Autor Tópico: Ubuntu 8.10  (Lida 9825 vezes)

Offline Pedro Martins

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 63
  • Aka Conqueror
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #15 Online: 03 de Maio de 2008, 12:21 »
1) Windows roda qualquer programa? Falso. Windows roda programas feitos para ele mesmo. Já tentou rodar o Amarok nele? :p E a tal retrocompatibilidade é uma farsa completa, há muitos programas para Windows que não funcionam no XP e muito menos no Vista. Também existem emuladores para o Windows, portanto é falsa a afirmação de que ele roda tudo.

2) Não gosta do visual marrom? Há diversos estilos visuais, inclusive o Blubuntu, para quem prefere um visual azul. As pessoas sequer procuram informações sobre estilos visuais e saem atacando o visual marrom. Enquanto isso, no Windows as pessoas buscam deixar um visual diferenciado, às vezes buscando soluções externas que normalmente vêem acompanhadas de malwares.

3) A imprensa está fazendo sua parte, divulgando novas versões das distros mais populares. É lógico que eles apontam os problemas, mas também fazem isso com o Windows. Mas não dá para comparar o ritmo de atualizações do Windows com o Linux. Sai uma versão nova do Windows a cada 3 anos, isso quando não atrasa, enquanto a maioria das distros lança pelo menos uma versão nova por ano. E no caso do Ubuntu, nem se espera sair uma versão e já estão falando sobre o sucessor e alguns recursos novos previstos pra ele. Basta dar uma pesquisada que você confirma isso. Mas normalmente as promessas são cumpridas, ao contrário do Windows em que muitas promessas são palavras jogadas ao vento. Há coisas que prometeram para o XP que não saíram nem no Vista.

4) A grande "facilidade de uso" do Windows se resume à facilidade de encontrar algum conhecido que solucione seus problemas. A grande maioria dos usuários não sabe sequer fazer uma pesquisa simples na internet e acha muito mais fácil atazanar os amigos/parentes para resolverem os pepinos, que normalmente seriam encontrados em menos de um minuto no Google ou Yahoo. A grande "dificuldade" no Linux é que não conhecem gente que possa resolver os pequenos pepinos. O jeito então é tomar vergonha na cara, aprender a usar os mecanismos de busca na internet e encontrar fóruns como este para pesquisar alguma solução.

5) Concordo com a queixa da falta de interface gráfica para conectar à internet. É uma queixa que vejo desde que comecei com o Ubuntu, na versão 6.06, mas até agora não fizeram nada.

Offline -.-

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 253
  • Ubuntu Gutsy
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #16 Online: 03 de Maio de 2008, 14:51 »
1) cygwin é um emulador de programas para linux no windows,assim como o Wine nem tudo é 100%,tem até outro que eu não sei qual é @_@,alem do mais a maioria dos softwares são para Windows,para linux existem softwares similares aos do windows,uma minoria,softwares "triviais",se for procurar por um programa a nivel profissional fica dificil.(nem venham com a ideia que gimp > PS e etc)

2)o ubuntu é mais personalizavel,ai ja é questão de gosto.Particularmente gosto do visual default do vista @_@

3)é.

4)em todos os foruns de internet a maioria tem seção de hardware e software,no forum de cs que eu participava varias pessoas tinham duvidas no windows e perguntavam la

5)para leigos isso imcomoda muito,ja no Mandriva tudo é feito graficamente,alias 90% das coisas é feita no MCC.
-----------------------------------------
o windows é imperfeito,o linux é imperfeito,o mac é imperfeito,ao inves de criticarmos uns aos outros que tal enxergarmos que o linux não é um mar de perfeição e fazer alguma coisa a respeito ?
Assinatura removida pela Equipe do fórum. Verifique as regras das assinaturas.

