Autor Tópico: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 15/06/07  (Lida 21332 vezes)

Piras

  • Visitante
Re: Testando o Fedora 7!
« Resposta #15 Online: 12 de Junho de 2007, 22:49 »
galactus,

Só faltava essa da sua parte: resenha em capítulos! Bem brasileiro! Mas é ótimo pra gente realmente "sentir" o sistema!

Cheguei a testar o Live CD do Fedora com o Gnome, mas não me animei a instalar. Já tinha informações sobre o fato desta versão ser bem mais reativa que as anteriores, assim como sobre os progressos do YUM, que aliás têm sido constantes.

O problema é que o Fedora tem defeitos incontornáveis para mim. O principal deles é que, comparado ao Debian ou Ubuntu, a oferta de pacotes é muito mais pobre, mesmo nos repositórios alternativos, como Livna. Este é o mesmo problema do openSuse, aliás. O segundo é que nenhuma das interfaces do YUM chega aos pés do Synaptic. E, embora seja possível a instalação do apt-get, definitivamente, em se tratando de gerenciadores de pacote, prefiro ser fiel a opção oficial: é menos arriscada!

Fico feliz, de qualquer modo, que o quesito rapidez já não é um motivo adicional. Mesmo que dependa de muita memória RAM.

Se o amigo galactus for realmente bonzinho conosco, ele tentará instalar o Smartpm no Fedora e reportar os resultados. Mas até agora já está ótimo!




Offline Mythus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 264
  • Liga dos Dinos
    • Ver perfil
    • http://www.protopage.com/skopein
Re: Testando o Fedora 7!
« Resposta #16 Online: 14 de Junho de 2007, 18:30 »
Fico feliz, de qualquer modo, que o quesito rapidez já não é um motivo adicional. Mesmo que dependa de muita memória RAM.

Pessoalmente ainda não testei o F7 e acho que ainda vai demorar umas semanas pra tomar coragem, mas eu queria fazer apenas dois pequenos comentários.

O alto consumo de memória não é necessariamente um mal, até agora o Galactus experimentou o sistema consumir metade da memória dele. Seria interessante ver o comportamento do mesmo sistema para quem tenha menos memória. Se você tem um sistema que carrega de forma inteligente os programas usados, o acesso ao HD reduz e aumenta a performance. Não sei porque muitos ficam preocupados com quanta memória livre se tem. Imagine que o seu sistema fique ocupando 12% da RAM e deixe dos 88% restantes para que você tenha liberdade de abrir seus arquivos. Quantas vezes o sistema não vai precisar da swap ou de fazer um acesso ao HD? Cai muito o desempenho.

A outra coisa é o SELinux, ele é um santo mal compreendido. É possivel desabilitá-lo ou colocá-lo em Permissive Mode, mas se você compreendê-lo, será seu melhor parceiro na segurança do sistema. Principalmente quando você tem serviços que tem privilégios para serem executados no sistema (Samba, Apache, SSH, FTP, etc).

Infelizmente não tenho envergadura moral para falar específicamente do F7, só dos anteriores FC[1-6]. ;)
Abraços,
_________________
Não é programador, não é hacker. Formado em Direito pela UFPb. Usuário de Linux em tempo integral: Linux User Number: 174012.

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.683
    • Ver perfil
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 13/06/07
« Resposta #17 Online: 15 de Junho de 2007, 08:22 »
Realmente eu ainda não testei o Fedora 7 com pouca RAM para ver como fica o seu desempenho. Ao que parece quase todas as distros modernas vem aumentado o seu consumo de RAM. Estava usando o Debian Lenny com XFCE antes de testar o Fedora 7 e ele já começava com 150MB. Não sei se por ser de desenvolvimento ele aumentou o consumo de RAM ou esse vai ser o caminho do novo Debian. Apenas o PCLinux 2007 está com um consumo de RAM pequeno após a inicialização, mesmo com KDE 3.5.6/3.5.7, ele consome cerca de 90MB. Isso das distros modernas voltadas para iniciantes que pude testar até o momento.

Acredito que os programadores vem tentando tirar maior vantagem da enorme quantidade de RAM das máquinas modernas. Sem falar no tremendo poder de processamento das CPUs. A própria INTEL já publicou uma notícia dizendo ser necessário que o Software acompanhe melhor o desenvolvimento do Hardware.

