Autor Tópico: Sugestão: Criar tópico fixo de Primeiros Socorros  (Lida 5464 vezes)

lcquerido

  • Visitante
Sugestão: Criar tópico fixo de Primeiros Socorros
« Online: 12 de Maio de 2011, 05:58 »
Bom dia moçada e "veiada"  ;D

Gostaria de sugerir a criação de um tópico fixo de primeiros socorros em Linux, mais precisamente no Ubuntu/Kubuntu, lembrando o tópico do "Como deveria ser o Grub".

Não tem coisa mais frustante para um usuário iniciante, fução ou treinando em Linux do que seguir alguns passos de instalar ou mudar permissões e de repente, puf, não inicializa mais em modo gráfico, some isso ou aquilo ou o sistema congela.

E nestes casos, procurar uma solução pode ser um trabalho árduo e desencorajador, principalmente para quem comprou uma máquina com Linux pré-instalado ou mesmo os que porventura queiram iniciar neste mundo Linux.

E convenhamos que, para um iniciante, dar de cara com um terminal sem saber o que fazer é preocupante. Lembrando que, é improvável sonseguir ajuda nestas horas e pior, sem o X, procurar uma solução fica praticamene impossível.

Um bom exemplo seria ensinando a instalar e usar um navegador via terminal por exemplo. Eu por exemplo não tenho idéia (mas já vou procurar assim que terminar aqui)

Sendo assim deixo aqui minha sugestão de fazer um tópico de primeiros socorros no caso de pane do sistema X, podendo depois ser extendido à outos problemas ou pelo menos, indicando os links para possíveis soluções.

Estou disposto a colaborar, visto que sou iniciante e já tivve muitos problemas relativos aos Linux.

Quem sabe possamos tornar a vida dos não Linuxers menos cansativa e mais inspiradora.

Abraços

Edit: Proponho aliás criar um tópico trancado pela moderação, para não ficar com muita informação aleatória pelos usuários. E teria um tópico só para sugestões que, após serem avaliadas pela moderação e/ou seus convidados (neste caso quem conhece ou tenha tido experiÊncia com o problema em questão) possa ser copiado ao forum travado.
« Última modificação: 12 de Maio de 2011, 08:11 por lcquerido »

lcquerido

  • Visitante
Re: Sugestão: Criar tópico fixo de Primeiros Socorros
« Resposta #1 Online: 12 de Maio de 2011, 06:23 »
Foi so falar...Olha só...

Pesquisei e descobri um tal de links (navegador modo texto com suporte à imagem)

Fui lá sudo apt-get install links

Baixou, abriu e travou o sistema. Teclado inoperante é o mesmo que dizer que é impossível fazer qualquer coisa. CTRL-ALT-DEL nem faz cosquinha. Solução: Reset.

Criei um tópico Como evitar que um aplicativo trave o sistema mas pelo visto ninguém tem idéia de como fazer. Se é só na minha máquina, não sei e para falar a verdade, isso pouco importa pois, invariavelmente outros terão um problema parecido e por subjetividade, não irá se preocupar com isso.

Fica aqui meu alerta.
« Última modificação: 12 de Maio de 2011, 06:52 por lcquerido »

lcquerido

  • Visitante
Re: Sugestão: Criar tópico fixo de Primeiros Socorros
« Resposta #2 Online: 12 de Maio de 2011, 07:01 »
Detalhe: Após reiniciar, abri o terminal (konsole) em modo tela cheia, chamei o llinks e funcionou. Foi só abrir o navegador (Opera ou Epiphani) que travou tudo e teclado totalmente inoperante. Sò no reset.


Offline clcampos

  • Administrador
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 10.790
  • .:: User Linux #439596 ::.
    • Ver perfil
Re: Sugestão: Criar tópico fixo de Primeiros Socorros
« Resposta #3 Online: 12 de Maio de 2011, 08:26 »
Movi para Críticas e Sugestões.
Cristiano/Timóteo - MG
.: Como Fazer Perguntas de Forma Inteligente :.                
Com dúvida? pesquise!

lcquerido

  • Visitante
Re: Sugestão: Criar tópico fixo de Primeiros Socorros
« Resposta #4 Online: 12 de Maio de 2011, 09:17 »
Movi para Críticas e Sugestões.
Blz

Offline druidaobelix

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 5.553
    • Ver perfil
Re: Sugestão: Criar tópico fixo de Primeiros Socorros
« Resposta #5 Online: 26 de Maio de 2011, 00:29 »
Olá lcquerido,

Muito interessante sua sugestão, estive pensando sobre ela.

