Autor Tópico: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu  (Lida 23004 vezes)

Offline rjbgbo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.889
  • Xubuntu 18.04LTS
    • Ver perfil
    • Twitter
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #15 Online: 06 de Maio de 2012, 22:12 »
.... No sistema da Microsoft só existe uma única maneira de instalar programas, isso poderia facilitar a vida de muita gente se fosse assim também no Ubuntu.
inclusive para instalar vírus, malwares, trojans, etc... desestabilizar o sistema...

.... Só que eu me refiro aos programas não constantes na central, pois são estes que fazem muitos dos usuários iniciantes a procurar fóruns como este aqui...
não tem perfil para usuário de linux, e talvez tenha problemas de se adaptar aos novos conceitos de instalação de programas a vir no windows8





« Última modificação: 06 de Maio de 2012, 22:17 por rjbgbo »
Linux User #440843 | Ubuntu User #11469

Offline marcosalvesps

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 362
  • Seja Livre, use Linux!
    • Ver perfil
    • Teoria Nerd
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #16 Online: 07 de Maio de 2012, 00:56 »
Quanto ao next next finish do windows, quero ver fazer uma instalação limpa dele e uma do Lubuntu e depois de instalados os SOs vamos instalar:

- um editor de imagens
- um editor de desenho vetorial
- uma suite de escritório
- um web browser diferente do padrão do SO
- um joguinho de gamão ou xadrez
- um editor de texto mais poderoso do que o padrão da distro
- um visualizador de PDFs
- um cliente de e-mail
- um player

Pronto temos um pc básico com programas que atenderão a maioria dos usuários básicos
Vamos lá no windowns
1- procurar cada programa no site do distribuidor ou procurar no meio de milhares de opções dos baixaki da vida
2- fazer o download de cada um dos programas
3- instalar um a um com os famosos next next finish

No lubuntu
- abrimos a central de programas, digitamos o nome do programa e selecionamos ele para a cesta de aplicativos
- com todos eles selecionados mandamos instalar

tomamos uma cerveja gelada enquanto o pc trabalha

realmente muito complicado

abcs
abdo

PS: Convenhamos, quem precisa de muito mais do que isso em matéria de programas não é um noob em informatica



Sensacional sua comparação! +1!!
Marcos Silva - http://www.teorianerd.com.br
Ubuntu 17.10 - 64 bits no Notebook Dell Inspiron 14 5000

Offline haereticus

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 975
  • Xubuntu 12.04.2 x64
    • Ver perfil
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #17 Online: 07 de Maio de 2012, 08:46 »
Quanto ao next next finish do windows, quero ver fazer uma instalação limpa dele e uma do Lubuntu e depois de instalados os SOs vamos instalar:

- um editor de imagens
- um editor de desenho vetorial
- uma suite de escritório
- um web browser diferente do padrão do SO
- um joguinho de gamão ou xadrez
- um editor de texto mais poderoso do que o padrão da distro
- um visualizador de PDFs
- um cliente de e-mail
- um player

Pronto temos um pc básico com programas que atenderão a maioria dos usuários básicos
Vamos lá no windowns
1- procurar cada programa no site do distribuidor ou procurar no meio de milhares de opções dos baixaki da vida
2- fazer o download de cada um dos programas
3- instalar um a um com os famosos next next finish

No lubuntu
- abrimos a central de programas, digitamos o nome do programa e selecionamos ele para a cesta de aplicativos
- com todos eles selecionados mandamos instalar

tomamos uma cerveja gelada enquanto o pc trabalha

realmente muito complicado

abcs
abdo

PS: Convenhamos, quem precisa de muito mais do que isso em matéria de programas não é um noob em informatica



Sensacional sua comparação! +1!!

Perfeito +2

Maioria dos usuários do windows, mal sabem ligar o pc, mal sabem usar o registro para buscar as chaves de instalação de cada aplicativo, mal sabem bloquear uma porta de entrada ou saida manualmente no windows, mal sabem desativar um processo pelo msconfig.

