Autor Tópico: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?  (Lida 13504 vezes)

Offline Hotbit

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 5
  • HB-8000
    • Ver perfil
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #30 Online: 13 de Outubro de 2007, 07:22 »
(...)
Pra mim a lei é clara, violar direitos autorais, mesmo sem lucro é crime. Cada um interpreta da forma que quiser, entretanto não se pode alegar que "fiz porque interpretei assim", "acho melhor", "é mais justo". Quem decide é o juiz.
(...)

Realmente, a lei é bem clara.

Citação de: Código Penal brasileiro
Art. 184. Violar direitos de autor e os que lhe são conexos: (

Pena – detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa.


O que não fica claro é:

O que caracteriza uma violação dos direitos de autor?
Quais são os direitos de autor?
Quais são os direitos conexos? Novamente, o que caracteriza uma violação desses direitos conexos?

Gostaria de saber se existem, na legislação brasileira essas definições, bem especificadas e tipificadas devidamente enumeradas e detalhadas.

Falar em "violação" e "direitos" é muito vago e deixa muita margem para interpretações conflitantes.
« Última modificação: 13 de Outubro de 2007, 07:49 por Hotbit »

Offline Jsouza

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 27
    • Ver perfil
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #31 Online: 22 de Outubro de 2007, 21:38 »
                                  Parto do  seguinte princípio: a pirataria é uma das mais antigas atividades humanas, abra um livro de história universal. Com o surgimento da fita cassete e principalmente de gravador de fita cassete stereo, não o gravador mixuruca, a pirataria de músicas começou e inclusive lembro-me que estava na fila do ferry boat em Salvador e tinha um cara vendendo trilhas sonoras de novelas e de artistas diversos, isto   nos fins dos anos setenta e início dos anos oitenta. Acho que uma pessoa  que põe uma música sua, que adquiriu pode emprestar ou dar a quem quiser, se baixar para vender aí existe um crime: pirataria. Quando se gosta da obra de um cantor(a)  a pessoa acaba comprando, seja por  3 reau, como diz o camelo, ou por 15, 20 reais ou mais na loja. A pirataria  de músicas e filmes aumentou com o surgimento dos video cassete, quero saber quem nunca alugou um filme em video cassete que não era pirata? e não existia internet só só VHS e Betamax ( que sumiu primeiro apesar de ser da Sony) em meados dos anos 80. Cassete deck cheio de recursos, fitas cromo TDK, depois de metal, antes só tinha de ferro, sujava as cabeças que era uma beleza, depois ferro cromo. Sistema  Dolby de redução de ruídos  tanto o dolby B como C e outros menos votados, deck de 3 cabeças, ainda tenho um Akai guardadinho de 3 cabeças e um CCE 500 ambos  funcionando. Agora temos gravador de dvd, cd, e sistemas escravos que gravam um monte ao mesmo tempo, televisões com hd de 80 gigas para gravar programas para vc ver depois ( um novo video cassete ). Para se ouvir músicas antigamente bastava ter um rádio tocas fitas instalado no carro ( nestes anos oitenta eu tinha um TKR cara preta, pesado e já existiam as gavetas para a gente levar nossos radiotoca fitas e não ver o carro arrombado e faltando o dito e por ai vai........... era uma tremenda mala. hoje tem auto rádio com cd que toca até mp3 fora os com tem entrada usb para usar um pendriver carregado de músicas, sem contar dvd para carros. Resumindo quem facilitou a pirataria foram as empresas que criaram os video cassetes,  a Sony que criou o betamax e diz que criou o vhs mais que não quis porque era inferior e vendeu, que criou o Walkman e apareceram clones de n fabricantes e é também dona de gravadora, cassete, criação da Phillips , meu primeiro deck foi um Phillips , meu primeiro video foi um AKai .Criaram  o cd player , Phillips e Sony, depois surgiram os gravadores de cd , , dvd apareceu e também gravadores de dvd, tanto de mesa como para pc. Resumindo para reduzir em muito a pirataria é só proibir a fabricação de aparelhos que gravam , seŕa que fariam isto? duvido , já pensou na perda de lucros, impostos, um dvd player doméstico no Brasil tem mais de 50% de impostos embutidos no preço final ao consumidor. Baixar filme na internet para assistir, música para ouvir não é crime no meu modo de ver, só é crime se for para vender por um rau que seja. Continuarei baixando, assistindo e apagando para manter espaço no hd . O que é seu  vc pode dar vender ou emprestar o problema é seu. Quanto a software aí já sou contra, mais ainda assim tem gente que dispõe na internet diversos softwares , mais que usa linux nem sequer precisa deles.Para mim baixar músicas não é crime, pois um amigo me emprestou para gravar e ouvir, assim como na época do cassete, mais sem vender.Baixar filmes e assistir e depois apagar, sem fazer cópia para vender, segue o mesmo raciocínio um amigo me emprestou para assistir e depois devolvi, apaga do hd.

