrófica quanto usar e modificar o registro dos sistemas da MS num linux?

Quer um teste ?

Peça a um usuário comum com um Ubuntu-In-a-Box formatar uma partição do disco.
depois
Peça para o mesmo usuário fazer a mesma coisa no Windows.

Isso é uma tarefa fácil para mim em ambos (já que eu estou com um Livro enorme na minha mesa com um monte de comandos)
Eu tenho uma saudade imensa da opção formatar no clique com o botão direito, mas tudo bem , agente abre o shell e usa o mkfs.
No caso de mídias removíveis, no nautilus em "computer:///" o botão direito tem as opções montar, desmontar e formatar. Já partições do disco, isso não é tarefa usual, é tipicamente administrativa. Tanto que você usa sudo. Aliás, para saber o que o linux considera usual ou administrativa basta verificar quando ele te pede para usar o sudo.

E se usar o sudo é o parâmetro, quantas tarefas sem usá-lo possui um grau de dificuldade muito maior num sistema ou noutro senão o problema de "saber onde está"?
- ligar e desligar computador
- editar texto
- navegar
- mandar email
- ouvir música
- jogar paciência
- gerenciar arquivos e diretórios
- abrir fotos, docs, pdfs
- usar mensageiro instantâneo (msn, gtalk, icq)
- usar pendrive, cdrom, dvd
- importar fotos da câmera fotográfica digital

Eu li, mas ainda não consigo entender o que você quer dizer com "o linux vai superar o windows com o tempo". Por superar, pressupõe que seja hoje inferior, e posso até concordar que exista uma ou outra tarefa que a MS desempenha melhor (por exemplo, a exibição de fontes no monitor), mas no geral, não consigo ver como superior o sistema da MS.

É isso.
Abraços,
_________________
Não é programador, não é hacker. Formado em Direito pela UFPb. Usuário de Linux em tempo integral: Linux User Number: 174012.

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Porque o Linux ainda está com um percentual baixo em relação ao Windows ?
« Resposta #44 Online: 19 de Julho de 2007, 20:38 »
Mythus comparando o que você pensa (pelo que esta descrito ai) e o que eu penso (e que nem sempre consigo transferir para um texto) só posso dizer que não existem diferenças.

Acho até que no trivial o Windows deve ser tão ou mais fácil que o Ubuntu (ou outra distribuição Linux), mas passou do que é trivial, ou se deu problema ai é que eu quero ver como vão fazer naquela caixa fechada.

Só para fechar o raciocínio, não entendo porque falam que instalar Windows e reconhecer hardware é mais fácil que no Linux. Tudo bem que existem alguns equipamentos no Linux que realmente não são totalmente reconhecidos, ou simplesmente não são; mas a grande maioria é reconhecida junto da instalação (sem necessitar nenhuma intervenção do usuário) enquanto no windows muitas vezes (para não dizer a grande maioria das vezes) as coisas só são reconhecidas através dos drives desenvolvidos pelos fabricantes e distribuidos em CD, ou disquete junto ao hardware.

Então é o Windows que é bom, ou são os fornecedores que não dão atenção igual ao Linux?
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!