Ubuntu é bem mais fácil que windows, e olha que uso o windows desde a época do 3.1 até hoje e pela minha vida observação maioria das pessoas (diga-se 99%) não sabem usar o windows, só sabem ligar e correr pro baixaki ou superdownloads.

Next - Spyware - Next - install toolbar spyware - Finish = Ferrado.
« Última modificação: 07 de Maio de 2012, 08:47 por clockworklinux »
Notebook: Samsung 305E4A-BD1 - AMD A6-3420M (Quad Core) @2.4GHz - Radeon™ 6520G 512MB - 8GB - HD 500GB - 14” LED HD - HDMI - Bluetooth - Webcam 1.3 HD - Base CoolerMaster Notepal Ergostand - Mouse X7 Oscar 750bk 3200dpi.

Sony Xperia L - Android 4.1.2

Offline alissista

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 18
    • Ver perfil
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #18 Online: 07 de Maio de 2012, 11:58 »
Não me entendam mal, eu uso o Ubuntu por livre e espontânea vontade e por algumas vantagens estratégicas, não é por questões filosóficas. Também não estou aqui para defender o Windows e nem sou um usuário inexperiente. O problema é que desde criança eu uso o sistema (Windows 98 foi o primeiro que conheci) e nunca havia usado o Ubuntu antes. Mesmo os usuários avançados teriam esta dificuldade com a novidade pelo simples fato de que há várias formas de se instalar programas, dependendo da origem e do formato, o que faz as pessoas terem que recorrer uma espécie de mini curso compulsório em algum fórum. Outra dificuldade de adaptação para novatos no sistema é a falta de feedback nas mensagens de erro.
Por exemplo: se acontece algo de errado no sistema da Microsoft, na mensagem de erro aparece o que aconteceu, aparece um link offline para perguntas e respostas, e em cada resposta aparece um passo a passo de como proceder para a solução. No Ubuntu, fui instalar um driver proprietário e apareceu uma mensagem de erro mandando eu dar uma olhada em um diretório e mais nada (bem didático, não é?).
Inicialmente eu pensei que era meu problema de adaptação, mas eu também nunca havia mexido no Mac Os X, e quando tive a oportunidade, achei muito bom e me adaptei em pouco tempo, assim nunca entrei em fóruns para Macs.
Com o tempo o usuário novato vai se acostumando com isso, vai aprendendo as manhas, vai decorando as linhas de comando do terminal e vai começando a achar que todo Usuário novato é noob.

Offline Turritopsis nutricula

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #19 Online: 07 de Maio de 2012, 12:40 »
E  além  do  mais  para  instalar,  pôr  exemplo,  uns  5  programas  de  uma  só  vez  é  mais  fácil  no  linux  do  que  no  windows.
No  linux  basta  dar:  sudo  apt-get install  vlc  banshee  midori chromium gparted,  e  depois  dar  enter,  digitar  a  senha,  que  ele  baixa  e  instala  sozinho.  Tente  fazer  o  mesmo  no  windows.  Tu  terás  que  ir  instalando  um  de  cada  vez.


Como assim no Linux é mais fácil? O apt-get tem que saber o nome dos aplicativos no pacote ao invés de escrever o nome dele como se lê.

E no synaptic, apt-get, aptitude você tem que escolher os programas pra baixar e instalar e se esqueceu de um tem que parar pra fazer tudo de novo e acrescentar o nome no programa que faltou.

No windows você clicar nos Executaveis e no meio da instalação de qualquer um programa você pode abrir vários instaladores de vez! E pode cancelar qualquer um na hora que quizer. E pode clicar em tudo de vez. E os desenvolvedores de software Livre só fazem questão de empacotar no site os arquivos em EXE e DMG e o meu sistema pode ser antigo ou novo que qualquer versão empacotada roda. No linux não é qualquer deb que roda não. Se eu pegar um deb antigo ele vai reclamar da dependência e se for um mais novo também. Tenta instalar o Gimp 1 no Precise pra ver se vai caso tenha um deb. Agora faça isso com um EXE e um DMG. Vai rodar tanquilo tranquilo, sem falar que existe software livre em formato portable menos pro Linux.