Não sei até que ponto é necessário o uso de tanta memória. As vezes tenho a impressão que é "mais fácil" para o desenvolvedor aumentar o consumo RAM para melhorar o desempenho do que limpar o código para fazer mais com menos. Como disse antes, hoje as máquinas possuem recursos de sobra para tocar a maioria dos desktops.
Kubuntu 21.10 / Linux Mint XFCE 20.2

Offline Eunir Augusto

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 853
  • Embaixador do Projeto Fedora Brasil
    • Ver perfil
    • Comunidade PCLinuxOS Brasil
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 13/06/07
« Resposta #18 Online: 15 de Junho de 2007, 08:45 »

A própria INTEL já publicou uma notícia dizendo ser necessário que o Software acompanhe melhor o desenvolvimento do Hardware.


Bom dia, Galactus. Penso que se o software não "acompanhar" o hardware, este ultimo não tem sua compra justificada.

E os supermercados de hoje precisam vender pcs, neh? Os supermercados, imagina, para pessoas que apanham de torradeiras eletricas. (brincadeira  ;D)

A Intel publicou isso igual a Inglaterra combatia a pirataria há alguns seculos, qdo os navios pirateados passaram a ser os ingleses  ;D pois é interesse da Intel vender hardware. Vivemos o mundo descartável.

PS: Sua analise do Fedora 7 está otima, Galactus. Parabens
Comunidade PCLinuxOS Brasil - Assinatura modificada a pedido do grande amigo Ricardo (rjbgbo)

Offline samuelbh

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 582
    • Ver perfil
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 15/06/07
« Resposta #19 Online: 15 de Junho de 2007, 11:17 »
Bem, eu instalei o Debian Lenny com Xfce via Netinstall e aqui ficou uma bala e não consumiu tanta RAM assim. Para um desktop que tem que ser leve, isso está meio estranho. E ano que vem compro outra máquina (a minha já tem 7 anos, coitada).
Assinatura removida pela Equipe do Fórum

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.683
    • Ver perfil
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 15/06/07
« Resposta #20 Online: 15 de Junho de 2007, 11:42 »
Bem, eu instalei o Debian Lenny com Xfce via Netinstall e aqui ficou uma bala e não consumiu tanta RAM assim. Para um desktop que tem que ser leve, isso está meio estranho. E ano que vem compro outra máquina (a minha já tem 7 anos, coitada).

Eu também estranhei bastante. Talvez por ter instalado muita coisa, GTK e QT, ele também está pré-carregando bibliotecas na RAM.

Será que os novos Kerneis detectam a quantidade de RAM alterando o uso da memória pelo sistema? Muita RAM, joga mais informação na memória, menos RAM, não joga tanta informação na memória?  Pois como eu disse antes, quase todas as novas distribuições vem aumentando o uso da memória. Sem falar claro, no tamanho dos programas e do próprio Kernel que aumentaram consideravelmente. 
Kubuntu 21.10 / Linux Mint XFCE 20.2

Offline samuelbh

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 582
    • Ver perfil
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 15/06/07
« Resposta #21 Online: 15 de Junho de 2007, 14:35 »
Bem, eu instalei o Debian Lenny com Xfce via Netinstall e aqui ficou uma bala e não consumiu tanta RAM assim. Para um desktop que tem que ser leve, isso está meio estranho. E ano que vem compro outra máquina (a minha já tem 7 anos, coitada).

Eu também estranhei bastante. Talvez por ter instalado muita coisa, GTK e QT, ele também está pré-carregando bibliotecas na RAM.

Será que os novos Kerneis detectam a quantidade de RAM alterando o uso da memória pelo sistema? Muita RAM, joga mais informação na memória, menos RAM, não joga tanta informação na memória?  Pois como eu disse antes, quase todas as novas distribuições vem aumentando o uso da memória. Sem falar claro, no tamanho dos programas e do próprio Kernel que aumentaram consideravelmente. 

Eu acho que os kernéis fazem isso sim Galactus. Aqui em casa só tenho 256 de memória mas consigo usar o Ubuntu com gnome. Só que no meu caso, achei mais vantajoso trocar o metacity pelo Openbox. A diferença é grande e me permite continuar usando Gnome. Não vi muita diferença em relação ao Xubuntu.
Assinatura removida pela Equipe do Fórum

Offline Eunir Augusto

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 853
  • Embaixador do Projeto Fedora Brasil
    • Ver perfil
    • Comunidade PCLinuxOS Brasil
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 15/06/07
« Resposta #22 Online: 15 de Junho de 2007, 15:22 »

Eu acho que os kernéis fazem isso sim Galactus. Aqui em casa só tenho 256 de memória mas consigo usar o Ubuntu com gnome. Só que no meu caso, achei mais vantajoso trocar o metacity pelo Openbox. A diferença é grande e me permite continuar usando Gnome. Não vi muita diferença em relação ao Xubuntu.


