Autor Tópico: Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1  (Lida 24702 vezes)

DeamoN Cheat®

  • Visitante
Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Online: 06 de Abril de 2006, 15:11 »
O maior problema para quem inicia no mundo Linux é o uso de programas essenciais que só rodam na plataforma Windows. Com o Wine cumprindo seu papel com programas que não requerem poder máximo de vídeo, o principal vilão da história são os jogos em 3D. Nesse contexto, o Cedega, sem dúvidas é o melhor emulador de aplicativos Windows para Linux. Ele vem sofrendo modificações ao longo do tempo, tendo sua maior alteração na transição da versão 4 para a 5. Ao invés de linhas de comando, agora o comando cedega traz uma interface gráfica cheia de novidades. Esse tutorial visa explicar num passo-a-passo a instalação da versão Demo do Cedega 5.1 e a instalação do jogo Age of Empires II como exemplo.

Versão Demo

A versão Demo tem 20.8 MB e funciona sem limitações técnicas num prazo de 14 dias. Após esse período, o Cedega simplesmente deixa de funcionar e você pode se inscrever no site da Transgaming. Com uma taxa de 5 dólares por mês, você tem todas as funções do cedega pelo tempo que pagar (mínimo 3 meses).

Para começar, baixe-o em http://downloads.transgaming.com/files/cedega_timedemo_installer

Esse é um instalador gráfico com várias etapas, inclusive a de registro gratuito da versão de demonstração na Transgaming. Portanto, certifique-se de estar conectado à Internet durante a instalação e mantenha um navegador aberto no seu email, pois no meio da instalação você receberá um contendo a chave de registro gratuito.

Para executar o programa, entre na pasta do download e deixe-o com a permissão de executável e execute-o, respectivamente, com os comandos:

$ chmod +x cedega_timedemo_installer
# ./cedega_timedemo_installer

Após a checagem de integridade dos arquivos, aparecerá a seguinte janela pedindo opções como a pasta binária e local de instalação. Deixe tudo padrão, e simplesmente prossiga, clicando no botão "Begin install". Repare que a instalação consome em média 53 MB.



A seguir a instalação já se inicia. No PC testado, um Celeron de 1GHz com 256 MB de RAM, a extração dos arquivos demorou cerca de 3 minutos.





Após a instalação ser concluída, simplesmente clique em Start. Note que, para abrir futuramente o Cedega Trial, o comando não é o *cedega*, e sim *cedega_timedemo*. Irá abrir após o clique uma nova janela de configuração, com os botões "Subscribe Now", para se inscrever na Transgaming e "Play", para testar a versão Demo. Clique neste último.



A seguir virá uma tela em Win32 para o registro gratuito do produto por 14 dias. Clique em "Next" para continuar.



Ele pedirá informações como nome completo e email. Preencha os campos com asterisco, e tenha certeza de que o endereço de email está correto. Prossiga para que a Transgaming te envie o serial. Verifique no seu email, um com o assunto "Cedega Time Demo key enclosed" que será enviado na hora. Copie a chave e cole na respectiva etapa da configuração. O Cedega irá baixar em torno de 300 KB para autenticação.

Após todo o processo, a seguinte tela aparecerá:



Clique em Finish, e a configuração da sua conta estará completa. Agora vamos à configuração do aplicativo em si.

Logo após o clique abrirá uma outra tela em GTK2 com 5 etapas.



Na segunda página, o assistente pedirá informações de conta. Simplesmente deixe em branco e clique em "Forward". Depois, basta ir avançando sem mexer em nenhuma opção.

Enfim, após o assistente, aparece a interface gráfica do Cedega 5.1. Um problema vindo da configuração padrão do mesmo é que a saída de áudio, na maioria das vezes, vem marcado como OSS. Para alterar, basta ir em Edit, Configuration profiles. Clique em Edit, e em seguida na aba Audio:



Simplesmente altere clicando em ALSA. Dê OK e vamos para a instalação do jogo.