Por que os desenvolvedores de software livre não manda o usuário Windows se virar e compilar o programa livre no windows seguindo a filosofia Gnu ao invés deles deixarem todos binários em EXE e DMG compilados para os sistema adversários?


OS programas que vc encontra no ubuntu não são "cópias" de nenhum "original".

Errado tem muitos sites do sourceforge ou site oficiais que os desenvolvedores fazem questão de dizer que programas são cópias sim.

Vá no site do Kolourpaint 4 pra você ver que eles dizem que é o clone do paint. Easy RPG clone do Rpg Maker e por aí vai.

Apt-get não é mais poderoso que wizard mesmo! Wizard eu instalo quantos programas de vez podendo começar outro durante a instalação de qualquer um.

E sobre o Linux dominar o servidor eu já postei a notícia que prova o contrário:

http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,95056.msg522820.html#msg522820

Ler isso também: http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,95024.msg522423.html#msg522423

E se o Ubuntu ou qualquer distro fosse fácil a maioria teria migrado pro Ubuntu tendo como vantagem ele ser baixado gratuitamente e ter updates sem pagar um centavo sem ter que algumas pessoas infelizmente recorrerem a seriais, keygen e cracks.

O número de usuários realmente demostra se um sistema é mais fácil que outro. Pode discordar a vontade. Mas eu e a maioria só larga o Windows de vez quando todo mundo for pro Gnu/linux.

Sobre o next, next .... finish, existe um porém, alguns programas instalam um monte de tollbars e algumas inutilidades, algumas instalações até alteram a sua página inicial do navegador e não deixa mais mudá-lo. Outros permitem personalizar manualmente, agora para um leigo, simplesmente ele irá ignorar e instalar no modo next e finish.

Só instala toolbar se você deixar marcado a opção "instalar toolbar"

.... No sistema da Microsoft só existe uma única maneira de instalar programas, isso poderia facilitar a vida de muita gente se fosse assim também no Ubuntu.
inclusive para instalar vírus, malwares, trojans, etc... desestabilizar o sistema...


É pra isso que tem anti-vírus, desfragmentador de disco e um monte de programa grátis que faz isso automaticamente.

Tem gente que diz que Linux não precisa de desfragmentador, mas eu digo que precisa sim pois alguns sistemas de partições fragmentam-se.

Na época que o linux não tinha programa tipo CCleaner, o pessoal disse que o Linux não precisava disso. Quando surgiu agora todo mundo usa e recomenda...
« Última modificação: 07 de Maio de 2012, 12:58 por Turritopsis nutricula »

Offline eaxgrande

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 514
  • "Todo homem, por natureza, quer saber"
    • Ver perfil
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #20 Online: 07 de Maio de 2012, 13:22 »
Quê? (programa do tipo) CCleaner pra Linux? Como assim?
Ubuntu-Mate 16.04 Xenial
Lubuntu-LXQt 20.04 Focal

Offline rjbgbo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.889
  • Xubuntu 18.04LTS
    • Ver perfil
    • Twitter
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #21 Online: 07 de Maio de 2012, 13:36 »
.....................

.... No sistema da Microsoft só existe uma única maneira de instalar programas, isso poderia facilitar a vida de muita gente se fosse assim também no Ubuntu.
inclusive para instalar vírus, malwares, trojans, etc... desestabilizar o sistema...


É pra isso que tem anti-vírus, desfragmentador de disco e um monte de programa grátis que faz isso automaticamente.

Tem gente que diz que Linux não precisa de desfragmentador, mas eu digo que precisa sim pois alguns sistemas de partições fragmentam-se.

Na época que o linux não tinha programa tipo CCleaner, o pessoal disse que o Linux não precisava disso. Quando surgiu agora todo mundo usa e recomenda...