Eu tbm nao vi muita diferença no Xubuntu. A questão é que achei o Xfce um pouco mais rapido, mas bem mais lento que o Fluxbox. Queria entender um pouco mais sobre o metacity. Ele é o responsável pela "demora e peso" no Gnome? Acabei gostando de usar o Xfce  ;D Obrigado pelo esclarecimento
Comunidade PCLinuxOS Brasil - Assinatura modificada a pedido do grande amigo Ricardo (rjbgbo)

Offline rodox12

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 304
  • Coisinha fofa!
    • Ver perfil
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 15/06/07
« Resposta #23 Online: 15 de Junho de 2007, 17:47 »
Citar
Assim como o Ubuntu ele NÃO vem com Flash, Java, fontes extras, suporte a DVDs e etc instalados.

Quando eu instalo o OpenSuse em portugues(Brazil), o YAST instala o flash, mp3 e mais umas coisas nao habituais...quando eu instalo em ingles(acho que por causa das leis) ele nao instala nada...

Voce percebeu isso no Fedora?
Temos que fixar o bug #1.

Offline Mythus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 264
  • Liga dos Dinos
    • Ver perfil
    • http://www.protopage.com/skopein
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 15/06/07
« Resposta #24 Online: 15 de Junho de 2007, 18:07 »
Será que os novos Kerneis detectam a quantidade de RAM alterando o uso da memória pelo sistema? Muita RAM, joga mais informação na memória, menos RAM, não joga tanta informação na memória?  Pois como eu disse antes, quase todas as novas distribuições vem aumentando o uso da memória. Sem falar claro, no tamanho dos programas e do próprio Kernel que aumentaram consideravelmente. 

Liguei o Ubuntu (com 256MB de RAM) e ele está na tela de login. Entrei num outro computador e, via ssh, executei o comando:
Código: [Selecionar]
$ free -m
             total       used       free     shared    buffers     cached
Mem:           250        227         22          0          6        145
-/+ buffers/cache:         75        174
Swap:          486         33        453

Perceba os processos após o kdm:
Código: [Selecionar]
root      5213  0.0  0.2   3148   608 ?        Ss   14:50   0:00 /usr/bin/kdm
root      5232  0.0  6.9  22884 17884 tty7     Ss+  14:50   0:01 /usr/bin/X -br -nolisten tcp :0 vt7 -auth /var/run/xauth/A:0-hq97R8
root      5247  0.0  0.4   3448  1152 ?        S    14:50   0:00 -:0         
root      5254  0.0  5.5  25340 14228 ?        S    14:50   0:02 /usr/bin/kdm_greet
root      5750  0.0  0.9   7888  2388 ?        Ss   15:20   0:00 sshd: localhost [priv]
1000      5752  0.2  0.9   9012  2552 ?        S    15:20   0:24 sshd: localhost@pts/1
1000      5753  0.0  1.2   5792  3240 pts/1    Ss+  15:20   0:00 -bash
1000      5774  0.0  1.1   5616  3028 pts/1    S    15:21   0:00 /usr/lib/libgconf2-4/gconfd-2 11
1000      5778  0.0  0.1   2872   324 pts/1    S    15:21   0:00 dbus-launch --autolaunch f1e52855d49fda1b796c8f0046724600 --binary-syntax
1000      5779  0.0  0.3   2716   964 ?        Ss   15:21   0:01 /usr/bin/dbus-daemon --fork --print-pid 11 --print-address 14 --session
1000      5781  0.0  1.3   8588  3492 ?        S    15:21   0:00 /usr/lib/gnome-vfs-2.0/gnome-vfs-daemon
1000      5939  0.0  2.4  25836  6248 ?        Ss   15:31   0:00 kdeinit Running...       
1000      5944  0.0  1.9  25656  4960 ?        S    15:31   0:00 dcopserver [kdeinit] --nosid --suicide
1000      5947  0.0  2.9  26408  7628 ?        S    15:31   0:00 klauncher [kdeinit]       
1000      5949  0.0  4.1  29516 10684 ?        S    15:31   0:03 kded [kdeinit]           
1000      5958  0.0  7.5  38844 19220 ?        S    15:32   0:01 konqueror [kdeinit] --preload
1000      5964  0.0  5.6  31316 14508 ?        S    15:33   0:00 kio_uiserver [kdeinit]   
1000      5976  0.0  2.8  27508  7316 ?        S    15:34   0:00 kio_file [kdeinit] file /tmp/ksocket-localhost/klauncher3t5kwb.slave-socke
cupsys    7041  0.7  0.8   4876  2296 ?        Ss   16:37   0:31 /usr/sbin/cupsd
1000      8080  0.0  0.1   1712   472 ?        Ss   17:14   0:00 /bin/sh -c /usr/bin/esd -terminate -nobeeps -as 1 -spawnfd 18
1000      8081  0.0  0.5   3044  1296 ?        S    17:14   0:00 /usr/bin/esd -terminate -nobeeps -as 1 -spawnfd 18
root      8368  0.0  0.9   7884  2388 ?        Ss   17:42   0:00 sshd: localhost [priv]
1000      8370  0.0  0.7   8324  1900 ?        S    17:42   0:00 sshd: localhost@pts/2
1000      8371  0.0  1.2   5692  3180 pts/2    Ss   17:42   0:00 -bash
1000      8491  0.0  0.3   2560   988 pts/2    R+   17:52   0:00 ps aux

