Autor Tópico: Programa Acessa SP - Linux com cara de Windows resolve?  (Lida 6798 vezes)

Offline marcoslinux

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 88
  • só o Senhor é Deus!
    • Ver perfil
Re:Programa Acessa SP - Linux com cara de Windows resolve?
« Resposta #15 Online: 08 de Janeiro de 2016, 17:25 »
eu acho que vale a pena sim! pois e uma forma de inclusão social e claro que sendo feito com o linux(parecido com windows) ajuda as crianças.
processador athlon fx 4300 / placa mãe asus m5a78l-m / memoria 04gbs ddr3 1333 markvision/ placa de vídeo nvidia 9500gt / hd 128 gb  ssd e 320 gb wd /ubuntu 15.04/fonte corsair cx 500.

Offline Tota

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 14.989
    • Ver perfil
Re:Programa Acessa SP - Linux com cara de Windows resolve?
« Resposta #16 Online: 08 de Janeiro de 2016, 18:03 »
Olá

Onde se pode fazer download da versão do Linux?

Qual o endereço dos repositórios?

Em qual site está disponibilizado o código fonte?

Pelo que vi (pouco) é uma ferramenta do governo do estado. Feita ou modificada pelo Governo do Estado.  E se é assim, é propriedade do governo do estado.

Nesta ótica,  pulhas para as diretivas fundamentais. O governo não está vendendo, não está emprestando, não tem como baixar. É para uso do governo e ele faz o que bem entender com isto já que roda dentro de máquinas do estado.

E tudo isto é previsto nas regras do software livre.

Bem como nas regras do serviço prestado, feitas pelos administradores do acessa São Paulo.

Outra regra fundamental é,  não gostou? Não use. (princípio da liberdade)

Então não há o que discutir aqui. Ou pelo menos nada exceto o sexo dos anjos.

E eu não sou advogado.

Que os profissionais das leis façam dizer que eu estou errado.

Offline Fernando Gonçalves

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 0
    • Ver perfil
Re:Programa Acessa SP - Linux com cara de Windows resolve?
« Resposta #17 Online: 20 de Outubro de 2017, 16:14 »
Olá !

Se é "Livre" de restrições a Solução Acessa Livre acata as quatro liberdades fundamentais".
Como não permite acesso ao Código...
Em sendo uma customização UBUNTU...

...o livre ai é só nome fantasia !

Em sendo um LTSP construído com SL a sua pesada estrutura hierárquica de Rede derruba o ideal da Liberdade !

          Para o usuário final a Solução acessa Livre 4.5 é um pé no saco. Ele sofre com travamentos, desatualizações, restrições tanto ou mais que no velho e bom XP da MS .

          Contudo, ficaria feliz se a PRODESP atualizasse os navegadores e baixasse a restrição à executáveis !

          Conversemos !!!!!

         


         

Offline nomade

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 1.132
  • O negócio não tem alma
    • Ver perfil
Re:Programa Acessa SP - Linux com cara de Windows resolve?
« Resposta #18 Online: 21 de Outubro de 2017, 07:33 »
Olá !

Se é "Livre" de restrições a Solução Acessa Livre acata as quatro liberdades fundamentais".
Como não permite acesso ao Código...
Em sendo uma customização UBUNTU...

...o livre ai é só nome fantasia !

Em sendo um LTSP construído com SL a sua pesada estrutura hierárquica de Rede derruba o ideal da Liberdade !

          Para o usuário final a Solução acessa Livre 4.5 é um pé no saco. Ele sofre com travamentos, desatualizações, restrições tanto ou mais que no velho e bom XP da MS .

          Contudo, ficaria feliz se a PRODESP atualizasse os navegadores e baixasse a restrição à executáveis !

          Conversemos !!!!!

         


         
Interessante é isso, ver como continua o serviço cerca de 10 anos depois...

O problema das instituições públicas é que, em geral, não dão continuidade a um bom trabalho.
No começo tudo são flores, muda o governo e tudo muda e então as flores viram espinhos... é triste.

A customização do sistema é algo ok de se fazer e faz a até sentido, só é denecessário tendo em vista muitas vezes que tais interfaces já existam.

Muitas vezes é melhor investir em um treinamento básico, com um bom desmitificador de falácias sobre o linux (e isso é bom para afastar os que são aversos a modificações) ao invés de uma modificação para deixar o sistema mais parecido com o windows, o que demandará sempre maiores investimentos e esforços e equipe para mantê-lo assim, já que estamos falando de um sistema que deve ter (que me corrijam se eu estiver errado) iniciado com gnome2 que era bem mais simples de customizar do que o gnome3, ou unity, ou KDE atual...

Era melhor ter usado um KDE... sei lá, qualquer coisa com um menu do lado inferior esquerdo ...
Rodando Ubuntu 17.10 com: AMD Bulldozer FX-6100 3.3GHz 6-Core Black Edition/ Gigabyte 78LMT-S2P/ 8GB 1600MHz / Radeon R7 260X 2GB GDDR5