Quê? (programa do tipo) CCleaner pra Linux? Como assim?

também fiquei nessa dúvida, desde que uso linux nunca ouvi falar, só se de programa para limpar cache e até uso http://bleachbit.sourceforge.net/
a trollagem nessa fórum anda demais da conta.
Linux User #440843 | Ubuntu User #11469

Offline linuser104

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 838
    • Ver perfil
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #22 Online: 07 de Maio de 2012, 13:45 »
Citar
Como assim no Linux é mais fácil? O apt-get tem que saber o nome dos aplicativos no pacote ao invés de escrever o nome dele como se lê.

Tá certo no linux não vai ter sites tipo "baixa não sei da onde", "super não sei o quê", para indicar qual .exe baixar do aplicativo que você quer instalar, mas nem sempre o seu instalador .exe baixado tem o nome do aplicativo tal e qual ele é, alguns nomes são até enigmáticos, então não me venha com meias verdades.

Citar
E no synaptic, apt-get, aptitude você tem que escolher os programas pra baixar e instalar e se esqueceu de um tem que parar pra fazer tudo de novo e acrescentar o nome no programa que faltou.

Opa fazer tudo de novo não, apenas acrescentar o que foi esquecido. Mas você acha um problema grave, imperdoável, então volte para o windows e grite as quatros cantos que deixou de usar linux porque gosta de instalar várias coisas ao mesmo tempo e se esquece de colocar o nome de um ou outro programa para baixar em lote e aí tem de parar para acrescentar e acha isso difíiiicil.

Citar
No windows você clicar nos Executaveis e no meio da instalação de qualquer um programa você pode abrir vários instaladores de vez! E pode cancelar qualquer um na hora que quizer. E pode clicar em tudo de vez. E os desenvolvedores de software Livre só fazem questão de empacotar no site os arquivos em EXE e DMG e o meu sistema pode ser antigo ou novo que qualquer versão empacotada roda. No linux não é qualquer deb que roda não. Se eu pegar um deb antigo ele vai reclamar da dependência e se for um mais novo também. Tenta instalar o Gimp 1 no Precise pra ver se vai caso tenha um deb. Agora faça isso com um EXE e um DMG. Vai rodar tanquilo tranquilo, sem falar que existe software livre em formato portable menos pro Linux.

Dependendo do tipo de instalação, clicar em vários .exe ao mesmo tempo para instalação pode dar sim crash, travamentos no windows. E em alguns aplicativos é necessário reiniciar o sistema, mas tem de esperar os outros terminarem de instalar. Vai me dizer que nunca tentou instalar um aplicativo e foi avisado que para sua versão de windows ele não funciona ou funciona precariamente com crashs? Olha as meias verdades por aí outra vez.

Citar
Por que os desenvolvedores de software livre não manda o usuário Windows se virar e compilar o programa livre no windows seguindo a filosofia Gnu ao invés deles deixarem todos binários em EXE e DMG compilados para os sistema adversários?

por que já sabem que tipo de usuários são, tem que por na boquinha. Tem que ser feito para "Dummies" (em tradução mais grosseira, idiotas)

Citar
Errado tem muitos sites do sourceforge ou site oficiais que os desenvolvedores fazem questão de dizer que programas são cópias sim.

Olha a questão da interpretação o colega quis comentar sobre uso indevido de software proprietário, pirataria e não programas equivalentes, similares, fork, clones.

Citar
Errado tem muitos sites do sourceforge ou site oficiais que os desenvolvedores fazem questão de dizer que programas são cópias sim.

Tanto o apt-get quanto o Synaptic você instala quantos programas quiser de uma vez, mas é claro você é esquecido e se chateia por não ter colocado aquele outro e aí para  acrescentar é penoso para você, por isso vai parar de usar linux. Grite as quatros cantos isso.

Citar
E se o Ubuntu ou qualquer distro fosse fácil a maioria teria migrado pro Ubuntu tendo como vantagem ele ser baixado gratuitamente e ter updates sem pagar um centavo sem ter que algumas pessoas infelizmente recorrerem a seriais, keygen e cracks.

