Autor Tópico: O bom filho a casa torna  (Lida 3564 vezes)

Offline thglara

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 12
  • Sonho com um mundo livre.
    • Ver perfil
    • Diário de Bordo da Judite
O bom filho a casa torna
« Online: 23 de Maio de 2008, 11:32 »
Eu sou meio novato no Linux, tive algumas experiências na faculdade, mas hoje é que substituo o Windows em quase tudo. Uso o ruinwindows mais para jogar, utilizar os aplicativos da minha câmera digital. O resto é Ubuntu.

Comecei minha real empreitada com o ubuntu 7.10. Tive pequenos probleminhas com a placa de som e a de vídeo, nada que não consegui resolver com a ajuda da comunidade. Outro problema foi com as bibliotecas. Vou explicar: Tenho um Athlon 64 X2 e escolhi a versão 64 bits do Ubuntu para usar mais do potencial latente do processador. Bom mas muitos programas são escritos em 32 bits apenas e o sistema operacional precisa emular um sistema de 32 bits para funcionarem. O que tornava a instalação dos programas um pouco mais complicada. Enfim, mesmo com alguns tropeços, sempre pude contar com a comunidade para auxiliar-me.

Chegou o momento que instalei tanto programa e tinha tantos arquivos na partição raiz que não tava conseguindo fazer mais nada. O sistema ficava travando porque não tinha espaço em disco. Então resolvi testar novos horizontes e testar outras distros. Tinha uns live cds que tinha baixado da Internet e outros que vieram com a Linux Magazine. Testei algumas distros e resolvi instalar o Mandriva. Primeiro instalei a versão free, depois chegou a versão PowerPack com a revista e então fui aos testes. Funcionou até bem mas eu não tinha audio, procurei suporte na rede e na comunidade do Mandriva e não achei solução. Foi quando me cansei e instalei novamente o Ubuntu na minha máquina. Atualizei para o Hardy e estou feliz  ;D novamente. Os problemas de hardware que tive com o Gutty aparenta  terem sido corrigidos.
Leia meu blogue: http://www.diariodajudite.bogspot.com

O Diário de Bordo da Judite, abrange vários temas inclusive o mundo opensource visto por um usuário comum.