Autor Tópico: Que tal o Dreamlinux?  (Lida 10216 vezes)

Offline 0tacon

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 439
    • Ver perfil
Re: Que tal o Dreamlinux?
« Resposta #15 Online: 08 de Julho de 2008, 01:52 »
 Eu agradeço a todos pelas respostas. O caso é que mesmo comprando o HD, vou deixar o Dreamlinux em segundo plano. Pretendo fazer várias partições, com Ubuntu (para usar enquanto não aprender mais), Debian (para aprender, mas nunca vou largar o Ubuntu) e para estar sempre testando distros novas e alternativas, e o Dreamlinux vai ser uma delas, e se não for o que eu quero, formato a partição, esqueço o assunto e parto para testar outra distro. Quem sabe o OpenSuSE...
 PS: Ainda me falta saber o que quer dizer "modular".
« Última modificação: 08 de Julho de 2008, 03:10 por 0tacon »


Offline prct

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 84
  • Ubuntu 8.04 LTS
    • Ver perfil
Re: Que tal o Dreamlinux?
« Resposta #16 Online: 08 de Julho de 2008, 06:59 »
Citar
Aproveito para fazer a pergunta aqui e não precisar criar mais um tópico: qual marca de HD é melhor, Seagate, Samsung ou Maxtor?

Eu neste caso aconselho MAXTOR (SLIM), as vantagens são ao nivel do som (Muito mais silencioso), peso (Ultra leve), e é sempre uma boa marca. Quanto à qualidade, todas as marcas neste momento estão muito bem situadas, evoluiram muito e os problemas por vezes nem é ao nível físico dos discos, mas sim problemas de bios, chipset(Aconselho INTEL), sistema operativo(Sectores danificados, principalmente com windows).
SAMSUNG evoluio muito, mas são muito barulhentos em geral, a WD sempre tem sido a melhor, mas falta evoluir neste sentido também.

PS: Já tive todas as marcas e a que gostei mais foi a HITACHI, mas esta foi adquirida pela Seagate, por isso agora são iguais.
Asus T3 Intel 2Duo Core Quad 2.4, 2Gb Ram, 2x 160Gb HDD SataII, Asus EAH2600PRO 512Mb Ram

Piras

  • Visitante
Re: Que tal o Dreamlinux?
« Resposta #17 Online: 08 de Julho de 2008, 21:24 »
Eu agradeço a todos pelas respostas. O caso é que mesmo comprando o HD, vou deixar o Dreamlinux em segundo plano. Pretendo fazer várias partições, com Ubuntu (para usar enquanto não aprender mais), Debian (para aprender, mas nunca vou largar o Ubuntu) e para estar sempre testando distros novas e alternativas, e o Dreamlinux vai ser uma delas, e se não for o que eu quero, formato a partição, esqueço o assunto e parto para testar outra distro. Quem sabe o OpenSuSE...
 PS: Ainda me falta saber o que quer dizer "modular".


Posso estar enganado - corrijam-me por favor os mais versados no assunto - mas modularidade é a aptidão que tem um sistema qualquer de ser instalado a partir de módulos distintos, que acrescentam novas funcionalidades ou conjuntos coerentes de bibliotecas e programas. Em outras palavras, é possível construir um sistema ou programa como um bloco coeso e bastante funcional, mas que deixa de funcionar por inteiro se perder alguma de suas partes ou, em se tratando de um sistema modular, construí-lo de modo que, retirando a parte B, não se prejudica o funcionamento das partes A ou C.

Um bom exemplo de modularidade é o YUM, metagerenciador de pacotes do Red Hat e "descendentes". É possível acrescentar várias funcionalidades ao programa-padrão pelo acréscimo de módulos independentes. Retirar tais módulos não prejudica as funcionalidades essenciais ao programa.

Quanto à modularidade da Dreamlinux, ela é produto da distro-mãe, o Morphix. É possível montar um live CD Dreamlinux acrescentando a um módulo-base - onde estão os programas essenciais ao funcionamento de qualquer distribuição Linux, além de outros programas básicos do Debian (Dreamlinux e Morphix são derivatives do Debian) - outros conjuntos de bibliotecas e programas, também agrupados na forma de módulos. Desse modo, ao invés de acrescentar o WindowMaker ou Openbox ao Xfce somente depois de ter o sistema instalado, você poderia construir um módulo com tais gerenciadores de janelas e acrescentá-los ao próprio live CD. É isto o que caracteriza, aliás, as distribuições construídas por intermédio dos scripts linux-live (http://www.linux-live.org/), como o Slax, Goblinx, etc.