O número de usuários realmente demostra se um sistema é mais fácil que outro. Pode discordar a vontade. Mas eu e a maioria só larga o Windows de vez quando todo mundo for pro Gnu/linux.

Com dizia Nelson Rodrigues:"Toda unanimidade é burra!"

Não necessariamente o número de usuários está atrelada somente a facilidade de uso de um SO, tem haver também se os aplicativos que a pessoa usa no seu dia a dia existem numa outra plataforma e isso não é culpa do SO que como o nome já diz só gerencia o computador e outros softwares, dependem muito mais de interesse dos desenvolvedores aí tem aquele velho dilema não tem certos softwares porque o uso do SO é pequeno ou é pequeno por que não tem determinados softwares. Não reduza este assunto a uma visão simplista dos fatos.

Citar
Só instala toolbar se você deixar marcado a opção "instalar toolbar"

Nem sempre, nem sempre, por isso que tem aqueles aplicativos de remoção de adware e etc.

Citar
É pra isso que tem anti-vírus, desfragmentador de disco e um monte de programa grátis que faz isso automaticamente.

É mesmo valeu por lembrar, tem os anti-tudo que deixa o PC uma lástima de lentidão e você ainda paga por isso, mas peraí os vírus também deixam assim e são gratuitos. Desfragmentador, hum, demora muito e o resultado é ínfimo hein, acho que é por isso que muitos vão logo para a formatação de tempos em tempos com a finalidade de melhorar o desempenho.

Citar
Tem gente que diz que Linux não precisa de desfragmentador, mas eu digo que precisa sim pois alguns sistemas de partições fragmentam-se.

É mesmo? e você sabe qual é a taxa dele, aqui uso o linux faz tempo e sabe que nunca notei queda de desempenho. Olhe que tenho dual-boot com windows para comparar e o linux dá de lavada nele.

Citar
Na época que o linux não tinha programa tipo CCleaner, o pessoal disse que o Linux não precisava disso. Quando surgiu agora todo mundo usa e recomenda...

Programas do tipo nunca vi ou usei e nem recomendei, mas deve mesmo existir que nem os ETs que dizem que existem mas nunca vi. E o desempenho continua ótimo por aqui sem nunca ter usado isso que você diz que recomendam usar.
  
« Última modificação: 07 de Maio de 2012, 14:10 por linuser104 »
Linux = Quem realmente gosta de computador; Mac = Artista Digital; Windows = A maioria que votou no Tiririca [pior que tá não fica].

Offline abdo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 345
  • Vasco / O Sentimento não para - Ilha do Governador
    • Ver perfil
    • Guia Ilha do Governador
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #23 Online: 07 de Maio de 2012, 13:50 »
Citar
Como assim no Linux é mais fácil? O apt-get tem que saber o nome dos aplicativos no pacote ao invés de escrever o nome dele como se lê.
E no synaptic, apt-get, aptitude você tem que escolher os programas pra baixar e instalar e se esqueceu de um tem que parar pra fazer tudo de novo e acrescentar o nome no programa que faltou.

Turritopsis nutricula

No Lubuntu a Central de programas tem o aplicativo como a gente Lê, tipo Gimp é Gimp, Inkscape é Inkscape, o Firefox é Firefox, e o LibreOffice é Libreoffice e vai assim o tempo todo.

Aliás a Central de Programas surgiu justamente para facilitar em relação ao Sinaptyc.

Conclusão
Ainda é mais fácil instalar programas no Lubuntu

abcs
abdo
Digo não a pirataria. Uso Linux
linuxuser #535930 | ubuntuuser #33887
http://s19.postimage.org/ys9n31xib/userbar.png

Offline selvaking

  • Equipe Ubuntu
  • Usuário Ubuntu
  • *****
  • Mensagens: 1.162
  • Parque Anchieta - Rio de Janeiro - RJ
    • Ver perfil
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #24 Online: 07 de Maio de 2012, 13:59 »
Como assim no Linux é mais fácil? O apt-get tem que saber o nome dos aplicativos no pacote ao invés de escrever o nome dele como se lê.
Realmente. Isto é muito difícil de se aprender.

