Autor Tópico: Ubuntu 11.04 e KDE 4.7, uma grata surpresa!  (Lida 3409 vezes)

Offline Warhead

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 150
  • Ubuntu - Ultimate Edition
    • Ver perfil
Ubuntu 11.04 e KDE 4.7, uma grata surpresa!
« Online: 29 de Agosto de 2011, 21:07 »
Sou usuário Ubuntu desde a versão 8.10, Intrepid Ibex, satisfeito com as experiências oferecidas pelo ambiente gráfico padrão, o Gnome.
Eis que a Canonical resolve mudar o modo como se utilizam os computadores e cria o Unity.
Pois bem, então posso escolher entre o novo e o consagrado, mas o pessoal do Gnome também aprontou das suas e criou o Gnome 3.
Agora é hora de pensar um pouco e observar as notícias publicadas nos canais de informação sobre tecnologia:
O que se nota é que o bom, muito bom, ambiente Gnome 2.X está com os dias contados.
As próximas versões de todas as distribuições virão com algum ambiente gráfico que não o Gnome 2.X. Isto é fato.
O que resta é começar uma temporada de testes e adaptações.
Então tentei o Unity, no Ubuntu. Não gostei. Algo parece estar faltando, não posso configurar exatamente como gostaria, algumas mudanças que faço simplesmente se desfazem quando reinicio o Sistema e além do mais, não me sentí confortável.
Vou para o Gnome 3. A forma de trabalho é um tanto melhor, mais prático e eficiente. Mas...ainda faltam opções de configuração (isto é importante e grande diferencial no Linux), e também experimentei alguns problemas no uso. Parece que o Ubuntu não se comporta bem com o Gnome 3, pois testei o mesmo ambiente no OpenSuse e funcionou muito bem, mas aí o que não me agradou foi o S.O. Não abro mão das facilidades do Ubuntu, uma quantidade incrível de programas nos repisitórios, vasta documentação e funcionalidade, o Ubuntu funciona.
Voltando ao assunto, e ao Ubuntu, resolvi instalar os pacotes KDE no meu Sistema, em conjunto com o Gnome mesmo, lí a respeito dos problemas do Kubuntu, por isso resolví fazer o meu próprio Ubuntu com KDE.
Fiquei impressionado com o que ví. Muitas funcionalidades inteligentes. Efeitos visuais simples mas ainda assim agradáveis e fluídos na tela. A sensação de que o trabalho no computador está rendendo.
As opções de configuração trouxeram um problema: agora tenho tantas que precisarei de alguns dias para acertar cada detalhe, um problema dos bons!
Temas de janelas, área de trabalho, ícones, programas, e tudo o que se possa desejar.
Os programas baseados no KDE funcionam muitíssimo bem e ainda pode-se optar pelos programas já em uso no Gnome 2.X sem problemas.
Pude notar a integração com o Sistema Operacional, os avisos e índices dos programas são exibidos de forma translúcida e suave no desktop, a movimentação das diversas ferramentas e da barra acontece de forma suave e gradual, sem sobressaltos,as miniaturas das janelas tem funções e funcionam, tudo parece pronto, de fato, para o uso.
Enfim, vou migrar para um novo ambiente e continuar com o bom,  muito bom, Ubuntu.
Você será tudo aquilo que acreditar ser.