Versão CVS - WineX

Outra forma legal de emular jogos 3D gratuitamente e sem limite de tempo é obtendo sua versão não-comercial da Transgaming, o WineX, via CVS. Essa versão não traz a interface gráfica, é apenas uma versão do Wine modificada pela Transgaming para melhor desempenho em jogos 3D, trazendo uma maior implementação das APIs do DirectX. Essa versão é um pouco antiga, sendo seu último update feito aparentemente em 2003.

Abra um terminal como usuário normal, a seguir rode os comandos:

$ cvs -d:pserver:cvs@cvs.transgaming.org:/cvsroot login
(Senha: cvs)
$ cvs -z3 -d:pserver:cvs@cvs.transgaming.org:/cvsroot co winex

Será efetuado o download de 46,9 MB compactados, ou seja, algo entre 10 MB. Terminado o download, você terá que compilar o programa normalmente. Lembre-se de ter as bibliotecas de desenvolvimento, como as do GCC, Bison e X11-dev, necessárias para a compilação.

$ cd winex
$ ./configure
$ make
# make install

Para rodar um jogo via WineX, execute o comando:

$ /usr/local/bin/wine setup.exe

Essa versão, não sendo comercial, também não traz suporte técnico. Ou seja, é usar por conta e risco.

Instalando Jogos no Cedega

Sem dúvida a parte mais gostosa depois de tento trabalho é curtir o jogo que tanto gosta. Então, mãos à obra. A interface do Cedega é simples, facilmente familiarizável:



Para instalar um jogo qualquer, clique em Install. O Cedega automaticamente detecta a unidade de CD montada, e se esta não estiver, clique no botão "Mount". Em seguida, aparecerá uma tela pedindo o caminho do arquivo de instalação do jogo. CLique em "Browse", e vá até o arquivo (normalmente setup.exe):



Clique em OK e dê um nome ao jogo:



Clicando em Continue, a instalação será igual a que você está habilitado a fazer no Windows.



Após a instalação, o jogo aparecerá com seu ícone dentro da interface, como no exemplo a seguir:



Para jogar, basta selecionar o jogo, clicar em Play, e correr para o abraço.

Lembrando que, para abrir o Cedega futuramente, basta abrir pelo menu de seu KDE/Gnome ou rodando o comando *cedega_trialdemo*. Para o WineX, o comando permanece como *wine*. Outra diferença fundamental do WineX e do Cedega é que o primeiro não possui suporte ao sistema anti-pirataria dos jogos, ou seja, pelo Cedega você terá que copiar os cracks, caso o jogo não seja original, assim como fazia no Windows.

A Transgaming divulga sempre a lista dos jogos testatos e compatíveis com seu emulador. Veja mais em: http://transgaming.org/gamesdb/

Instalar jogos Windows no Linux não é tão difícil quanto parece, bastando ter paciência e flexibilidade de se adaptar à novidades.

Boa diversão!!

fonte: http://www.guiadohardware.net/artigos/339/

#Elite Top Team

Offline LedStyle

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.347
    • Ver perfil
    • http://www.tuxresources.org
Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #1 Online: 06 de Abril de 2006, 16:43 »
Rapaz... muito bom. Ótimo você ter postado aqui isso!

Agora sempre que alguém perguntar como roda jogos do Windows no Linux é só responder: http://ubuntuforum-pt.org/index.php?topic=5077

Abraços hehe!

Offline DidiRS

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 27
    • Ver perfil
Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #2 Online: 07 de Abril de 2006, 09:38 »
Parabéns pelo ótimo tutorial cara... se tivesse saido um pouco antes eu teria instalado o Cedega com um pouco mais de tranquilidade, hehehehe....

Offline arsolto

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 625
  • Alea Jacta Est
    • Ver perfil
    • Por Ofício
Sou xenófobo
« Resposta #3 Online: 21 de Maio de 2006, 23:15 »
A idéia de usar um simulador de jogos feito para o Windows ou qualquer programa que não tenha sido desenvolvido em função do Linux não me agrada nenhum pouco. Tenho xenofobia a emuladores, entre eles e o Windows, fico com este último.

