Autor Tópico: Acessar máquina na rede via linha de comando.  (Lida 21177 vezes)

Offline petter

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 286
    • Ver perfil
    • Viamais Web Intelligence
Acessar máquina na rede via linha de comando.
« Online: 14 de Maio de 2008, 17:27 »
No Windows para acessar alguma máquina na rede eu fazia o seguinte:
Código: [Selecionar]
\\ip_da_maquina
E no Ubuntu como fica isso?
------------------------------------
Sem assinatura
------------------------------------

Offline raidicar

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 576
  • Quad Shot of Ubuntu
    • Ver perfil
Re: Acessar máquina na rede via linha de comando.
« Resposta #1 Online: 14 de Maio de 2008, 19:00 »
acho que da forma que quer não da, eu ja postei algo semelhante a sua pergunta, se tratava do smbfs, será que serve ao seu caso?
Quem ama extremamente, deixa de viver em si e vive no que ama. Na vida três coisas são certas, o amor, a morte e o Linux !
Se Platão disse, então realmente sofremos de uma perigosa doença mental.

Offline petter

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 286
    • Ver perfil
    • Viamais Web Intelligence
Re: Acessar máquina na rede via linha de comando.
« Resposta #2 Online: 15 de Maio de 2008, 08:00 »
Bem, para dar mais detalhes, eu tenho um software que lê um arquivo de texto de configurações e dentro deste arquivo está o endereço do servidor de banco de dados, ou seja, fica um IP do servidor de banco de dados lá dentro. E é isso que tá travando aqui, o software acusa que não tem conexão com o banco de dados.

Como não sou expert em Linux, não sei contornar isso, mas creio que deva existir alguma forma sim, senão via linha de comando perderiamos o acesso a máquinas da rede?

Mas passa a sua dica aí que vou testar, toda ajuda é válida.
------------------------------------
Sem assinatura
------------------------------------

Offline raidicar

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 576
  • Quad Shot of Ubuntu
    • Ver perfil
Re: Acessar máquina na rede via linha de comando.
« Resposta #3 Online: 15 de Maio de 2008, 13:45 »
smb://IP/
Isso lhe permite acessar via gráfico.

A dica que eu tenho é a seguinte, não é o seu caso, pode te ajudar em outras coisas, mas não nesse, a menos que modifique a linha no seu software que lhe solicita o ip do banco e vc aponte para uma pasta, ao invés de um IP, ai vc pode apontar para a pasta onde montou o compartilhamento que corresponde ao seu banco de dados, se isso for impossivel, poste que vamos ver outra forma.

Primeiro, vc mapeia a maquina na rede para o seu pc, depois de mapeada, vc pode acessar a pasta onde criou o mapeamento via terminal, copiar, excluir, modificar permissões dos arquivos, etc...

Passo 1- instale o smbfs.

$ sudo apt-get install smbfs

depois de instalado:

smbmount //192.168.10.1/c /mnt -o username=usuario,password=senha

depois, de um ls dentro de /mnt e veja que o diretódio /mnt passou a ser o C da maquina 192.168.10.1

obviamente vc pode montar os compartilhamento em qualquer lugar, desde que o destino exista, ex:
3 pcs windows.
na sua pasta no linux, crie a pasta pc1, pc2, ... na hora de montar, aponte cada pc para sua pasta:
smbmount //192.168.10.1/c /home/rainier/pc1 -o username=USUARIO,password=SENHA
smbmount //192.168.10.2/c /home/rainier/pc2 -o username=USUARIO,password=SENHA
smbmount //192.168.10.3/c /home/rainier/pc3 -o username=USUARIO,password=SENHA

O usuario e a senha devem ser um usuario e a senha do mesmo que esta cadastrada no cliente.

 para desmontar é só digitar:
smbumount /home/rainier/pc1
smbumount /home/rainier/pc2
smbumount /home/rainier/pc3
ou seja, smbumount + o caminho onde foi montado.

para verificar o que vc tem montado no pc, ja que pode montar quantos compartilhamentos quiser, use o comando "df" no shell.

mais detalhes, repondifo em:
http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,35285.0.html

_______________________________________________________
焴ữᆳ怏 畟泇泝注 泳烜 烧徬忂 忍忘忣忮 怄怏徬搃搎 搙搤 搯携 摅 摐 摛 桄桏
Quem ama extremamente, deixa de viver em si e vive no que ama. Na vida três coisas são certas, o amor, a morte e o Linux !
Se Platão disse, então realmente sofremos de uma perigosa doença mental.