Offline IgorM0L

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 487
  • Lokos está morto. Vamos ressucitá-lo?
    • Ver perfil
    • Yrado.net
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #17 Online: 03 de Maio de 2008, 17:44 »
Citar
1) cygwin é um emulador de programas para linux no windows,assim como o Wine nem tudo é 100%,tem até outro que eu não sei qual é @_@,alem do mais a maioria dos softwares são para Windows,para linux existem softwares similares aos do windows,uma minoria,softwares "triviais",se for procurar por um programa a nivel profissional fica dificil.(nem venham com a ideia que gimp > PS e etc)

  Ambos estao errados no sentido de emuladores. O Wine nao eh emulador. Inclusive Wine eh um acronimo para: Wine Is Not Emulator - Wine nao eh emulador. Sua base se assemelha com um emelador sim, mas traduzindo as chamadas de sistemas Windows para ambiente POSIX-like.
 
Citar
(nem venham com a ideia que gimp > PS e etc)

  Nao entendi. Por que nao vir com a ideia do GIMP?
  GIMP eh um programa fantanstico e esta crescendo muito. O maior problema das pessoas eh ter preguisa de estudar um novo ambiente, no caso GNU/Linux o GNOME, KDE ou ate mesmo o terminal. Parecem que querem que o GNU/Linux se pareça cada vez mais com o Windows, literalmente.
 
  Esse problema vem la dos primordios dos cursinhos de computacao. Eles dao aula de forma que os alunos apredem que o Windows vem imbutido no computador como um volante no carro ou o menu do seu celular. Entao quando vem um ambiente diferente, simplesmente ignoram, por medo do desconhecido.

Offline -.-

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 253
  • Ubuntu Gutsy
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #18 Online: 03 de Maio de 2008, 18:03 »
o que eu falei é que o GIMP não é melhor que o PS,apesar de estar crescendo cada dia mais.Foi somente um exemplo ja que em sua grande maioria softwares proprietarios são melhores assim como o Autocad e os Open-Sources,o AutoCAD não se compara ja que tem uma equipe de pessoas formadas em ciencias da programação e gerentes de projetos por trás.

agora ha suas excessoes como o Blender e os produtos da Mozilla,ambos tem uma equipe competente por tras da comunidade.
Assinatura removida pela Equipe do fórum. Verifique as regras das assinaturas.

Offline IgorM0L

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 487
  • Lokos está morto. Vamos ressucitá-lo?
    • Ver perfil
    • Yrado.net
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #19 Online: 03 de Maio de 2008, 18:16 »
Citar
agora ha suas excessoes como o Blender e os produtos da Mozilla,ambos tem uma equipe competente por tras da comunidade.

  Sinceramente, nao penso que os desenvolvedores do GIMP nao sejam tambem, competentes.
  Eh um programa excelente, e se quizer, existem varios e varios plugins que podem deixar ele mais parecido com o PS no visual e com mais recursos.

Offline NewbieLinux

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 7
  • Usuário Ubuntu 8.04 Hardy Heron
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #20 Online: 03 de Maio de 2008, 23:33 »
Bom dia comuniade!

Quero registrar aqui minha total concordância com o colega "renewirt"! Estou tentando iniciar o uso do Linux, mas confesso que tenho várias dificuldades, fica claro pra mim que as comunidades do Linux têm certa intolerância com os novos usuários ou, se preferirem, falta de paciência mesmo, para aquelas perguntas que, para os avançados em Linux são óbvias, mas para os novatos são fundamentais. Os usuários avançados do Linux têm que se colocar no lugar dos novos usuários, pois estes têm em suas mentes o funcionamento do Windows, as rotinas do Windows. Somado a isso, é impressionante as dificuldades para se achar informações claras a respeito do Linux (claras para os usuários novos), desde informações de como instalar o Linux (qualquer distro) até como instalar programas (que é difícil demais para quem está acostumado ao Windows). Eu, por exemplo, entrei na sessão do fórum que deveria instruir a respeito de como instalar o Ubuntu e não achei a informação que precisava! Continuei com a dúvida!

É como o Renewirt expôs muito bem, se a comunidade Linux não mudar o seu jeito "introspectivo" de ser, e passar a ver as coisas um pouco mais do ponto de vista dos novos usuários, do que o Linux precisa ter ou fazer para que eles migrem ou mesmo o experimentem, esse SO, que com certeza é muito bom, nunca será capaz de brigar de igual para igual com o Windows.