Offline asghan

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.221
    • Ver perfil
Re: Que tal o Dreamlinux?
« Resposta #18 Online: 08 de Julho de 2008, 23:26 »
Bom li essa notícias faz dias, acho q tem a ver com o tópico: http://br-linux.org/2008/dreamlinux-volta-se-aos-usuarios-internacionais/
   Ubuntu 12.04 - Unity 64bits

boi

  • Visitante
Re: Que tal o Dreamlinux?
« Resposta #19 Online: 08 de Julho de 2008, 23:44 »
Eu também tive vontade há um tempo de testar o Dreamlinux, mas acabei desistindo ao ver que não tinha nem uma parte do fórum em português. Na verdade a minha vontade em testar o Dreamlinux era apenas por ser uma distro brasileira. Como parece que é brasileira, mas nem tanto, então nem me dei ao trabalho de baixar. Distros desse tipo, apenas uma versão customizada do Debian, existem aos montes por aí, e não acrescentam nada. Nem vale a pena perder tempo com elas.

Offline 0tacon

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 439
    • Ver perfil
Re: Que tal o Dreamlinux?
« Resposta #20 Online: 09 de Julho de 2008, 02:06 »
 Mas a modularidade causa algum ganho perceptível em desempenho e/ou estabilidade/ Ou é só um conceito?


Offline Bud Spencer

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 18
  • ResuLinux + Texas Flood = Sucesso!
    • Ver perfil
    • Pão de M.U.G.E.N.
Re: Que tal o Dreamlinux?
« Resposta #21 Online: 09 de Julho de 2008, 09:39 »
Acho essa distro muito linda!

Pena que nunca tive sucesso instalando ela. Só conseguir usá-la pelo Live CD.

Pelo Live cd roda tudo rápido mas eu queria no HD!

Poxa e pensar que aquela barra estilo MacOSx que fica na parte inferior é tão levinha.

Removido pela Moderação.

Piras

  • Visitante
Re: Que tal o Dreamlinux?
« Resposta #22 Online: 09 de Julho de 2008, 13:21 »
Mas a modularidade causa algum ganho perceptível em desempenho e/ou estabilidade/ Ou é só um conceito?


O ganho aqui é praticidade e conforto, caro Ota, tanto para o desenvolvedor quanto para o usuário. Em termos de estabilidade e desempenho, a modularidade é indiferente.

Offline d3k

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 115
    • Ver perfil
    • d3kfox
Re: Que tal o Dreamlinux?
« Resposta #23 Online: 09 de Julho de 2008, 15:32 »
Se você estiver procurando uma nova distro, pode colocar o BigLinux (brasileirissima) ou o openSuse, ambas são excelentes distros.
Blog | deviantART | Twitter | Flickr
"Pra que usar de tanta educação .. Pra destilar terceiras intenções"

Offline Fernando Rodrigues

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 260
    • Ver perfil
Re: Que tal o Dreamlinux?
« Resposta #24 Online: 09 de Julho de 2008, 20:59 »
Bom li essa notícias faz dias, acho q tem a ver com o tópico: http://br-linux.org/2008/dreamlinux-volta-se-aos-usuarios-internacionais/

Quando mostrei o DL as meus conhecidos, todos, sem exceção, adoraram a distro.
"Linda demais, como faço para instalar?"
Infelizmente não consegui nem instalar na minha máquina. Tentei de tudo, mas a única coisa que consegui foi perder 5 midias de CDs.

Outra coisa que todo mundo me perguntou: "uhé, você não disse que era um Linux de brasileiros? Porque o site está todo em inglês?"
Quase todos desistiram pelo fato de não terem adotado a lingua mãe no site e forum.

Talvez esse seja um dos motivos do DL não ter emplacado aqui no Brasil. Muito devem ter o sentimento de que o DL é anti-nacionalista.

Lendo a resposta do produtor do DL entendo perfeitamente a sua motivação em ter o site e fórum em inglês, mas não tem como não ter esse ressentimento em não ter o site e fórum oficiais em português!

Tomara que isso mude! Talvez seria a única distro que me fizesse trocar o Ubuntu!

Offline 0tacon

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 439
    • Ver perfil
Re: Que tal o Dreamlinux?
« Resposta #25 Online: 10 de Julho de 2008, 01:14 »
 5 mídias perdidas  :o  cara, por que não fez isso em CD-RW? Funciona também, sabia?
 E a esquisitice da instalação bugada é um obstáculo muito maior que a língua, com certeza.