Autor Tópico: Xiítas de Windows!  (Lida 8353 vezes)

Offline Leonardo C

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 279
    • Ver perfil
Re: Xiítas de Windows!
« Resposta #15 Online: 25 de Novembro de 2009, 11:05 »
Olhem só as táticas da Microsoft.
Vocês acham que este blog vai falar mal do Windows 7???

http://www.meiobit.com/meio-bit/miscel-neas/windows-7-from-redmond-with-love

No Gizmodo e em outros sites é a mesma coisa.

Offline Gui_Flux

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 17
    • Ver perfil
Re: Xiítas de Windows!
« Resposta #16 Online: 25 de Novembro de 2009, 16:58 »
É como já falei, fanáticos existem em qualquer lugar. Na religião, na política, nos esportes. Essas pessoas não devem ser levadas a séria e de maneira nenhuma representam os outros.

Os fanáticos são a exceção e de maneira nenhuma devem ser colocados como a regra naquele seguimento. Quer um exemplo? O Taliban de maneira nenhuma pode ser colocado com regra do Islamismo. O Islamismo nada tem a ver com isso. Nem os fanáticos por times de futebol. O Esporte nada tem relação com isso.

Muitos atacam o Windows. Com Linux acontece a mesma coisa. Muitas pessoas falam as maiores besteira, só que o resultado é pior pois o Linux é desconhecido e a ignorância acaba maculando pra sempre.

O pior disso tudo é que muitos veem esse tipo de comportamento e ao invés de ter bom senso e apenas contra-argumentar em defesa, se volta contra o outro produto. O que uma coisa completamente sem sentido!

Offline wildner

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 193
    • Ver perfil
Re: Xiítas de Windows!
« Resposta #17 Online: 25 de Novembro de 2009, 19:42 »
Quando leio a respeito de Windows X Linux penso que todos os envolvidos com Linux deveriam pensar: Onde o Linux ainda precisa melhorar?

Para nós que usamos e gostamos é importante saber muito bem estas questões e ajudar a reportar ou sugerir mudanças.

Uso o Ubuntu há muitos anos, tenho tudo que preciso, mas temos muito que melhorar, por que se fossemos indiscutivelmente os melhores acredito que teriamos mais participação na fatia de mercado, pois muitas pessoas experimentaram mas por algum motivo voltaram para o Windows. Mas como estamos muito melhores a cada dia tem um monte de gente experimentando e gostando.

O que mais me trinca com relação aos desenvolvedores de opensource é a demora e a soberba de alguns deles, vejam o caso do Pidgim, foi só a Canonical anunciar que teríamos outro messenger no lugar do Pidgim que eles implementaram a tão esperada Web cam. Por que não fizeram antes?

Então antes de sermos fanáticos, precisamos nos olhar no espelho e reconhecer nossas limitações e não dar bola para os fanboys de Windows.


Offline NPC

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 230
  • Bot
    • Ver perfil
Re: Xiítas de Windows!
« Resposta #18 Online: 26 de Novembro de 2009, 01:01 »
Comprei um notebook, veio com uma cópia licenciada do windows vista.
Na prática, não paguei nada por ela (tecnicamente falando, a história é outra, heheh)...

No mesmo dia, instalei o karmic, que é o primeiro ubuntu que reconhece TOTALMENTE meu computador, não precisei mover um dedo pra fazer ele funcionar bem.

Tenho mais de 200gb sobrando, ou seja, espaço pra instalar os dois não foi problema.
Como disse antes, não paguei por nenhum deles, nem estou infringindo nenhuma lei ao usar os dois sistemas.

Então alguém me explica, por que é preciso escolher um deles? Por que as pessoas precisam sempre defender um sistema?
Desconsiderando questões filosóficas sobre o software livre, ou questões de preferencia pessoa sobre um programa ou outro, qual o sentido de se privar de um sistema em favor de outro, quando em alguns casos estes fazem tarefas distintas?

É como deixar de andar de carro porque você tem um barco.

Eu acho que grande parte desse xiitismo vem de um tempo onde o sujeito era obrigado pela empresa onde trabalhava a usar um sistema ou outro, ou quando as faculdades e centros tecnológicos monipolizavam a escolha do sistema do lugar, ou mesmo da época onde "linux era difícil".

Mas não faz mais sentido nenhum esse tipo de discussão hoje em dia. Estamos no século 21 há alguns anos já.
Googling since 1999.