P.S.: mas o fórum do Ununtu é com certeza o melhor dentre os que eu já perambulei, seja pela quantidade informações, seja pela atenção do pessoal da comunidade. É bom, mas precisa melhorar como eu disse anteriormente. Espero que aceitem a crítica, que é construtiva, OK?

Sinceramente, acho que sua impressão não procede, pelo menos não aqui na comunidade Ubuntu. Desde o momento que tive meu primeiro contato com este fórum até hoje sempre tive a maior parte de minhas dúvidas sanadas, e o que ficou pendente era por ser muito especifico e ninguem sabera a resposta ou eu não me expressar da maneira correta.

Entenda que por mais diferente que for o uso do Linux, quando o usuário se propõe a usa-lo ele deve se esforçar para entender o novo modo de funcionamento, diferente do que você relatou eu encontrei muita documentação, principalmente de coisas mais básicas. O que parece faltar a alguns novos usuários é pro-atividade na busca de informações, não utilizam a busca do fórum em português, nem o fórum em inglês e nem mesmo o Google.

E atualmente o fórum teve uma explosão em número de usuários, por isso muitos tópicos tem tido poucas respostas e claro que entre tirar dúvidas básicas que já foram respondidas mais de 10 vezes (respostas estas ao alcance de uma simples pesquisa no fórum) e dúvidas novas realmente complicadas para um novo usuário claro que a segunda situação vai receber mais atenção.

Gostaria de deixar claro que isso não a situação normal do fórum e que será normalizada em pouco tempo, mas isso aqui é apenas local onde "colegas ajudam colegas" e não um suporte oficial, cabe ao próprio usuário que tem vontade de usar o Linux trilhar seu próprio caminho até seu objetivo, o fórum e a comunidade é "apenas" um apoio.

Boa noite Nossile,

Quero esclarecer o que eu quis dizer com os meus comentários.

Primeiro tenho que admitir que misturei os meus cometários, mudando a idéia do que eu queria passar. Tudo o que eu falei até antes do "P.S." se referia a comunidade de usuários Linux de todas as distros. Qualquer novato em linux que entrar nos fóruns de outras distros, ou mesmo em fóruns "genéricos" de Linux vai perceber essa "falta de paciência" nas respostas. Bom mas aí você vem e me diz: "O que parece faltar a alguns novos usuários é pro-atividade na busca de informações(...)", ate conocordo com você, mas volta àquilo que eu já disse: os usuários novatos estão acostumados com as rotinas do Windows, quando eles pesquisam em fóruns respostas para suas dúvidas eles acabam que misturam tudo e se confundem ainda mais, pois se deparam com termos, nomeclaturas, comandos, rotinas etc que eles nunca viram antes! E por isso acabam fazendo perguntas repetitivas e até idiotinhas.

Segundo: a bem da verdade acho que os desenvolvedores de Linux deveriam se unir e criar uma única distro, só por isto já resolveriam meio caminhão de problemas (sei que isso é meio utópico infelizmente), outra coisa: por que tem que ter Gnome, KDE, "X-não sei lá o quê", não podia ser só uma?! Arrisco a dizer que esses dois motivos mais a questão de drivers compatíveis são de longe as principais razões para o Linux não ter chegado lá perto do windows em número de usuários até hoje. A questão dos drivers é até compreensível porque depende dos fabricantes, mas se tivesse uma única distro Linux não haveria tanto problema assim, né?
E tem mais, sem uma interface gráfica única fica impossível para o Linux abandonar o terminal e os benditos comandos, esses também são um ferrenho empeçilho para a adoção em massa do Linux, isso porque volta e meia o usuário do linux tem que usar o terminal para fazer alguma coisa. Veja o Windows, a micro$oft deixou de lado o prompt de comando a anos, ela com certeza viu que a maioria dos usuários não tem paciência e nem vocação para ficar decorando e digitando códigos "estranhos" para conseguir usar o computador. E volto a repetir, sem uma interface gráfica única, ou seja lá o que for a Gnome, KDE etc, o linux não poderá aposentar o terminal. Salientando que quando digo "aposentar" ou "abandonar" na verdade eu quero dizer priorizar o uso da interface gráfica em detrimento do terminal, já que nem o prompt no windows foi retirado, ele é usado apenas por usuários AVANÇADOS e em poucas ocasiões.

