Autor Tópico: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado  (Lida 47366 vezes)

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Viva,

Pois é, migrei para o Ubuntu deixando a imagem de backup do meu windows guardada - podia vir a ser necessário de novo.

E não é que foi!

Bem, primeiro vou partilhar a minha experiência com a última versão do Ubuntu.

Foi mágico. Identifiquei-me com o linux e cada dia que passava sentia-me em casa.

Os softwares que usamos no windows, muitos deles não existem para Linux, o exemplo pode estar errado mas penso que o Photoshop (adobe) não existe para Linux. E agora o que fazer?

É aqui que começa a magia. Existe um aplicativo chamado Wine (no linux) que permite a instalação de software do windows. Não é perfeita a aplicação mas funciona com uma grande parte dos programas.

Depois a melhor parte, para quem se está a tornar "vegetariano" sabe que é mais fácil procurar comida com texturas e sabores que imitem a carne. Contudo, para quem já é há mais tempo ou simplesmente não quer recordar o seu passado sangrento existe a boa e saudável comida. Aquela que não tenta imitar privando do verdadeiro sabor dos vegetais, frutas e cereais. Pois é, falo-vos dos softwares gratuitos e poderosos.

Existe uma grande lista de muitos deles aqui no forum. Posso citar o GIM que é um grande substituto do Potoshop. Ok, vão me dizer que não tem nada haver.

Reparem, o GIM trabalha por camadas e tem poderosas ferramentas, muito parecido ao photoshop. Além disso existem profissionais da área fotográfica que o utilizam por acreditarem no seu potencial. Claro, é gratuito ao contrario do preço aberrante do photoshop. E é massa!

Depois quão bons somos para sabermos usar 70% das ferramentas do photoshop? É uma ilusão.

Então temos fantásticos softwares livres para serem usados no Linux.

Outra experiência que quero partilhar convosco é sem dúvida o layout. É tudo tão limpo e intuitivo que só usa-lo se compreende. No inicio, para quem está habituado ao Windows é tudo estranho - até o botão para fechar as pastas fica no lado oposto. Não desistir e explorar este novo mundo é a chave para compreender todo o potencial do Ubuntu. Existem outras distribuições, experimentei algumas: Mint, Kubuntu, Xubuntu, Elementary... Acabei por optar por o Ubuntu não só pelo layout como também pelas actualizações e visão da empresa que está por detrás. Mas as outras têm enorme potencial e também são baseadas no Ubuntu. O xubuntu é muito utilizado nas máquinas mais fracas por ser muito leve, por exemplo - é leve e há quem diga que é bem melhor que o Ubuntu.

Já vinham muitas ferramentas instaladas no Ubuntu: "word"; "excel"; "powerpoint"; etc. Tudo gratuito e legal.

O ubuntu rodou no meu pc ainda um mês. Acabei por desinstalar e voltar instalar o windows por alguns motivos que passo já a explicar.

Agora vêm as partes menos boas - acredito que se resolvam no curto espaço de tempo.

Primeiro lugar - O meu monitor é 1920x1080. Do que pesquisei parece-me que o linux ao contrário do windows e Mac, não está preparado para receber esta resolução. O linux detectou o monitor e a placa gráfica mas mesmo assim os sites dos navegadores aparecem mais pequenos que o normal e os menus dos programas a mesma coisa. Ora, para quem está a aprender linguagem de marcação, necessita da resolução correcta para que os sites sejam bem elaborados. Este foi o que me levou a desinstalar depois de pesquisar e não encontrar solução.

Segundo - Não sei como se faz imagem de backup no linux. Dava-me muito jeito ter no disco externo uma imagem do linux para qualquer eventualidade. Pesquisei e o que encontrei pareceu-me difícil de perceber para iniciados.

Estas foram as únicas razões que me fizeram sair para já do ubuntu. Entretanto tenho em máquina virtual o ubuntu e ando há procura de soluções para voltar.

Se alguém sabe como resolver estes problemas diga alguma coisa sf.

Até breve.

Offline garfo

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.023
  • Keep easy and simple.
    • Ver perfil
    • linux
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #1 Online: 11 de Junho de 2014, 20:17 »
Uma pena.  :(

Espero que algum dia volte para o Ubuntu. Enquanto isso, boa sorte no Windows.
Garfo -  linux
"Pra quê complicar? Facilidade e simplicidade é tudo!"

Offline jkmsjq

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.343
  • Ubuntu Member
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #2 Online: 11 de Junho de 2014, 20:20 »
[...]

Primeiro lugar - O meu monitor é 1920x1080. Do que pesquisei parece-me que o linux ao contrário do windows e Mac, não está preparado para receber esta resolução. O linux detectou o monitor e a placa gráfica mas mesmo assim os sites dos navegadores aparecem mais pequenos que o normal e os menus dos programas a mesma coisa. Ora, para quem está a aprender linguagem de marcação, necessita da resolução correcta para que os sites sejam bem elaborados. Este foi o que me levou a desinstalar depois de pesquisar e não encontrar solução.

[...]