E no synaptic, apt-get, aptitude você tem que escolher os programas pra baixar e instalar e se esqueceu de um tem que parar pra fazer tudo de novo e acrescentar o nome no programa que faltou.
Não sabia deste detalhe. Que complicação, hein!

No windows você clicar nos Executaveis e no meio da instalação de qualquer um programa você pode abrir vários instaladores de vez! E pode cancelar qualquer um na hora que quizer. E pode clicar em tudo de vez. E os desenvolvedores de software Livre só fazem questão de empacotar no site os arquivos em EXE e DMG e o meu sistema pode ser antigo ou novo que qualquer versão empacotada roda. No linux não é qualquer deb que roda não. Se eu pegar um deb antigo ele vai reclamar da dependência e se for um mais novo também. Tenta instalar o Gimp 1 no Precise pra ver se vai caso tenha um deb. Agora faça isso com um EXE e um DMG. Vai rodar tanquilo tranquilo, sem falar que existe software livre em formato portable menos pro Linux.
Que legal! Não sei porque este pessoal fica usando programas diferentes do Windows.
Ele me parece maravilhoso!

Por que os desenvolvedores de software livre não manda o usuário Windows se virar e compilar o programa livre no windows seguindo a filosofia Gnu ao invés deles deixarem todos binários em EXE e DMG compilados para os sistema adversários?
Deve ser PQ a maioria dos usuários Windows não saibam o que é compilar.

Errado tem muitos sites do sourceforge ou site oficiais que os desenvolvedores fazem questão de dizer que programas são cópias sim.

Vá no site do Kolourpaint 4 pra você ver que eles dizem que é o clone do paint. Easy RPG clone do Rpg Maker e por aí vai.

Apt-get não é mais poderoso que wizard mesmo! Wizard eu instalo quantos programas de vez podendo começar outro durante a instalação de qualquer um.
Isto me faz lembrar uma vez que instalei o openoffice para um amigo (Não tenho mais cópias piratas do Windows nas minha ferramentas), pois ele precisava terminar um trabalho de escola e ele pediu pra renomear os links do programa para Microsoft Word, Microsoft Excell e Microsoft Powerpoint.
Heheheheh! Era muito pra cabecinha dele.

E sobre o Linux dominar o servidor eu já postei a notícia que prova o contrário:

http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,95056.msg522820.html#msg522820

Ler isso também: http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,95024.msg522423.html#msg522423
Realmente. Me provou muita coisa seus links. Acho que vou remover o Debian dos meus servidores.

E se o Ubuntu ou qualquer distro fosse fácil a maioria teria migrado pro Ubuntu tendo como vantagem ele ser baixado gratuitamente e ter updates sem pagar um centavo sem ter que algumas pessoas infelizmente recorrerem a seriais, keygen e cracks.

O número de usuários realmente demostra se um sistema é mais fácil que outro. Pode discordar a vontade. Mas eu e a maioria só larga o Windows de vez quando todo mundo for pro Gnu/linux.
Faça isto não. Pode continuar usando o Windows, vc e a maioria dos usuários.
Eu tbm usaria se tivesse dinheiro pra pagar todos os softwares que tenho em minha máquina.


Só instala toolbar se você deixar marcado a opção "instalar toolbar"

Que contradição! Se a pessoa fizer isto. foge do "next, next, finish". Isto é, mexeu no programa de instalação e mudou o padrão.

É pra isso que tem anti-vírus, desfragmentador de disco e um monte de programa grátis que faz isso automaticamente.

Tem gente que diz que Linux não precisa de desfragmentador, mas eu digo que precisa sim pois alguns sistemas de partições fragmentam-se.

Na época que o linux não tinha programa tipo CCleaner, o pessoal disse que o Linux não precisava disso. Quando surgiu agora todo mundo usa e recomenda...

Sempre usei antivírus no Windows. Mesmo assim continuava pegando vírus.
Apelei pra programas chamados firewall.
Nunca usei ccleaner no Windows e nem sei se existe pra linux. Existe?
Se existir, Eu não recomendo.