Por fim: A bem da verdade a comunidade Linux não é unida, tem o grupinho da distro "U", da distro "D", da distro "H" e por aí vai, esses grupinhos podem até  se dar bem um com o outro mas continuam sendo grupinhos, com OBJETIVOS DIFERENTES. Neste momento me vem a memória as palavras do ser mais sábio que já pisou nesta terra: Jesus Cristo, ele disse algo que vem bem a calhar a situação da comunidade linux hoje, que é:

"Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá." Mateus 12:25

Por aí pode-se ver que para se tornar o Linux o SO mais usado do mundo, ou mesmo que ele vença o capitalismo da micro$oft, o que dá na mesma, a única solução é a UNIÃO, e não adianta espernear e dizer que não precisamos de mais um "windows" no mundo linux. Porque o que precisamos é de UM Linux no mundo dos sitemas operacionais!!!

Aproveitando, reitero: o forum do Ubuntu é o melhor que eu já vi, justamente pela atenção dada pelos participantes, aquilo que eu disse no outro post:

Citar
É bom, mas precisa melhorar como eu disse anteriormente.

vocês, por favor, ignorem. Eu não deveria ter dito.

Espero que agora entedam o que eu quero dizer, mesmo que não aceitem.

Abraço a todos.

"O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: Substituir mulher por Linux faz mal a saúde, podendo provocar fanatismo, dificuldade de relacionamento interpessoal, agressividade e a idiota idéia de que todos têm de pensar igual a você. Recomenda-se o uso do Linux acompanhado de bons momentes de lazer LONGE DO COMPUTADOR, preferencialmente com uma acompanhante." :P

Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #21 Online: 03 de Maio de 2008, 23:34 »
Pensei que ele ia falar do Ubuntu 8.10  ;D

O Usuário tem razão. Favor adequar o título do tópico ao seu conteúdo.

Como esta o título esta contra as Regras de Utilização do Fórum.
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

Offline Nossile

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 807
  • Loading...
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #22 Online: 04 de Maio de 2008, 01:31 »
Primeiro tenho que admitir que misturei os meus cometários, mudando a idéia do que eu queria passar. Tudo o que eu falei até antes do "P.S." se referia a comunidade de usuários Linux de todas as distros. Qualquer novato em linux que entrar nos fóruns de outras distros, ou mesmo em fóruns "genéricos" de Linux vai perceber essa "falta de paciência" nas respostas. Bom mas aí você vem e me diz: "O que parece faltar a alguns novos usuários é pro-atividade na busca de informações(...)", ate conocordo com você, mas volta àquilo que eu já disse: os usuários novatos estão acostumados com as rotinas do Windows, quando eles pesquisam em fóruns respostas para suas dúvidas eles acabam que misturam tudo e se confundem ainda mais, pois se deparam com termos, nomeclaturas, comandos, rotinas etc que eles nunca viram antes! E por isso acabam fazendo perguntas repetitivas e até idiotinhas.

Aí eu venho novamente e digo "O que parece faltar a alguns novos usuários é pro-atividade na busca de informações(...)", se o usuário tem interesse realmente ele lê a documentação, que existe em quantidade considerável voltada para usuário iniciante. E as respostas em fóruns para perguntas básicas são em liguagem básica, não custa nada usar a pesquisa.

Segundo: a bem da verdade acho que os desenvolvedores de Linux deveriam se unir e criar uma única distro, só por isto já resolveriam meio caminhão de problemas (sei que isso é meio utópico infelizmente), outra coisa: por que tem que ter Gnome, KDE, "X-não sei lá o quê", não podia ser só uma?! Arrisco a dizer que esses dois motivos mais a questão de drivers compatíveis são de longe as principais razões para o Linux não ter chegado lá perto do windows em número de usuários até hoje. A questão dos drivers é até compreensível porque depende dos fabricantes, mas se tivesse uma única distro Linux não haveria tanto problema assim, né?