Estou com 22Mb de memória livre e nem iniciei o sistema. Obviamente estou trabalhando perto do mínimo (192Mb). E quando começar? Ele vai ter que descarregar alguns programas, mas não vai virar uma carroça por causa disso. :)

Para comparar, sem comparar muito Fedora 6 com 1Gb de RAM
Código: [Selecionar]
$ free -m
             total       used       free     shared    buffers     cached
Mem:          1008        987         21          0         71        471
-/+ buffers/cache:        444        564
Swap:         1027          0       1027

Quanto mais memória maior o uso, e a responsabilidade de administrar esses recursos é do kernel. O programa se encarrega de não usar memória inutilmente, como você mesmo falou. Agora, não dá pra comparar um kwin a um flubox. Há uma série de recursos que um tem e o outro não. Acho que se abrir o WindowMaker com todos os recursos abertos não consegue chegar perto do que o metacity consome por padrão.

meus dois centavos...
« Última modificação: 15 de Junho de 2007, 18:10 por Mythus »
Abraços,
_________________
Não é programador, não é hacker. Formado em Direito pela UFPb. Usuário de Linux em tempo integral: Linux User Number: 174012.

Offline galactus

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.683
    • Ver perfil
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 15/06/07
« Resposta #25 Online: 16 de Junho de 2007, 16:32 »
Citar
Assim como o Ubuntu ele NÃO vem com Flash, Java, fontes extras, suporte a DVDs e etc instalados.

Quando eu instalo o OpenSuse em portugues(Brazil), o YAST instala o flash, mp3 e mais umas coisas nao habituais...quando eu instalo em ingles(acho que por causa das leis) ele nao instala nada...

Voce percebeu isso no Fedora?

Olá rodox, infelizmente não percebi nada quanto a isso. Fiz a instalação em Português desde o início, não tentei com Inglês.
Kubuntu 21.10 / Linux Mint XFCE 20.2

Offline Kwezer

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 144
    • Ver perfil
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 15/06/07
« Resposta #26 Online: 16 de Junho de 2007, 16:50 »
Citar
Assim como o Ubuntu ele NÃO vem com Flash, Java, fontes extras, suporte a DVDs e etc instalados.

Quando eu instalo o OpenSuse em portugues(Brazil), o YAST instala o flash, mp3 e mais umas coisas nao habituais...quando eu instalo em ingles(acho que por causa das leis) ele nao instala nada...

Voce percebeu isso no Fedora?

O Fedora não instala nenhum plugin/aplicativo desse tipo.
Você é obrigado a instalar todos os pacotes manualmente.
Independente da escolha de linguagem.

Piras

  • Visitante
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 15/06/07
« Resposta #27 Online: 17 de Junho de 2007, 02:48 »
Em suma, o Fedora é tão intransigente em relação aos formatos proprietários quanto o Ubuntu. E com o agravante de não ter ali repositórios universe e multiverse para facilitar a vida do usuário. E, na verdade, os repositórios alternativos - como o Livna - são relativamente muito raros.