Espero que vocês, membros do fórum, tenham entendido bem a minha mensagem, pois, a utilização desse tipo de emuladores no Linux chega ser um tremendo despropósito. Voltem a utilizar o Windows!

Offline LedStyle

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.347
    • Ver perfil
    • http://www.tuxresources.org
Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #4 Online: 22 de Maio de 2006, 17:15 »
Bem amigo, cada um com a sua opinião. Respeito a sua e inclusive tenho alguns amigos que são partidários da mesma, no entanto acredito que o Cedega tem sido um software importante para muitas pessoas se livrarem da partição do Windows e economizar ao menos uma licença. O Cedega custa uns R$ 6,00 por mês se não me engano. E se vc pagar o plano mínimo de 3 meses, instalar e rodar na sua máquina, mesmo que pare de jogar pode continuar usando o programa, embora sem os updates.
Já o Windows... R$ 799,00 na promoção.

Eu tbm não gosto de ficar emulando as coisas viu. Claro que eu preferia jogos nativos, mas só pra te dar um exemplo de que se o programa roda emulado não quer dizer que a empresa esqueça de uma vez por todas o desenvolvimento de versões pra Linux: A Blizzard tem jogos que rodam no Cedega perfeitamente, no entando ja anunciou que vai portar todos seus jogos pra Linux pra rodarem nativamente no futuro. Está nos planos da empresa, embora não seja prioridade.
A ID software ta lançando simultaneamente versões pra Linux e Windows agora. Antes eles lançavam pra Windows e portaval, mas agora no Quake 4 já saiu junto!

É positivo que as empresas vejam que a comunidade ta se matando pra rodar os jogos delas aqui no sistema do pinguim, mostrando que nós usuários do Linux também jogamos. Mas é claro que seria MUITO melhor termos versões nativas e nesse ponto concordo com você: Eu não gosto de jogo do Windows emulado no Linux.

Agora eu brinco bastante, falo mal da Microsoft e tudo mais, vcs vêem pelos meus posts, mas o verdadeiro propósito pelo qual eu utilizo Linux na minha máquina nem é por achar o Windows tão ruim assim como falam, mas sim porque eu GOSTO do Linux. Eu acho ele estável, rápido, seguro e ainda por cima de graça! Mas eu não tenho no fundo nenhum tipo de preconceito em relação ao Windows, só não gosto de algumas campanhas publicitárias com dados falsos que a Microsoft usa, mas ai já é outra história.

Offline cafecraft

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 138
    • Ver perfil
    • http://www.linuxval.org
Re: Sou xenófobo
« Resposta #5 Online: 22 de Maio de 2006, 17:55 »
Citação de: "arsolto"
A idéia de usar um simulador de jogos feito para o Windows ou qualquer programa que não tenha sido desenvolvido em função do Linux não me agrada nenhum pouco. Tenho xenofobia a emuladores, entre eles e o Windows, fico com este último.

Espero que vocês, membros do fórum, tenham entendido bem a minha mensagem, pois, a utilização desse tipo de emuladores no Linux chega ser um tremendo despropósito. Voltem a utilizar o Windows!


Ná verdade o Cedega ou Wine não são emuladores!... é só uma implementação das API do Windows!.. nem chega a ser emulação. Quando falamos de emulação já pensamos logo em hardware.
Assinatura removida conforme a regra 8. O prazo era até 13/02.

Offline Nemesys

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 7
  • Nemesys
    • Ver perfil
Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #6 Online: 25 de Maio de 2006, 11:42 »
Mas peraí: a filosofia do Linux não é o conceito de software-livre?? E a gente tem de pagar pra usar o Cedega totalmente funcional e sem tempo limite?? Eu sou novato no Linux, instalei o Ubuntu tem 1 mês aproximadamente, pode ser q eu não esteja entendendo direito essa questão. Alguém sabe e pode me explicar, pq esse software é pago?
"Se você está se sentindo sozinho, abandonado, achando que ninguém liga para você... atrase um pagamento!"