Isso é querer que "os Linux" se tornem um simples cópia do Windows, um dos grandes diferenciais do Linux é essa liberdade de não ter que ficar preso a uma só opção de distribuição, de interface gráfica e de qualquer outro componente do sistema. É como querer que todas as fábricas de roupa do mundo se tornem uma só e só façam ropas amarelas para não ter problemas para combinar.

E tem mais, sem uma interface gráfica única fica impossível para o Linux abandonar o terminal e os benditos comandos, esses também são um ferrenho empeçilho para a adoção em massa do Linux, isso porque volta e meia o usuário do linux tem que usar o terminal para fazer alguma coisa. Veja o Windows, a micro$oft deixou de lado o prompt de comando a anos, ela com certeza viu que a maioria dos usuários não tem paciência e nem vocação para ficar decorando e digitando códigos "estranhos" para conseguir usar o computador. E volto a repetir, sem uma interface gráfica única, ou seja lá o que for a Gnome, KDE etc, o linux não poderá aposentar o terminal. Salientando que quando digo "aposentar" ou "abandonar" na verdade eu quero dizer priorizar o uso da interface gráfica em detrimento do terminal, já que nem o prompt no windows foi retirado, ele é usado apenas por usuários AVANÇADOS e em poucas ocasiões.

No início eu tambem não entendia a importancia do terminal, mas depois de ler este tópico aqui: http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,7950.0.html tudo mudou. É muito mais fácil usar o terminal do que se imagina, tarefas que se tornam complexas na interface gráfica ficam simples e muito mais rápidas. Alem de ser muito mais fácil tirar dúvidas indicando comandos do que descrevendo uso de interface gráfica. E o fato da Microsoft ter abandonado o uso intensivo do prompt não quer dizer que esta atitude seja inexoravelmente correta, isso de que é até um sacrilégio comparar o prompt como o Bash. E se o usuário não tem não tem paciência e nem vocação (e acrescento; interesse, boa vontade, disposição, inteligência, bom senso para usar comandos que só são estranhos para iniciantes (como tudo é estranho em um primeiro momento para todos), o problema é ele e não o sistema operacional.

Por fim: A bem da verdade a comunidade Linux não é unida, tem o grupinho da distro "U", da distro "D", da distro "H" e por aí vai, esses grupinhos podem até  se dar bem um com o outro mas continuam sendo grupinhos, com OBJETIVOS DIFERENTES.
Não é o "grupinho da distrô U" é a comunidade, se você imagina que Linux é uma coisa só você está muito enganado, se os objetivos fossem exatamente os mesmos só existiria uma distribuição, mas como você mesmo disse são objetivos diferentes e ninguem nunca afirmou o contrario.


Por aí pode-se ver que para se tornar o Linux o SO mais usado do mundo, ou mesmo que ele vença o capitalismo da micro$oft, o que dá na mesma, a única solução é a UNIÃO, e não adianta espernear e dizer que não precisamos de mais um "windows" no mundo linux. Porque o que precisamos é de UM Linux no mundo dos sitemas operacionais!!!


Essa estória de "vencer o capitalismo" é coisa de político, não tem nada haver com sistema operacional, não tem nada haver com vencer ou perder, tem haver com a existência de uma opção. Ninguem está buscando tornar "os Linux" o OS mais usado no mundo e sim um bom sistema operacional, se ele passar a ser mais usado vai ser consequência disso. E sobre "espernear" quem faz isso são os adeptos da clonagem (de graça) do Windows. E para que ter UM Linux no mundo dos sitemas operacionais se podemos ter vários, cada um adequado a tarefas e usuários específicos?

