Autor Tópico: Ubuntu. Para mim e outros seres Humanos  (Lida 6064 vezes)

Carlos Araujo

  • Visitante
Ubuntu. Para mim e outros seres Humanos
« Online: 10 de Outubro de 2006, 23:42 »
Nos últimos 5 anos experimentei um vasto "cardápio" de distribuições, instalando e reinstalando as mais diversas distros existentes e, mesmo não sendo um "power user", investigando os recursos e facilidades que poderiam me fazer ancorar num porto. A maioria dos usuários sabe do que estou falando, afinal, quem não fez um percurso similar?

Tentei Mandrake, Debian e Xandros, sem deixar de dar uma boa passada no Conectiva, até por brio patriótico.Busquei uma abordagem aberta, experimentando o ambiente que pudesse ser o mais "habitável" para as minhas necessidades.

Olhando a caminhada, as infindáveis noites e fins de semana tentando compreender Grub, Lilo e a àrvore de diretório do ambiente Linux, segui tentando configurar as minhas coisas (Multimídia, Web, Pastas e Arquivos e Aplicações Preferenciais).Levei socos e pontapés para aprender um jeito novo de lidar com meus documentos e planilhas, sem falar na constelação de plug ins do ambiente web, os drivers de vídeo e de som (verdadeiras assombrações na vida de um usuário).

Passado todo este tempo e usando o Ubuntu desde sua versão Alfa, eu penso ter encontrado um porto seguro.Àquele ambiente onde as coisas importantes realmente funcionam, com as  facilidades e recursos que não exigem mais a perícia de um Geek, muito embora eu mesmo tenha assimilado algumas boas habilidades do tipo geek nesta via sacra. O Ubuntu é o ambiente aonde trabalho, me informo, me divirto e me comunico.

Com o Ubuntu conseguimos instalar um rico e completo ambiente de trabalho e de diversão, capaz de suprir as necessidades essenciais de qualquer pessoa. Uso email, mensageiro instantâneo, ouço música e leio conteúdos diversos.Faço a edição de textos. inclusive da planilha de controle de gastos e da lista de compras aqui de casa.Sou um Ubuntero como a maioria, Humano.

Na caminhada acabei aprendendo muito sobre a Comunidade de Software Livre, sobretudo a necessidade de colaborar no desenvolvimento do Ubuntu.É mais que usar um SO, é sobre participar, aprender e compartilhar valores e recursos comuns, de tod@s.O Ubuntu conseguiu, diferentemente de outras distros, construir uma vigorosa comunidade em torno dos projetos abertos. Isto tem um valor inestimável pois, todos os dias ao ligar meu PC sei que alguma coisa do ambiente teve a minha participação e de milhares de outras pessoas. Isto não é pouca coisa!

Acho que com o Ubuntu, para além do fato de ter encontrado "o ambiente" para mim, conseguiu ainda me conectar àquela parte fundamental de todos nós, " Humanidades aos Outros".
« Última modificação: 10 de Outubro de 2006, 23:46 por Carlos Araujo »

libonati

  • Visitante
Re: Ubuntu. Para mim e outros seres Humanos
« Resposta #1 Online: 17 de Agosto de 2010, 16:11 »
Citar
Acho que com o Ubuntu, para além do fato de ter encontrado "o ambiente" para mim, conseguiu ainda me conectar àquela parte fundamental de todos nós, " Humanidades aos Outros".

Concordo plenamente com você rapaz e que deus te abençoe por toda a vida.

Offline Sersalle

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 86
    • Ver perfil
Re: Ubuntu. Para mim e outros seres Humanos
« Resposta #2 Online: 18 de Agosto de 2010, 21:09 »
Poxa, muito legal seu depoimento Carlos!
Não fui a fundo como você, porque encontrei o Ubuntu logo de cara. Na verdade me certifiquei em saber qual era a distribuição mais amigável, e em seguida visitei esse fórum durante umas semanas. E notei que o Ubuntu é um sistema operacional que lhe dá suporte de verdade. E fui gostando mais ainda, através do Ubuntu Dicas, etc.
E aqui estou usando o Ubuntu a 1 ano. [Muito satisfeito por sinal!]