Se vc descobriu que este tal de Ubuntu não presta e que o Windows é uma maravilha.
O que te traz a este fórum sobre ubuntu?
vc usa Ubuntu?
Dê-me um computador com o Tux que movo o mundo!

Linux User #323049

Offline Turritopsis nutricula

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #25 Online: 07 de Maio de 2012, 14:22 »

Citar
Por que os desenvolvedores de software livre não manda o usuário Windows se virar e compilar o programa livre no windows seguindo a filosofia Gnu ao invés deles deixarem todos binários em EXE e DMG compilados para os sistema adversários?

por que já sabem que tipo de usuários são, tem que por na boquinha. Tem que ser feito para "Dummies" (em tradução mais grosseira, idiotas)
Eles também deixam arquivos em formato dmg pro pessoal do Mac OSX. Eles tambem são dummies?
E também existe formato PBI pro pessoal do PCBSD. Eles são dummies?

Offline Gafanhoto

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 41
  • ^^...
    • Ver perfil
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #26 Online: 07 de Maio de 2012, 14:40 »
O Mac OS X tem um padrão de instalação e criação de aplicativos totalmente diferente de outros sistemas. O que por um lado traz estabilidade ao sistema, por outro te prende ao hardware e à toda suíte de apps da Apple (e não é nada barato manter tudo isso). Por outro lado, tenho uma experiência bem próxima quanto À essa adaptação ao Linux. Minha namorado tem um netbook, que veio com Windows XP, e ela sempre reclamou de lentidão, vários aplicativos desnecessários que vieram instalados, etc. Mas ela queria um suíte de aplicativos como o Office (o computador não tinha). E queria mais desempenho no modesto netbook. Pois bem, pus um dual boot com o Linux Mint para ela, e hoje, nunca mais ela acessa o Windows, pediu até para eu desinstalar. Ela usa o LibreOffice sem reclamar, usa o Pidgin como mensageiro instantâneo, procura esse ou outro programa na Central de Programas, conecta À internet facilmente diretamente da barra do Gnome... Na minha máquina, só tenho o Linux Mint (e só não uso o Ubuntu porque uso internet 3G e o Mint já vem com todos os codecs necessários). Ah, baixo vídeos do Youtube e assisto sem precisar de nenhum conversor. Ainda me lembro de quanto tempo eu perdia convertendo os vídeos que baixava para poder assistir no Windows. E tem minha máquina também. Tenho um Pentium 4, 2 GB de Ram e não sinto falta de nada. Não sinto necessidade de trocar de máquina por nenhum motivo.

Offline Henrique1977

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 236
    • Ver perfil
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #27 Online: 07 de Maio de 2012, 16:28 »
Citar
No windows você clicar nos Executaveis e no meio da instalação de qualquer um programa você pode abrir vários instaladores de vez! E pode cancelar qualquer um na hora que quizer. E pode clicar em tudo de vez. E os desenvolvedores de software Livre só fazem questão de empacotar no site os arquivos em EXE e DMG e o meu sistema pode ser antigo ou novo que qualquer versão empacotada roda. No linux não é qualquer deb que roda não. Se eu pegar um deb antigo ele vai reclamar da dependência e se for um mais novo também. Tenta instalar o Gimp 1 no Precise pra ver se vai caso tenha um deb. Agora faça isso com um EXE e um DMG. Vai rodar tanquilo tranquilo, sem falar que existe software livre em formato portable menos pro Linux.
Então  o  seu  software  pode  ser  novo  ou  antigo  que  roda  em  qualquer  versão?  Tá  bom.  Vamos  ver  se  roda  mesmo.  Tente  rodar  os  seguintes  programas  Windows  antigos  da  época  3.1  no  Seven:  paintbrush,  writer,  winword  e  aquele  reloginho  do  windows  3.1.  Se  conseguir  não  esqueça  de provar  tal  façanha  com  uma  screenshoot.
Ah!  Deixo  contar  aqui  um  caso  bem  interessante.  Eu  sempre  gostei  de  usar  o  Calendário  Perpétuo.  No  Windows  7  64  bits  o  tentei  instalar,  e  adivinha  o  que  aconteceu?  Não  o  consegui  instalar.  Agora,  usando  wine  tanto  na  versão  do  Ubuntu  11.10  como  nessa  atual  do  12.04  eu  consigo  rodá-lo.  Um  programa  windows  que  não  roda  na  versão  64  bits  do  windows  7,  mas  roda  tanto  em  versões  64  como  32  bits  do  Ubuntu  usando  Wine.