Não deve-se aplicar a mentalidade do uso e operação do Windows ao Linux porque são propostas diferentes.
sudo aptitude remove terno-e-gravata && sudo aptitude install bermuda chinelo -y

Offline Pedro Martins

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 63
  • Aka Conqueror
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #23 Online: 04 de Maio de 2008, 14:44 »
Como ele próprio admitiu, querer uma única distro Linux é uma utopia. O motivo é óbvio, cada um precisa de uma que atenda as suas necessidades e nem todas atendem (ou mesmo nenhuma). Há distros que são voltadas a servidores, outras que são voltadas a quem gosta de ter o máximo controle do sistema e há as que são direcionadas para o usuário comum.

Não dá para ter uma distro única, mas pode-se ter uma mais popular que as outras e é isso que o Ubuntu vem fazendo. Pode notar que foi devido à popularização do Ubuntu que algumas empresas resolveram fazer seus drivers para Linux e também foi isso que fez outras distros correrem atrás e focarem mais na facilidade de uso. Se conseguirem fazer uma distro ficar bem popular, a ponto de alcançar pelo menos 15~20% da base de sistemas operacionais instalados, é bem provável que as empresas de software comecem a portar seus produtos para o sistema. Talvez isso nem esteja tão distante assim.

Quanto às interfaces gráficas, acontece a mesma coisa. Cada um tem seu gosto e suas preferências. Eu prefiro KDE, outros preferem Gnome, outros preferem XFCE e outros preferem um outro menos popular. É questão de gosto, da mesma forma que alguns usuários Windows baixam programinhas (normalmente com malwares :p) para mudar a aparência do sistema. E a grande maioria deles mantêm a interface padrão justamente por não saber que dá para modificar.

Com relação ao terminal, engana-se quem diz que a Microsoft aboliu o terminal há anos. Ele sempre existiu no XP e muito provavelmente ainda existe no Vista. A diferença é que não havia um atalho explícito para ele. Crie um atalho no Windows e coloque este comando: %windir%\system32\cmd.exe e pronto, você acaba de habilitar o prompt no XP! Também há um prompt "mascarado", que vem desde as versões anteriores: o comando Executar. Nele você digita algum comando e manda executar, o que nada mais é do que uma máscara para o prompt, que permite apenas um comando por vez.

E a história de vencer o "capitalismo" é o que mais faz proliferar a ridícula idéia de que Linux é sistema de comunistas. São pseudo-esquerdistas achando que a troca de um sistema operacional irá influenciar no sistema econômico...

Offline NewbieLinux

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 7
  • Usuário Ubuntu 8.04 Hardy Heron
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #24 Online: 04 de Maio de 2008, 21:51 »
Boa noite!  :)

Caro Pedro Martins, quero deixar claro que eu não concordo com a questão do "capitalismo", eu a citei porque justamente há usuários do linux que são inimigos mortais da misrosoft e desejam que ela suma do mapa! Mas eu não penso assim. Quanto ao promt eu salientei que quando dizia "aboliu" eu queria dizer que ele foi colocado em desuso pela massificação do uso da interface gráfica, eu, como a maioria dos usuários windows, sabe que ele ainda está lá, em algum lugar, inclusive no Vista e até usamos ele de vez em quando.