DeamoN Cheat®

  • Visitante
Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #7 Online: 25 de Maio de 2006, 13:26 »
Não é por que o Linux é SL (software livre) que os programas nativo para ele tem que ser. A mesma coisa acontece com o windows, ele é pago mais há muitos programas freeware para ele. E so para lembrar freeware, Open Source, Software livre não são iguais.

Freeware: Programa totalmente gratis, porem não você não tem direito de alterar seu codigo fonte.

Open Source: Aqui diferentemente do freeware, você pode altera seus codigo como bem quizer, mais não é por ter codigo aberto que ele tem que ser gratis, você pode muito bem criar um programa com codigo aberto mais cobrar para poderem utilizar o programa

Software Livre: È totalmente gratis e com codigo aberto, é o caso do Linux, BSD, Unix.

Então como citei acima, não é por que o sistema é SL que seus aplicativos tem que ser.

Citação de: "Nemesys"
Mas peraí: a filosofia do Linux não é o conceito de software-livre?? E a gente tem de pagar pra usar o Cedega totalmente funcional e sem tempo limite?? Eu sou novato no Linux, instalei o Ubuntu tem 1 mês aproximadamente, pode ser q eu não esteja entendendo direito essa questão. Alguém sabe e pode me explicar, pq esse software é pago?


100+

Offline Nemesys

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 7
  • Nemesys
    • Ver perfil
Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #8 Online: 26 de Maio de 2006, 11:53 »
Citação de: "DeamoN Cheat®"
Não é por que o Linux é SL (software livre) que os programas nativo para ele tem que ser. A mesma coisa acontece com o windows, ele é pago mais há muitos programas freeware para ele. E so para lembrar freeware, Open Source, Software livre não são iguais.

Freeware: Programa totalmente gratis, porem não você não tem direito de alterar seu codigo fonte.

Open Source: Aqui diferentemente do freeware, você pode altera seus codigo como bem quizer, mais não é por ter codigo aberto que ele tem que ser gratis, você pode muito bem criar um programa com codigo aberto mais cobrar para poderem utilizar o programa

Software Livre: È totalmente gratis e com codigo aberto, é o caso do Linux, BSD, Unix.

Então como citei acima, não é por que o sistema é SL que seus aplicativos tem que ser.

100+


Tá, depois dessa explicação, não tem como não entender... embora eu ache que haja um pouco de falta de ética nisso... é a mesma coisa que um cara ir vestido pra uma praia de naturistas só pra ficar vendo as mulheres peladas, ele não tem comprometimento com a idéia do naturismo, está lá pra tirar proveito de uma filosofia de vida dos outros...
Mas essa questão é mesmo complicada, nem poderia ser discutida aqui... em todo o caso, muito obrigado pelo esclarecimento, DeamoN Cheat!
"Se você está se sentindo sozinho, abandonado, achando que ninguém liga para você... atrase um pagamento!"

Offline cafecraft

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 138
    • Ver perfil
    • http://www.linuxval.org
Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #9 Online: 28 de Maio de 2006, 16:12 »
Citação de: "Nemesys"
Mas peraí: a filosofia do Linux não é o conceito de software-livre?? E a gente tem de pagar pra usar o Cedega totalmente funcional e sem tempo limite?? Eu sou novato no Linux, instalei o Ubuntu tem 1 mês aproximadamente, pode ser q eu não esteja entendendo direito essa questão. Alguém sabe e pode me explicar, pq esse software é pago?


Ná verdade o cedega é pago devido aos royalites pagos a Microsoft com o uso do Direct 3D que é repassado ao consumidor.
Assinatura removida conforme a regra 8. O prazo era até 13/02.

Offline felipe3

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 24
    • Ver perfil
Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #10 Online: 25 de Junho de 2006, 15:38 »
Esse winex é software livre? Pode editar o código para alterar a identificação da placa de vídeo que é fornecida ao jogo?

Que o Age Of Mythology diz que a placa não é aceita, mas funciona no windows, só o Age Of Mythology mostra uma mensagem parecida com essa:

PLACA GRAFICA NAO ACEITA:
Direct3D Screen 0 ...