Offline glaubergoncalves

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 511
  • Ubuntu User # 10537
    • Ver perfil
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #32 Online: 22 de Outubro de 2007, 22:53 »
                                  Parto do  seguinte princípio: a pirataria é uma das mais antigas atividades humanas, abra um livro de história universal. Com o surgimento da fita cassete e principalmente de gravador de fita cassete stereo, não o gravador mixuruca, a pirataria de músicas começou e inclusive lembro-me que estava na fila do ferry boat em Salvador e tinha um cara vendendo trilhas sonoras de novelas e de artistas diversos, isto   nos fins dos anos setenta e início dos anos oitenta. Acho que uma pessoa  que põe uma música sua, que adquiriu pode emprestar ou dar a quem quiser, se baixar para vender aí existe um crime: pirataria. Quando se gosta da obra de um cantor(a)  a pessoa acaba comprando, seja por  3 reau, como diz o camelo, ou por 15, 20 reais ou mais na loja. A pirataria  de músicas e filmes aumentou com o surgimento dos video cassete, quero saber quem nunca alugou um filme em video cassete que não era pirata? e não existia internet só só VHS e Betamax ( que sumiu primeiro apesar de ser da Sony) em meados dos anos 80. Cassete deck cheio de recursos, fitas cromo TDK, depois de metal, antes só tinha de ferro, sujava as cabeças que era uma beleza, depois ferro cromo. Sistema  Dolby de redução de ruídos  tanto o dolby B como C e outros menos votados, deck de 3 cabeças, ainda tenho um Akai guardadinho de 3 cabeças e um CCE 500 ambos  funcionando. Agora temos gravador de dvd, cd, e sistemas escravos que gravam um monte ao mesmo tempo, televisões com hd de 80 gigas para gravar programas para vc ver depois ( um novo video cassete ). Para se ouvir músicas antigamente bastava ter um rádio tocas fitas instalado no carro ( nestes anos oitenta eu tinha um TKR cara preta, pesado e já existiam as gavetas para a gente levar nossos radiotoca fitas e não ver o carro arrombado e faltando o dito e por ai vai........... era uma tremenda mala. hoje tem auto rádio com cd que toca até mp3 fora os com tem entrada usb para usar um pendriver carregado de músicas, sem contar dvd para carros. Resumindo quem facilitou a pirataria foram as empresas que criaram os video cassetes,  a Sony que criou o betamax e diz que criou o vhs mais que não quis porque era inferior e vendeu, que criou o Walkman e apareceram clones de n fabricantes e é também dona de gravadora, cassete, criação da Phillips , meu primeiro deck foi um Phillips , meu primeiro video foi um AKai .Criaram  o cd player , Phillips e Sony, depois surgiram os gravadores de cd , , dvd apareceu e também gravadores de dvd, tanto de mesa como para pc. Resumindo para reduzir em muito a pirataria é só proibir a fabricação de aparelhos que gravam , seŕa que fariam isto? duvido , já pensou na perda de lucros, impostos, um dvd player doméstico no Brasil tem mais de 50% de impostos embutidos no preço final ao consumidor. Baixar filme na internet para assistir, música para ouvir não é crime no meu modo de ver, só é crime se for para vender por um rau que seja. Continuarei baixando, assistindo e apagando para manter espaço no hd . O que é seu  vc pode dar vender ou emprestar o problema é seu. Quanto a software aí já sou contra, mais ainda assim tem gente que dispõe na internet diversos softwares , mais que usa linux nem sequer precisa deles.Para mim baixar músicas não é crime, pois um amigo me emprestou para gravar e ouvir, assim como na época do cassete, mais sem vender.Baixar filmes e assistir e depois apagar, sem fazer cópia para vender, segue o mesmo raciocínio um amigo me emprestou para assistir e depois devolvi, apaga do hd.
 