E Nossile, não vou continuar com essa discussão porque não vai levar a nada, mas aquilo que você disse que ninguém está buscando tornar o Linux o SO mais usado do mundo não condiz muito com o que se vê escrito pela internet, me desculpe. Se realmente não se quer fazer isso com o Linux então sim, muito do que eu disse deve ser desconsiderado.
Estive pensando a respeito disso tudo e cheguei a uma conlusão que até concorda um pouco com a opinião do colega Pedro Martins, acho que daqui há alguns anos haverá sim uma distribuição predominante do Linux no mundo (lógico com variações para desktop, servidores e até para PDA's e outros ultraportáteis), mas não porque vai ser escolhida uma "oficial", isso ocorrerá de forma natural, porque haverá desenvolvedores que pensarão um pouco mais nos usuários novos, no que o Linux precisa ter para poder atrair e satisfazer os não-usuários Linux, em função desse "amadurecimento" do Linux - de forma natural e espontânea - essa tal distruibuição vai acabar por sucumbir as demais distros, que continuaram a existir mas para nichos bem específicos.
Tentem se lembrar da trajetória do Windows, aos poucos as empresas foram adotando-o, aí os usuários foram obrigados a aprender a usá-lo, com isso eles começaram a comprar computadores para suas casas com windows porque já estavam acostumados, com o aumento da demanda de cursos de informática para Windows e outros pordutos da microsfot as escolas começaram a disponibilizar só cursos para windows e virou um circulo vicioso! Teve ainda a tática da microsoft de tapar os olhos para a pirataria dos seu produtos como estratégia de penetração e consolidação no mercado e, pronto! O windows se tornou o que é hoje.
Vai ser o mesmo com alguma distribuição do Linux, por causa daqueles desenvolvedores que falei anteriormente, eles verão justamente isso e tenderão a desenvolver a tal versão de modo que o público (principalmente empresas) espontaneamente busquem-na e a adotem.
Agora, vocês estão lendo esta minhas palavras e deve está passando pelas mentes de vocês que essa distro será o Ubuntu, pois eu também acho isso, o Ubuntu está fazendo o mesmo que o windows no princípio, conquistando as empresas...
Não adianta, de uma forma ou de outra uma distro vai se sobrassair e muito em relação às outras.

Façam seus cometários a vontade a respeito do que eu expus aqui, mas eu não pretendo mais discutir esse assunto porque não vai levar a nada essa discussão. Isso é algo que o tempo mostrará o desfecho.

Agora eu estou mais preocupado em fazer o 8.04 funcionar redondo, porque tá muito, muito instável, pelo menos aqui na minha máquina. Vou ter que regaçar as mangas e...    ...aprender, já que eu sou novato em linux! Hehehe.

Abraço a todos.  ;)
"O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: Substituir mulher por Linux faz mal a saúde, podendo provocar fanatismo, dificuldade de relacionamento interpessoal, agressividade e a idiota idéia de que todos têm de pensar igual a você. Recomenda-se o uso do Linux acompanhado de bons momentes de lazer LONGE DO COMPUTADOR, preferencialmente com uma acompanhante." :P

Offline ins3rt c0in

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 698
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #25 Online: 05 de Maio de 2008, 01:01 »
Pessoal, esse tópico tá perto do limite, se é que não passou.

Já tivemos manifestações religiosas e políticas, todos que estão discutindo aqui sabem das regras. Além do que o título do tópico leva a erro quanto ao conteúdo. Então, até ter uma posição da administração, vamos manter o nível no fórum, OK.

obs. Antes de qualquer coisa, que fique claro que não é um aviso direcionado a ninguém, só um pedido para que as coisas não desandem aqui.

Offline -.-

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 253
  • Ubuntu Gutsy
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #26 Online: 05 de Maio de 2008, 01:13 »
voltando ao assunto inicial e com nexo do topico @_@

o ubuntu 8.04 não teve grandes mudanças ao meu ver,porém gostei das pequenas coisas como a opção de encriptar com o botão direito,o teste de hardware e a compatibilidade do kernel com meu notebook em 100%.

o que eu acho que iria ajudar muito a todos os usuarios seria um painel de controle poderoso assim como o MCC onde tem desde configurações de internet até de no-breaks e passando por mudanças no sistema default do grub.

fora isso está muito bom.Daqui a alguns dias eu instalo "de verdade"
Assinatura removida pela Equipe do fórum. Verifique as regras das assinaturas.

Offline Nossile

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 807
  • Loading...
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #27 Online: 05 de Maio de 2008, 02:11 »
Pessoal, esse tópico tá perto do limite, se é que não passou.