Só que nem de longe é a minha placa gráfica. Aproveitando para perguntar:
Alguem sabe outra forma de jogar Age of Mythology?

Offline Thib

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 57
    • Ver perfil
Re: Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #11 Online: 12 de Julho de 2006, 23:10 »
Impressão minha ou esse link pra baixar a demo não funciona mais?
GUERRA É PAZ
ESCRAVIDÃO É LIBERDADE
IGNORÂNCIA É FORÇA

Offline gaijin

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 182
  • Katsujinken
    • Ver perfil
Re: Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #12 Online: 15 de Julho de 2006, 03:46 »
Citação de: DeamoN Cheat®
Não é por que o Linux é SL (software livre) que os programas nativo para ele tem que ser. A mesma coisa acontece com o windows, ele é pago mais há muitos programas freeware para ele. E so para lembrar freeware, Open Source, Software livre não são iguais.

Freeware: Programa totalmente gratis, porem não você não tem direito de alterar seu codigo fonte.

Open Source: Aqui diferentemente do freeware, você pode altera seus codigo como bem quizer, mais não é por ter codigo aberto que ele tem que ser gratis, você pode muito bem criar um programa com codigo aberto mais cobrar para poderem utilizar o programa

Software Livre: È totalmente gratis e com codigo aberto, é o caso do Linux, BSD, Unix.

Então como citei acima, não é por que o sistema é SL que seus aplicativos tem que ser.

100+

Tá, depois dessa explicação, não tem como não entender... embora eu ache que haja um pouco de falta de ética nisso... é a mesma coisa que um cara ir vestido pra uma praia de naturistas só pra ficar vendo as mulheres peladas, ele não tem comprometimento com a idéia do naturismo, está lá pra tirar proveito de uma filosofia de vida dos outros...
Mas essa questão é mesmo complicada, nem poderia ser discutida aqui... em todo o caso, muito obrigado pelo esclarecimento, DeamoN Cheat!

Só para esclarecer essa questão. Free Software (Software livre) é na verdade o que você definiu como Open Source. O termo "open source" veio a ser criado devido às constantes confusões sobre o significado da palavra "free".

Nemesys. Não concordo com você. Imagine-se um programador. Gastou um mês de sua vida desenvolvendo um software, sem contar as constantes atualizações que irá fazer. É justo que se cobre um preço por ele, mesmo ele sendo livre.
« Última modificação: 15 de Julho de 2006, 03:50 por gaijin »
"Conhece-te a ti mesmo." Oráculo de Delfos

Como proceder quando tenho uma dúvida? (7 passos) http://ubuntuforum-pt.org/index.php?topic=8212.0

Offline LedStyle

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.347
    • Ver perfil
    • http://www.tuxresources.org
Re: Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #13 Online: 24 de Julho de 2006, 03:30 »
O link saiu do ar mesmo. Não sei por que motivos o pessoal do cedega tirou a versão de demonstração do ar.

Agora voltando um pouco no assunto do cedega, só pra deixar bem claro que você pode instalar o cedega pagando o plano mínimo de 3 meses e expirado esse tempo, o cedega continua 100% funcional na sua máquina. Você só não terá os updates.
No entanto se você gosta do projeto recomendo que seja sempre um filiado pois estará apoiando financeiramente o desenvolvimento do programa.

E quando eu falei que não gosto de coisas emuladas, eu tinha em mente que wine, cedega e crossover office (na verdade tudo farinha do mesmo saco pois são todos filhos do wine) não são emuladores. Mas é que a função deles é de emuladores e na prática pro usuário final aquilo é emulação. Não me importei como o programa funciona a fundo, mas pelo menos pro usuário aquilo ta sendo "emulado" e no momento é o que importa.

[]s

Offline Klaar

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 44
    • Ver perfil
Re: Games de Windows no Linux usando o Cedega 5.1
« Resposta #14 Online: 12 de Agosto de 2006, 08:52 »
Tá, não consigo achar o cedega demo para download... tem algum link funcionando??