   Já tô ouvindo o barulho das pegadas... uma manada de dinossauros vai invadir esse tópico pra falar de como era bom o tempo das gravações magnéticas... ;D

   Eu ainda tenho meu Sharp 4 cabeças (de 1990), e de vez enquando ainda uso! E quanto às músicas, quantas vezes passei a noite com os dedos grudados no Rec+Play, esperando tocar no rádio "aquela" música que eu tinha que ter no meu k7... (fita k7, não processador k7 :P).
« Última modificação: 22 de Outubro de 2007, 22:56 por glaubergoncalves »

Offline Esfinge

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 283
  • Debian 4.0 Lenny
    • Ver perfil
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #33 Online: 22 de Outubro de 2007, 23:13 »
haha, eu não sou tão velho mas me juntei a liga dos dinos pois sempre estive muito atrás da tecnologia ( ainta estou no meu querido k7 Duron Spitfire 2003 )

E foi bom lembrar a tempo das fitas magnéticas.. ainda tenho uma tonelada de fitas TDK guardadas numa caixa de papelão jogada em algum lugar da casa.

Bom lembrar também da Brasilia do meu pai com aquele toca fitas que você puxava e levava para te dar a comodidade de guardar como lembrança o toca fitas quando roubarem seu carro :)

Também foi bom lembrar as fitas VHS onde eu programava o gravador para começar a gravar aquele programinha adulto que passava no meio da noite sem meus pais notarem para ver depois durante minha pré-adolescência.

Os velhos tempos são bons é claro, mas lembrem-se sempre de viver o agora com todas as forças, pois com certeza no futuro irá se lembrar de agora como se lembram do passado agora ( entenderam? )

eu quero mesmo é um core 2 due >)

e sobre o assunto da legalidade: eu havia visto uma vez um processo que foi acatado pela justiça em que uma gravadora havia provas de que um usuário estaria pirateando musicas, não lembro onde vi.. isso foi a alguns anos atrás, mas serve como dica, não deixem provas!

 ;)

kErNeL_sCrIpT

  • Visitante
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #34 Online: 23 de Outubro de 2007, 00:13 »
haha, eu não sou tão velho mas me juntei a liga dos dinos pois sempre estive muito atrás da tecnologia ( ainta estou no meu querido k7 Duron Spitfire 2003 )

E foi bom lembrar a tempo das fitas magnéticas.. ainda tenho uma tonelada de fitas TDK guardadas numa caixa de papelão jogada em algum lugar da casa.

Bom lembrar também da Brasilia do meu pai com aquele toca fitas que você puxava e levava para te dar a comodidade de guardar como lembrança o toca fitas quando roubarem seu carro :)

Também foi bom lembrar as fitas VHS onde eu programava o gravador para começar a gravar aquele programinha adulto que passava no meio da noite sem meus pais notarem para ver depois durante minha pré-adolescência.

Os velhos tempos são bons é claro, mas lembrem-se sempre de viver o agora com todas as forças, pois com certeza no futuro irá se lembrar de agora como se lembram do passado agora ( entenderam? )

eu quero mesmo é um core 2 due >)

e sobre o assunto da legalidade: eu havia visto uma vez um processo que foi acatado pela justiça em que uma gravadora havia provas de que um usuário estaria pirateando musicas, não lembro onde vi.. isso foi a alguns anos atrás, mas serve como dica, não deixem provas!