Já tivemos manifestações religiosas e políticas, todos que estão discutindo aqui sabem das regras. Além do que o título do tópico leva a erro quanto ao conteúdo. Então, até ter uma posição da administração, vamos manter o nível no fórum, OK.

obs. Antes de qualquer coisa, que fique claro que não é um aviso direcionado a ninguém, só um pedido para que as coisas não desandem aqui.

ins3rt c0in, respeito o trabalho dos moderadores do fórum (já faço moderação em outros fóruns a bastante tempo também) e sei que você o realiza com a melhor das intenções. Mas em minha opinião nada que foi dito neste tópico ameaçou ultrapassar limite algum, a dita manifestação religiosa foi apenas uma citação que não foi nem levada em consideração em posts posteriores e sobre a "política", além dela ser inerente a qualquer atividade social, o que foi dito foi tão trivial que não cabe nem que eu tente prologar-me em uma justificativa. Posso ter tido uma impressão diferente da sua, mas a minha parece ser tão diferente que ao ler o seu comentário me causou estranheza. Sobre o título, realmente deveria sofrer uma adequação.

NewbieLinux, muita gente anda misturando ideologias próprias com a ideia de código aberto e o movimento de sóftware livre, inclusive gente até "das cabeças", por isso toda essa confusão sobre o assunto. Eu mesmo demorei um pouco a dissociar as ideias e totalmente aceitável que ao se enteirar do assunto qualquer um fique confuso.

« Última modificação: 05 de Maio de 2008, 02:13 por Nossile »
sudo aptitude remove terno-e-gravata && sudo aptitude install bermuda chinelo -y

Offline renewirt

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 22
    • Ver perfil
Re: Ubuntu 8.10
« Resposta #28 Online: 22 de Maio de 2008, 01:26 »
Caros colegas percebam!!!

    Quando inseri esse tópico no fórum visava apenas meu ponto de vista sobre o Ubuntu e o Windows, releiam por favor e veja o que aconteceu.
     O colega DOP182, foi totalmente coerente nos seus comentários, inclusive questionou de forma educada e técnica o meu ponto de vista. Parabéns.
     Fui questionado por outro colega que disse nunca ter visto alguém aqui no fórum mandando alguém ir para o “ruindows”, mas se os colegas perceberem existe uma postagem de outro colega  que diz: “Quem não tem paciência e não quer aprender que continue no Windows ou vá para a Apple”. Viram??? e olhem que nada foi colocado no tópico sobre falta de paciência.
    Parabéns ao colega Nossile por seus comentários super inteligentes.
    Cumpre-me relatar aos colegas que tive sim a intenção de criticar o Ubuntu, bem como o Windows, bem como fiz elogios aos mesmos, as críticas e elogios se os colegas relerem o tópico são sobre coisas distintas. Há um comentário do colega “-o-” que diz tudo o Linux o Windows o Mac  são imperfeitos.
      Linux, Windows e Mac, tem que ser elogiados e criticados, caso contrário ficariam estagnados. O que não pode ser questionado e criticado são essas pessoas que contribuem para a melhoria do Ubuntu, melhorias essas que somente chegam à tona devido algum problema ou mesmo dificuldade dos usuários que chegam a esses desbravadores.
     No meu tópico disse que certo momento todas as pessoas vão ter Linux, não as fazem hoje por apenas ouvirem falar de XP ou Vista. Semana passada um colega meu comprou um PC com Linux, foi na loja trocar, pagou certa diferença em dinheiro e trocou por um que tinha Windows por achar o Linux complicado. Na verdade ele foi orientado pelo vendedor, afinal ele nem sabia bem o que era Linux, foi o primeiro computador dele. Ele teve um problema no Windows e relatou tal fato para mim, eu por minha vez pedi e ele autorizou a instalar o Ubuntu no PC dele, expliquei o pouco que sei sobre o Ubuntu a ele e assim como ele usa o Ubuntu e o Windows.
Para finalizar, complementando,  o pessoal desse fórum são magníficos, desde o mais leigo ao mais “experts”.  Há uma reciprocidade impar neste fórum, às vezes fico surpreso com a vontade dos colegas em ajudar os outros, são merecedores de elogios.
Falei demais.

O Que vcs acham de acabar com esse tópico e excluí-lo? Demorou?  ???

Abraço a todos.
Fiquem com Deus.

Rene