Qual sua placa de vídeo na sua máquina?
LinuxUser: 548942 / Dando um tópico como resolvido
"A verdade só é agressiva a quem vive de mentiras". Autor desconhecido.
Twitter: @jeisonkertesz

Offline Turritopsis nutricula

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 102
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #3 Online: 11 de Junho de 2014, 22:16 »
Bem... tive problemas com resolução com placa de vídeo intel. Tinha que pegar resoluções do Windows uma a uma e adicionar com o comando xrandr.

Offline rihoem

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 123
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #4 Online: 11 de Junho de 2014, 23:14 »
Seria bom você testar também outras distribuições, ou até somente outros ambientes, para verificar esse problema com a resolução. Eu já usei Linux em monitor de alta resolução, mas era o Mageia com KDE.

Quando ao problema do backup, a sua intenção era apenas criar uma imagem de recuperação do ubuntu em si? Ou queria copiar seus arquivos pessoais também? Geralmente os programas de backup se focam mais nos arquivos da pasta /home, já que o sistema em si costuma ser muito mais fácil de recuperar que o windows. Até porque ele fica numa partição separada. Uma reinstalação do sistema seria bem rápida e quase indolor. Seus arquivos pessoais e de configuração ficam na pasta home, e só seria necessário reinstalar os programas que tinha antes.

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #5 Online: 12 de Junho de 2014, 09:59 »
[...]

Primeiro lugar - O meu monitor é 1920x1080. Do que pesquisei parece-me que o linux ao contrário do windows e Mac, não está preparado para receber esta resolução. O linux detectou o monitor e a placa gráfica mas mesmo assim os sites dos navegadores aparecem mais pequenos que o normal e os menus dos programas a mesma coisa. Ora, para quem está a aprender linguagem de marcação, necessita da resolução correcta para que os sites sejam bem elaborados. Este foi o que me levou a desinstalar depois de pesquisar e não encontrar solução.

[...]

Qual sua placa de vídeo na sua máquina?

Olá. A minha placa gráfica é uma AMD FirePro V4900

O meu ecrã é de 23´´ não sei se tem alguma coisa haver. Parece-me que o linux detecta a placa gráfica mas depois existe este problema com a resolução.

Queria voltar para o Ubuntu mas assim é dificil. Ando a ver se encontro uma solução. A comunidade do linux é muito activa e é um ponto a mais para quem gosta de linux mas falta mais informação referente a este tipo de problemas.

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #6 Online: 12 de Junho de 2014, 10:01 »
Uma pena.  :(

Espero que algum dia volte para o Ubuntu. Enquanto isso, boa sorte no Windows.

Quando resolver estes problemas volto. Principalmente o problema da resolução do ecrã.

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #7 Online: 12 de Junho de 2014, 10:04 »
Seria bom você testar também outras distribuições, ou até somente outros ambientes, para verificar esse problema com a resolução. Eu já usei Linux em monitor de alta resolução, mas era o Mageia com KDE.

Quando ao problema do backup, a sua intenção era apenas criar uma imagem de recuperação do ubuntu em si? Ou queria copiar seus arquivos pessoais também? Geralmente os programas de backup se focam mais nos arquivos da pasta /home, já que o sistema em si costuma ser muito mais fácil de recuperar que o windows. Até porque ele fica numa partição separada. Uma reinstalação do sistema seria bem rápida e quase indolor. Seus arquivos pessoais e de configuração ficam na pasta home, e só seria necessário reinstalar os programas que tinha antes.

Olá,

A minha intenção é mesmo criar uma imagem do disco para caso que algo corra mal volte a instalar tudo como estava. Igual ao que existe para o Windows "imagem de backup".
Obrigado pela informação adicional. Não sabia que o linux guardava as nossas coisas dessa forma.

Offline jrkamil

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 477
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #8 Online: 12 de Junho de 2014, 10:24 »
vá em "programas e atualizações", "drivers adicionais" e instale o driver "proprietario testado" sugerido para sua placa de video.
após isto, voce devera acessar o programa de controle do driver proprietario, provavelmente amd catalyst, atraves do qual poderá
configurar a melhor resolução para seu monitor. tente aí. boa sorte e não desista tão facilmente
Asus M5A78L-M Plus , Phenon II X6 , 8 Gb DDR3, nvidia GT 730,  ubuntu  21.10  gnome, ssd 120G, hd 500 G

Offline jkmsjq

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 3.343
  • Ubuntu Member
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #9 Online: 12 de Junho de 2014, 10:27 »
Instale o drivers proprietário.
LinuxUser: 548942 / Dando um tópico como resolvido
"A verdade só é agressiva a quem vive de mentiras". Autor desconhecido.
Twitter: @jeisonkertesz

Offline alevian

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 258
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #10 Online: 12 de Junho de 2014, 10:55 »
Realmente, nos deparamos vez ou outra com dificuldades.
Mas o surgimento de problema, a busca e as respectivas soluções contribuem para a evolução dessa maravilhosa distribuição.

Há uns dois anos, o Ubuntu não reconhecia a placa de modem de meu notebook.
Meses depois passou a reconhecer.