 ;)

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA



Nostalgia é bem legal... jamais vou esquecer do meu Final Fantasy VIII™ @_@... Haaaa... eu também já apertei muito o Rec+Play... e aquele vídeo 4 cabeçudo que sempre dava pau X^D sempre X^D eita época viu X^D hehehehe mas foi muito bom mesmo..@_@ Agora só nos Quad Core, só nos Gravador de Blu-Ray (eita... sonhar num custa né? hehehe) @_@ eita nóis... é isso aí Esfinge, viver o agora bem pra ter boas lembranças depois! ;)

Sobre legalidade: Galera, os múltiplos desktops são patenteados (pantente vaga e meio absurda...), o Duplo-Clique é patenteado (patente muito vaga e completamente absurda...), os palitos de dente Gina™ são patenteados (o cara que criou esses palitos de dente deve ser milionário @_@ quem nunca usou aquele palitinho Gina™ no churrascão de domingo? hehehe) emprestar e dar algo que é seu, que você comprou para alguém é uma ação patenteada... Sabe gente, tive uma idéia fantástica! Vou pantentear o Pum! Assim toda vez que o sujeito soltar o seu punzinho, vai ter que me pagar roylets! (não sei como se escreve X^D ) Nossa, vou ser milionário!!!! BUAHAHAHAHAHAHAHAHA...

« Última modificação: 23 de Outubro de 2007, 00:24 por kErNeL_sCrIpT »

Offline glaubergoncalves

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 511
  • Ubuntu User # 10537
    • Ver perfil
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #35 Online: 23 de Outubro de 2007, 00:33 »
Sabe gente, tive uma idéia fantástica! Vou pantentear o Pum! Assim toda vez que o sujeito soltar o seu punzinho, vai ter que me pagar roylets! (não sei como se escreve X^D ) Nossa, vou ser milionário!!!! BUAHAHAHAHAHAHAHAHA...
   Solta o Pum arrotando a EULA que não dá nada...  ;)

kErNeL_sCrIpT

  • Visitante
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #36 Online: 23 de Outubro de 2007, 00:44 »
Sabe gente, tive uma idéia fantástica! Vou pantentear o Pum! Assim toda vez que o sujeito soltar o seu punzinho, vai ter que me pagar roylets! (não sei como se escreve X^D ) Nossa, vou ser milionário!!!! BUAHAHAHAHAHAHAHAHA...
   Solta o Pum arrotando a EULA que não dá nada...  ;)

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Vou patentear o arroto então!!!! Não, não, vou fazer melhor!!!! Vou Patentear o EULA!!!! BUAHAHAHAHAHAHAHA

Offline glaubergoncalves

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 511
  • Ubuntu User # 10537
    • Ver perfil
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #37 Online: 23 de Outubro de 2007, 01:05 »
   kErNeL, vamos te conseguir um emprego na Acacia Research Corporation, eles são craques nesse lance de patentear até o ar que se respira (Pum FreeTM, diga-se de passagem).

Offline Esfinge

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 283
  • Debian 4.0 Lenny
    • Ver perfil
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #38 Online: 23 de Outubro de 2007, 01:24 »
Hum, ignorando a nostalgia ( tou me cagando de rir, se me permitem a expressão ), devo dizer que é realmente absurdo essas patentes idiotas e sem lógica.

Um exemplo é de uma informação vaga que tenho, mas vou menciona-la por sua importância na nossa tecnologia atual, se trata dos resistores ( são aqueles cilindros pretos com dois pinos ligados aos aparelhos eletrônicos, também tem de outras formas: leia ), essa invenção nasceu por volta da década de 40 do século passado ( não tenho certeza ), e foi patenteada.. so que os laboratórios Bell quebraram essa patente.. e ai resultou nos aparelhos que temos hoje, videos cassete, televisores, computadores e claro remeteu também aos chips de processamento etc.