Citar
E no synaptic, apt-get, aptitude você tem que escolher os programas pra baixar e instalar e se esqueceu de um tem que parar pra fazer tudo de novo e acrescentar o nome no programa que faltou.
Bem  interessante.  Só  que  aí  é  só  adicionar  o  programa  faltante,  e  ponto  final.
Agora  vamos  ao  windows.  Se  você  estiver  instalando  um  programa  e  para  rodar  ele  precisar  de  uma  dll  você  têm  que  procurar  na  internet  essa  dita  dll (eu  já  precisei  no  windows  para  um  certo  programa  procurar  uma  dll,  e  depois  de  encontrá-la,  têm  que  baixá-la  e  instalá-la  na  unha  no  lugar  correto  se  não  tiver  instalador.
E  se  um  programa  depender  de  um  outro  para  funcionar  corretamente,  você  têm  que  ter  o  trabalho  de  na  internet  procurar  e  baixar  o  tal  programa  e  instalar  o  mesmo. 

Citar
Por que os desenvolvedores de software livre não manda o usuário Windows se virar e compilar o programa livre no windows seguindo a filosofia Gnu ao invés deles deixarem todos binários em EXE e DMG compilados para os sistema adversários?
Oras,  então  faça  o  seguinte:  crie  um  programa  para  isto  para  ser  compilado  pelos  usuários  de  Windows,  manda  eles  fazerem  a  compilação  do  seu  programa,  e  veja  os  resultados  e  saberás  a  resposta  para  esta  tua  indagação.

Atenciosamente,  Henrique1977.
"O Estado não é a solução, é o problema.  Ronald Reagan"
Você  que  é  iniciante  não  esqueça  de  ler  isso:  http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,90314.0.html

Offline linuser104

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 838
    • Ver perfil
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #28 Online: 07 de Maio de 2012, 16:36 »

Eles também deixam arquivos em formato dmg pro pessoal do Mac OSX. Eles tambem são dummies?

Totalmente para dummies (neste caso não para o sentido mais pejorativo), mas como o colega mais acima comentou, você fica completamente amarrado a ele e tem um custo muito alto.

Citar
E também existe formato PBI pro pessoal do PCBSD. Eles são dummies?

Sim também, distros BSD (Unix-like) de verdade são: FreeBSD e NetBSD. PC-BSD é para tornar a vida muito mais fácil para iniciantes em BSD (no caso FreeBSD), portanto dummies (sem sentido pejorativo).
« Última modificação: 07 de Maio de 2012, 16:45 por linuser104 »
Linux = Quem realmente gosta de computador; Mac = Artista Digital; Windows = A maioria que votou no Tiririca [pior que tá não fica].

Offline garfo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.023
  • Keep easy and simple.
    • Ver perfil
    • linux
Re: É muito difícil de se adaptar ao Ubuntu
« Resposta #29 Online: 07 de Maio de 2012, 17:23 »
Quê? (programa do tipo) CCleaner pra Linux? Como assim?

Ubuntu Tweak e Bleachbit (o último está na Central de Programas).


Ao tópico: o cara nem pode fazer uma crítica ao linux que já vem a galera em cima, e já chegam chutando. Poxa, se o linux não pode nem receber uma criticazinha que for, fica difícil evoluir como um todo. O linux não têm só prós não, tem contras também. Pensem nisso.
Garfo -  linux
"Pra quê complicar? Facilidade e simplicidade é tudo!"