Veja que um "Kit Primeiros Socorros" já existe com o próprio LiveCD/LiveUSB, pois que na imensa maioria das vezes (arrisco dizer superior a 95% dos casos) permitirá que o usuário tenha o computador funcional e com conexão à Internet, onde será possível buscar soluções de forma mais elaborada.

O que temos de excepcional aí é quando o próprio LiveCD não funciona, dando logo de cara a tela preta, sem permitir nenhum ambiente gráfico ou nem mesmo prompt, quando então a solução primeira seria apelar para os "cheat codes" (complementos ou exceções de linha de comando de inicialização), o qual tem até mesmo um tópico fixo neste fórum, porém, fico aqui me perguntando: como dizer de antemão a um usuário iniciante e inexperiente sobre isso, sobre essa possibilidade? Honestamente, não vejo como.

Vamos, porém, explorar melhor esse raciocínio.

Existem duas formas básicas de um usuário chegar ao Linux:

1) Porque comprou um computador novo em que o Sistema Operacional (SO) embarcado é uma distribuição Linux.

Nesse caso possivelmente o fabricante estará disponibilizando junto com o equipamento algum software de recuperação, que em regra basta colocar na gaveta e rodar que ele restabelece a configuração original. Normalmente trata-se de uma cópia binária do HD instalado no sistema, ou seja, esse CD de recuperação regrava tudo, incluindo a MBR e tabela de partições;

2) Porque tem instalado um sistema operacional comercial, tipicamente Windows.

Nesse caso o usuário, de uma forma ou de outra, chegou à ISO do LiveCD/USB de alguma distribuição Linux e conseguiu gravar o Live, ou vamos até imaginar que tenha conseguido uma cópia presenteada por alguém (anteriormente até havia distribuição por parte da Canonical, no caso do Ubuntu). Bem, seja de que forma for, esse usuário ainda tem acesso à busca de soluções através do sistema operacional comercial instalado, como também pelo LiveCD/USB que tem em mãos.

Creio que entendo sua preocupação e a reputo como inteiramente pertinente, porém, o que talvez estejamos a debater é a forma de apresentação de soluções.

Num mundo e tempo anteriores as informações eram tipicamente hierarquizadas, de que o livro é o exemplo clássico, para os famosos diretórios do Yahoo, de 1994 (idem AOL), ainda tentando reproduzir a hierarquização, depois sucedidos pelo AltaVista, promovendo indexação e, finalmente, tudo isso demolido pela forma de ser Google, que colocou o ovo em pé, introduzindo um algoritmo de indexação orientada por certos critérios de relevância, e obviamente a supremacia do método indexado se deu pela enormidade de repositórios existentes (páginas web), ultrapassando a casa dos bilhões, quiçá no futuro chegando a algo similar a um Wolfram Alpha Computational Knowledge Engine mais efetivo e abrangente à universalidade do conhecimento, imortalizada na Science Fiction de AI - Artificial Intelligence, por Steven Spielberg, com a figura do Dr. Saber, o grande guru que tudo sabe e tudo vê e suas respostas pela Fada Azul.

Um exemplo simples: o numeral 1953 é um número primo?
Embora possa não parecer, não é exatamente uma resposta simples, caso não se detenha o conhecimento adequado à solução dessa questão.
O método dos diretórios estruturados demanda muita e muita leitura para se chegar à resposta correta, passando pelo conhecimento acumulado que vai desde o ensino fundamental até pelo menos o médio.
O Google o dirá por aproximação onde é que se pode obter essa resposta.
O Wolfram Alpha dirá objetivamente que não é um número primo, vez que pode ser decomposto nos fatores 3² x 7 x 31 e, por conseguinte, possui 12 divisores, quais sejam, 1, 3, 7, 9, 21, 31, 63, 93, 217, 279, 651 e o próprio 1953.

Essencialmente são três métodos, mas do primeiro sabemos hoje que não mais funciona exclusivamente; o search engine do Dr. Saber ainda não está completamente disponível à universalidade do conhecimento, resta, pois, o Google e similares para lidar com essas questões.

[]'s

Como curiosidade a quem se interessar, pergunte pelo 1953 :-)
http://www.wolframalpha.com/

« Última modificação: 26 de Maio de 2011, 04:25 por druidaobelix »
www.arredondar.org.br
Vencedor Desafio de Impacto Social Google 2016!
Você também pode participar e fazer a diferença.