Desde então essa patente parece ser ignorada, ninguém segue e até eu já fiz um resistor caseiro ( que so durou dois dias  :-\ )

e lembrem da filosofia do software livre, de que as informações existem para serem compartilhadas em beneficio da humanidade e não em beneficio de bolso da minoria $_$

esse é um assunto complexo e estou com sono, não vou entrar em detalhes, pois queria ainda discutir o aspecto de que quando há concorrência a qualidade geral dos produtos aumentam, e todos ganhamos, o que não acontece, pois como ja falei aqui.. uma simples ação das gravadoras poderia acabar com a pirataria ( é possível, leia meus topicos anteriores nesse artigo )

Bom dia e caso não os veja, boa tarde e boa noite  ;)

Offline glaubergoncalves

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 511
  • Ubuntu User # 10537
    • Ver perfil
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #39 Online: 23 de Outubro de 2007, 01:31 »
"As idéias se aperfeiçoam. O sentido das palavras também. O plagiato é necessário. O avanço implica-o. Ele acerca-se estreitamente da frase de um autor, serve-se de suas expressões, suprime uma idéia falsa, substitui-a pela idéia justa."


Offline paozinho

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 432
    • Ver perfil
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #40 Online: 23 de Outubro de 2007, 02:36 »
O problema das leis do Brasil é que são interpretações e não leis propriamente ditas.

Mas sobre baixar música na internet...nossa...eu baixo MUITA música...mas MUITA música.... só que eu baixo do JAMENDO ;) (para quem não sabe, jamendo é um site onde os compositores licenciam suas músicas pelo Creative Commons, ou seja, baixar elas não é crime).


Toda a discografia da Legião Urbana que eu tenho aqui é Original...acreditem se quiser. Ou melhor..uma foto para vocês :D



Pois é...eu gosto de ter tudo Original, pois eu penso da seguinte forma...se fosse eu o artista ? Pois queira ou não, ser músico é um TRABALHO. Você trabalha e no final todos roubam seu trabalho. Você pode até achar injusto o preço que se cobra, mas se você acha injusto não compre.

Pensem da seguinte forma...você demora UM ano escrevendo um livro ai chega uma outra pessoa pega seu livro e publica ele com o nome dele. Isso é algo injusto...foi você quem teve o trabalho de escrever.

Outra coisa, no Brasil existe muita hipocrisia e falso moralismo. Falso moralismo é a pessoa vir falar contra pirataria aqui...falar e falar...e você vai ver e ela tem algo pirata no PC. Esses dias, sem citar nome...fui conferir um artigo sobre o Cedega e lá dizia que pirataria é crime e tem que comprar a licença do programa. Pois é, fui olhar as FOTOS...e lá tinha o nome do arquivo...algo com "pitgnu". Fui pesquisar, achei um site de torrent e esse pitgnu é um ripador de arquivos, ou seja, o cara foi super falso poeta, falou mal de uma coisa e simplesmente pirateou. E ninguém vai me tirar de bobo e falar que ele baixou porque queria montar o tutorial e depois apagou ou mesmo que já tinha, mas não estava achando a licença original que comprou e foi baixar na internet.

Abraços.
« Última modificação: 23 de Outubro de 2007, 02:40 por paozinho »

Offline agente100gelo

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 4.347
  • @Ceará
    • Ver perfil
Re: Series, animes, codecs e assuntos sobre legalidade ?
« Resposta #41 Online: 23 de Outubro de 2007, 10:07 »
Apesar da advertência, este tópico passou dos limites da tolerância.

Regras do fórum:

Citar
9 - Nenhuma postagem poderá conter informações, instruções ou procedimentos que causem, disseminem ou fomentem danos à computadores, invasões, quebra de privacidade, ataques de rede e similares. Também não serão permitidas postagens relacionadas direta ou indiretamente a conteúdos pornográficos, nudez explícita (vide anexo C) ou qualquer material destinado a maiores (de 18 anos), que incitem, divulguem, estimulem ou defendam pedofilia, racismo, violência, uso ou porte de drogas, xenofobia, terrorismo ou qualquer tipo de crime previsto na lei.
    9.1 - Aplica-se também a qualquer tópico que sugira, inspire, divulgue, dissemine ou recomende qualquer tipo de pirataria de propriedade intelectual (programas, livros, músicas, filmes, etc.).
    9.2 - Nenhuma mensagem/assinatura poderá conter publicidade direta (salvo de projeto pessoais) ou links para programa de afiliados que remunerem por clique ou ação de compra, cadastro, e similares.
Advogado e analista de sistema cearense.
Twitter: @glaydson