Na última semana, comprei um modem d-link para usar em um chip da TIM.
Tive dificuldade, ao tentar com a versão 12.04.
Seria possível, mas exigiria uma série de configurações.
Aqui no fórum aprendi que a versão 14.04 já traz tudo ajustado.

O reconhecimento passou a ser automático - muito mais fácil e melhor do que no Windows.
Isso acontece com impressoras e uma série de dispositivos.

Ontem, no BR LINUX, tinha uma entrevista do Torvalds, publicada no Olhar Digital.
(Aliás, a chamada da entrevista, pelo Olhar Digital foi bem tranqueira - não passava nem perto da essência de seu conteúdo. Vejam: http://olhardigital.uol.com.br/noticia/42494/42494)
Poucas perguntas, respostas rápidas.
Em suma, ele disse que o avanço do Linux não seria possível em um sistema empresarial fechado.
De fato, o sistema colaborativo é responsável pelo progresso do GNU Linux que é também o do Android e da grande maioria dos sistemas que atuam em TVs, automóveis com tecnologia embarcada e de quase todo tipo de máquina com a mais recente tecnologia embarcada.

Assim, sugiro ao colega, no mínimo um dual boot, já que ele ainda precisa para algumas situações do outro $i$tema.
Linux User 586375

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #11 Online: 12 de Junho de 2014, 13:04 »
Realmente, nos deparamos vez ou outra com dificuldades.
Mas o surgimento de problema, a busca e as respectivas soluções contribuem para a evolução dessa maravilhosa distribuição.

Há uns dois anos, o Ubuntu não reconhecia a placa de modem de meu notebook.
Meses depois passou a reconhecer.

Na última semana, comprei um modem d-link para usar em um chip da TIM.
Tive dificuldade, ao tentar com a versão 12.04.
Seria possível, mas exigiria uma série de configurações.
Aqui no fórum aprendi que a versão 14.04 já traz tudo ajustado.

O reconhecimento passou a ser automático - muito mais fácil e melhor do que no Windows.
Isso acontece com impressoras e uma série de dispositivos.

Ontem, no BR LINUX, tinha uma entrevista do Torvalds, publicada no Olhar Digital.
(Aliás, a chamada da entrevista, pelo Olhar Digital foi bem tranqueira - não passava nem perto da essência de seu conteúdo. Vejam: http://olhardigital.uol.com.br/noticia/42494/42494)
Poucas perguntas, respostas rápidas.
Em suma, ele disse que o avanço do Linux não seria possível em um sistema empresarial fechado.
De fato, o sistema colaborativo é responsável pelo progresso do GNU Linux que é também o do Android e da grande maioria dos sistemas que atuam em TVs, automóveis com tecnologia embarcada e de quase todo tipo de máquina com a mais recente tecnologia embarcada.

Assim, sugiro ao colega, no mínimo um dual boot, já que ele ainda precisa para algumas situações do outro $i$tema.

Obrigado pela visão e sugestão. O meu objetivo é não usar mais o windows. É como disse, quando conseguir resolver estes problemas volto novamente, é uma questão de tempo. Tenho o linux n máquina virtual e ou testando até conseguir resolver tudo. Apaguei porque deu um erro na actualização do kernel (a nova versão que tinha instalado) e então aproveitei para desinstalar e voltava quando resolvesse o problema do ecrã.

Não me fui embora definitivamente. Agora que descobri o linux não largo mais.

Offline asghan

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 1.219
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #12 Online: 12 de Junho de 2014, 18:16 »
É normal vc voltar ao Windows, sugiro a instalação em dual boot até q se adapte completamente ao Ubuntu
   Ubuntu 12.04 - Unity 64bits

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #13 Online: 12 de Junho de 2014, 20:08 »
É normal vc voltar ao Windows, sugiro a instalação em dual boot até q se adapte completamente ao Ubuntu

O problema é que quando vou para instalar o linux ele não detecta o windows. Nem sequer quando coloco n opção do ubuntu "Só mais uma coisa". Aparece como se o espaço estivesse livre.

Offline Ro301

  • Usuário Ubuntu
  • *
  • Mensagens: 121
    • Ver perfil
Re: A minha experiência com Ubuntu e o motivo de o ter desistalado
« Resposta #14 Online: 12 de Junho de 2014, 20:14 »
vá em "programas e atualizações", "drivers adicionais" e instale o driver "proprietario testado" sugerido para sua placa de video.
após isto, voce devera acessar o programa de controle do driver proprietario, provavelmente amd catalyst, atraves do qual poderá
configurar a melhor resolução para seu monitor. tente aí. boa sorte e não desista tão facilmente

Obrigado pela sugestão :)

Nunca pensei que o forum do linux fosse tão aberto e participativo :D

Realmente nunca pensei instalar o amd catalyst, tenho esse software no windows por acaso. Só há um problema, ele vem num ficheiro não executavel. Até agora não percebo como instalar os programas dessa forma.

Outra coisa, o linux no virtualbox não detecta a gráfica do pc. Talvez teria de voltar a desinstalar o windows para tentar. Como já disse o meu monitor é de 23 polegadas. Não sei se vai resultar. :(