Offline Mythus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 264
  • Liga dos Dinos
    • Ver perfil
    • http://www.protopage.com/skopein
Re: Testando o Fedora 7! - Autalizado! 15/06/07
« Resposta #28 Online: 17 de Junho de 2007, 11:33 »
Em suma, o Fedora é tão intransigente em relação aos formatos proprietários quanto o Ubuntu.

Intransigente? Agora você me ofendeu, porque eu sou usuário dos dois e não me considero uma pessoa intransigente. Fiquei muito ofendido com isso (brincadeira hehe).

E com o agravante de não ter ali repositórios universe e multiverse para facilitar a vida do usuário. E, na verdade, os repositórios alternativos - como o Livna - são relativamente muito raros.

Isso é uma questão legal. O linux tem que trabalhar com países onde a criptografia é protegida como arma militar (EUA), e com outros que não reconhecem o direito autoral (China). Patentes é apenas um outro grande problema e codecs que são feitos através de engenharia reversa, desrespeito a royalities, ou outras coisas, podem ser ilícitos em alguns países e em outros não. Se uma distro ou outra distro, ao mudar o idioma, não se comportam como uma terceira que a cada idioma já se adequa à realidade social e legal de um determinado país, é tudo uma questão de política de gestão e padronização do produto.

Não dá nem pra comparar o Universe e o Multiverse do Ubuntu com o Core, Extras, Update, Freshmeat, Livna, DAG, NewRPMS, ATrpms, Dries, Macromedia, entre outros do Fedora em número e variedade de pacotes e programas. A diferença é estúpida. Mas para ambas as distros a instalação dos codecs é facílima. Será que é uma questão de intransigência dos moderadores do fórum quando não admitem propaganda de sites com programas piratas só porque estes estão infringindo os direitos de propriedade?

Uma outra questão é que o Fedora ou muito antes o Red Hat, nasceu dentro de um ambiente muito mais disperso e pouco controlado que o Ubuntu, visivelmente mais concentrado e como a entropia sempre é crescente, o esforço para unir Repositórios que tem vida própria debaixo da asa protetora da distro é muito maior do que nascer já debaixo dessa asa. Como o limiar entre liberdade, descontrole e anarquia são, às vezes, muito tênues, vemos, hoje, repositórios que inclusive são incompatíveis entre si, ou, na melhor das hipóteses, ter que baixar a mesma versão de um programa a medida que ele for sendo descarregado no repositório. Quem já instalou o Medibuntu sabe o que é isso (imagine dezenas de variações do Medibuntu?!).

O cerne (kernel ;) ) da questão é que no Brasil temos uma legislação muito mais próxima dos EUA do que da China, mas vivemos praticamente como chineses quando o assunto é bens de consumo e software.
« Última modificação: 17 de Junho de 2007, 11:36 por Mythus »
Abraços,
_________________
Não é programador, não é hacker. Formado em Direito pela UFPb. Usuário de Linux em tempo integral: Linux User Number: 174012.

Offline SergioCava

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 12
    • Ver perfil
Re: Testando o Fedora 7!
« Resposta #29 Online: 17 de Junho de 2007, 12:06 »
opa, galactus. muito boa tua analise. parabens

percebo, não com relação ao Fedora, nem ao Suse, mas com relação ao Slack, parece que os "slackers" não são muito fãs de quem usa Ubuntu, ou é impressão minha?

[ ]s

Eu já notei isso sim. E não sei o motivo exato disso tudo. Na verdade muitos não gostam de qualquer distro que facilite a vida do usuário final. Já li num Fórum do Slackware eles dando graças pelo Slackware ser complicado e não ter Noobs no Fórum deles. São propostas diferentes. Tem gente que usa o ARCH Linux ou o Linux from the scratch, que são ainda mais complicados de usar. Questão de gosto pessoal.

Não sei se o arch, que utilizo a 1 ano, é mais complicado que o slackware.
Antes de usar o arch, eu utilizei anos ubuntu e debian.
Atualmente só uso o arch, por ser simples, de fácil customização, rápido, gasta pouca RAM e tem pacotes atualizadíssimos. E só instalei uma única vez, basta fazer atualizações.
É bem verdade que apanhei bastante no início, mas é que nem andar de bicicleta, só precisa aprender uma vez.
Segue abaixo um link que compara o arch com outras distribuições. Inclusive, foi depois que achei este link, via google, que fiquei tentado a testar o arch, e desde então é minha distro favorita.
http://wiki.archlinux.org/index.php/Arch_x_Outras(Portugu%C3%AAs_do_Brasil)
« Última modificação: 17 de Junho de 2007, 12:12 por SergioCava »